Fitoacupuntura a Simplicidade e a Força das Plantas como Facilitadora da Saúde

Visualizações: 410
Classificação: (0)

A fitoacupuntura é uma técnica de tratamento que utiliza o efeito das plantas nos pontos de acupuntura. As partes das plantas são coladas diretamente na pele para atuarem nos pontos, meridianos e órgãos, gerando o equilíbrio da Energia.
As plantas são a mais perfeita simbologia do Tao: são inteiramente harmonizadas em sua energia vital (Yin e Yang). Assim, quando colocadas em um ponto de acupuntura, favorecem a homeostase do organismo.
A fitoacupuntura representa a simplicidade e a força da natureza a serviço da saúde; basta observarmos as plantas e os animais para aprendermos a viver em harmonia com o natural.
“Uma planta pode conter várias substâncias diferentes; a descoberta de uma só delas pode ser mais importante para a humanidade do que a de uma galáxia”.
Sérgio Franceschini Filho

 

14 capítulos

Formato Comprar item avulso Adicionar à Pasta

Capítulo 1 - Introdução

PDF Criptografado

1

✿ Os Benefícios da Fitoacupuntura, 2

Introdução

Franceschini 001.indd 1

25/10/12 16:45

Fitoacupuntura

2

᭿

Os Benefícios da Fitoacupuntura

A fitoacupuntura, ou fitoestimulação, é uma técnica inovadora que associa a acupuntura à fitoterapia, o Energético ao científico. Sua finalidade básica é estimular determinados pontos de acupuntura com partes de plantas terapêuticas. Por meio dessa técnica, que é simples, porém eficaz, é possível perceber a simplicidade e a força da natureza.

Essa técnica baseia-se no estímulo provocado por uma parte da planta em um ponto de acupuntura ou em uma área do corpo. Cascas, sementes, inflorescências e rizomas são fixados na pele com esparadrapo, formando um emplastro fitoterápico, o qual favorece o estímulo por meio de três ações básicas: a pressão, a liberação de substâncias e o equilíbrio da Energia.

Toda a base da fitoacupuntura está diretamente relacionada com a qualidade da planta, a escolha correta da planta e a exata localização do ponto. Se forem seguidas essas três premissas, será possível conseguir o efeito desejado em várias técnicas de tratamento, pois a fitoacupuntura pode ser utilizada como tratamento único ou também como tratamento complementar.

 

Capítulo 2 - A Ação das Plantas

PDF Criptografado

2

As Três Funções Básicas, 6

Pressão, 6

Energia e Visão Energética, 7

Princípios Ativos e Visão Científica, 8

A Ação das Plantas

Franceschini 002.indd 5

25/10/12 17:01

Fitoacupuntura

6

᭿

As Três Funções Básicas

Quando as plantas são utilizadas para equilibrar um ponto de acu-

puntura, um Meridiano, uma área ou um local, verificam-se as três ações básicas da fitoacupuntura: pressão, liberação de Energia e liberação de princípios ativos ocorrendo ao mesmo tempo. Essas funções tornam o resultado dessa técnica muito eficaz, pois na prática é possível que o tempo de tratamento seja diminuído, o que produz um grande benefício ao paciente, em termos de eliminação da patologia e também em termos financeiros. Além disso, traz um grande benefício ao terapeuta, uma vez que a evolução do tratamento é verificada de maneira mais rápida.

Essa técnica simples e de baixo custo favorece o terapeuta e o paciente, visto que consegue melhorar a antiga técnica chinesa

 

Capítulo 3 - As Teorias de Base da Medicina Tradicional Chinesa

PDF Criptografado

3

As Teorias de Base da

Medicina

Tradicional

Chinesa

Franceschini 003.indd 9

✿ O Tao | Teoria do Yin e do Yang, 10

✿ A Oposição entre Yin e Yang, 12

✿ A Interdependência entre o Yin e o Yang, 13

✿ O Inter-Relacionamento de Consumo e o Suporte entre o Yin e o Yang, 14

✿ O Inter-Relacionamento de Transformação

(Transmutação) do Yin e do Yang, 14

✿ A Divisibilidade Infinita do

Yin e do Yang, 15

✿ Aplicação da Teoria do Yin e do Yang na Medicina Tradicional Chinesa, 17

✿ Yin e Yang e a Estrutura Orgânica do Corpo Humano, 17

✿ Yin e Yang e as Funções Fisiológicas do Corpo Humano, 18

✿ Yin e Yang e as Mudanças Patológicas no Corpo Humano, 19

✿ Yin e Yang nos 8 Critérios (Ba Gang), 22

✿ Conclusão | Yin e Yang, 23

✿ A Energia (Qi), 24

✿ O Sangue (Xue), 29

✿ A Essência (Jing), 29

✿ Os Líquidos Orgânicos (Jin Ye), 30

✿ A Teoria dos Cinco Elementos

(Wu Xing), 30

 

