Anatomia Humana

Visualizações: 27
Classificação: (0)
A Coleção Martini foi especialmente pensada para proporcionar ao leitor o melhor recurso didático para ensino e aprendizagem da Anatomia. Para isso, foram reunidos o livro-texto Anatomia humana, 6ª edição – obra que se destaca pela riqueza de detalhes visuais e por um texto extremamente didático, o Atlas do corpo humano – um atlas fotográfico cuja objetividade é seu ponto alto.

FORMATOS DISPONíVEIS

29 capítulos

Formato Comprar item avulso Adicionar à Pasta

Capítulo 1. Introdução à anatomia

PDF Criptografado

1

Introdução à

Anatomia

O BJ E T I VO S D O C A P Í T U L O :

1. Compreender as razões de se estudar anatomia e descrever a relação entre estrutura e função.

2. Definir os limites da anatomia microscópica e descrever resumidamente a citologia e a histologia.

3. Descrever diversas maneiras de se abordar a anatomia macroscópica.

4. Definir as diversas especialidades da anatomia.

5. Identificar os principais níveis de organização nos organismos vivos.

6. Descrever as funções vitais básicas de um organismo.

7. Identificar os sistemas de órgãos do corpo humano e compreender suas principais funções.

8. Utilizar termos anatômicos para descrever planos de secção, regiões do corpo, posições relativas e a posição anatômica.

9. Identificar as principais cavidades do corpo e compreender suas funções.

Introdução

2

Anatomia microscópica

2

Anatomia macroscópica

3

Outras perspectivas em anatomia

 

Capítulo 2. A célula

PDF Criptografado

2

OBJET I VOS DO CAPÍTULO :

1. Discutir os conceitos básicos da teoria celular.

A Célula

2. Comparar as perspectivas fornecidas pelas ML, MET e MEV no estudo da estrutura celular e tecidual.

3. Explicar a estrutura e o significado do plasmalema.

4. Relacionar a estrutura de uma membrana com suas funções.

5. Descrever como os materiais movimentam-se pelo plasmalema.

6. Comparar o líquido contido em uma célula com o líquido extracelular.

7. Descrever a estrutura e a função de várias organelas não-membranosas.

8. Comparar a estrutura e a função de várias organelas membranosas.

9. Discutir o papel do núcleo como o centro de controle da célula.

10. Discutir o modo como as células podem estar interconectadas para manter a estabilidade estrutural em tecidos do corpo.

11. Descrever o ciclo de vida da célula e como as células dividem-se pelo processo de mitose.

Introdução

27

O estudo das células

 

Capítulo 3. Tecidos e embriologia

PDF Criptografado

3

Tecidos e

Embriologia

O BJ E T I VO S D O C A P Í T U L O :

1. Descrever as relações estruturais e funcionais entre células e tecidos e classificar os tecidos do corpo em quatro categorias principais.

2. Descrever a relação entre estrutura e função para cada tipo epitelial.

3. Definir glândula e epitélio glandular.

4. Descrever todos os tipos e modos de secreção glandular; comparar estruturas glandulares.

5. Comparar as características estruturais e funcionais dos elementos dos tecidos conectivos.

6. Descrever as características gerais e localizações de diferentes tipos de tecidos conectivos.

7. Comparar tecidos conectivos no embrião e no adulto.

8. Explicar como tecidos epiteliais e conectivos se combinam para formar membranas/túnicas e especificar as funções de cada tipo de membrana/ túnica.

9. Descrever como tecidos conectivos constituem a estrutura do corpo.

10. Comparar os três tipos de tecidos musculares em termos de estrutura, função e localização.

 

Capítulo 4. Tegumento comum

PDF Criptografado

4

OBJET I VOS DO CAPÍTULO :

1. Descrever e comparar a estrutura e as funções da pele e do tecido conectivo subjacente.

2. Descrever os quatro tipos de células primárias encontradas na epiderme.

Tegumento

Comum

3. Explicar os fatores que contribuem para as diferenças individuais e raciais na pele, como a cor.

4. Discutir os efeitos da radiação ultravioleta na pele e o papel desempenhado pelos melanócitos no que concerne a este assunto.

