Sistemas de Informações Gerenciais e Operacionais

Autor(es): CRUZ, Tadeu
Visualizações: 45
Classificação: (0)

Com mais de 20 anos desde o lançamento, este livro chega à sua 5ª edição amplamente atualizado com o que há de mais moderno em metodologias e tecnologias que acompanham a evolução da Tecnologia de Informação.
Ao longo do livro, você aprenderá como os sistemas de informação são desenvolvidos tradicionalmente, sempre considerando todas as variáveis para que a Tecnologia de Informação seja uma importante aliada na administração de operações.
O livro conta com os seguintes temas:
TI: do plano estratégico ao plano operacional.
Antigas e novas estruturas organizacionais.
Regras básicas para administrar TI.

Business Process Management & BPM System.

Metodologia DOMP™.

CMMI (Capability Maturity Model Integration).

FORMATOS DISPONíVEIS

10 capítulos

Formato Comprar item avulso Adicionar à Pasta

Capítulo 1 Tecnologia da Informação: Do Plano Estratégico ao Plano Operacional

ePub Criptografado

OBJETIVOS DO CAPÍTULO

■ Apresentar os principais conceitos relacionados com o plano estratégico e sua ligação com o plano peracional.

■ Discutir as principais forças que governam as empresas.

■ Entender a importância do planejamento operacional.

■ Compreender a TI na perspectiva do planejamento estratégico.

PARA COMEÇAR

Comprar qualquer tipo de tecnologia sem que haja um planejamento estratégico que possa suportar essa compra é, na maioria das vezes, jogar dinheiro fora, pois tal tecnologia não estaria alinhada às necessidades estratégicas e operacionais da Organização.

Você concorda com esta afirmação?

Durante muito tempo, as Tecnologias da Informação foram tratadas e operacionalizadas pelas organizações com base em uma visão muito estreita, que as situavam apenas no pequeno mundo de um CPD.4 Eram tempos em que a informática servia muito mais aos propósitos do próprio órgão gestor da tecnologia que aos objetivos da empresa. Muitos erros foram cometidos por conta do caráter elitista que a informática tinha, principalmente pelo distanciamento que os usuários mantinham daquele ambiente e os profissionais de TI dos usuários.

 

Capítulo 2 Profissionais de ti e Seus Relacionamentos

ePub Criptografado

OBJETIVOS DO CAPÍTULO

■ Apresentar os principais conceitos relacionados com as operações de um departamento de sistemas nas décadas de 1960, 1970 e 1980.

■ Discutir os principais papéis funcionais existentes: analista de O&M, analista de sistemas e programadores.

■ Entender a importância do gerenciamento de mudanças para a implantação de TI.

■ Compreender a visão estreita dos analistas de O&M de antes em face da visão holística dos analistas de processos de hoje.

PARA COMEÇAR

Enxergar a Organização apenas por meio de suas rotinas, formulários e leiaute não permitia que os analistas de O&M vissem o TODO! Esta visão só mudou quando se começou a falar de processos e de qualidade total, em meados da década de 1980.

Você já tinha pensado nisso?

Nas décadas de 1960, 1970 e 1980, três tipos de profissionais encontravam-se envolvidos na tarefa de mecanizar, por meio de computadores mainframes, as atividades que as organizações executavam.

 

Capítulo 3 Regras Básicas Para Administrar ti

ePub Criptografado

OBJETIVOS DO CAPÍTULO

■ Apresentar as principais regras para administrar Tecnologias da Informação.

■ Discutir os custos de aquisição e operação de Tecnologias da Informação.

■ Entender a importância do orçamento de investimentos e do orçamento operacional.

■ Compreender como calcular o retorno sobre o investimento feito em TI.

PARA COMEÇAR

A Administração de TI é composta de um conjunto de regras que devem ser seguidas por quem quiser dar-se bem gerenciando uma área de informática e o relacionamento desta com seus usuários. É inadmissível que um gerente de informática não saiba quanto gasta sua área para operar e disponibilizar a informação na empresa (e existem gerentes assim). Ou, ainda, é inadmissível também ter um gerente que, sem qualquer previsão ou plano, atua por encomenda (também existem gerentes assim, e muitos outros são dos dois tipos).

Você conhece estes tipos de gerentes de TI?

Vamos começar a falar em algo muito crítico e sensível para qualquer organização nos dias atuais: custos.

 

Capítulo 4 as Ondas de ti e Suas Implicações

ePub Criptografado

OBJETIVOS DO CAPÍTULO

■ Apresentar a evolução das Tecnologias da Informação nestes quase 60 anos de uso pelas Organizações.

■ Discutir os principais pontos de diferenciação das Eras de TI.

■ Entender como a evolução das Tecnologias da Informação se deu e qual o futuro imediato delas.

