Noções de contabilidade comercial

Autor(es): Osni Moura Ribeiro
Visualizações: 85
Classificação: (0)

Este livro é o segundo volume da Série Fundamentos de Contabilidade e apresenta o conceito de Contabilidade Comercial e sua aplicação, e como contabilizar as operações com mercadorias e a apurar e contabilizar o resultado bruto das empresas comerciais. Também explica como se contabiliza a depreciação e a amortização e como se aplicam os regimes de caixa e de competência. Conclui o ciclo de aprendizado do leitor com noções sobre apuração e contabilização de resultado líquido do exercício das empresas comerciais, contemplando cálculos e contabilizações das deduções, participações e destinações do resultado líquido. A obra foi desenvolvida com base nas normas internacionais de contabilidade IFRS, emitidas pelo International Accounting Standards Board (IASB).

FORMATOS DISPONíVEIS

44 capítulos

Formato Comprar item avulso Adicionar à Pasta

Iniciais

PDF Criptografado

NOÇÕES DE

CONTABILIDADE

COMERCIAL

00 Iniciais.indd 1

14/06/19 09:26

Osni Moura Ribeiro

NOÇÕES DE

CONTABILIDADE

COMERCIAL

FUNDAMENTOS DE CONTABILIDADE

Volume 2

Contempla as Normas Internacionais de Contabilidade.

Indicado para não contadores.

São Paulo

2019

00 Iniciais.indd 3

14/06/19 09:26

 

APRESENTAÇÃO

PDF Criptografado

DADOS INTERNACIONAIS DE CATALOGAÇÃO NA PUBLICAÇÃO (CIP)

Angélica Ilacqua CRB-8/7057

Ribeiro, Osni Moura

Noções de Contabilidade Comercial / Osni Moura Ribeiro. –

São Paulo: Érica, 2019.

160 p. (Fundamentos de Contabilidade; vol. 2)

Av. Dra. Ruth Cardoso, 7221, 1º Andar, Setor B

Pinheiros – São Paulo – SP – CEP: 05425-902

SAC

Dúvidas referente a conteúdo editorial, material de apoio e reclamações:

sac.sets@somoseducacao.com.br

Bibliografia

ISBN 978-85-365-3219-6

1. Contabilidade 2. Contabilidade comercial I. Título

19-1345

CDU 657

CDD 657

Índices para catálogo sistemático:

Direção executiva Flávia Alves Bravin

1. Contabilidade

Direção editorial Renata Pascual Müller

Gerência editorial Rita de Cássia S. Puoço

Editora de aquisições Rosana Ap. Alves dos Santos

Editoras Paula Hercy Cardoso Craveiro

Silvia Campos Ferreira

Copyright © Osni Moura Ribeiro

 

SOBRE O AUTOR

PDF Criptografado

competência; no Volume 3, você estuda a estrutura das Demonstrações Contábeis, aprende a elaborá-las e fica sabendo o que é, para que serve e como extrair informações úteis de cada uma delas; no Volume 4, você amplia um pouco mais seus conhecimentos, aprendendo a interpretar e analisar os dados apresentados nas Demonstrações Contábeis; e, no

Volume 5, você complementa seus conhecimentos estudando e aprendendo as noções de custos com ênfase no custo industrial.

Nosso maior propósito é colaborar para que o ensino e a aprendizagem da Contabilidade fiquem cada vez mais fáceis e acessíveis a um número cada vez maior de pessoas interessadas.

O autor

6

00 Iniciais.indd 6

Noções de Contabilidade Comercial

14/06/19 09:26

SOBRE O AUTOR

Osni Moura Ribeiro é bacharel em Ciências Contábeis e professor de Contabilidade Geral,

Comercial, Intermediária, Avançada, Gerencial, Pública, Tributária, de Custos, Auditoria e

Análise de Demonstrações Contábeis.

 

Sumário

PDF Criptografado

00 Iniciais.indd 8

14/06/19 09:26

Sumário

CAPÍTULO 1 – A CONTABILIDADE COMERCIAL E SUA APLICAÇÃO ................................