5. Descrever a organização da derme.

6. Discutir os componentes dérmicos, inclusive suprimento sangüíneo e nervoso.

7. Descrever a estrutura da tela subcutânea (hipoderme) e sua importância.

8. Discutir a anatomia e as funções das estruturas acessórias da pele: pêlos, glândulas e unhas.

9. Descrever os mecanismos que produzem os pêlos e determinam sua cor e textura.

10. Comparar e diferenciar glândulas sebáceas e sudoríferas.

11. Descrever como funcionam as glândulas sudoríferas do tegumento comum na regulação da temperatura do corpo.

 

Capítulo 5. O sistema esquelético: tecidos ósseo e estrutura do esqueleto

PDF Criptografado

5

O Sistema Esquelético

Tecido Ósseo e Estrutura do Esqueleto

O BJ E T I VO S D O C A P Í T U L O :

1. Descrever as funções do sistema esquelético.

2. Descrever os tipos de células encontrados no osso maduro e comparar suas funções.

3. Comparar as estruturas e funções das substâncias compacta e esponjosa dos ossos.

4. Localizar e comparar a estrutura e a função do periósteo e do endósteo.

5. Discutir os passos responsáveis pelas variações na estrutura do osso no processo de crescimento e desenvolvimento ósseo.

6. Discutir os fatores hormonais e nutricionais que afetam o crescimento.

7. Descrever o remodelamento do esqueleto, incluindo os efeitos da nutrição, dos hormônios, do exercício e do envelhecimento sobre o desenvolvimento ósseo e o sistema esquelético.

8. Descrever os diferentes tipos de fratura e explicar como as fraturas se reparam.

9. Classificar os ossos de acordo com a morfologia e dar exemplos de cada tipo.

 

Capítulo 6. O sistema esquelético: esqueleto axial

PDF Criptografado

6

O Sistema Esquelético

Esqueleto Axial

O BJ E T I VO S D O C A P Í T U L O :

1. Identificar os ossos do esqueleto axial e suas funções.

2. Identificar os ossos do crânio e explicar a importância das estruturas nos ossos individuais.

3. Localizar e descrever as principais estruturas do crânio.

4. Descrever a estrutura do complexo nasal e as funções dos seus elementos individuais.

5. Descrever os ossos associados ao crânio e discutir suas funções.

6. Demonstrar as diferenças estruturais entre crânios de bebês, crianças e adultos.

7. Descrever a estrutura geral da coluna vertebral.

8. Identificar e descrever as curvaturas da coluna vertebral e suas funções.

9. Identificar e descrever as partes de uma vértebra típica.

10. Identificar os grupos vertebrais e descrever as diferenças entre eles em termos estruturais e funcionais.

11. Descrever as características e os referenciais anatômicos em uma costela típica e ser capaz de diferenciar costelas verdadeiras de falsas.

 

Capítulo 7. O sistema esquelético: esqueleto apendicular

PDF Criptografado

7

OBJET I VOS DO CAPÍTULO :

1. Identificar os ossos do cíngulo do membro superior e do membro superior e suas principais características superficiais.

O Sistema Esquelético

Esqueleto Apendicular

2. Identificar os ossos que formam o cíngulo do membro inferior e o membro inferior e suas principais características superficiais.

3. Discutir as diferenças estruturais e funcionais entre a pelve feminina e a masculina.

4. Explicar como o estudo do esqueleto pode revelar informações importantes sobre um indivíduo.

5. Resumir as diferenças esqueléticas entre homens e mulheres.

6. Descrever resumidamente como o processo de envelhecimento afeta o sistema esquelético.

Introdução

175

Cíngulo do membro superior e membro superior

Cíngulo do membro inferior e membro inferior

Variação individual do sistema esquelético

176

186

200

CAPÍTULO 7

Se você listar todas as coisas que fez hoje, verá que seu esqueleto apendicular tem um papel importante em sua vida. Ficar em pé, caminhar, escrever, comer, vestir-se, cumprimentar e virar as páginas de um livro – a lista vai longe. Seu esqueleto axial protege e dá apoio aos órgãos internos e participa de funções vitais, como a respiração. Porém, seu esqueleto apendicular dá a você o controle de seu meio, muda sua posição no espaço e proporciona mobilidade.

