Dicionário Ilustrado de Fisioterapia, 2ª edição

Autor(es): LOPES, Atilio
Visualizações: 406
Classificação: (0)

Primeiro dicionário de Fisioterapia escrito em língua portuguesa adequado à nossa realidade. Os termos e os verbetes foram cuidadosamente revistos e atualizados segundo as normas da Sociedade Brasileira de Anatomia. Nesta edição, a obra foi acrescida de centenas de verbetes, incluindo aqueles que estão sendo publicados pela primeira vez, relacionados à Laserterapia, arma terapêutica de uso crescente em Medicina e Fisioterapia.

 

26 capítulos

Formato Comprar item avulso Adicionar à Pasta

A

PDF Criptografado

1

Ab

Abordagem funcional

A

Ab prefixo que significa separação.

Abalo refere-se à resposta de uma força de contração de um músculo a um único impulso excitatório, como, por exemplo, um choque elétrico.

Abarognosia deficiência de um indivíduo para reconhecer o peso de objetos ou dispositivos.

Abarticulação 1. luxação; 2. diartrose.

Abartrose o mesmo que diartrose; articulação diartróide; uma articulação que permite um movimento relativamente livre.

Abasia impossibilidade para a marcha devido a uma dificuldade da coordenação motora.

Abaulamento (protrusão do disco intervertebral)

1. qualquer alteração no formato do núcleo pulposo do disco intervertebral que faz com que ele protraia para fora de seus limites normais; 2. um tétano imperfeito em que a força declina após quatro a oito estímulos iniciais e depois aumenta novamente.

Abaxial, abaxil que não está situado no eixo do corpo ou em outra estrutura.

Abdominalgia dor no abdome.

 

B

PDF Criptografado

Bacilemia

28

Banda I

B

Bacilemia presença de bactérias em forma de bastão

(bacilos) no sangue.

Bacillus gênero de bactérias em forma de bastão (bacilos).

Bacilo bactéria em forma de bastão.

Bacilo de Bang — Brucella abortus;

Bacilo de Ducrey — Haemophilus ducreyi;

Bacilo da erva — Bacillus subtilis;

Bacilo de Friedländer — Klebsiella pneumoniae;

Bacilo do gás — Clostridium perfringens;

Bacilo de Hansen — Mycobacterium leprae;

Bacilo de Koch-Weeks — Haemophilus influenzae.

Bacilúria emissão de urina com bacilos em forma de bastão (bacilos).

Bacitracina antibiótico obtido de um microrganismo pertencente ao grupo dos Bacillus subtilis e é aplicado em uso tópico.

Bactéria designação geral para microrganismos procariotas, com exclusão das cianobactérias (cianofíceas), geralmente de pequenas dimensões, providos de membrana citoplasmática e de uma parede celular externa.

Bacteriemia presença de bactérias no sangue circulante.

 

C

PDF Criptografado

38

Cabeça do fêmur

Câimbra muscular

C

Cabeça do fêmur – reparos anatômicos – é uma formação anatômica em forma de hemiesfera lisa, que se movimenta dentro de uma cavidade côncava do osso do quadril (pelve) chamada acetábulo (cavidade articular), protegida por uma cápsula articular; a cabeça do fêmur é ligada ao restante do corpo por uma linha intertrocantérica, que se estende de duas saliências, uma lateral, o trocanter maior, e outra medial, o trocanter menor. Essa extensão, mais estreita do que a cabeça do fêmur, se chama colo do fêmur.

Nota-se, também, uma saliência circunscrevendo uma fossa óssea no início da linha intertrocantérica chamada fossa trocantérica. Veja as figuras “Cabeça do fêmur – reparos anatômicos” e “Reconstrução do quadril”.

Fossa trocantérica

Colo do fêmur

Cabeça do fêmur

Trocanter maior

Colo do fêmur

Linha intertrocantérica

Trocanter menor

CABEÇA DO FÊMUR – REPAROS ANATÔMICOS

letraClops.indd 38

 

D

PDF Criptografado

Deambulação

61

Dedo em martelo

D

Deambulação o mesmo que andar, passear, vaguear, caminhar. O modo de deambular de um paciente pode dar indícios de alguns distúrbios neurológicos ou farmacológicos. A deambulação claudicante caracteriza o indivíduo que tem comprometimento da marcha, por causas passageiras (alcoolismo) ou por causas mais profundas e duradouras (sífilis: tabes dorsalis). Veja Marcha.