13

1.1 Iniciando os estudos ...........................................................................................

1.2 Noções básicas de Contabilidade .......................................................................

1.2.1 Atributo da Contabilidade .......................................................................

1.2.2 Patrimônio ................................................................................................

1.2.2.1 Representação gráfica do patrimônio .......................................

1.2.3 Ativo e Passivo ..........................................................................................

1.2.4 Patrimônio Líquido ..................................................................................

1.2.4.1 Movimentação do patrimônio....................................................

 

1.1 Iniciando os estudos

PDF Criptografado

1.1 Iniciando os estudos

Para um bom aproveitamento de qualquer assunto que se pretenda estudar, é importante estar bem situado na matéria. De nada adianta passar horas e mais horas debruçado sobre livros se, a cada página, o estudante não consegue adquirir domínio daquilo que até então já leu. Por mais simples e fácil que seja a matéria, é sempre conveniente que se tenha um ponto de partida.

A Contabilidade é uma matéria fácil de ser entendida e manejada se estudada gradativamente, obedecendo à sequência lógica que a disciplina exige. Contudo, esse estudo gradativo deve abranger, principalmente, a parte básica da matéria, pois, uma vez compreendido com bastante precisão o mecanismo do débito e do crédito, o estudante terá condições de assimilar facilmente qualquer assunto contábil.

No livro Noções de Contabilidade, volume 1 desta série, apresentamos, de maneira gradual e bem dosada, as noções básicas que o ensino da Contabilidade exige, permitindo que o estudante, a cada passo, domine a matéria estudada, tornando mais fácil o entendimento dos assuntos seguintes.

 

1.2.1 Atributo da Contabilidade

PDF Criptografado

1.1 Iniciando os estudos

Para um bom aproveitamento de qualquer assunto que se pretenda estudar, é importante estar bem situado na matéria. De nada adianta passar horas e mais horas debruçado sobre livros se, a cada página, o estudante não consegue adquirir domínio daquilo que até então já leu. Por mais simples e fácil que seja a matéria, é sempre conveniente que se tenha um ponto de partida.

A Contabilidade é uma matéria fácil de ser entendida e manejada se estudada gradativamente, obedecendo à sequência lógica que a disciplina exige. Contudo, esse estudo gradativo deve abranger, principalmente, a parte básica da matéria, pois, uma vez compreendido com bastante precisão o mecanismo do débito e do crédito, o estudante terá condições de assimilar facilmente qualquer assunto contábil.

No livro Noções de Contabilidade, volume 1 desta série, apresentamos, de maneira gradual e bem dosada, as noções básicas que o ensino da Contabilidade exige, permitindo que o estudante, a cada passo, domine a matéria estudada, tornando mais fácil o entendimento dos assuntos seguintes.

 

1.2.2 Patrimônio

PDF Criptografado

1.1 Iniciando os estudos

Para um bom aproveitamento de qualquer assunto que se pretenda estudar, é importante estar bem situado na matéria. De nada adianta passar horas e mais horas debruçado sobre livros se, a cada página, o estudante não consegue adquirir domínio daquilo que até então já leu. Por mais simples e fácil que seja a matéria, é sempre conveniente que se tenha um ponto de partida.

A Contabilidade é uma matéria fácil de ser entendida e manejada se estudada gradativamente, obedecendo à sequência lógica que a disciplina exige. Contudo, esse estudo gradativo deve abranger, principalmente, a parte básica da matéria, pois, uma vez compreendido com bastante precisão o mecanismo do débito e do crédito, o estudante terá condições de assimilar facilmente qualquer assunto contábil.

No livro Noções de Contabilidade, volume 1 desta série, apresentamos, de maneira gradual e bem dosada, as noções básicas que o ensino da Contabilidade exige, permitindo que o estudante, a cada passo, domine a matéria estudada, tornando mais fácil o entendimento dos assuntos seguintes.

 

1.2.3 Ativo e Passivo

PDF Criptografado

Didaticamente, os bens, os direitos e as obrigações podem ser dispostos em um gráfico em forma de “T”.

O gráfico, como podemos observar, tem dois lados:

• no lado esquerdo, colocamos os bens e os direitos;

• no lado direito, colocamos as obrigações.

Veja:

PATRIMÔNIO

BENS

DIREITOS

OBRIGAÇÕES

1.2.3 Ativo e Passivo

A Contabilidade atribui, com muita lógica, um nome para cada um dos lados do gráfico:

PATRIMÔNIO

ATIVO

BENS

DIREITOS

O lado esquerdo do gráfico recebe o nome de Ativo, pois é composto pelos bens e pelos direitos, que formam o conjunto dos elementos positivos da empresa.

