9527 capítulos
Medium 9788577804849

4 Gestão de processos: as tarefas defi nidas para pensar, agir e aprender

Paim, Rafael Grupo A PDF Criptografado

gestão de processos

AS TAREFAS DEFINIDAS PARA PENSAR, AGIR E APRENDER

4

O quarto capítulo detalha o entendimento da gestão de processos com a apresentação da estrutura de tarefas necessárias à ela. O capítulo tem como objetivo central deixar claras as definições de cada uma dessas tarefas necessárias para a gestão de processos. Ele está dividido em quatro seções. A primeira apresenta as tarefas necessárias ao projeto dos processos. A segunda traz a descrição das tarefas para gerenciar a execução dos processos no dia-a-dia. A terceira descreve as tarefas relacionadas com a promoção do aprendizado sobre processos. A última seção destaca as relações entre os grupos de tarefas.

A gestão de processos é um objeto de estudo significativamente amplo. A definição das tarefas que integram o conceito de gestão de processos foi desdobrada do conceito de processos e da definição conceitual de gestão de processos e, em seguida, as tarefas foram agrupadas nos três conjuntos que serão apresentados.

A descrição de cada tarefa, além de buscar esclarecer qual é a sua relação e por que elas são necessárias para a gestão de processos, busca apresentar os principais conceitos e utilizar as principais bibliografias que relacionam estes conceitos com a gestão de processos.

Ver todos os capítulos
Medium 9788577804849

8 Gestão de processos: síntese e tendências

Paim, Rafael Grupo A PDF Criptografado

gestão de processos

SÍNTESE E TENDÊNCIAS

8

O oitavo e último capítulo deste livro apresenta as considerações finais, sintetiza os resultados do trabalho e apresenta tendências. São propostos estudos a serem desenvolvidos e trabalhos que podem ser realizados no futuro, sejam eles complementares ou desdobramentos deste livro.

O capítulo objetiva formalizar as conclusões gerais do livro, bem como as reflexões sobre caminhos a percorrer para se dar continuidade e ampliação de pesquisas sobre a gestão de processos. Também tem como objetivo criar uma motivação para que a prática de gestão de processos seja referenciada pelo conceitos aqui apresentados e, sobretudo, a intenção de provocar o leitor para que continue na jornada de pensar, agir e aprender sobre a gestão de processos.

A gestão de processos tem se consolidado como área do conhecimento com utilidade prática para a melhoria do desempenho das organizações. Em especial como forma de dar respostas internas para mudanças no ambiente externo de atuação. Essa utilidade mais recentemente expande a gestão de processos, antes centrada em melhorar o projeto ou em conceber os processos, para cada vez mais ser incorporada no dia-a-dia gerencial das organizações e ter maior importância estratégica. Essa dinâmica no ambiente externo às organizações implica em melhorar internamente os processos e, mais do que isso, promover a geração de aprendizado tanto para projetar como para gerir os processos no dia-a-dia.

Ver todos os capítulos
Medium 9788577804849

1 Gestão de processos: introdução

Paim, Rafael Grupo A PDF Criptografado

gestão de processos

INTRODUÇÃO

1

A gestão de processos é o tema central deste livro. O texto pretende consolidar, organizar e fazer avançar o paradigma da gestão de processos a fim de que seja possível desenvolver o conhecimento disponível em direção a uma forma mais instrumental para seu uso efetivo pelas organizações.

A contraposição entre uma alta demanda e uma baixa oferta de conceitos objetivos de como gerenciar processos expõe a relevância deste trabalho. Essa motivação é reforçada pelo fato de a falta de definições conceituais consolidadas gerarem dificuldades para as organizações projetarem, gerirem no dia-a-dia e promoverem aprendizado sobre o objeto “processos’’. O interesse em avançar na definição desse tema foi despertado também pelo fato de haver três visões diferentes sobre as tarefas necessárias à gestão de processos. Primeiro, os autores que escrevem sobre o tema divergem razoavelmente sobre o que seja gestão de processos. Segundo, muitas vezes há divergências entre o que os autores definem como gestão de processos e o que as organizações efetivamente fazem para gerir seus processos. Por fim, as organizações têm práticas para gerir seus processos que não convergem entre si. Essas diferenças de entendimento, ainda que enriqueçam o debate com múltiplos pontos de vista, também implicam dificuldades para estabilizar os limites do objeto de pesquisa e, por conseguinte, definir e detalhar as tarefas de gestão de processos e fazer avançar na teoria e na prática essa área de conhecimento.

Ver todos os capítulos
Medium 9788577804849

3 Gestão de processos: bases conceituais

Paim, Rafael Grupo A PDF Criptografado

gestão de processos

BASES CONCEITUAIS

3

Os conteúdos deste capítulo são definições conceituais de processos e gestão de processos, elaboradas a partir de levantamento bibliográfico.

As variações conceituais de orientação por processo, estrutura organizacional orientada por processos e gestão por processos também fazem parte deste capítulo, que ainda apresenta um quadro conceitual consolidado e suas implicações para a gestão de processos.

O desempenho das organizações modernas estabelece premissas relacionadas ao processo de globalização das economias, ao acirramento da competitividade e a uma crescente necessidade de capacidade adaptativa nas organizações. Essa afirmativa destaca que os processos de mudança são inevitáveis para as organizações que pretendem continuar existindo. É nesse contexto que se apresenta a gestão de processos como forma de dar resposta à necessidade de se adaptar ao ambiente externo, promovendo melhoria no projeto de processos, mas também coordenando os fluxos nas atividades dos processos no dia-a-dia e fazendo com que a organização aprenda continuamente a gerir seus processos.

Ver todos os capítulos
Medium 9788577804849

7 Gestão de processos: sistemas de apoio

Paim, Rafael Grupo A PDF Criptografado

gestão de processos

SISTEMAS DE APOIO

7

Este capítulo apresenta um desdobramento da pesquisa para a definição das tarefas necessárias para a gestão de processos e tem como objetivo definir o que são sistemas de gestão de processos

(BPMS). O estudo foi desenvolvido a partir de revisão bibliográfica e resultou no relacionamento conceitual entre tarefas e sistemas que suportam a gestão de processos. As conclusões indicam sistemas que já estão consolidados, como ferramentas de modelagem de processos, e possíveis integrações futuras entre tipos de sistemas. Também levanta hipóteses sobre prováveis fusões e aquisições entre empresas fornecedoras dos sistemas de gestão de processos151.

Como visto ao longo do livro, a primeira década deste século, em especial os últimos anos, está assistindo novamente a uma corrida das organizações para os conceitos de processos. Algumas pesquisas apresentam números e tendências que reforçam uma retomada do crescimento da demanda das organizações pelo conceito de gestão de processos1,2. Wolf & Harmon apresentam um estudo com 348 participantes que demonstra que 58% deles gastaram em 2005 entre zero e 500 mil dólares e que 5% gastaram mais de 10 milhões de dólares em iniciativas de gestão de processos. Palmer apresenta, em estudo com 72 participantes, que não houve retorno sobre investimento em gestão de processos inferior a 10% e a média de retorno ficou em 30%, com mediana em 44%. Esses números demonstram a atratividade da gestão de processos por parte das organizações. Atualmente, está em uso intenso um conjunto de melhores práticas que orientam a gestão de processos, como as a seguir listadas: SCOR, CMMi,

Ver todos os capítulos

Visualizar todos os capítulos