Capítulo 4 - Fitoacupuntura na Visão da Fitoterapia Oriental

PDF Criptografado

4

Fitoacupuntura na Visão da

Fitoterapia

Oriental

Franceschini 004.indd 53

Os Cinco Sabores, 54

Os Quatro Qi, 58

Os Quatro Qi em Relação aos Sabores, 58

As Quatro Direções, 59

As Cinco Cores, 60

25/10/12 17:13

Fitoacupuntura

54

᭿

Os Cinco Sabores

Uma das bases da utilização da fitoacupuntura é a fitoterapia chinesa, cuja utilização das plantas segue as regras básicas da fitoterapia chinesa, explicadas a seguir.

A sensação física do sabor da erva tem um significado muito importante na medicina tradicional chinesa. Os cinco sabores são: picante

(Xin), salgado (Xian), azedo ou ácido (Suan), amargo (Ku) e doce (Gan).

Nos dias atuais, são considerados sete sabores, sendo que os outros dois são: aromático (Xiang), que é incluído na categoria das ervas doces; e adstringente (Se), incluído na categoria das ervas azedas. Além disso, existe ainda um grupo de ervas que não se enquadra em nenhum desses sabores, as chamadas insípidas, neutras ou de sabor brando (Dan).

 

Capítulo 5 - Fitoacupuntura na Visão da Fitoterapia Ocidental

PDF Criptografado

5

✿ Os Princípios Ativos, 64

Fitoacupuntura na Visão da

Fitoterapia

Ocidental

Franceschini 005.indd 63

25/10/12 17:21

Fitoacupuntura

64

᭿

Os Princípios Ativos

A fitoterapia ocidental também é outro pilar de base para a fitoacupuntura. Nessa visão, deve-se dar muita importância à qualidade da planta, pois todo o efeito está relacionado com a quantidade de princípio ativo (Figura 5.1).

Figura 5.1 Estoque de

Plantas em Local

Apropriado para Manter o Princípio Ativo.

Uma planta pode conter vários princípios ativos diferentes, porém em todas elas um princípio sempre se destaca, seja pela eficiência ou pela quantidade. Os princípios ativos não se distribuem de maneira uniforme no vegetal, concentram-se nas flores, folhas, raízes, sementes, frutos e casca. Essa variação pode ocorrer em função da espécie da planta e da época do ano – vale ressaltar que as plantas não apresentam uma concentração uniforme de princípios ativos durante o seu ciclo de vida. Essa concentração pode variar por vários fatores, entre eles, o habitat, a coleta, a secagem e a preparação.

 

Capítulo 6 - Sementes, Cascas, Rizomas e Inflorescências

PDF Criptografado

6

Sementes,

Cascas,

Rizomas e

Inflorescências

Franceschini 006.indd 71

Características das Sementes, 72

Qualidade, 73

Coleta, 74

Secagem, 75

Armazenamento, 76

25/10/12 17:25

Fitoacupuntura

72

᭿

Características das Sementes

Deve ficar bem caracterizado que a qualidade das sementes, cascas, rizomas e inflorescências utilizadas na preparação do emplastro são de importância fundamental para a eficiência do resultado terapêutico, por isso, nessa parte do trabalho, serão definidos alguns detalhes importantes para se ter um material de ótima qualidade.

A semente madura, quando liberada pela planta, em geral tem um embrião em estado de dormência, ou seja, metabolicamente inativo, capaz de suportar condições adversas do meio ambiente, além de uma quantidade razoável de reserva. A quantidade de reserva é bastante variável. Assim, nas sementes de alface, que são muito pequenas, as reservas são suficientes para manter o crescimento do embrião durante alguns dias; nas sementes de ervilha, que são maiores, as reservas são suficientes para várias semanas e, em um caso extremo, como o coco-da-baía, a plântula pode se manter em um período de 15 meses, só consumindo metade das reservas acumuladas.

 

Capítulo 7 - Material e Método

PDF Criptografado

7

Itens Básicos, 80

Preparação do Emplastro, 81

Colocação e Cuidados com o Emplastro, 82

Fatores de Influência, 83

Material e

Método

Franceschini 007.indd 79

25/10/12 17:28

Fitoacupuntura

80

᭿

Itens Básicos

A técnica de fitoacupuntura não exige muitos materiais. Tudo já existe em consultórios de acupunturistas ou terapeutas e necessita apenas das plantas. Além das sementes, cascas e inflorescências, é preciso utilizar algodão, álcool, tesoura, pinça e esparadrapo Micropore® (Figura 7.1).