 

Capítulo 8. O sistema esquelético: articulações

PDF Criptografado

8

O Sistema Esquelético

Articulações

O BJ E T I VO S D O C A P Í T U L O :

1. Distinguir entre diferentes tipos de articulações, fazer a ligação entre o desenho anatômico e as funções articulares e descrever estruturas articulares acessórias.

2. Descrever os movimentos dinâmicos do esqueleto.

3. Descrever os seis tipos de articulações sinoviais com base em seu movimento.

4. Descrever a estrutura e a função das articulações entre (1) a mandíbula e o temporal, (2) vértebras adjacentes ao longo da coluna vertebral e (3) a clavícula e o esterno.

5. Descrever a estrutura e a função das articulações do membro superior: ombro, cotovelo, punho e mão.

6. Descrever a estrutura e a função das articulações do membro inferior: quadril, joelho, tornozelo e pé.

Introdução

206

Classificação das articulações

Forma e função articular

206

208

Articulações representativas

Envelhecimento e articulações

 

Capítulo 9. O sistema muscular: tecido muscular estriado esquelético e organização muscular

PDF Criptografado

9

O Sistema Muscular

O BJ E T I VO S D O C A P Í T U L O :

1. Descrever as características diferenciais do tecido muscular.

Tecido Muscular Estriado Esquelético e Organização Muscular

2. Descrever as funções do tecido muscular estriado esquelético.

3. Discutir a organização dos tecidos conectivos, o suprimento sangüíneo e a inervação do músculo estriado esquelético.

4. Descrever a disposição do retículo sarcoplasmático, dos túbulos transversos, das miofibrilas e dos miofilamentos, bem como a organização dos sarcômeros no interior da fibra muscular esquelética.

5. Descrever a função do retículo sarcoplasmático e dos túbulos transversos na contração muscular.

6. Discutir a estrutura da sinapse neuromuscular e resumir os eventos que ocorrem no nível da junção.

7. Resumir o processo de contração muscular.

8. Descrever uma unidade motora e o controle das fibras musculares.

9. Relacionar a distribuição dos vários tipos de fibras musculares esqueléticas ao desempenho muscular.

 

Capítulo 10. O sistema muscular: musculatura axial

PDF Criptografado

10

O Sistema Muscular

Musculatura Axial

Introdução

262

A musculatura axial

262

O BJ E T I VO D O C A P Í T U L O :

1. Identificar e localizar os principais músculos axiais do corpo, suas inserções de origem (pontos fixos) e inserções terminais (pontos móveis) e descrever suas inervações e ações.

262

O SISTEMA MUSCULAR

A classificação do sistema esquelético em divisões axial e apendicular oferece um roteiro útil para a subdivisão do sistema muscular. A musculatura axial localiza-se no esqueleto axial. Ela posiciona a cabeça e a coluna vertebral e contribui na mecânica da respiração por meio da movimentação da caixa torácica. Os músculos axiais não atuam na movimentação ou estabilização dos cíngulos dos membros superior ou inferior, nem dos próprios membros superiores e inferiores. Aproximadamente 60% dos músculos esqueléticos do corpo são músculos axiais. A musculatura apendicular estabiliza ou movimenta componentes do esqueleto apendicular. Os principais músculos axiais e apendiculares encontram-se ilustrados nas Figuras 10.1 e 10.2.

 

Capítulo 11. O sistema muscular: musculatura apendicular

PDF Criptografado

11

OBJET I VOS DO CAPÍTULO :

1. Descrever as funções da musculatura apendicular.

2. Identificar e localizar os principais músculos apendiculares do corpo, bem como suas origens e inserções, e descrever suas inervações e ações.

O Sistema Muscular

Musculatura Apendicular

3. Comparar os principais grupos musculares dos membros superiores e inferiores e relacionar as diferenças com as variações em suas funções.

4. Descrever e comparar as fáscias dos compartimentos do braço, do antebraço, da coxa e da perna.

Introdução

285

Fatores que afetam a função da musculatura apendicular

285

Músculos do cíngulo do membro superior e membros superiores

Músculos do cíngulo do membro inferior e membros inferiores

Fáscias, camadas e compartimentos musculares

318

285

302

CAPÍTULO 11

O presente capítulo descreverá a musculatura apendicular. Estes músculos são responsáveis pela estabilização dos cíngulos do membro superior e inferior e pela movimentação dos membros superiores e inferiores. Os músculos apendiculares correspondem a cerca de 40% dos músculos esqueléticos do corpo.

