914 capítulos
Medium 9788527735780

Capítulo 5 Fisiologia Renal e Equilíbrio Acidobásico

Linda S. Costanzo Grupo Gen ePub Criptografado

● A água corporal total (ACT) representa cerca de 60% do peso corporal

● A água corporal é inversamente proporcional à gordura corporal

● A porcentagem de ACT é maior nos recém-nascidos e nos homens adultos e é menor nas mulheres adultas, nos idosos e nos in di ví duos adultos com grande quantidade de tecido adiposo.

A. Distribuição da água (Figura 5.1 e Quadro 5.1)

1. Líquido intracelular (LIC)

● Corresponde a dois terços da ACT

● Os principais cátions do LIC são o K+ e o Mg2+

● Os principais ânions do LIC consistem em proteínas e fosfatos orgânicos (trifosfato de adenosina [ATP], difosfato de adenosina [ADP] e monofosfato de adenosina [AMP]).

2. Líquido extracelular (LEC)

Corresponde a um terço da ACT

● É constituído por líquido intersticial e plasma. O principal cátion do LEC é o Na+

Ver todos os capítulos
Medium 9788527735780

Capítulo 3 Fisiologia Cardiovascular

Linda S. Costanzo Grupo Gen ePub Criptografado

A. O débito cardíaco do coração esquerdo é igual ao débito cardía co do coração direito

● O débito cardíaco do lado esquerdo do coração corresponde ao fluxo sanguí neo sistêmico

● O débito cardíaco do lado direito do coração corresponde ao fluxo sanguí neo pulmonar.

B. Direção do fluxo sanguíneo

● O sangue flui ao longo do seguinte trajeto:

1. Dos pulmões para o átrio esquerdo pela veia pulmonar

2. Do átrio esquerdo para o ventrículo esquerdo por meio da valva atrioventricular esquerda (valva mitral)

3. Do ventrículo esquerdo para a artéria aorta por meio da valva aó rtica

4. Da artéria aorta para as artérias sistêmicas e os tecidos (i. e., cerebral, coronário, renal, esplâncnico, muscular esquelético e cutâ neo)

5. Dos tecidos para as veias sistêmicas e as veias cavas superior e inferior

Figura 3.1 Circuito do sistema cardiovascular.

6. Das veias cavas (sangue venoso misto) para o átrio direito

Ver todos os capítulos
Medium 9788527735780

Capítulo 1 Fisiologia Celular

Linda S. Costanzo Grupo Gen ePub Criptografado

● São compostas basicamente de fosfolipídios e proteínas.

A. Dupla camada lipídica

1. Os fosfolipídios têm um arcabouço de glicerol, que é a cabeça hidrofílica (hidrossolúvel), e duas caudas de ácidos graxos, que são hidrofóbicas (insolúveis em água). As caudas hidrofóbicas ficam de frente uma para a outra e formam uma dupla camada.

2. As substâncias lipossolúveis (p. ex., O2, CO2, hormônios esteroides) atravessam as membranas, visto que podem se dissolver na dupla camada lipídica hidrofóbica.

3. As substâncias hidrossolúveis (p. ex., Na+, Cl , glicose, H2O) são incapazes de se dissolver nos lipídios da membrana, mas podem atravessá-la por meio de canais preenchidos por água (poros), ou podem ser transportadas por proteí nas carreadoras.

B. Proteí nas

1. Proteí nas integrais

● Estão ancoradas à membrana celular ou inseridas nela por meio de interações hidrofóbicas

Ver todos os capítulos
Medium 9788527735780

Capítulo 7 Fisiologia Endócrina

Linda S. Costanzo Grupo Gen ePub Criptografado

A. O Quadro 7.1 apresenta uma lista dos hormônios, inclusive abreviaturas, glândulas de origem e principais ações.

Quadro 7.1 Lista dos principais hormônios.

Hormônio

Abreviatura

Glândula de origem

Principais ações*

Hormônio liberador da tireotropina

TRH

Hipotálamo

Estimula a secreção de TSH e de prolactina

Hormônio liberador da corticotropina

CHR

Hipotálamo

Estimula a secreção de ACTH

Hormônio liberador das gonadotrofinas

GnRH

Hipotálamo

Estimula a secreção de LH e FSH

Hormônio liberador do hormônio de crescimento

GHRH

Hipotálamo

Estimula a secreção do hormônio de crescimento

Hormônio inibidor da liberação de somatotropina (somatostatina)

SRIF

Hipotálamo

Inibe a secreção do hormônio de crescimento

Fator inibidor da prolactina (dopamina)

PIF

Hipotálamo

Inibe a secreção de prolactina

Hormônio tireoestimulante

Ver todos os capítulos
Medium 9788527735780

Capítulo 6 Fisiologia Gastrintestinal

Linda S. Costanzo Grupo Gen ePub Criptografado

A. Estrutura do sistema gastrintestinal (GI) (Figura 6.1)

1. Células epiteliais

● São especializadas, em diferentes partes do sistema GI, na secreção ou na absorção.

2. Muscular da mucosa

● Sua contração provoca a mudança da área de superfície para a secreção ou absorção.

3. Músculo circular

● Sua contração causa diminuição do diâ me tro do lúmen do sistema GI.

4. Músculo longitudinal

● Sua contração provoca encurtamento de um segmento do sistema GI.

5. Plexo submucoso (plexo de Meissner) e plexo mioentérico (plexo de Auerbach)

● Compõem o sistema nervoso entérico do GI

● Integram e coordenam as funções de motilidade, secretora e endócrina do sistema GI.

B. Inervação do sistema GI

● O sistema nervoso autônomo (SNA) do GI compreende os sistemas nervosos extrínseco e intrínseco.

1. Inervação extrínseca (sistemas nervosos parassimpático e simpático)

Ver todos os capítulos

Visualizar todos os capítulos