PATRIMÔNIO

PASSIVO

OBRIGAÇÕES

O lado direito do gráfico recebe o nome de Passivo, pois é composto pelas obrigações, as quais formam o grupo dos elementos negativos da empresa.

16

01 Cap01.indd 16

Noções de Contabilidade Comercial

14/06/19 09:27

 

1.2.4 Patrimônio Líquido

PDF Criptografado

Didaticamente, os bens, os direitos e as obrigações podem ser dispostos em um gráfico em forma de “T”.

O gráfico, como podemos observar, tem dois lados:

• no lado esquerdo, colocamos os bens e os direitos;

• no lado direito, colocamos as obrigações.

Veja:

PATRIMÔNIO

BENS

DIREITOS

OBRIGAÇÕES

1.2.3 Ativo e Passivo

A Contabilidade atribui, com muita lógica, um nome para cada um dos lados do gráfico:

PATRIMÔNIO

ATIVO

BENS

DIREITOS

O lado esquerdo do gráfico recebe o nome de Ativo, pois é composto pelos bens e pelos direitos, que formam o conjunto dos elementos positivos da empresa.

PATRIMÔNIO

PASSIVO

OBRIGAÇÕES

O lado direito do gráfico recebe o nome de Passivo, pois é composto pelas obrigações, as quais formam o grupo dos elementos negativos da empresa.

16

01 Cap01.indd 16

Noções de Contabilidade Comercial

14/06/19 09:27

1.2.4 Patrimônio Líquido

 

1.2.5 Escrituração

PDF Criptografado

Quando o resultado apurado corresponder a prejuízo, esse prejuízo poderá ser compensado com saldos de lucros acumulados no Patrimônio Líquido e apurados em exercícios anteriores, com saldos de reservas ou, ainda, ser cobertos pelo titular ou pelos sócios.

Quando o prejuízo apurado em um exercício não puder ser totalmente compensado pelas formas mencionadas, a parcela não compensada figurará no Patrimônio

Líquido para ser compensada futuramente.

1.2.4.1 Movimentação do patrimônio

A movimentação do patrimônio ocorre por meio do relacionamento comercial entre a empresa e as pessoas que a visitam diariamente:

• há pessoas que fornecem Mercadorias para a empresa (fornecedores). A empresa

pode efetuar a compra à vista ou a prazo. No primeiro caso, ocorre a simples troca de bens: dinheiro por Mercadoria; no segundo caso, a empresa cria uma obrigação para pagamento futuro; há pessoas que compram as Mercadorias da empresa (clientes). A empresa pode vender, também, à vista ou a prazo. No primeiro caso, há uma simples troca de bens: dinheiro por Mercadoria; no segundo caso, a empresa contrai um direito de receber o valor da venda posteriormente.

 

1.2.6 Contas

PDF Criptografado

Quando o resultado apurado corresponder a prejuízo, esse prejuízo poderá ser compensado com saldos de lucros acumulados no Patrimônio Líquido e apurados em exercícios anteriores, com saldos de reservas ou, ainda, ser cobertos pelo titular ou pelos sócios.

Quando o prejuízo apurado em um exercício não puder ser totalmente compensado pelas formas mencionadas, a parcela não compensada figurará no Patrimônio

Líquido para ser compensada futuramente.

1.2.4.1 Movimentação do patrimônio

A movimentação do patrimônio ocorre por meio do relacionamento comercial entre a empresa e as pessoas que a visitam diariamente:

• há pessoas que fornecem Mercadorias para a empresa (fornecedores). A empresa

pode efetuar a compra à vista ou a prazo. No primeiro caso, ocorre a simples troca de bens: dinheiro por Mercadoria; no segundo caso, a empresa cria uma obrigação para pagamento futuro; há pessoas que compram as Mercadorias da empresa (clientes). A empresa pode vender, também, à vista ou a prazo. No primeiro caso, há uma simples troca de bens: dinheiro por Mercadoria; no segundo caso, a empresa contrai um direito de receber o valor da venda posteriormente.

 

1.2.7 Lançamento

PDF Criptografado

1.2.6 Contas

O que é conta? Conta é o nome técnico dado aos componentes patrimoniais (bens, direitos, obrigações e Patrimônio Líquido) e aos elementos de resultado (Despesas e Receitas).

