Q & R - Questões & Respostas - Nutrição

Visualizações: 268
Classificação: (0)

Mais um livro de perguntas e respostas para concursos? Não! Este é diferente! Q&R | Nutrição é uma obra completa e atualizada, elaborada com o objetivo de atualizar e renovar o estudo da Nutrição de modo prático e didático. Com ampla experiência na preparação de nutricionistas para concursos públicos, as autoras e os colaboradores desta obra reuniram as principais referências bibliográ-ficas utilizadas tanto na formação do pro- ssional de Nutrição quanto nos mais importantes editais de concurso público para nutricionistas no Brasil. Mais de 600 questões comentadas. Assuntos abordados: • Nutrição Clínica: Nutrição Humana; Avaliação Nutricional; Obesidade e Desnutrição; Trato Digestório; Doenças Hepáticas e Pancreáticas; Nutrição Enteral e Parenteral e Paciente Crítico; Doenças Renais; Diabetes Melito; Doenças Respiratórias e AIDS; Doenças Cardiovasculares; Câncer • Nutrição Materno-infantil: Gestação e Lactação; Aleitamento Materno; Avaliação Nutricional na Infância e em Recém-nascidos de Baixo Peso e Prematuros; Obesidade, Desnutrição e Anemia Ferropriva na Infância; Nutrição em Pré-escolares, Escolares e Adolescentes; Nutrição em Situações Pediátricas Especiais • Alimentação Coletiva: Administração em Serviços de Alimentação; Técnica Dietética e Culinária; Microbiologia e Qualidade dos Alimentos

 

23 capítulos

Formato Comprar item avulso Adicionar à Pasta

1 - Nutrição Humana

PDF Criptografado

12

5 6 34

7

9 8

10

11

Medeiros 01.indd 3

Nutrição

Humana

Fernanda Jurema Medeiros

José Aroldo Lima Gonçalves Filho

u

Questões, 4

u

Respostas comentadas, 9

05.09.13 15:17:01

4

Q & R  |  Nutrição

ff

Questões

1

2

3

4

5

As vitaminas são uma classe de compostos orgânicos complexos encontrados na maioria dos alimentos. A vitamina hidrossolúvel que apresenta uma perda pequena durante o processo de cocção é o(a):

�� A) Ácido fólico

�� B) Ácido pantotênico

�� C) Ácido ascórbico

�� D) Vitamina B12

�� E) Tiamina.

As vitaminas são necessárias para o bom funcionamento de muitos processos fisiológicos e, quando não ingeridas em quantidades suficientes, podem causar deficiên­cias nutricionais, como a(o):

�� A) Pelagra, causada pela baixa ingestão de tiamina

�� B) Anemia megaloblástica, causada pela baixa ingestão de ácido pantotênico

 

2 - Avaliação Nutricional

PDF Criptografado

12

5 6 34

7

9 8

10

11

Medeiros 02.indd 17

Avaliação

Nutricional

Fernanda Jurema Medeiros

José Aroldo Lima Gonçalves Filho

u

Questões, 18

u

Respostas comentadas, 22

29.08.13 20:39:53

18

Q & R  |  Nutrição

ff

Questões

1

2

3

4

De acordo com Tirapegui e Ribeiro (2009), a albumina é a proteí­na plasmática mais abun­ dante. A principal função da albumina é:

�� A) Carrear proteí­nas de fase aguda

�� B) Participar da síntese proteica

�� C) Carrear o cálcio e magnésio

�� D) Manutenção do estado nutricional

�� E) Manutenção da pressão osmótica coloi­ dal.

De acordo com Tirapegui e Ribeiro (2009), o índice de conicidade caracteriza-se como:

�� A) Uma opção antropométrica direciona­ da a oferecer informações sobre o perfil de proteí­nas viscerais do in­di­ví­duo

�� B) Uma opção antropométrica direcionada a oferecer informações sobre a adequação dos valores de índice de massa corporal

 

3 - Obesidade e Desnutrição

PDF Criptografado

12

5 6 34

7

9 8

10

11

Medeiros 03.indd 27

Obesidade e

Desnutrição

José Aroldo Lima Gonçalves Filho

u

Questões, 28

u

Respostas comentadas, 32

29.08.13 20:42:09

28

Q & R  |  Nutrição

ff

Questões

1

2

3

4

Durante toda a infância até a adolescência, podemos ter um aumento de gordura corpórea, o que leva à instalação do quadro clínico de obesidade. O aumento de massa de gordura nessa fase é caracterizado como:

�� A) Normoplásica e hipertrófica

�� B) Hiperplásica e hipertrófica

�� C) Normoplásica e hipotrófica

�� D) Hiperplásica e hipotrófica

�� E) Hipotrófica e hipoplásica.