A fitoacupuntura pode ser executada com todas as plantas, com exceção das tóxicas e das que possam causar alergias. As sementes, as inflorescências e as cascas podem ser quebradas ou cortadas em pequenos pedaços para facilitar a colocação. Um exemplo é o das inflorescências de cravo-da-índia e, sobretudo, as cascas, que, em geral, são vendidas em pedaços grandes.

O procedimento correto para a escolha da planta é realizado levando-se em consideração o efeito principal da planta. Basta saber em que patologia determinada planta é utilizada dentro da fitoterapia para aplicá-la no local desejado.

 

Capítulo 8 - Utilização da Fitoacupuntura

PDF Criptografado

8

Utilização da

Fitoacupuntura

Franceschini 008.indd 87

Primeiras Orientações, 88

Fitoacupuntura nos Pontos e Meridianos, 89

Formação dos Meridianos, 90

Classificação dos Meridianos, 90

Funções dos Meridianos, 93

Meridiano do Baço-Pâncreas, 94

Meridiano da Bexiga, 95

Meridiano da Circulação Sexo, 96

Meridiano do Coração, 97

Meridiano do Estômago, 98

Meridiano do Fígado, 99

Meridiano do Intestino Delgado, 100

Meridiano do Intestino Grosso, 101

Meridiano do Pulmão, 102

Meridiano do Rim, 103

Meridiano do Triplo Aquecedor, 104

Meridiano da Vesícula Biliar, 105

 

Apêndice 1 - As Plantas na Visão da Tradição Chinesa

PDF Criptografado

Apêndice 1

As Plantas na Visão da

Tradição

Chinesa

Franceschini Apendice1.indd 159

25/10/12 18:39

Fitoacupuntura

160

A seguir, há um quadro com as indicações Energéticas da medicina tradicional chinesa, porém tivemos o cuidado de relacionar plantas que podem ser encontradas com facilidade. Todas crescem em nosso país.

Quadro A1.1 Plantas, Funções e Meridianos.

Plantas

Nome científico

Parte

Meridianos principais

Função

Abóbora

Curcubita moschata

Semente

F, IG

Equilibra os Jin Ye

(Líquidos Orgânicos) e alivia a dor.

Agrimônia

Agrimonia pilosa

Semente

F, BP, P

Equilibra a circulação do Xue (Sangue).

Alho

Allium sativum

Semente

BP, E

Equilibra o Estômago e expectora.

Allium victorialis

Semente

E, C

Elimina o frio interno.

Allium odoratum

Semente

F, R

Limpa o Xue (Sangue) e alivia a lombalgia.

 

Apêndice 2 - As Plantas na Visão Ocidental e na Visão Oriental

PDF Criptografado

Apêndice 2

As Plantas na

Visão Ocidental e na Visão

Oriental

Franceschini Apendice2.indd 167

25/10/12 18:42

168

Fitoacupuntura

A seguir, apresenta-se uma relação com o nome popular das sementes, o nome científico, a parte a ser utilizada (semente, inflorescência ou casca) e sua ação em relação aos princípios e as suas características Energéticas.

Quadro A2.1 Plantas e Suas Ações no Sintoma e na Energia.

Alfazema – Lavandula vera – inflorescência: tem ação calmante, atua nos desequilíbrios do sistema nervoso.

Alcachofra – Cynara cardunculus – semente: favorece a digestão, atua nos desequilíbrios do Fígado.

Amendoim – Arachis hypogaea – semente: facilita a lactação, alivia a dor de estômago, equilibra a circulação de Qi no Estômago.

Angélica – Angelica tenuissima – semente: atua nos desequilíbrios da Bexiga, elimina o Vento, o Frio e a Umidade.

Anis – Licium verum – semente: atua nos desequilíbrios do Rim, da Bexiga, do

 

Apêndice 3 - As Plantas nos Meridianos e Patógenos

PDF Criptografado

Apêndice 3

As Plantas nos

Meridianos e

Patógenos

Franceschini Apendice3.indd 173

25/10/12 18:53

Fitoacupuntura

174

Esse quadro foi elaborado por uma aluna, Maria Aparecida Torres

Mourão (Tida), para facilitar os seus estudos, durante a execução de seu trabalho de conclusão do curso de acupuntura. O quadro ficou tão bom que completei com mais informações e passei a utilizá-lo em todos os cursos.

A finalidade desse quadro é separar as plantas por sua ação nas patologias Energéticas associadas ao Meridiano afetado.

Quadro A3.1 Meridianos Afetados e Plantas Recomendadas para Reequilíbrio Energético.

