8 capítulos
Medium 9788530966744

Capítulo 15 – Provas de Concursos

MENESES, Anderson; MARIANO, Fabrício Grupo Gen PDF Criptografado

Capítulo 15

Provas de Concursos

15.1. FUNDAMENTOS: SISTEMA FINANCEIRO NACIONAL,

CONSELHO MONETÁRIO NACIONAL, BANCO CENTRAL E

MOEDA

1.

(Caixa Econômica Federal/2004) As necessidades de conhecimento do Sistema financeiro

Nacional é crescente ao longo do tempo, pela importância que exerce na economia e no segmento empresarial de um país. O SFN é composto por um conjunto de instituições financeiras públicas e privadas, e seu órgão normativo máximo é o conselho Monetário

Nacional.

Assinale a alternativa correta. a) O SFN envolve dois grandes subsistemas: de intermediação e financeiro. b) O SFN é composto por um conjunto de instituições financeiras e instrumentos financeiros que visam transferir recursos dos agentes superavitários para os deficitários. c) O SFN não permita a existência de, conglomerados financeiros d) O mercado financeiro pode ser considerado como elemento estático no processo de crescimento econômico, uma vez que permite a elevação das taxas de poupança. e) As instituições financeiras podem ser classificadas como bancárias e bancarizadas.

Ver todos os capítulos
Medium 9788530965846

Capítulo 17 - Provas Propostas para Treinamento

MARIANO, Fabrício Grupo Gen PDF Criptografado

Capítulo 17

Provas Propostas para Treinamento

17.1. Arquivologia – CESGRANRIO – 2013

1.

Na análise tipológica dos documentos de arquivos, não é suficiente, para o arquivista, conhecer a estrutura da espécie documental. É necessário relembrar os princípios fundamentais que regem a organização dos arquivos. Esses princípios que constituem o marco principal da Arquivística são:

A) primário, secundário, terciário e quaternário.

B) criação, identificação, produção e destinação.

C) unicidade, organicidade, integridade e proveniência.

D) corrente, técnico, permanente e administrativo.

E) ético, sistemático, orgânico e constitucional.

2.

A grande especificidade dos documentos de arquivo, que os diferencia dos documentos das bibliotecas e dos museus, é a organicidade. Por isso, arquivisticamente, só se entende o documento unitário (unidade mínima) dentro de um conjunto de outros documentos tipologicamente iguais e que somente em conjunto podem documentar uma:

Ver todos os capítulos
Medium 9788530965846

Capítulo 15 - Provas Anteriores

MARIANO, Fabrício Grupo Gen PDF Criptografado

Capítulo 15

Provas Anteriores

15.1. BNDES – Técnico Administrativo – CESGRANRIO – 2006

1.

Um técnico administrativo é convidado a organizar o arquivo jurídico do Banco de

Desenvolvimento Pecuário de sua cidade. Ao chegar à instituição, observa que o acervo é composto, exclusivamente, por processos, aproximadamente 100.000. Sabendo que o documento arquivístico é único e que as formas de acesso são diversas, ele deve optar pelo método de arquivamento mais adequado para esses documentos, que é o método:

A) enciclopédico.

B) variadex.

C) numérico.

D) ideográfico.

E) dicionário.

2.

Quando se organiza um arquivo utilizando-se o método numérico simples, a preocupação inicial recai somente na atribuição de números a cada novo cliente ou correspondente, obedecendo apenas à ordem de entrada ou registro, como apresentado a seguir:

1 – Alba Santos Silva;

2 – Bárbara Assunção;

3 – Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social;

Ver todos os capítulos
Medium 9788530965723

Capítulo 24 - Provas Anteriores

MARIANO, Fabrício Grupo Gen PDF Criptografado

Capítulo 24

Provas Anteriores

24.1. Cesgranrio/EPE/Analista Finanças e Orçamento/2007

1.

A tabela a seguir apresenta um resumo das operações de um correntista em um determinado mês.

Dia do mês

1

6

11

21

26

Operação

Depósito

Saque

Saque

Depósito

Saque

Valor (em reais)

100,00

200,00

500,00

100,00

200,00

O contrato com o banco prevê pagamento de juros simples, numa taxa de 12% ao mês, para cada dia que o correntista permanece com saldo negativo, e esse valor só é cobrado no mês seguinte. Considerando que, no início do mês, o saldo era de

R$ 500,00, e que o mês em questão tem exatos 30 dias, pode-se afirmar que o valor, em reais, a ser cobrado de juros no mês seguinte é: a) 4,00; d) 12,00; b) 6,66; e) 80,00. c) 8,00;

2.

Um débito de R$ 100,00 levou dois meses para ser quitado. Por ocasião da quitação, foram cobrados R$ 44,00 de juros. Considerando-se que foi utilizado o regime de juros compostos, qual a taxa de juros mensal aplicada? a) 44%. d) 0,22%. b) 22%. e) 0,20%. c) 20%.

Ver todos os capítulos
Medium 9788530965723

Capítulo 17 - Equivalência Financeira

MARIANO, Fabrício Grupo Gen PDF Criptografado

Capítulo 17

Equivalência Financeira

17.1. Introdução

Este capítulo tem como objetivo fazer o cálculo do capital na data zero ou em uma data qualquer. As prestações poderão ser variáveis ou constantes. Caso sejam constantes, recairemos no processo de amortização a prestações constantes, que pode ser antecipado, postecipado ou diferido.

Exemplo: Calcular o valor atual de um capital de acordo com os fluxos de caixa a seguir e o respectivo período sendo a taxa de juros no período de 10% ao mês, sendo os prazos mensais.

A – 1.430

B – 1.512,50

C – 1.663,75

D – 1.756,92

Solução:

Fazendo o fluxo de caixa, em que deslocaremos todo capital para data zero, temos:

C0 =

1.430 1.512,50 1.663,75 1.756,91

+

+

+

1,1

1,12

1,13

1,14

C0 = 1.300 + 1.250 + 1.250 + 1.200

C0 = R$ 5.000,00

O valor da dívida na data zero vale R$ 5.000,00.

Matematica_Financeira_4ed.indb 225

Ver todos os capítulos

Visualizar todos os capítulos