Deambulação antálgica (antalgia livre de dor) é aquela adotada por uma pessoa com o propósito de provocar um mínimo de dor quando está andando. Uma postura antálgica é freqüentemente adotada por uma pessoa com dor aguda no pescoço, nas costas, etc., com o objetivo de encontrar uma posição com um mínimo de dor.

Deambulação atáxica modo de andar claudicante e incoordenado, tipicamente em uma área extensa.

Deambulação em barra paralela lapso de tempo necessário para que um indivíduo caminhe ao longo de barras paralelas, tão rapidamente quanto possível.

 

E

PDF Criptografado

Eburnação

75

Edema pulmonar

E

Eburnação transformação de um osso em uma substância densa, semelhante ao marfim.

Eburneação o mesmo que eburnação.

Ebúrneo relativo ao marfim; semelhante ao marfim.

Eburnização aumento patológico da densidade e da dureza do tecido ósseo que se torna tão compacto quanto o marfim.

Eciese gravidez ou gestação ectópica.

Eclâmpsia 1. condição durante a gravidez ou logo após o parto, que ocasiona convulsões e perda de consciência e constitui emergência médica; 2. transtorno agudo peculiar às grávidas ou puérperas, caracterizado por convulsões ou perda de consciência, seguido geralmente por coma mais ou menos prolongado; acrescentem-se a esse quadro hipertensão, edema e/ou proteinúria. Na maioria dos casos, as manifestações clínicas aparecem depois da vigésima semana de gestação, desaparecendo após o parto; é também caracterizada pela fase de toxemia do parto; toxemia durante a gravidez. É conhecida como toxemia eclamptogênica.

 

F

PDF Criptografado

93

Fabela

Facilitar

F

Fabela em latim, significa “uma pequena judia” e em anatomia é a designação genérica de pequenos ossos sesamóides que às vezes se encontram na cabeça lateral do músculo gastrocnêmio. Veja a figura “Fabela”.

Cabeça lateral do músculo gastrocnêmio

Fabela

A

B

A – Paciente com acromegalia (desenvolvimento exagerado das partes acrais – queixo, nariz, orelhas, dedos, etc.);

B – Paciente com hipertireoidismo, destacando-se marcada exoftalmia.

FÁCIES

FABELA

Fabricar fazer, construir ou criar.

Fabulação simulação de sintomas ou enfermidades; expressão de manifestações exageradas como se fossem verdadeiras.

Face “de máscara” ausência de expressão facial e de

“piscadelas”. Veja Fácies.

Fácies conceitua-se como fácies a aparência externa e expressiva da face. De importância diagnóstica, a fácies é um dado clínico que não pode faltar em um exame clínico objetivo. Por isso, em Propedêutica médica existem vários tipos de fácies que são denominadas por analogia com outros animais ou objetos.

 

G

PDF Criptografado

Ga

108

Gamagrafia

G

Ga símbolo químico do elemento Gálio.

Gadolínio elemento do grupo das terras raras, metálico, de cor branco prateado; símbolo Gd, número atômico

64, peso atômico 157,25.

Gaiola de Faraday recinto em trama metálica que protege seu espaço interno contra a influência de corpos eletrizados externos.

Galact-, Galacto- formas prefixas que indicam relação com leite; p. ex., galactogogo, qualquer substância que estimula a produção de leite.

Galactan qualquer dos carboidratos que dão lugar à galactose por hidrólise.

Galactoblasto corpúsculo de colostro; um dos numerosos corpos redondos, grandes, de colostro, que contêm gotas de gordura; acredita-se que sejam leucócitos modificados.

Galactocele tumor de mama que contém leite, causado pela obstrução de um conduto galactóforo; também chamado lactocele.

Galactocrasia composição anormal do leite humano.

Galactóforo que transporta o leite humano; p. ex., dentro das glândulas mamárias, se encontram os canais galactóforos, cuja inflamação causa a galactoforite.

 

H

PDF Criptografado

Habilidade

115

Hélio

H

Habilidade condição motora na qual um indivíduo realiza um movimento refinado que precisa de coordenação, agilidade, equilíbrio, rapidez e velocidade. Também está associado à realização de determinada tarefa em toda sua plenitude com eficiência.