A prevalência da obesidade aumentou rapidamente em todo o mundo nas últimas duas décadas, tornando-se epidemia global, além de um importante problema de saú­de pública devido a sua associação com o aumento das taxas de morbidade. Inúmeras pesquisas demonstraram que o comportamento alimentar é regulado por uma série de substâncias. Aquela que estimula a ingestão dos alimentos é a:

 

4 - Trato Digestório

PDF Criptografado

12

5 6 34

7

9 8

10

11

Medeiros 04.indd 41

Trato

Digestório

Cristina Fajardo Diestel

u

Questões, 42

u

Respostas comentadas, 46

29.08.13 20:44:24

42

Q & R  |  Nutrição

ff

Questões

1

2

3

Gastrite é um termo genérico que se refere à inflamação e lesão te­ci­dual resultante da erosão da camada mucosa e exposição das células subjacentes às secreções gástricas e bactérias.

A gastrite atrófica caracteriza-se por:

�� A) Reação inflamatória localizada e estenose do piloro

�� B) Hemorragia difusa e atrofia das células do antro

�� C) Atrofia das glândulas do corpo e perda das células parietais

�� D) Hemorragia difusa e atrofia do fundo

�� E) Atrofia e perda das células da região do piloro.

Nos casos de gastrite crônica, devido ao papel do ácido gástrico no aumento da disponibilidade de alguns nutrientes, é comum a deficiên­cia de:

 

5 - Doenças Hepáticas e Pancreáticas

PDF Criptografado

12

5 6 34

7

9 8

10

11

Medeiros 05.indd 55

Doenças

Hepáticas e

Pancreá­ticas

Fernanda da Silveira Osso

Fernanda Jurema Medeiros

u

Questões, 56

u

Respostas comentadas, 60

29.08.13 20:47:55

56

Q & R  |  Nutrição

ff

Questões

1

2

3

Na pancreatite crônica, os sintomas gastrin­ testinais associados ao aumento do gasto energético tornam a manutenção do estado nutricional adequado um desafio. Nesse sen­ tido, o tratamento nutricional assume papel decisivo por meio de medidas como:

�� A) Adoção de dietas hiperlipídicas e su­ plementação de cálcio e vitamina D

�� B) Emprego de dietas hiperglicídicas e su­ plementação de vitaminas hidrossolúveis

�� C) Suplementação de triglicerídios de cadeia média e baixo teor de fibras

�� D) Fornecimento de dieta hiperproteica com suplementação de aminoá­cidos ra­ mificados

�� E) Suplementação de vitaminas liposso­ lúveis e vitamina B12.

 

6 - Nutrição Enteral e Parenteral e Paciente Crítico

PDF Criptografado

12

5 6 34

7

9 8

10

11

Medeiros 06.indd 67

Nutrição

Enteral e

Parenteral e Paciente

Crítico

Cristina Fajardo Diestel

Fernanda da Silveira Osso

u

Questões, 68

u

Respostas comentadas, 73

29.08.13 20:49:15

68

Q & R  |  Nutrição

ff

Questões

1

3

4

A nutrição enteral é de indicação rotineira, com eficácia comprovada, diante das seguintes complicações:

�� A) Quimioterapia em altas dosagens, pósoperatório imediato, choque

�� B) Fístulas de alto débito, pancreatite aguda grave, pré-operatório imediato

�� C) Disfagia grave, fístulas digestivas de baixo débito, grandes queimados

�� D) Obstrução intestinal mecânica complexa, enterite aguda e politraumatismo

�� E) Isquemia gastrintestinal, caquexia cardía­ca e lesões de face.

Para um paciente com trato gastrintestinal funcionante, porém com retardo no esvaziamento gástrico, náu­seas e vômito, deve-se optar pelo suporte nutricional:

 

7 - Doenças Renais

PDF Criptografado

12

5 6 34

7

9 8

10

11

Medeiros 07.indd 81

Doenças

Renais

Fernanda Jurema Medeiros

José Aroldo Lima Gonçalves Filho

u

Questões, 82

u

Respostas comentadas, 85

02.09.13 08:51:33

82

Q & R  |  Nutrição

ff

Questões

1

2

3

A insuficiên­cia renal crônica (IRC) é uma síndrome clínica decorrente da perda lenta, progressiva e irreversível das funções renais.

Qual a quantidade de energia recomendada para os pacientes que apresentam piora da condição nutricional, ou já desenvolveram desnutrição energético-proteica (DEP)?