Patologia

Meridiano Calor

Frio

Umidade

Fleuma

Vento

Sangue

Qi

Harmonizar

ID

TA

Tanchagem Anis

Malva

Feijão

Angélica

Pimenta

Tanchagem Feno-grego Erva-doce

Malva

Tuia

Colza

Grama

Linhaça

Erva-doce

 

Apêndice 4 - Casos Clínicos

PDF Criptografado

Apêndice 4

Casos Clínicos

✿ Caso 1 | A Auriculoterapia

Chinesa e a Fitoacupuntura no

Tratamento de Lombalgia, 178

✿ Caso 2 | A MTC em Crianças com Síndrome de Déficit de

Atenção, Concentração e Baixo

Rendimento Escolar, 179

✿ Caso 3 | Dermatite Atópica Infantil, 180

✿ Caso 4 | Fitoacupuntura Brasileira no

Tratamento de Cicatriz Cirúrgica, 181

✿ Caso 5 | Qualidade de Vida e Controle de

Crises Epilépticas em Pacientes com Epilepsia Refratária Tratados com

Medicina Tradicional Chinesa, 183

✿ Caso 6 | A Fitoacupuntura no

Tratamento das LER/DORT, no

Centro de Referência em Saúde do

Trabalhador de Campinas (SP), 184

✿ Caso 7 | Fitoacupuntura em Crianças

Autistas, Deficientes Intelectuais e com Síndrome de Down, 186

✿ Caso 8 | Efeitos da Acupuntura e da Fitoacupuntura no Tratamento do Transtorno de Déficit de

Atenção e Hiperatividade, 187

✿ Caso 9 | Fitoacupuntura para

 

Apêndice 5 - Depoimentos

PDF Criptografado

Apêndice 5

Depoimentos

Franceschini Apendice5.indd 197

✿ Acupuntura | Uma Nova e

Rica Experiência, 198

✿ A Utilização da Fitoacupuntura em Crianças Surdas, 199

25/10/12 19:01

Fitoacupuntura

198

᭿

Acupuntura | Uma Nova e

Rica Experiência

Dra. Alessandra Freitas – 2010 – Neurologia Infantil e do Adolescente

Na definição da medicina tradicional chinesa (MTC), a saúde é um estado de harmonia entre as funções orgânicas internas e entre o ser humano e o meio ambiente onde vive. Na natureza, os fenômenos podem ser divididos, de uma maneira simplista, em dualidades opostas, denominadas Yin e Yang, que apresentam um estado de equilíbrio dinâmico. Essa compreensão foi estendida ao entendimento do funcionamento dos organismos vivos. E isso, com certeza, é bastante diferente. Assim, quando iniciei minha formação em MTC, foi um choque cultural. Minha formação ocidental é muito forte, e alguns paradigmas tiveram que ser quebrados para que eu pudesse entender, de fato, o assunto.

 

Apêndice 6 - Divulgação da Técnica

PDF Criptografado

Apêndice 6

Divulgação da Técnica

Franceschini Apendice6.indd 201

✿ Congressos, 202

✿ Escolas, 202

✿ Imprensa, 202

25/10/12 19:04

Fitoacupuntura

202

᭿

Congressos

• Fitoacupuntura, fitoestimulação – 7o Congresso Nacional de

Acupuntura e Moxabustão – SP – 1998

• Fitoacupuntura – 2o Congresso Brasileiro de Fitoterapia Brasileira – RJ – 2003

• Fitoacupuntura – Congresso Satopar – Dia do Acupunturista –

PR – 2009

• “A utilização da fitoacupuntura nos tratamentos da dor através dos pontos homeostáticos” – 3o Congresso Brasileiro de Acupuntura da AFA Brasil – SP – 2010.

• Fitoacupuntura – A simplicidade e força das plantas como facilitadoras da saúde – 15o Congresso Nacional de Acupuntura e

Moxabustão – SP – 2012.

᭿

Escolas

• 1998 – atual – Ceata Centro de Estudos de Terapias Alternativas – SP

• 2000-2002 – Bionat – Teresina – PI

• 2001 – Ceata – Porto Velho – RO

 


Detalhes do Produto

Livro Impresso
eBook
Capítulos

Formato
PDF
Criptografado
Sim
SKU
BPPD000223768
ISBN
9788541201551
Tamanho do arquivo
6,5 MB
Impressão
Desabilitada
Cópia
Desabilitada
Vocalização de texto
Não
Formato
PDF
Criptografado
Sim
Impressão
Desabilitada
Cópia
Desabilitada
Vocalização de texto
Não
SKU
Em metadados
ISBN
Em metadados
Tamanho do arquivo
Em metadados