Habilidade fechada habilidades motoras efetuadas num ambiente estável e previsível.

Habilidade motora movimento que depende de prática e de experiência para sua execução.

Habilidade visual em estilhaços (de um dos olhos e da metade do outro) incapacidade de ver metade do campo interno visual do olho, resultando uma incapacidade de recepção da informação da metade direita e da outra metade esquerda do ambiente visual.

Habilidades abertas habilidades motoras desempenhadas num ambiente constante mutável e imprevisível.

Habilidades de adaptação habilidades de um indivíduo se adaptar às situações da vida diária no desempenho das atividades gerais, como cuidados pessoais, estudos, trabalho, lazer, entre outros.

 

I

PDF Criptografado

Iatrogenia

122

Impactação

I

Iatrogenia 1. nome dado a todo procedimento médico, independente da obtenção de resultados esperados;

2. erro; procedimento realizado, porém com efeitos adversos.

Iatrogênico diz-se de um efeito colateral ou resultado indesejável causado pelo médico ou pelo tratamento que ele prescreveu; alteração ou doença provocada pela medicação prescrita.

Icterícia cor amarelada da pele e dos tecidos, causada pela dificuldade de excretar altas concentrações de bilirrubina, um produto da degradação dos eritrócitos. Essa condição é comum em recém-nascidos e pode ser perigosa se as concentrações de bilirrubina forem muito elevadas.

Idade de desenvolvimento idade em que a criança testada ou observada realiza tarefas de desenvolvimento de modo similar a outras da mesma idade, independentemente de sua idade cronológica.

Idiopático 1. diz-se de um processo ou doença que surge espontaneamente ou que tem causa obscura ou desconhecida; 2. relativo a uma doença de causa desconhecida.

 

J

PDF Criptografado

130

Jackson, Sinal de

Junção funcional

J

Jackson, Sinal de em Anestesiologia, o anestesista observa a paralisação de um dos lados do tórax e, ao contrário do esperado, verifica um maior movimento do lado paralisado, durante a respiração; nome dado também ao sibilo asmático.

Jensen, Enfermidade de modalidade de coreorretinite.

Joanete afecção dolorosa do hálux caracterizada pela angulação lateral do dedo (hálux valgo) com aumento da cabeça do primeiro metatarsal e inflamação e inchaço da bolsa serosa suprajacente, provocado por sapatos mal dimensionados. Veja as figuras “Joanete” e “Hálux valgo”.

Base da falange do hálux à direita

JOELHO DE FREIRA

Cabeça do metatarsal I

Com deformidade da cabeça do 1.º metatarsal e da base da falange do hálux direito

JOANETE

Joelho de freira (ou de arrumadeira) nome dado a um tipo de bursite localizada na região patelar, em alusão a formações semelhantes encontradas em algumas religiosas decorrentes de prolongadas posições assumidas pelas irmãs e por outras pessoas durante orações prolongadas. Veja a figura “Joelho de freira”.

 

K

PDF Criptografado

Kabat

132

Kwashiorkor

K

Kabat técnica de reeducação neuromuscular, indicada principalmente para pacientes neurológicos, idealizada pelo médico Dr. Hermann Kabat. Veja Facilitação

Neuromuscular Proprioceptiva.

Kala-azar forma visceral da leishmaniose, doença causada pela Leishmania donovani.

Kelvin relativo à escala absoluta da temperatura.

Ki Medicina Tradicional Chinesa é a própria energia vital. Veja Qi.

Kirliangrafia bioeletrografia, fotografia Kirlian, técnica de fotografia que se utiliza de um instrumento científico, a máquina Kirlian, que fotografa o campo eletromagnético (energético ou aura), que pode apresentar mudanças de tonalidade e cor de acordo com o estado de saúde de seres humanos, animais ou plantas. A fotografia Kirlian foi descoberta acidentalmente no ano de 1939 por um eletricista

Semyon Davidovit Kirlian em uma pequena cidade ao sul da antiga União Soviética, o qual, ao tentar consertar um aparelho do Hospital Local que havia apresentado um defeito, encostou a mão em uma peça energizada e foi vítima de uma fortíssima e desagradável descarga elétrica, e, entre seus dedos e a peça energizada, formaram-se luminescências azuladas em forma de raios. Realizou a experiência

 

L

PDF Criptografado

Labilidade

133

Laser

L

Labilidade estado de ser instável ou mutável.