�� A) 25 kcal/kg/dia

�� B) 35 kcal/kg/dia

�� C) 30 kcal/kg/dia

�� D) 40 kcal/kg/dia

�� E) N.R.A.

Sabemos que um paciente submetido à hemodiá­lise perde proteí­na durante uma sessão de 4 h, como também para manter um balanço nitrogenado positivo, é necessário um aporte proteico adequado. Assinale a assertiva que mostra quanto um paciente perde de proteí­na na sessão de hemodiá­lise e quanto deveria ser a ingestão diá­ria de proteí­na, deste paciente, respectivamente:

 

8 - Diabetes Melito

PDF Criptografado

12

5 6 34

7

9 8

10

11

Medeiros 08.indd 91

Diabetes

Melito

Fernanda Jurema Medeiros

Fernanda da Silveira Osso

u

Questões, 92

u

Respostas comentadas, 96

02.09.13 08:52:01

92

Q & R  |  Nutrição

ff

Questões

2

3

4

Para evitar sintomas hipoglicêmicos, deve-se orientar a:

�� A) Consumir pequenas refeições com intervalos regulares, exceto à noite

�� B) Evitar alimentos que tenham grandes quantidades de carboidratos

�� C) Ingerir alimentos que sejam fonte de cafeí­na

�� D) Evitar gordura saturada e gordura trans

�� E) Consumir alimentos de consistência líquida.

Podemos classificar os tipos de adoçante em naturais ou artificiais. No caso de uma gestante obesa, qual seria o mais recomendado?

�� A) Ciclamato

�� B) Acesulfame-K

�� C) Sacarina

�� D) Aspartame

�� E) Sucralose.

Marque a alternativa que cita critérios diagnósticos do diabetes.

 

9 - Doenças Respiratórias e AIDS

PDF Criptografado

12

5 6 34

7

9 8

10

11

Medeiros 09.indd 103

Doenças

Respiratórias e AIDS

Cristina Fajardo Diestel

Fernanda Jurema Medeiros

José Aroldo Lima Gonçalves Filho u

Questões, 104

u

Respostas comentadas, 109

02.09.13 08:51:04

104 ff

Questões

1

2

3

4

Durante o tratamento nutricional do paciente com hipercapnia, é ­ideal fazer uma dieta com quantidades moderadas de:

�� A) Carboidratos e com maiores teores de gordura

�� B) Proteí­nas e com maiores teores de gordura

�� C) Lipídios e com maiores teores de carboidratos

�� D) Carboidratos e com maiores teores de antioxidante

�� E) Lipídios e com maiores teores de proteí­nas.

Marque a alternativa que preenche corretamente as lacunas.

A doen­ça pulmonar obstrutiva crônica é acompanhada por um processo _______________, com inflamação das vias respiratórias e circulação de ___________________, que pode(m) contribuir para a desnutrição.

 

10 - Doenças Cardiovasculares

PDF Criptografado

12

5 6 34

7

9 8

10

11

Medeiros 10.indd 115

Doenças

Cardiovasculares

Cristina Fajardo Diestel

u

Questões, 116

u

Respostas comentadas, 119

02.09.13 08:53:56

116

Q & R  |  Nutrição

ff

Questões

1

2

3

4

São fatores de risco para o desenvolvimento da hipertensão:

�� A) Sobrepeso e consumo excessivo de carboidratos

�� B) Histórico familiar de hipertensão e muita atividade física

�� C) Ancestrais afro-americanos e sobrepeso

�� D) Consumo de ál­cool e muita atividade física

�� E) Histórico familiar de hipertensão e pouca atividade física.

Na hipertensão, a recomendação de restrição de sal significa poder ingerir 6 g de sal, o que corresponde a:

�� A) 2.400 mg de sódio/dia

�� B) 1.400 mg de sódio/dia

�� C) 1.800 mg de sódio/dia

�� D) 2.800 mg de sódio/dia

�� E) 1.500 mg de sódio/dia.

Sobre as mudanças no estilo de vida para prevenção e controle da hipertensão, NÃO é correto:

 

11 - Câncer

PDF Criptografado

12

5 6 34

7

9 8

10

11

Medeiros 11.indd 125

Câncer

Cristina Fajardo Diestel

u

Questões, 126

u

Respostas comentadas, 129

02.09.13 08:58:09

126 ff

Questões

1

2

3

Dentre os possíveis fatores etiológicos do câncer, está o consumo de:

�� A) Ciclamato, café e aspartame

�� B) Café, ál­cool e frutas cruas

�� C) Produtos assados em carvão, aspartano e nitratos

�� D) Carnes defumadas, ál­cool e frituras

�� E) Cálcio suplementar, betacaroteno e fibra dietética.

