139 capítulos
Medium 9788530936112

III - QUERER | 2. Inventário Jurídico

José Manuel de Sacadura Rocha Grupo Gen PDF Criptografado

2. Inventário Jurídico

__________ t __________

As “máquinas de guerra”* cibernéticas desenvolvem-se inexoravelmente. Por toda parte a que nos voltemos, para todos os cantos que deitemos o olhar, a paisagem é a mesma: o cimento branco e gélido das paredes. A diferença? Umas são mais visíveis do que outras: hoje a circunstância mais visível é a invisibilidade. Em nada, todavia, mudou-se o curso da história. Ainda estamos presos à condenação de Sísifo.1

Sozinho, poder* algum pode ser uma máquina, construir mecanismos, inventar dispositivos, afinal manter-se de pé, apoiar-se nas pernas. Nossa fé inabalável em nós mesmos nos colocou, e o continua a fazer, como guardiões onipresentes e inquestionáveis da moral, dos bons costumes, portadores da sapiência sobre a normalidade, conhecedores do desejável, defensores da verdade. Paradoxalmente, quem pode hoje em sã consciência saber* o que é desejável? Livramo-nos há alguns séculos das convicções do Deus cristão; sentimo-nos bem

Ver todos os capítulos
Medium 9788530936112

I - SABER | 1. Saber Jurídico

José Manuel de Sacadura Rocha Grupo Gen PDF Criptografado

1. Saber Jurídico

__________ t __________

Quando, em 1966, Michel Foucault escreveu As palavras e as coisas, sua ideia sobre a descontinuidade da história e do saber* já estava pronta.

A revolução proposta por ele acerca da compreensão do existir humano, nos moldes como esse existir sempre foi tratado pelas

Ciências Humanas, criou uma ruptura com o saber linear e o conhecimento regular. Agora o poder* se desvela, ele adquire contornos mais expressivos e, a partir de então, pode ser estudado em seu papel preponderante na produção da verdade ao longo da história. Mais bem enquadrado, o poder revela ao mesmo tempo sua dependência e autoridade em um mesmo diapasão, como relações que envolvem a produção desse saber oficial, ou a verdade a ser produzida e passada adiante. Como Foucault revela em entrevista de 1977:

“Essas produções de verdades não podem ser dissociadas do poder e dos mecanismos de poder, ao mesmo tempo porque esses mecanismos de poder tornam possíveis, induzem essas produções de verdades, e porque essas produções de verdades têm, elas próprias, efeitos de poder que nos unem, nos atam.” (Poder e saber, 2006c:229)

Ver todos os capítulos
Medium 9788530936112

II - PODER | 1. O Jurídico na Sociedade Disciplinar

José Manuel de Sacadura Rocha Grupo Gen PDF Criptografado

1. O Jurídico na Sociedade Disciplinar

__________ t __________

As sociedades disciplinares, que vigoraram após o fim das soberanias absolutas, e que em muitos aspectos ainda estão presentes entre nós, podem ser caracterizadas pelo domínio das “energias” humanas presentes no corpo social. Gilles Deleuze (1925-1995) dizia que esse tipo de sociedade possui “máquinas energéticas”.1

A rigor, desde o final da Idade Média europeia, assistimos ao desenvolvimento social baseado em tecnologias voltadas para a maximização contínua de forças e energias na crença da emancipação humana da miséria material e cultural.

Ao longo de séculos, mais fortemente talvez a partir do final do século XV, com as grandes navegações e o início da exploração ultramarina, as sociedades do Ocidente viram-se envolvidas em esforços voltados para a criação, dominação e exploração de fontes de energia. Ainda em nossos dias, podemos ver por todos os lados a história dos esforços do engenho humano para produzir e controlar energias.

Ver todos os capítulos
Medium 9788522476237

7 DICIONÁRIO DE TERMOS CORPORATIVOS

Ana Shirley França Grupo Gen PDF Criptografado

7

DICIONÁRIO DE

TERMOS CORPORATIVOS

Fonte: Disponível em: .

184 

Comunicação Escrita nas Empresas  • França

Existem termos comuns a qualquer profissional em cada profissão. Na área de gestão, não é diferente. Alguns termos são estrangeirismos e Siglas usuais no mundo dos negócios e outras palavras e expressões vindas das diversas teorias da administração. É este conjunto de termos que popularmente se chama de “Corporativês”.

Quem deseja estar em dia com a linguagem das corporações precisa conhecer os Termos Corporativos. Assim, segue o glossário abaixo:

Absentrísmo: falta constante ao trabalho por parte do empregado, ou sua ausência devido a problemas de saúde.

Assessment management: avaliação do potencial de profissionais.

Assignments: tarefas ou compromissos a serem cumpridos.

Avaliação 180 graus: avaliação de desempenho feita por chefes e clientes.

Ver todos os capítulos
Medium 9788530936112

II - PODER | 2. O Jurídico na Sociedade de Controle

José Manuel de Sacadura Rocha Grupo Gen PDF Criptografado

2. O Jurídico na Sociedade de Controle

__________ t __________

A microfísica do poder* e o conceito de Biopolítica* em Foucault se fundem. Biopolítica é um processo em que o poder* soberano da morte dá lugar ao investir sobre a vida. Primeiro no século XVII, com a preparação do corpo para a extorsão da máxima energia produtiva através de adestramento e crescimento da docilidade, eficaz para os sistemas de controle econômicos. Depois, no século XIX, no interesse em manter o ser vivo, se faz necessário que os governos se dediquem ao controle das condições de manutenção da sobrevivência dos indivíduos, principalmente os que enfrentam as piores condições de sobrevida, os operários, portadores da força de trabalho como mercadoria a ser transacionada e a gerar riqueza. Não por benevolência, mas por necessidade.

Essas condições são o suporte aos processos biológicos, tais como “proliferação, os nascimentos, o nível de saúde, a duração da vida, a longevidade, com todas as condições que podem fazê-los variar; tais processos são assumidos mediante toda uma série de intervenções e controles reguladores: uma biopolítica da população”

Ver todos os capítulos

Visualizar todos os capítulos