Lábio glenoidal margem macia e fibrosa que circunda a fossa glenóide e aprofunda a cavidade, proporcionando estabilidade à cabeça do úmero.

Laceração 1. local (lesão focal): lesão localizada e limitada do tecido cerebral; 2. ferida ou dilaceramento irregular de tecido.

Lactante mulher que, após o nascimento da criança, atravessa um período de aleitamento.

Lactente criança recém-nascida ou bebê que se alimenta do leite de peito materno.

Laminado de poliéster plástico termofixo, usado na fabricação de soquetes protéticos rígidos e no acabamento de pilares exoesqueléticos. A resina de poliéster satura camadas de tecido, produzindo um material duro.

Largura da base deambulatória (Largura do passo;

Base de sustentação) distância linear entre um pé e o pé oposto; medida em centímetros ou metros.

Laringoplegia paralisia completa ou incompleta dos músculos da laringe.

 

M

PDF Criptografado

Má postura (Síndrome dolorosa postural)

143

Maitland, Símbolos de

M

Má postura (Síndrome dolorosa postural) postura que se desvia do alinhamento normal, mas não tem limitações estruturais.

Más formações arteriovenosas (MFAVs) anormalidades de desenvolvimento embrionário que resultam em um emaranhado de artérias e veias “embaraçadas”, usualmente sem um leito capilar interveniente. Comumente aparecem sob a forma clínica de hemangiomas, que não são propriamente tumores, mas hamartomas, isto é, crescimentos palpáveis integrados por elementos celulares presentes normalmente, embora pouco desenvolvidos, no local afetado. Geralmente são assintomáticas, mas, quando ocorrem no cérebro ou na medula espinal, podem ser a causa de deficiências neurológicas e, se elas se rompem ou abrem, pode ocorrer hemorragia subaracnóide.

Maceração amolecimento de um sólido pela exposição à

água ou a outro fluido; usualmente, relacionada à pele.

MacKenzie Cinesiot. técnica de cinesioterapia para a coluna vertebral, desenvolvida por volta de 1956 pelo fisioterapeuta neozelandês Robin MacKenzie, composta principalmente de exercícios de extensão do tronco, objetivando correção postural (retificação ou cifose lombar) e alívio de dores vertebrais.

 

N

PDF Criptografado

Nanismo

155

Nervo axilar

N

Nanismo condição dos indivíduos caracterizados por estatura muito baixa, devido em geral a deficiência ou defeito da somatotropina ou de receptores celulares para esse hormônio.

Nanômetro (nm) é um submúltiplo do metro, equivalente a 109 metro.

Não-linear não caracterizado pela relação em linha reta.

Não-responsivas fibras musculares que não respondem (não se adaptam) a certos tipos de perturbações fisiológicas (p. ex., treinamento de peso, imobilização, denervação).

Natalidade taxa de nascimentos; freqüência de nascimentos no seio de uma população, geralmente expressa pelo número total de nascimentos por 1.000 ou 10.000 habitantes.

Nativo 1. natural ou originário de um lugar; 2. que se apresenta em sua forma natural.

Naturopatia terapia alternativa, não-convencional, reconhecida pela OMS como um sistema de tratamento que confia exclusivamente em remédios naturais, exercícios, massagens e hidroterapia para tratar as doenças.

 

O

PDF Criptografado

Obesidade

164

Órgão

O

Obesidade estado caracterizado pelo excesso de massa adiposa no organismo, que se traduz por peso superior ao “normal”, para idade, sexo e altura, em mais de 25%.

Obliteração desaparecimento ou apagamento de uma cavidade ou de um canal, devido a seu preenchimento com material sólido (obturação) ou por coalescência de suas paredes (oclusão).

Obnubilação estado de apatia e torpor, revelando o paciente um pensamento lento e obscuro.

Obstrução impedimento, trava ou bloqueio de uma estrutura, geralmente estreita.

Obtuso obnubilado ou lento, em geral referente ao nível de alerta ou de consciência de uma pessoa.

Oclusão fechamento ou obstrução de um vaso, como uma artéria ou veia, ou de uma cavidade, como a cavidade oral.