 

Capítulo 12. Anatomia de superfície e anatomia seccional transversa

PDF Criptografado

12

Anatomia de Superfície e Anatomia Seccional

Transversa

O BJ E T I VO S D O C A P Í T U L O :

1. Definir anatomia de superfície e descrever sua importância no ambiente clínico.

2. Estudar, por observação visual e palpação, a anatomia de superfície da cabeça e pescoço utilizando as imagens fotográficas legendadas como referência.

3. Estudar, por observação visual e palpação, a anatomia de superfície do tórax utilizando as imagens fotográficas legendadas como referência.

4. Estudar, por observação visual e palpação, a anatomia de superfície do abdome utilizando as imagens fotográficas legendadas como referência.

5. Estudar, por observação visual e palpação, a anatomia de superfície do membro superior utilizando as imagens fotográficas legendadas como referência.

6. Estudar, por observação visual e palpação, a anatomia de superfície da pelve e do membro inferior utilizando as imagens fotográficas legendadas como referência.

7. Descrever a importância da anatomia seccional transversa para desenvolver uma compreensão tridimensional dos conceitos anatômicos.

 

Capítulo 13. O sistema nervoso: tecido nervoso

PDF Criptografado

13

OBJET I VOS DO CAPÍTULO :

1. Discutir a estrutura anatômica e as funções gerais do sistema nervoso.

2. Comparar e diferenciar as subdivisões anatômicas do sistema nervoso.

O Sistema Nervoso

Tecido Nervoso

3. Diferenciar células da neuróglia e neurônios.

4. Descrever os diferentes tipos de células da neuróglia e relatar as suas estruturas e funções.

5. Descrever a estrutura e a função da bainha de mielina e as diferenças entre sua formação no sistema nervoso central (SNC) e no sistema nervoso periférico (SNP).

6. Descrever a estrutura de um neurônio típico e compreender as bases da classificação estrutural e funcional dos neurônios.

7. Descrever o processo de regeneração de um nervo periférico após lesão em seu axônio.

8. Descrever a importância da excitabilidade nas membranas de celulares nervosas e de células musculares.

9. Identificar os fatores que determinam a velocidade de condução do impulso nervoso.

 

Capítulo 14. O sistema nervoso: a medula espinal e os nervos espinais

PDF Criptografado

14

O Sistema Nervoso

A Medula Espinal e os Nervos Espinais

O BJ E T I VO S D O C A P Í T U L O :

1. Discutir a estrutura e as funções da medula espinal.

2. Localizar as meninges espinais e descrever suas estruturas e funções.

3. Discutir a estrutura e a localização da substância cinzenta e da substância branca, e descrever as funções de ambas no processamento e na transmissão de informações sensitivas e motoras.

4. Identificar os grupos regionais dos nervos espinais.

5. Descrever as camadas de tecido conectivo associado com um nervo espinal.

6. Descrever os vários ramos de um nervo espinal típico.

7. Definir dermátomos e explicar sua importância.

8. Definir plexo nervoso e identificar os quatro principais plexos nervosos espinais.

9. Identificar os nervos espinais originados dos quatro principais plexos nervosos, listar seus ramos principais e indicar suas funções primordiais.

10. Descrever as estruturas e as etapas envolvidas no reflexo nervoso, classificar os reflexos e identificar seus componentes estruturais.

 

Capítulo 15. O sistema nervoso: o encéfalo e os nervos cranianos

PDF Criptografado

15

OBJET I VOS DO CAPÍTULO :

1. Nomear as principais regiões do encéfalo e descrever suas funções.

2. Identificar e descrever os ventrículos encefálicos.

O Sistema Nervoso

O Encéfalo e os Nervos Cranianos

3. Identificar e descrever as estruturas que protegem e sustentam o encéfalo.

4. Descrever as estruturas que constituem a barreira hematoencefálica e indicar suas funções.

5. Descrever as características estruturais e funcionais do plexo corióideo e seu papel na formação, função e circulação do líquido cerebrospinal.