É por meio das contas que a Contabilidade consegue desempenhar seu papel. Todos os acontecimentos que ocorrem na empresa, responsáveis pela movimentação de seu patrimônio, como compras, vendas, pagamentos e recebimentos, são registrados nos livros próprios por meio das contas.

1.2.6.1 Classificação das contas

As contas podem ser classificadas em dois grupos: a) Contas Patrimoniais: são as contas que representam os elementos que compõem o patrimônio. Dividem-se, por sua vez, em dois grandes grupos: ativas (integrantes do Ativo do patrimônio) e passivas (integrantes do Passivo do patrimônio).

Exemplo:

PATRIMÔNIO

ATIVO

BENS

Caixa

Veículos

DIREITOS

Duplicatas a Receber

PASSIVO

OBRIGAÇÕES

Fornecedores

PATRIMÔNIO LÍQUIDO

 

1.2.8 Razonete

PDF Criptografado

Exemplo:

Tendo em vista um Fato ocorrido na empresa, o contabilista deve registrá-lo no Livro

Diário, por meio de um lançamento.

Fato: compra de um automóvel, em dinheiro, conforme Nota Fiscal no 801, da Concessionária Pinheiros, por $ 50.000.

Para o estudante que não domina bem a matéria, sugerimos que, ao elaborar o lançamento, esquematize-o antes, assumindo os seguintes procedimentos:

1. Identificar o local e a data da ocorrência do Fato. Em nosso exemplo, considere sua cidade e a data de hoje.

2. Verificar que documento foi emitido na operação. Se não houver documento idôneo que comprove a ocorrência do Fato, este não poderá ser contabilizado. Em nosso exemplo, o documento emitido foi a Nota Fiscal no 801, da Concessionária Pinheiros.

3. Identificar os elementos envolvidos na operação. Todo Fato ocorre em forma de troca. Logo, existem pelo menos dois elementos envolvidos. Em nosso exemplo, os elementos envolvidos são: dinheiro e automóvel. Você compra o automóvel e dá o dinheiro em troca.

 

1.2.9 Balancete

PDF Criptografado

Para atender aos fins didáticos propostos, em substituição ao Livro Razão, podem ser utilizados, com mais facilidade, os Razonetes.

Utilizaremos tantos gráficos em “T” (gráfico em “T” é o Razonete) quantas forem as contas existentes na escrituração do Diário.

Veja, a seguir, como utilizar o Razonete.

Exemplo:

Suponhamos que, em uma empresa, tenham ocorrido os seguintes Fatos: a) venda de um automóvel, à vista, por $ 20.000; b) venda de Mercadorias, à vista, por $ 5.000.

Registros no Diário:

(1) Caixa a Veículos

Recebido pela venda de um automóvel etc.

__________ __________

20.000

(2) Caixa a Mercadorias

Recebido pela venda de

Mercadorias etc.

__________ __________

5.000

Razonetes:

CAIXA

D

(1)

(2)

VEÍCULOS

C

D

(1)

20.000

5.000

C

20.000

MERCADORIAS

D

(2)

22

01 Cap01.indd 22

C

5.000

 

1.3 A Contabilidade Comercial e sua aplicação

PDF Criptografado

Veja como o Balancete será preenchido:

BALANCETE

N DE

ORDEM o

CONTAS

MOVIMENTO

SALDO

DÉBITO

CRÉDITO

DEVEDOR

CREDOR

1.300

500

800

300

200

1

Caixa

2

Mercadorias

500

3

Capital

1.000

1.000

TOTAIS

1.800

1.800

1.000

1.000

` Nas colunas do movimento, conforme apontamos, ocorre a pura transcrição do que consta no Razonete.

` As colunas do saldo correspondem à diferença entre o débito e o crédito das colunas do movimento.

Feita uma rápida recapitulação da base do processo contábil, desde a ocorrência do

Fato e de seu registro no Diário e no Razonete até a elaboração do Balancete, resolva as atividades propostas a seguir para que possamos estudar adequadamente as noções de Contabilidade Comercial.

• Se após a recapitulação você ainda não conseguir situar-se na matéria, antes de passar para o capítulo seguinte, sugerimos que estude novamente o volume 1 desta série, intitulado

 

2.1 Introdução

PDF Criptografado

2.1 Introdução

As Mercadorias compreendem todos os Bens que as empresas comerciais compram para revender. As operações que envolvem a compra e a venda de Mercadorias constituem a atividade principal das empresas comerciais.

