185 capítulos
Medium 9788597017793

3 - Sistema Financeiro Nacional

ASSAF NETO, Alexandre Grupo Gen PDF Criptografado

3

Sistema Financeiro Nacional

Este capítulo tem por objetivo apresentar a estrutura do Sistema Financeiro Nacional (SFN) e as principais características das instituições financeiras que o compõem.

Essas instituições devem permitir, dentro das melhores condições possíveis, a realização dos fluxos de fundos entre tomadores e poupadores de recursos na economia.

A necessidade de conhecimento do sistema financeiro

é crescente ao longo do tempo, explicada pela importância que exerce na economia o segmento empresarial de um país, como também pela maior complexidade que suas operações vêm apresentando.

O sistema financeiro é composto por um conjunto de instituições financeiras públicas e privadas, e seu órgão normativo máximo é o Conselho Monetário Nacional

(CMN). Por meio do SFN, viabiliza-se a relação entre agentes carentes de recursos para investimento e agentes capazes de gerar poupança e, consequentemente, em condições de financiar o crescimento da economia. Por agentes carentes de recursos entende-se aqueles que assumem uma posição de tomadores no mercado, isto é, que despendem em consumo e investimento valores mais altos que suas rendas. Os agentes superavitários, por seu lado, são aqueles capazes de gastar em consumo e investimento menos do que a renda auferida, formando um excedente de poupança.

Ver todos os capítulos
Medium 9788597021868

3 Sistema Financeiro Nacional

ASSAF NETO, Alexandre Grupo Gen ePub Criptografado

O Capítulo 3 desenvolve a estrutura e o funcionamento do Sistema Financeiro Nacional, cujo objetivo básico é o de promover, da forma mais eficiente possível, a formação dos fluxos de fundos entre os agentes tomadores e aplicadores de recursos.

Por meio do estudo das instituições, que formam os subsistemas normativo e de intermediação do Sistema Financeira Nacional, é possível identificar quais são as responsabilidades, as características e a importância de cada uma delas, para o bom funcionamento do mercado financeiro brasileiro.

O capítulo descreve, ainda, os organismos financeiros internacionais.

1. O órgão normativo máximo do Sistema Financeiro Nacional é:

a) Comitê de Política Econômica (COPOM).

b) Banco Central do Brasil (BACEN).

c) Confederação Nacional das Instituições Financeiras (CNF).

d) Conselho Monetário Nacional (CMN).

e) Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

2. Fazem parte do subsistema normativo:

Ver todos os capítulos
Medium 9788597021851

2 Ambiente Financeiro Brasileiro

ASSAF NETO, Alexandre; LIMA, Fabiano Guasti Grupo Gen ePub Criptografado

Objetivos do capítulo

1. Descrever, de modo geral, a estrutura do Sistema Financeiro Nacional e das principais instituições que o compõem.

2. Identificar os tipos de ativos financeiros existentes no mercado, bem como sua classificação no que diz respeito à emissão, renda e prazo destes.

3. Entender como funcionam o mercado de ações, a Bolsa de Valores e compreender também os tipos de ações existentes, suas formas de emissão e rendimentos.

4. Expor os grandes segmentos do mercado financeiro (mercado monetário, mercado de crédito, mercado de capitais e mercado cambial).

5. Abordar a formação das taxas de juros no Brasil e introduzir o conceito de taxa livre de risco.

A atuação das finanças corporativas desenvolve-se dentro de um ambiente financeiro de mercado complexo e cada vez mais influente. Nesse contexto, o administrador financeiro deve identificar as melhores oportunidades de aplicação disponíveis e formar uma equilibrada posição de risco nas diversas decisões financeiras tomadas pela empresa.

Ver todos os capítulos
Medium 9788597021851

3 Cálculo Financeiro

ASSAF NETO, Alexandre; LIMA, Fabiano Guasti Grupo Gen ePub Criptografado

Objetivos do capítulo

1. Conhecer os critérios do cálculo financeiro, através dos dois tipos de capitalização de juros: simples (linear) e compostos (exponencial).

2. Saber diferenciar, identificar e converter taxas de juros nominais, efetivas e equivalentes.

3. Abordar os conceitos de valor presente e valor futuro, através de séries de pagamentos ou recebimentos.

4. Entender a metodologia de cálculo da Taxa Interna de Retorno (IRR) e o seu significado para análise e decisão de investimento.

O cálculo financeiro é aplicado na solução de diversas questões financeiras relevantes, como comprar a vista ou a prazo, cálculo do custo efetivo de um financiamento, decisões: alugar × comprar, formação dos juros, como escolher entre as alternativas de investimentos mais atraentes, formação de preços de venda, e assim por diante.

De forma bastante objetiva, o juro pode ser entendido como o custo do dinheiro. É o preço que se cobra para emprestar dinheiro, ou o retorno que se espera ganhar em operações de investimento.

Ver todos os capítulos
Medium 9788597021868

11 Mercado primário de ações

ASSAF NETO, Alexandre Grupo Gen ePub Criptografado

O Capítulo 11 está direcionado ao estudo mais completo do mercado de ações, tratando dos conceitos gerais, formas de negociações e tipos de valores mobiliários, mercados primário e secundário, abertura de capital e os principais direitos dos acionistas.

Compreender as características das ações, o funcionamento do mercado no qual os valores mobiliários são negociados, e as vantagens e desvantagens de investir recursos no mercado acionário, torna-se fundamental para a correta avaliação dos títulos de renda variável por parte dos diversos investidores. Vale ressaltar que a legislação vigente no Brasil apresenta mecanismos de proteção aos direitos dos acionistas, em especial os minoritários.

Já por parte das empresas, também é essencial o conhecimento acerca do mercado de ações, bem como dos custos e riscos envolvidos com a negociação de títulos nesse mercado, para uma decisão eficiente em termos de captação de recursos por meio da abertura de capital.

1. Sobre o mercado de ações, assinale a alternativa incorreta:

Ver todos os capítulos

Visualizar todos os capítulos