6. Identificar as estruturas anatômicas do encéfalo e citar suas funções.

7. Identificar os três diferentes tipos de substância branca no encéfalo e citar suas funções.

8. Distinguir as áreas motoras, sensitivas e de associação do córtex cerebral.

9. Identificar as estruturas anatômicas que formam o sistema límbico e descrever suas funções.

10. Identificar as estruturas anatômicas que formam o tálamo e o hipotálamo e citar suas funções.

 

Capítulo 16. O sistema nervoso: vias e funções superiores

PDF Criptografado

16

O Sistema Nervoso

Vias e Funções Superiores

O BJ E T I VO S D O C A P Í T U L O :

1. Descrever as funções dos neurônios de primeira, segunda e terceira ordem.

2. Identificar e descrever as principais vias sensitivas.

3. Identificar e descrever os sistemas corticospinal, medial e lateral.

4. Descrever as estruturas anatômicas que permitem a distinção entre sensações que se originam de diferentes áreas do corpo.

5. Identificar os centros no encéfalo que interagem na determinação da eferência motora somática.

6. Identificar e descrever as áreas de integração do córtex cerebral e descrever suas funções gerais.

7. Descrever as diferenças funcionais significativas entre os hemisférios cerebrais direito e esquerdo.

8. Identificar e descrever as regiões e estruturas do encéfalo envolvidas no sistema de armazenamento e recuperação (lembrança) da memória.

9. Explicar a estrutura do sistema ativador reticular ascendente e como ele mantém a consciência.

 

Capítulo 17. O sistema nervoso: sistema nervoso autônomo*

PDF Criptografado

17

O Sistema Nervoso

O BJ E T I VO S D O C A P Í T U L O :

1. Identificar as principais estruturas do sistema nervoso autônomo (SNA) e comparar as duas partes funcionais do SNA.

Sistema Nervoso Autônomo*

2. Descrever a anatomia da parte simpática e suas relações com a medula espinal e os nervos espinais.

3. Discutir os mecanismos de liberação de neurotransmissor pela parte simpática do sistema nervoso autônomo.

4. Descrever a anatomia da parte parassimpática e suas relações com o cérebro, os nervos cranianos e a parte sacral da medula espinal.

5. Discutir a relação entre as partes simpática e parassimpática e explicar as implicações da dupla inervação.

6. Descrever os níveis de integração e controle do sistema nervoso autônomo.

Introdução

452

Comparação dos sistemas nervosos somático e visceral

A parte simpática

452

453

A parte parassimpática

460

Relações entre as partes simpática e parassimpática

 

Capítulo 18. O sistema nervoso: sentidos gerais e especiais

PDF Criptografado

18

OBJET I VOS DO CAPÍTULO :

1. Definir sensação e discutir suas origens.

2. Distinguir entre os sentidos gerais e especiais.

O Sistema Nervoso

Sentidos Gerais e Especiais

3. Explicar por que os receptores respondem a estímulos específicos e como a estrutura de um receptor influencia sua sensibilidade.

4. Distinguir entre receptor fásico e tônico.

5. Identificar os receptores dos sentidos gerais e descrever resumidamente como eles funcionam.

6. Classificar os receptores de acordo com o estímulo específico, a localização no corpo e a estrutura histológica.

7. Identificar, descrever e discutir os receptores e as vias sensitivas envolvidas no sentido do olfato.

8. Identificar, descrever e discutir os receptores e as vias sensitivas envolvidas no sentido da gustação.

9. Identificar e descrever as estruturas da orelha e seus papéis no processamento das sensações de equilíbrio e descrever o mecanismo pelo qual mantemos o equilíbrio.

 

Carregar mais


Detalhes do Produto

Livro Impresso
Book
Capítulos

Formato
PDF
Criptografado
Sim
SKU
MFPP000002172
ISBN
9788536320298
Tamanho do arquivo
140 MB
Impressão
Desabilitada
Cópia
Desabilitada
Vocalização de texto
Não
Formato
PDF
Criptografado
Sim
Impressão
Desabilitada
Cópia
Desabilitada
Vocalização de texto
Não
SKU
Em metadados
ISBN
Em metadados
Tamanho do arquivo
Em metadados