O American Institute for Cancer Research apresenta resultados sobre os níveis de evi­ dências científicas da relação causal entre dieta e câncer gástrico, os quais foram repro­ duzidos por Chemin & Mura et al. (2007).

Sobre isso, é correto afirmar que:

�� A) Foram encontradas evidências convin­ centes de que o consumo de açúcar pode aumentar o risco de câncer

�� B) Foram encontradas fortes evidências de que o consumo de nitratos (dos vegetais) pode diminuir o risco de câncer

 

12 - Gestação e Lactação

PDF Criptografado

12

13

15 14

16

17

Medeiros 12.indd 137

Gestação e

Lactação

Michelle Teixeira Teixeira

Andréia Nishiyamamoto de Oliveira

u

Questões, 138

u

Respostas comentadas, 143

05.09.13 16:19:22

138

Q & R  |  Nutrição

ff

Questões

1

2

3

4

A transferência de nutrientes pela placenta

é um processo complexo. O transporte ativo exige tanto uma proteí­na transportadora como energia metabólica para movimentar um nutriente contra um gradiente eletroquí­ mico. As substâncias que cruzam a placenta através desse mecanismo são:

�� A) Oxigênio, ácidos graxos, cálcio e fósforo

�� B) Aminoá­cidos, ácidos graxos, cálcio e fósforo

�� C) Aminoá­cidos, vitaminas hidrossolú­ veis, cálcio e ferro

�� D) Oxigênio, vitaminas hidrossolúveis, aminoá­cidos e ferro

�� E) Vitaminas hidrossolúveis, glicose, oxigênio e ácidos graxos.

O hormônio produzido pela placenta, res­ ponsável pela redução da motilidade do trato gastrintestinal, por favorecer a deposição de gordura e pelo estímulo do apetite materno na 1a metade da gestação, denomina-se:

 

13 - Aleitamento Materno

PDF Criptografado

12

13

15 14

16

17

Medeiros 13.indd 151

Aleitamento

Materno

Michelle Teixeira Teixeira

Andréia Nishiyamamoto de Oliveira

u

Questões, 152

u

Respostas comentadas, 157

04.09.13 08:34:23

152 ff

Questões

1

2

3

4

5

Do processo de início e manutenção da lactação, além da inervação do mamilo, fazem parte:

�� A) Hipotálamo, prolactina e ocitocina

�� B) Hipotálamo, estrogênios e progesterona

�� C) Tireoide renina e prolactina

�� D) Suprarrenal, prolactina e ocitocina

�� E) Suprarrenal insulina e cortisol.

A prolactina e a ocitocina são, respectivamente, os principais hormônios envolvidos na:

�� A) Produção e liberação do leite materno

�� B) Produção e inibição da insulina

�� C) Qualidade e liberação do leite materno

�� D) Inibição e liberação do leite materno

�� E) Liberação e produção do leite materno.

 

14 - Avaliação Nutricional na Infância e em Recém-nascidos de Baixo Peso e Prematuros

PDF Criptografado

12

13

15 14

16

17

Medeiros 14.indd 163

Avaliação

Nutricional na

Infância e em

Recém-nascidos de Baixo Peso e

Prematuros

Michelle Teixeira Teixeira

Andréia Nishiyamamoto de Oliveira

u

Questões, 164

u

Respostas comentadas, 169

04.09.13 08:44:06

164

Q & R  |  Nutrição

ff

Questões

1

2

3

4

O recém-nascido de baixo peso, de muito baixo peso e de extremo baixo peso, segundo a Organização Mundial da Saú­de, são aqueles que apresentam, respectivamente, os pesos

(em gramas):

�� A) ≤ 2.300, < 1.600 e < 500

�� B) ≤ 200, < 1.200 e < 800

�� C) ≤ 2.500, < 1.000 e < 800

�� D) ≤ 1.800, < 1.600 e < 1.000

�� E) ≤ 2.500, < 1.500 e < 1.000.

Considera-se um recém-nascido pré-termo aquele:

�� A) Com 39 semanas gestacionais

�� B) Antes de 42 semanas gestacionais

�� C) Antes de 40 semanas gestacionais

 

15 - Obesidade, Desnutrição e Anemia Ferropriva na Infância

PDF Criptografado

12

13

15 14

16

17

Medeiros 15.indd 177

Obesidade,

Desnutrição e Anemia

Ferropriva na

Infância

Michelle Teixeira Teixeira

Andréia Nishiyamamoto de Oliveira

u

Questões, 178

u

Respostas comentadas, 185

04.09.13 08:50:54

178

Q & R  |  Nutrição

ff

Questões

1

2

3

4

A obesidade infantil, considerada a doen­ça nutricional que mais cresce no mundo, ocorre principalmente em razão de:

�� A) Erro alimentar

�� B) Diabetes melito

�� C) Problemas hormonais

�� D) Síndromes genéticas

�� E) Insuficiên­cia respiratória aguda.

