3492 capítulos
Medium 9788520427033

37. Odontologia do esporte

Mauro Vaisberg, Marco Túlio de Mello Editora Manole PDF Criptografado

capítulo

37

Odontologia do espor te

Zair a Amar al Alves de Abreu

Sérgio Rosenberg

A odontologia do esporte busca o conhecimento, a prevenção e o tratamento das lesões e doenças do sistema estomatognático (do qual faz parte a boca) na prática esportiva. Desse modo, fundamenta-se no estudo da saúde bucal, que pode comprometer o desempenho físico e psicológico do esportista.

O sistema estomatognático (Figura 37.1), como ilustra Graber (1987),1 é o conjunto de estruturas bucais que desenvolvem funções comuns, tendo como constante característica a participação da mandíbula. Qualquer desequilíbrio reflete em todo o conjunto, pois há uma compensação para que a função seja desempenhada da melhor forma possível. Fazem parte desse sistema diferentes tecidos e órgãos, como músculos, ossos, dentes, articulações, glândulas, mucosas e o seu suporte neuromuscular.

Os tratamentos diferenciados aos atletas ocorrem em uma série de situações como, p.ex., no uso de medicações odontológicas que podem tanto influenciar em seu desempenho como comprometer resultados por doping positivo.

Ver todos os capítulos
Medium 9788547209797

7.2 Educação ética na empresa

Francisco Gomes de Matos Editora Saraiva PDF Criptografado

CAPÍTULO 7

Modelo de gestão da ética

7.2 Educação ética na empresa

De nada adianta o marketing se o essencial não for preservado. O primeiro passo

é desenvolver a cultura ética, ou seja, desenvolver a consciência ética, a liderança

ética, o comportamento ético e a realização ética.

Já enfatizamos que a ética não se define por um código, não se trata de nor‑ mas formais e coercitivas, não é um túmulo de ideias, mas significa educar a cons‑ ciência para a liberdade responsável, o relacionamento harmonioso, realizações compartilhadas e bem-sucedidas.

É a ética que faz a diferença positiva na vida, no trabalho e nos negócios.

Nosso modelo estratégico para desenvolver a ética nas organizações com‑ preende, como linha fundamental de ação, a explicitação e a renovação contínua da cultura ética.

7.2.1 Cultura ética renovada

A cultura corporativa é fator de sucesso ou causa de fracasso das empresas? Esse

é um questionamento básico.

Ver todos os capítulos
Medium 9788536702117

Capítulo 9 - Medicina nuclear aplicada na odontologia

Claudio Fróes de Freitas Grupo A PDF Criptografado

9

Medicina nuclear aplicada na odontologia

Alessandra Coutinho Di Matteo

Harry Davidowicz

Eduardo Nóbrega Pereira Lima

A medicina nuclear é a especialidade médica de diagnóstico por imagem que emprega radioisótopos com finalidade diagnóstica e terapêutica. Tem como princípio a produção de imagens originárias da distribuição biológica de substâncias de comportamento conhecido, sendo uma modalidade de imagem metabólica, refletindo as alterações de comportamento no nível celular.

Tais substâncias de comportamento biológico conhecido são chamadas de fármacos e, dependendo do tecido humano a ser avaliado, são associadas com os isótopos radioativos, originando os radiofármacos. Portanto, a técnica fundamenta-se na detecção da distribuição metabólica biológica de substâncias farmacológicas acopladas a isótopos radioativos, os radiofármacos.1

Objetivos de aprendizagem:

• Compreender os princípios de obtenção da imagem nas técnicas de medicina nuclear

Ver todos os capítulos
Medium 9788597013108

11 - Ética na gestão de pessoas

Maria Cecilia Coutinho de Arruda, Maria do Carmo Whitaker, José Maria Rodriguez Ramos Grupo Gen PDF Criptografado

Ética na gestão de pessoas

11

No mercado de trabalho brasileiro, a ética parece ser ainda mais falada do que vivida. Há necessidade de profissionais líderes, que saibam influenciar seus colegas, chefes e gerentes com naturalidade, com inteligência, para que os valores morais se sobreponham ao oportunismo, à fraude, ao medo da concorrência, aos costumes pouco retos do ramo em que a organização opera.

Na gestão de pessoas, as organizações preocupam-se muito com o marco legal, o cumprimento da legislação trabalhista, com acordos sindicais e outros aspectos previstos em regulamentos governamentais e diretrizes da empresa.

Uma perspectiva de responsabilidade social ressalta o compromisso ético da empresa em relação a seus stakeholders, sempre enfocando o relacionamento entre pessoas: entre a empresa, seus executivos e os acionistas; entre a empresa e seus clientes e fornecedores; entre a empresa e a sociedade de modo geral, ou a comunidade em que está inserida, incluindo os concorrentes; entre os executivos e os empregados, ou entre os próprios colaboradores.

Ver todos os capítulos
Medium 9788597013108

18 - Ética na era da informação

Maria Cecilia Coutinho de Arruda, Maria do Carmo Whitaker, José Maria Rodriguez Ramos Grupo Gen PDF Criptografado

Ética na era da informação

18

O início de cada ano é tradicionalmente um tempo para avaliar o ano anterior e fazer projetos para o novo. O início de cada século oferece uma nova oportunidade para lançar um olhar para o passado e para o futuro. E o começo de um novo milênio apresenta o desafio de uma visão ainda mais ampla para trás, embora seja pouco factível planejar a tão longo prazo.

Depois de analisar os vários aspectos da ética empresarial e econômica, impõe-se a reflexão sobre um dos grandes desafios neste início de milênio: a ética em tecnologia da informação.

Em meados da década de 1990, um grupo de estudantes norte-americanos desenvolveu um programa que possibilitava o uso da Internet em uma linguagem multimídia: browser. Essa ideia simples possibilitava ao usuário navegar pelas informações na rede, de maneira eficiente e intuitiva: era a World Wide Web.

Uma malha de usuários conectados com outras pessoas por meio de computadores ligados a cabos que chegam a outros micros, gerando e recebendo informações, foi o resultado da simples ideia daqueles jovens. Começou a funcionar a maior rede de distribuição e coleção de informações até então existente.

Ver todos os capítulos

Visualizar todos os capítulos