3994 capítulos
Medium 9788547212711

Capítulo 11 - ELEMENTOS DE CUSTOS – TÓPICOS RELEVANTES PARA O EXAME DE SUFICIÊNCIA DO CFC

José Gilson das Chagas Editora Saraiva PDF Criptografado

Capítulo 11

ELEMENTOS DE CUSTOS – TÓPICOS

RELEVANTES PARA O EXAME DE

SUFICIÊNCIA DO CFC

Neste capítulo, oferecemos aos leitores uma rápida contribuição sobre a contabilidade de custos e alguns de seus componentes de maior presença nas questões contábeis de cada dia. Trata-se, assim, de uma síntese – e não de um estudo aprofundado – destinada, em princípio, àqueles estudantes com demandas conceituais de base na matéria. Incluímos nesse time os atuais e futuros finalistas dos bacharelados em ciências contábeis, com passagem reservada para o exame de suficiência do Conselho Federal de Contabilidade (CFC).

As provas aplicadas pelo CFC, embora habitualmente permeiem todo o ementário do curso de ciências contábeis, apresentam, sempre, certo número de questões das disciplinas de custos, seus conceitos e desdobramentos. Vamos, pois, aos tópicos:

11.1 CUSTOS DIVIDIDOS

11.1.1 APLICABILIDADE

11.1.1.1 DIRETOS OU PRIMÁRIOS

São os elementos diretamente incluídos no cálculo dos produtos. Isto é, os principais materiais usados na fabricação, somados à Mâo de Obra Direta (MOD).

Ver todos os capítulos
Medium 9788553605606

Dicas para o Exame de Ordem

Leandro Antunes de Oliveira, Marcelo Hugo da Rocha, Emerson Castelo Branco Mendes, Giuliano Menezes Campos, Francisco Cristiano Lopes, Marcos Paulo Dutra Santos, Leandro Eustaquio de Matos Monteiro, Isabelli Maria Gravata Maron Editora Saraiva PDF Criptografado

Dicas para o

Exame de Ordem

Para você, que está se preparando e estudando para as provas do Exame nacional da OAB, seguem dicas sobre os principais assuntos que estão presentes na prova. Obviamente o objetivo aqui não foi esgotar toda e qualquer possibilidade de temas possíveis, mas, sim, trazer aqueles tópicos que o candidato não pode deixar passar.

Força! Não desista! A estrada é dura, mas muito gratificante no final. Nós, autores e coordenador, tivemos a maior dedicação e carinho para ajudar cada um de vocês. Estamos juntos!

Bons estudos!

ÉTICA E LEGISLAÇÃO PROFISSIONAL DA OAB

Você, candidato que irá prestar o próximo Exame de Ordem, esse é o seu passaporte para a 2ª fase, a matéria mais importante da 1ª fase é a ÉTICA PROFISSIONAL.

Justifico essa afirmação inicialmente informando-lhe que a disciplina de Ética Profissional corresponde a 20% (vinte por cento) da pontuação necessária da sua aprovação, ou seja, das 40 questões que você precisa acertar, oito são de ética profissional.

Ver todos os capítulos
Medium 9788597011289

Capítulo 1 – Exame de Suficiência 1º/2016

Alberto Manoel Scherrer Grupo Gen PDF Criptografado

1

EXAME DE

SUFICIÊNCIA 1O/2016

001_Scherrer.indd 1

16/03/2017 07:39:54

Scherrer.indb 2

14/03/2017 17:33:04

C OMO INTER P RETA R AS Q UE S TÕ E S D O E X A ME D O C F C   3

d d Que s tão 0 1 – 20 16/ 1

Te máti c a: ref l exo d e fatos c o ntá b e is no ba l a nç o patr imo ni a l

Assinale a opção que representa a CORRETA associação entre o fato contábil e o seu registro no

Balanço Patrimonial. a. A compra, a prazo, de mercadoria para revenda provoca um aumento no Ativo e uma redução no Passivo. b. A contratação de uma apólice de seguros, com pagamento a prazo, para cobertura de doze meses a transcorrer provoca um aumento no Ativo e um aumento no Passivo. c. A integralização de capital com bens para uso provoca um aumento no Ativo e uma redução no

Patrimônio Líquido. d. O pagamento em dinheiro a fornecedores, decorrente de aquisição de mercadorias a prazo, provoca uma diminuição no Ativo e um aumento no Passivo.

Ver todos os capítulos
Medium 9788547212711

Capítulo 17 - EXAME DE SUFICIÊNCIA 2014.1 –PROVA COMENTADA

José Gilson das Chagas Editora Saraiva PDF Criptografado

Capítulo 17

EXAME DE SUFICIÊNCIA 2014.1 –

PROVA COMENTADA

1. ANULADA.

2. Uma sociedade empresária é arrendatária em um contrato de Arrendamento

Mercantil Financeiro. O valor presente das contraprestações é de R$280.000,00 e o valor justo do bem arrendado é de R$285.000,00. O contrato estabelece o pagamento de 36 parcelas mensais de R$10.000,00.

O reconhecimento inicial da operação de arrendamento resultará em: a) aumento de R$280.000,00 no Ativo e de R$280.000,00 no Passivo. b) aumento de R$285.000,00 no Ativo e de R$285.000,00 no Passivo. c) reconhecimento de R$280.000,00 como Despesa e de R$280.000,00 no

Passivo. d) reconhecimento de R$360.000,00 como Despesa e de R$360.000,00 no

Passivo.

COMENTANDO A RESPOSTA: O reconhecimento inicial da operação de arrendamento mercantil, segundo o CPC 06, deve ser feito no balanço patrimonial como Ativo, com a correspondente obrigação no Passivo. Deve ser registrado pelo valor justo da propriedade arrendada ou pelo valor presente dos pagamentos do arrendamento mercantil, quando este for inferior ao valor justo. “A taxa de desconto a ser utilizada no cálculo do valor presente dos pagamentos mínimos do arrendamento mercantil é a taxa de juros implícita no arrendamento mercantil, se for praticável determinar essa taxa; se não for, deve ser usada a taxa incremental de financiamento do arrendatário.” No caso em apreço, o valor presente das contraprestações é de

Ver todos os capítulos
Medium 9788597020021

Exame de Suficiência do CFC – questões resolvidas

Marcelo Cavalcanti Almeida Grupo Gen ePub Criptografado

QUESTÕES

1. (Exame de suficiência, 01/2011) Em 31 de dezembro de 2010, uma determinada companhia publicou a seguinte demonstração contábil:

Balanço Patrimonial (em R$)

 

2009

2010

 

2009

2010

ATIVO

88.400,00

107.000,00

PASSIVO E PL

88.400,00

107.000,00

Ativo Circulante

57.400,00

61.800,00

Passivo Circulante

36.600,00

43.400,00

Disponível

1.400,00

6.600,00

Fornecedores

22.000,00

28.000,00

Clientes

24.000,00

27.200,00

Contas a Pagar

Empréstimos

Ver todos os capítulos

Visualizar todos os capítulos