Oclusão coronariana obstrução ou estenose de uma das artérias coronárias, que retardam o fluxo sangüíneo para alguma parte do músculo cardíaco. Sin.: ataque cardíaco.

Oclusão miofascial método de estabilização muscular em seguida à amputação, em que o músculo é suturado à fáscia; freqüentemente, é usada em combinação com a mioplastia.

 

P

PDF Criptografado

Paciente

170

Panarício

P

Paciente doente, enfermo; pessoa que padece de algum mal ou doença.

Padrão áureo medida (precisa e aceita) de determinado fenômeno, podendo servir como uma norma de verificação para outras medidas.

Padrão capsular padrão característico de restrição da osteocinemática secundário à fibrose da cápsula articular, resultando na perda de sua flexibilidade e extensão; é acompanhado por um prejuízo na artrocinemática.

Padrão da unidade motora simples padrão de interferência registrado sob máximo esforço, quando potenciais de unidade motora isolados podem ainda ser identificados.

Padrão de EMG com três TENS seqüência de atividade muscular agonista-antagonista que está associada com um movimento unidirecional para um alvo.

Padrão de fadiga padrão característico de exaustão que ocorre à tarde, decorrente da esclerose múltipla.

Padrão de interferência 1. EMG não processada que envolve a sobreposição de centenas de potenciais de ação das fibras musculares. É algumas vezes chamado EMG bruta; 2. atividade elétrica registrada de um músculo durante o esforço voluntário máximo em que não é possível a identificação de cada um dos potenciais de unidade motora contributivos.

 

Q

PDF Criptografado

Q (Q)

188

Queimadura por calor, com iontoforese

Q

Q (Q) símbolos: 1. do primeiro desvio para baixo, do complexo QRS do eletrocardiograma; 2. o sétimo em uma série; por exemplo, a sétima órbita dos elétrons de um átomo.

Q CO 2 símbolo do consumo de dióxido de carbono emitido (em microlitros) por miligramas de tecido por hora à pressão e temperatura normais.

Qi MTC sopro de vida, energia, alma. Definição dada pelos chineses e outros povos do Oriente para energia vital. O Qi, que é absorvido pelo ar, alimentação, e também adquirido dos pais, circula pelo corpo através dos meridianos (ou canais de energia).

Qi Gong Veja Chi-Kung.

QO2 símbolo do consumo de oxigênio (em microlitros) por miligramas de tecido por hora à pressão e temperatura normais.

Quadriplegia/Quadriparesia tipo clínico da paralisia cerebral. Todo o corpo é afetado; os membros superiores são mais acometidos, e um lado do corpo pode estar mais afetado do que o outro.

 

R

PDF Criptografado

R

192

Radioatividade

R

R 1. abreviatura de respiração; 2. símbolo de (a) resistência elétrica; (b) marca registrada comercial, freqüentemente seguida do símbolo ® acima e à direita do nome comercial ou de fantasia do produto farmacêutico; 3. radical orgânico; 4. “röentgen”.

Ra símbolo químico do elemento Rádio.

Rabdo-, Rabd- formas prefixas que significam (a) em forma de bastão; (b) estriado; (c) relacionam-se com os músculos esqueléticos.

Rabdomiólise enfermidade aguda, fulminante e potencialmente fatal do músculo esquelético, caracterizada pela desintegração desse músculo, acompanhada da excreção da mioglobina na urina; também denominada mioglobina paroxística idiopática.

Rabdomiossarcoma tumor maligno (modalidade de sarcoma) de elementos musculares esqueléticos

(músculos estriados), portanto, de origem mesenquimal.

Racêmico 1. composto de partes arracemadas, referentes a glândulas; 2. indica um composto químico integrado em partes iguais por substâncias dextrógiras e levógiras e incapaz, por conseguinte, de fazer girar o plano de luz polarizada.

 

Carregar mais


Detalhes do Produto

Livro Impresso
eBook
Capítulos

Formato
PDF
Criptografado
Sim
SKU
BPPD000223603
ISBN
9788527718691
Tamanho do arquivo
8,7 MB
Impressão
Desabilitada
Cópia
Desabilitada
Vocalização de texto
Não
Formato
PDF
Criptografado
Sim
Impressão
Desabilitada
Cópia
Desabilitada
Vocalização de texto
Não
SKU
Em metadados
ISBN
Em metadados
Tamanho do arquivo
Em metadados