99249 capítulos
Medium 9788521630227

18 Novos Tempos, mas Velhos Hábitos

BREMER, Carlos; Espôsto, Kleber; TORRES, Paulo; FREITAS, Paulo Grupo Gen PDF Criptografado

18

42

Novos Tempos, mas Velhos Hábitos

O pedido que Vanderlei pressionou Geraldo para ser produzido a toque de caixa ficou pronto na data que ele solicitou.

No entanto, três encomendas de clientes que já haviam reclamado de atraso foram deixadas de lado. O que gerou uma enorme indisposição na diretoria.

“Samuel, novamente vocês não conseguiram entregar os pedidos da Gonzaga e da Meridiana. Não falei que esses clientes são importantes e já pisamos na bola com eles várias vezes?”

“Carla, eu acompanhei estes dois pedidos na semana passada e estava tudo sob controle. Pensei, inclusive, que eles já estariam na expedição a esta altura.”

“Não só não estão como vão demorar para estar lá. Liguei agora para o Demerval e, como não estava, falei com o

Geraldo que confirmou o atraso das peças, que devem ficar prontas só amanhã; ou seja: cinco dias após o prazo.”

“Nossa! Mas quando eu estive lá, na sexta-feira, o pedido estava para começar a ser produzido naquela madrugada”.

Ver todos os capítulos
Medium 9788547230425

12.2 Jovens e mudanças

RIBEIRO, Antonio de Lima Editora Saraiva PDF Criptografado

12.1 Empresas perdem funcionários

A empresa de sucesso sempre procura injetar pessoal qualificado na base, de modo a formar internamente os seus próprios profissionais, conforme suas políticas e necessidades. No dinamismo da vida moderna, e por inúmeras outras razões, é comum que a organização perca um razoável contingente de pessoas ao longo dos anos. É preciso injetar pessoal na base para assegurar uma transição harmoniosa e sem traumas.

Figura 12.1 – A empresa perde funcionários por várias razões

��

��

��

��

��

��

Aposentadoria; licença médica prolongada; extinção do cargo; mudança para o exterior; demissões; saídas espontâneas;

��

��

��

��

��

��

acidentes; falecimentos; mudança de carreira; aprovação em concursos; prestação de serviço militar; abertura de negócio próprio.

12.1.1 Simplicidade voluntária

Ocorre também que alguns empregados especializados se desencantam com a vida agitada dos grandes centros e acabam deixando a empresa para viver em pequenas comunidades do interior com formatos de vida menos estressantes.

Ver todos os capítulos
Medium 9788584290642

Capítulo 1 - Introdução: origens e pontos iniciais

Edwards Carolyn; Gandini Lella; Forman George Artmed PDF Criptografado

1

Introdução: origens e pontos iniciais

Carolyn Edwards, Lella Gandini e George Forman

��������ͩ

R

eggio Emilia é uma pequena cidade

Introduction: no Norte da Itália que brilha mui to pelo que realizou e pelo que reund andpresenta

Starting no campoPoints da educação. Ao longo dos últimos 50 anos, educadores, traba-

lhando and juntoGeorge com pais e cidadãos, monds, Lella Gandini,

Forman

taram um sistema público de cuidado e educação há muito reconhecido como um centro de inovação na Europa e agora small city in northern Italy that shines with a bright light amplamente reconhecido co­mo ponto de recomplished and what it stands for in the field of educaferência e recurso inspiração para educa50 years, educators, working togetherde with parents and dores aoand redor do mundo

(Edwards; RIblic system of child care education long recognized n in Europe and now widely recognized as a point of refNALDI,

2009;

Mantovani,

Ver todos os capítulos
Medium 9788527734714

74 - Fundamentos de Anatomia e Fisiologia

PORTO, Celmo Celeno Grupo Gen PDF Criptografado

Seção 3    Estômago e Duodeno

74

Fundamentos de Anatomia e Fisiologia

Rafael Oliveira Ximenes, José Abel Alcanfor Ximenes,

Rodrigo Oliveira Ximenes e Diogo Egidio Silva e Sousa

Introdução

O estômago é uma dilatação sacular do tubo digestório, interposta entre o esôfago e o duodeno, si­tua­da na cavidade abdominal, abaixo do diafragma. Suas paredes podem se distender, possibilitando que a sua capacidade varie ampla‑ mente de acordo com o volume ingerido e o tempo decorrido da refeição.

A forma do estômago se aproxima da de um saco piri‑ forme com a base voltada para baixo e curvado ao longo do seu eixo, com a concavidade para a direita. Quando vazio, sua forma se assemelha à de um cilindro. Examinado por fora, reconhecem‑se duas paredes, a anterior e a posterior, que se unem ao longo das bordas direita (pequena curvatura) e esquerda (grande curvatura). A pequena curvatura descreve um arco aberto para a direita e para cima. A grande curvatura

Ver todos os capítulos
Medium 9788582715864

23 – Sono em condições psiquiátricas

João Quevedo, Ivan Izquierdo Grupo A ePub Criptografado

C A P Í T U L O  [ 23 ]

GABRIEL NATAN PIRES

JOSÉ CARLOS F. GALDURÓZ

SERGIO TUFIK

MONICA LEVY ANDERSEN

Sono e transtornos psiquiátricos estão diretamente associados, relacionando-se de maneira bidirecional. Uma vez que cada transtorno psiquiátrico leva a um conjunto de alterações de sono, a privação de sono pode predispor a comportamentos específicos. Contudo, apesar da importância dessa relação, não existem achados associados ao sono que sejam patognomônicos. Em verdade, cada transtorno psiquiátrico apresenta um perfil de sono característico composto por alterações polissonográficas e clínicas inespecíficas. A abordagem adequada do sono em condições psiquiátricas implica uma avaliação completa e abrangente do padrão de sono dos pacientes e de possíveis distúrbios do sono.

O sono é um fenômeno biológico que acompanha o ser humano desde o seu primeiro dia e ao qual se dedica boa parte do tempo de vida. Considerando que o tempo médio de sono por noite é de 7 a 8 horas, pode-se concluir que uma pessoa dorme um terço de sua vida.

Ver todos os capítulos

Visualizar todos os capítulos