Criminalidade Organizada: Investigação, Direito e Ciência

Visualizações: 17
Classificação: (0)

CRIMINALIDADE ORGANIZADA: INVESTIGAÇÃO, DIREITO E CIÊNCIA corresponde às palestras que os autores proferiram em Brasília, durante o Seminário no qual se instituiu o Observatório de Criminalidade Organizada, cujo objetivo é desenvolver pesquisas multidisciplinares sobre a criminalidade nacional e transnacional, a partir de dados de inquéritos que tenham tido como objeto as organizações criminosas. O programa de pesquisa decorre da continuidade de projetos conjuntos que se têm realizado entre a Academia Nacional de Polícia (Brasil) e o Instituto Superior de Ciências Policiais e Segurança Interna (Portugal), tendo contado com a participação de representantes do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada, da Universidade de São Paulo e da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.​

FORMATOS DISPONíVEIS

3 capítulos

Formato Comprar item avulso Adicionar à Pasta

PARTE I: CIÊNCIA

PDF Criptografado

PARTE I: CIÊNCIACriminalidade Organizada.indd 1501/08/2017 13:40:55Criminalidade Organizada.indd 1601/08/2017 13:40:551. Cleptocracia: Corrupção sistêmica e criminalidade organizada1Guilherme Cunha Werner21. IntroduçãoO julgamento do caso Mensalão foi um marco na memória nacional ao revelar e possibilitar o acesso ao vivo da transmissão das sessões do SupremoTribunal Federal que julgaram a denúncia sobre “o loteamento político dos cargos públicos em troca de apoio às propostas do Governo”3 com a finalidade de “financiar campanhas milionárias nas eleições, além de proporcionar o enri‑ quecimento ilícito de agentes públicos e políticos, empresários e lobistas que atuam nessa perniciosa engrenagem”4, um esquema ilícito de financiamento político O presente artigo insere-se no programa de pesquisa do Pós-Doutorado em Direito PenalMedicina Legal e Criminologia da Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo com a supervisão da Profa. Janaina da Conceição Paschoal é destina-se a fornecer o embasamento teórico necessário para responder se é possível fazer política de forma ética ou a política é um mundo a parte

 

PARTE II: DIREITO

PDF Criptografado

PARTE II: DIREITOCriminalidade Organizada.indd 13101/08/2017 13:41:13Criminalidade Organizada.indd 13201/08/2017 13:41:134. Criminalidade organizada: tópico juscriminológico supranacionalManuel Monteiro Guedes Valente11. Enquadramento geral. Concetualização confusa e difusa. A quebra de confiança. A relação umbilical entre criminalidade organizada e o fenómeno do terrorismo. Efeitos negativos da desregulação e a interioridade globalEste nosso artigo não será muito longo. Não temos respostas nem soluções para a designada pela doutrina, pela jurisprudência e pelo legislador de criminalidade organizada. Desde já advirtimos o leitor de que não espere de nós qualquer solução ou proposta de solução demonstrativa, mas as linhas falibilistas com que sempre temos olhado e estudado os fenómenos sociais, económicos, políticos e jurídicos.A criminalidade organizada é, no plano jurídico, muito em especial jurídico­‑criminal material, um conceito confuso e difuso e espelha a dinâmica global da sociedade atual, assim como gera um temor exacerbado e incontrolável sempre que os meios de comunicação social falam em criminalidade organizada ou em associações criminosas ou em grupos

 

PARTE III: INVESTIGAÇÃO

PDF Criptografado

PARTE III: INVESTIGAÇÃOCriminalidade Organizada.indd 19901/08/2017 13:41:21Criminalidade Organizada.indd 20001/08/2017 13:41:217. A investigação probatória no processo penal contemporâneoEliomar da Silva Pereira11. Tendências da investigação no processo penal1. O processo penal contemporâneo se pode entender, ainda, como uma continuidade do projeto revolucionário francês, na base do iluminismo político, cuja tentativa de concretizar­‑se persiste na comunidade jurídica ocidental. Em uma história de longa duração2, ainda se pode ver, nas várias reformas do processo penal do final do século passado, uma tentativa de aproximação daqueles ideais inicialmente postulados pela RevoluçãoFrancesa3, que também foram incrementados por preocupações do segundo pós­‑guerra. Dos códigos de processo liberais às constituições democráticas, das constituições nacionais aos tratados internacionais de direitos humanos, podemos encontrar uma tentativa de realização daquelas ideias, que têm origem em discursos inicialmente sustentados por Montesquieu, Voltaire e, especialmente, Beccaria4, persistentes ainda no processo penal atualmente.

 

Detalhes do Produto

Livro Impresso
Book
Capítulos

Formato
PDF
Criptografado
Sim
SKU
BPP0000270975
ISBN
9788584933143
Tamanho do arquivo
4,4 MB
Impressão
Desabilitada
Cópia
Desabilitada
Vocalização de texto
Não
Formato
PDF
Criptografado
Sim
Impressão
Desabilitada
Cópia
Desabilitada
Vocalização de texto
Não
SKU
Em metadados
ISBN
Em metadados
Tamanho do arquivo
Em metadados