785 capítulos
Medium 9788520438442

11. Nike e Adidas na rede: estratégias de marketing esportivo no ambiente digital

Wilson da Costa Bueno Editora Manole PDF Criptografado

11

Nike e Adidas na rede: estratégias de marketing esportivo no ambiente digital

Karla Caldas Ehrenberg

Introdução

A comunicação empresarial tem como objetivo principal a di‑ vulgação de produtos, serviços e informações empresariais para os públicos de interesse das organizações. Para atingi‑los, e ga‑ rantir o sucesso da comunicação, os profissionais envolvidos nesses processos buscam os melhores meios de divulgação, ca‑ pazes de transmitir informações com eficiência e despertar a curiosidade e a atenção dos públicos.

Em uma sociedade digitalizada, em que a tecnologia aparece cada vez mais presente em todos os processos comunicacionais, não é possível imaginar a comunicação de uma empresa que não utilize o ambiente digital conectado como um meio de divulga‑

ção. Dos tradicionais sites (sim, já é possível considerar um site uma forma tradicional de comunicação online) até as mais re‑ centes redes sociais, todas as formas digitais de comunicação conectada devem ser exploradas, afim de aproximar empresas de consumidores, formadores de opinião, jornalistas e da socie‑ dade em geral.

171

Ver todos os capítulos
Medium 9788522474660

Parte 3 - 7 Objetivos e Estratégias de Marketing

Marcelo Abílio Públio Grupo Gen PDF Criptografado

7

Objetivos e Estratégias de Marketing

Onde você pretende chegar no mercado?

Defina um objetivo que seja ao mesmo tempo desafiador e alcançável.

Um objetivo fácil é tão desestimulante quanto um objetivo impossível.

Conteúdo deste capítulo:

�� Diferenças entre objetivo e metas

�� Quantos objetivos de marketing eu tenho que definir?

�� Objetivos gerais e específicos × objetivos primários e secundários

�� A diferença entre objetivos de marketing e objetivos de comunicação

�� Qual é a diferença entre objetivos e estratégias?

�� Objetivos de marketing mais comuns

�� Estratégias mercadológicas

Para alguns autores, há uma distinção entre objetivo e meta. O primeiro possui uma definição mais ampla, enquanto que a segunda é mais restrita quanto ao tempo e a intensidade do seu cumprimento. Assim, o objetivo está relacionado a termos qualitativos, ou seja, onde se quer chegar. Já meta está relacionada a termos quantitativos, exprimindo tempo, quantidades e/ou valores.

Ver todos os capítulos
Medium 9788597013504

6 - Técnicas e Aplicações de Pesquisa de Marketing

Walter Nique, Wagner Ladeira Grupo Gen PDF Criptografado

6

Técnicas e Aplicações de

Pesquisa de Marketing

OBJETIVOS DO CAPÍTULO

No final deste capítulo, o leitor deverá ser capaz de:

◆◆ Entender o uso de técnicas qualitativas, como focus group, laddering, entrevista, técnicas projetivas, observação, delphus, etnografia, grounded theory e ZMET.

◆◆ Compreender os princípios do experimento como método causal.

◆◆ Entender a operacionalização de uma survey.

◆◆ Identificar as características da técnica painel.

INTERPRETANDO O CONSUMO DE

CELULARES PELA ZMET

O início do século XXI consolidou uma das grandes inovações do homem: o telefone celular. Essa invenção foi criada em um laboratório nos EUA e permite a transmissão bidirecional de voz e dados através de ondas eletromagnéticas. Houve crescimento modesto nos fins do século passado, através da geração analógica e digital, esta última em fase inicial.

Acompanhada de diversas tecnologias, essa inovação foi responsável, neste novo século, pelo boom de consumo em diversas partes do mundo. De acordo com dados da Organização das Nações Unidas (ONU), em 2013 houve uma mudança importante no cenário mercadológico: o número de telefones móveis ultrapassou o número de pessoas no planeta. Só no Brasil, já existem mais de 250 milhões de linhas ativas de telefonia móvel, de acordo com informações divulgadas pela Agência

Ver todos os capítulos
Medium 9788520431320

12. Apêndice: conceitos e aplicações de matemática financeira

Anjos Jr., Ary Haro dos Editora Manole PDF Criptografado

12

Apêndice: conceitos e aplicações de matemática financeira

O caráter multidisciplinar do presente trabalho justifica a inclusão deste apêndice como um elemento auxiliar de consulta, útil na resolução dos exercícios propostos.

O desafio maior em relação à aplicação das ferramentas matemáticas aqui apresentadas não é, absolutamente, o de realizar os cálculos correspondentes, facilitados que são pelas calculadoras financeiras e/ou pelas planilhas eletrônicas. O desafio maior está na interpretação adequada dos resultados desses cálculos. Para facilitar tal interpretação é que se inclui este apêndice em um trabalho sobre gestão estratégica do saneamento.

O leitor encontrará, a seguir, explicações conceituais básicas, além de técnicas de cálculo e exemplos de aplicações dessas técnicas e dos conceitos básicos. Cabe lembrar que a matemática financeira oferece ferramentas simples, mas insubstituíveis em todos os processos de tomadas de decisão que envolvam valores de qualquer natureza e riscos de qualquer espécie.

Ver todos os capítulos
Medium 9788582605196

4.2 - Conceitos e aplicações da mineração de dados

Ramesh Sharda, Dursun Delen, Efraim Turban Grupo A PDF Criptografado

230  BI e análise de dados para gestão do negócio

4.2 Conceitos e aplicações da mineração de dados

A mineração de dados, uma tecnologia nova e empolgante nascida há poucos anos, tornou-se uma prática comum para a vasta maioria das organizações. Numa entrevista para a revista Computerworld em janeiro de 1999, o Dr. Arno Penzias (vencedor do prêmio Nobel e ex-cientista chefe dos Laboratórios Bell) identificou a mineração de dados junto a bancos de dados organizacionais como uma aplicação-chave para corporações no futuro próximo. Em resposta à tradicional pergunta postulada pela

Computerworld: “Quais serão as aplicações decisivas na corporação?”, o Dr. Penzias respondeu: “a mineração de dados”. Em seguida, ele acrescentou: “A mineração de dados ganhará muito em importância e as empresas deixarão de jogar fora todo e cada dado sobre seus clientes, pois serão muito valiosos. Quem não fizer isso vai desaparecer do mercado”. Similarmente, num artigo pela Harvard Business Review,

Ver todos os capítulos

Visualizar todos os capítulos