2.1.1 Como contabilizar as operações com Mercadorias?

Você deve estar lembrado de que, nos Capítulos 5 e 6 do livro Noções de Contabilidade, primeiro volume desta série, para registrar as compras e as vendas de Mercadorias, utilizamos a conta “Estoque de Mercadorias”, e que, nas Atividades Práticas do Capítulo 8 do mencionado livro, colocamos uma nota dizendo que você deveria adotar as contas Compras e Vendas para registrar as operações com Mercadorias (Método da Conta Desdobrada).

Pois bem, para contabilizar as operações com Mercadorias existem dois métodos e dois sistemas.

Os métodos utilizados são: a) Método da Conta Mista: consiste em utilizar uma só conta, que poderá ser chamada de Mercadorias, ou Estoque de Mercadorias, ou outra semelhante, para registrar todas as operações com Mercadorias (Estoques inicial e final, Compras, Vendas, Devoluções de Compras e Devoluções de Vendas). b) Método da Conta Desdobrada: consiste em utilizar as três contas básicas: Estoque de Mercadorias (para registrar os estoques inicial e final), Compras de Mercadorias

 

2.2 Registro das compras e das vendas de Mercadorias durante o ano

PDF Criptografado

2.1 Introdução

As Mercadorias compreendem todos os Bens que as empresas comerciais compram para revender. As operações que envolvem a compra e a venda de Mercadorias constituem a atividade principal das empresas comerciais.

2.1.1 Como contabilizar as operações com Mercadorias?

Você deve estar lembrado de que, nos Capítulos 5 e 6 do livro Noções de Contabilidade, primeiro volume desta série, para registrar as compras e as vendas de Mercadorias, utilizamos a conta “Estoque de Mercadorias”, e que, nas Atividades Práticas do Capítulo 8 do mencionado livro, colocamos uma nota dizendo que você deveria adotar as contas Compras e Vendas para registrar as operações com Mercadorias (Método da Conta Desdobrada).

Pois bem, para contabilizar as operações com Mercadorias existem dois métodos e dois sistemas.

Os métodos utilizados são: a) Método da Conta Mista: consiste em utilizar uma só conta, que poderá ser chamada de Mercadorias, ou Estoque de Mercadorias, ou outra semelhante, para registrar todas as operações com Mercadorias (Estoques inicial e final, Compras, Vendas, Devoluções de Compras e Devoluções de Vendas). b) Método da Conta Desdobrada: consiste em utilizar as três contas básicas: Estoque de Mercadorias (para registrar os estoques inicial e final), Compras de Mercadorias

 

2.3 Resultado Simplificado da Conta Mercadorias

PDF Criptografado

2. Compra de Mercadorias, a prazo, de Thalita & Cia., conforme NF no 1.050, no valor de $ 6.000.

Houve aceite, no ato, de duas duplicatas para vencimentos em 30 e 60 dias.

3. Venda de Mercadorias, à vista, conforme nossa NF no 180, no valor de $ 4.000.

4. Venda de Mercadorias, a prazo, conforme nossa NF no 1.200, à cliente Paula Novak, no valor de $ 3.000. Houve aceite, no ato, de três duplicatas para vencimentos de 30 em 30 dias.

2.3 Resultado Simplificado da Conta Mercadorias

Nesta seção, você aprenderá a apurar o Resultado da Conta Mercadorias para saber se a empresa comercial obteve lucro ou prejuízo em sua atividade principal.

O Resultado da Conta Mercadorias é também denominado Resultado Operacional

Bruto ou Resultado Bruto do Exercício.1

Para apurar, no final de um período (em geral no final de um ano) o Resultado da Conta

Mercadorias, precisamos, inicialmente, verificar, no Livro Razão, os saldos das contas utilizadas durante o respectivo período para o registro das operações com Mercadorias.

 

Carregar mais


Detalhes do Produto

Livro Impresso
Book
Capítulos

Formato
PDF
Criptografado
Sim
SKU
BPP0000271321
ISBN
9788536532196
Tamanho do arquivo
960 KB
Impressão
Desabilitada
Cópia
Desabilitada
Vocalização de texto
Não
Formato
PDF
Criptografado
Sim
Impressão
Desabilitada
Cópia
Desabilitada
Vocalização de texto
Não
SKU
Em metadados
ISBN
Em metadados
Tamanho do arquivo
Em metadados