A hereditariedade está associada à obesidade na infância. Desse modo, a probabilidade de uma criança se tornar obesa quando ambos os pais são obesos é de:

�� A) 7%

�� B) 30%

�� C) 50%

�� D) 60%

�� E) 80%.

Leia atentamente as afirmativas a seguir sobre obesidade infantil:

 

16 - Nutrição em Pré-escolares, Escolares e Adolescentes

PDF Criptografado

12

13

15 14

16

17

Medeiros 16.indd 193

Nutrição em

Pré-escolares,

Escolares e

Adolescentes

Michelle Teixeira Teixeira

Andréia Nishiyamamoto de Oliveira

u

Questões, 194

u

Respostas comentadas, 199

04.09.13 08:58:27

194

Q & R  |  Nutrição

ff

Questões

1

2

3

4

As necessidades dietéticas de energia e de proteí­nas, por quilograma de peso, de um préescolar, quando comparadas com as do lactente, são consideradas, respectivamente, como:

�� A) Menores/menores

�� B) Menores/maiores

�� C) Maiores/maiores

�� D) Maiores/menores

�� E) Maiores/iguais.

A diminuição da velocidade de crescimento e, portanto, redução do apetite é característica nutricional do:

�� A) Lactente

�� B) Pré-escolar

�� C) Escolar

�� D) Adolescente

�� E) Idoso.

A criança dos 18 aos 36 meses de idade demonstra uma diminuição do apetite devido:

 

17 - Nutrição em Situações Pediátricas Especiais

PDF Criptografado

12

13

15 14

16

17

Medeiros 17.indd 205

Nutrição em

Situações

Pediátricas

Especiais

Michelle Teixeira Teixeira

Andréia Nishiyamamoto de Oliveira

u

Questões, 206

u

Respostas comentadas, 212

05.09.13 15:19:40

206

Q & R  |  Nutrição

ff

Questões

1

2

3

4

5

O principal alergênico no leite de vaca é:

�� A) Caseí­na

�� B) Betalactoglobulina

�� C) Alfalactoalbumina

�� D) Lactose

�� E) Lactoferrina.

Qual é o 1o leite de escolha para alimentação do lactente que apresenta alergia a proteí­na do leite de vaca e que não pode ser alimentado ao seio?

�� A) Leite de soja

�� B) Mamadeira de frango

�� C) Fórmula láctea com hidrolisado

�� D) Leite de cabra

�� E) Leite de ovelha.

Sobre as alergias alimentares, pode-se afirmar que:

�� A) Não há nenhuma relação com história familiar de alergias

 

18 - Administração em Serviços de Alimentação I

PDF Criptografado

18

19

21 20

22

23

Medeiros 18.indd 221

Administração em Serviços de

Alimentação I

Taí­ssa Lima Torres

Tânia Muzy da Silva

u

Questões, 222

u

Respostas comentadas, 227

04.09.13 08:28:59

222

Q & R  |  Nutrição

ff

Questões

1

2

3

A normatização de todas as operações rea­li­ zadas com vistas à produção e distribuição de refeições em Unidades de Alimentação e

Nutrição deve estar respaldada nos seguintes elementos do processo administrativo:

�� A) Equilíbrio, segurança, ajuste e comando

�� B) Planejamento, ajuste, coordenação e direção

�� C) Planejamento, organização, direção e controle

�� D) Equilíbrio, responsabilidade, comando e controle

�� E) Organização, segurança, ajuste e res­ ponsabilidade.

A teoria da Administração que está ba­sea­da na descrição objetiva e clara do trabalho a ser rea­li­zado, prevendo o rendimento máximo do funcionário, o treinamento do trabalhador e a determinação das responsabilidades do gerente é denominada:

 

Carregar mais


Detalhes do Produto

Livro Impresso
eBook
Capítulos

Formato
PDF
Criptografado
Sim
SKU
BPPD000223491
ISBN
9788527723558
Tamanho do arquivo
4,4 MB
Impressão
Desabilitada
Cópia
Desabilitada
Vocalização de texto
Não
Formato
PDF
Criptografado
Sim
Impressão
Desabilitada
Cópia
Desabilitada
Vocalização de texto
Não
SKU
Em metadados
ISBN
Em metadados
Tamanho do arquivo
Em metadados