■ Compreender o alcance e o impacto das Tecnologias da Informação em nossa vida.

PARA COMEÇAR

Desde o início de vida nas organizações, período que chamo de computação comercial, as Tecnologias da Informação chegam até nós em ondas, da mesma forma como as do mar!

Então, como você imagina que estas ondas impactam no nosso dia a dia pessoal e profissional?

As Tecnologias da Informação chegam à nossa vida, e à das organizações, em movimentos cíclicos e, na maioria das vezes, regulares. Basta que cada onda de TI se espraie sobre a “nossa praia” para que logo haja um movimento de refluxo formando outra onda, que continuará a nos atingir de forma continuada, sem nos dar tempo de absorver e utilizar corretamente cada tecnologia.

 

Capítulo 5 Business Process Management & BPM System

ePub Criptografado

OBJETIVOS DO CAPÍTULO

■ Apresentar os principais conceitos relacionados com BPM & BPMS.

■ Discutir as principais utilizações de softwares colaborativos.

■ Entender a importância do trabalho colaborativo.

■ Compreender como o trabalho pode passar de manual para automatizado por meio de uma ferramenta de Workflow.

PARA COMEÇAR

A forma como trabalhávamos nas áreas administrativas e na indústria de serviços até quase o final do século XX impedia-nos de ver a organização como um todo. Isto é, enxergávamos apenas nossa própria atividade e, salvo raras exceções, outras poucas que estivessem ao alcance de nossas mãos e dos nossos olhos, ainda que muitas atividades não se relacionassem com a nossa própria atividade.

Na empresa onde você trabalha, que tipo de operação existe, manual ou automatizada?

Exceto as indústrias de manufaturas, discretas e de transformação, que desde cedo aprenderam o que são processos, todos os outros setores econômicos só vieram a descobri-los no fim da década de 1990. Aliás, embora hoje muito se escreva, fale e discuta sobre processos de negócio (business processes), raras são as organizações que, efetivamente, os gerenciam e são gerenciadas por meio deles.

 

Capítulo 6 Modelo Tradicional Para Análise de Sistemas

ePub Criptografado

OBJETIVOS DO CAPÍTULO

■ Apresentar os principais modelos tradicionais para análise de sistemas de informações.

■ Discutir os principais pontos de dificuldade para se construir sistemas por este método.

■ Entender a importância da estrutura organizacional na construção de qualquer sistema de informação.

■ Compreender a importância do alinhamento das metas com os sistemas de informações.

PARA COMEÇAR

Era comum nas empresas haver o sistema financeiro, o sistema contábil, o sistema administrativo, o sistema comercial e por aí afora. Era como se existissem inúmeras empresas dentro da empresa principal.

Você acha que esta situação ainda persiste atualmente?

Em muitas empresas que ainda não conseguiram adaptar-se às novas exigências de integração organizacional, os sistemas de informações ainda são desenvolvidos baseados em conceitos e técnicas que já foram deixados por outras empresas cuja estrutura operacional está orientada a processos. Entretanto, para ser completo sem ser extenso, este livro precisa mostrar como, ainda hoje, empresas que ainda não adaptaram suas estruturas a novas formas de produção, e não fazem uso de tecnologias atuais, buscam informatizar suas operações. Geralmente, são empresas desintegradas na forma de operar. O destaque na palavra “desintegradas” é proposital. Serve para enfatizar que é necessário que a informática seja usada como amálgama para ligar as várias partes que compõem qualquer empresa, fazendo com que elas se tornem mais produtivas por meio da flexibilidade adquirida com o uso das novas tecnologias de informação.

 

Capítulo 7 Metodologia Domp™ – Subconjunto Operar

ePub Criptografado

OBJETIVOS DO CAPÍTULO

■ Apresentar o método OPERAR, subconjunto da Metodologia DOMP™.

■ Discutir os principais pontos de atenção na construção de um sistema de informações por meio da análise essencial.

■ Entender a importância de cada uma das fases do subconjunto OPERAR: Organizar, Planejar, Executar, Revisar, Agir e Realimentar.

■ Compreender como a análise essencial é importante para que bons sistemas de informações sejam desenvolvidos.

PARA COMEÇAR

Precisamos desenvolver sistemas de informações com base no princípio da motivação estratégica, para que sejam eficazmente aproveitados.

Contudo, será que desenvolver sistemas com esta preocupação é tão crucial assim?

Neste capítulo, vamos aprender como desenvolver Sistemas de Informações alinhados com as necessidades estratégicas da organização, voltados às necessidades essenciais a seu desenvolvimento e dentro de padrões de qualidade aceitos universalmente.

 

Capítulo 8 Capability Maturity Model – Integration (CMM-I)

ePub Criptografado

OBJETIVOS DO CAPÍTULO

■ Apresentar a metodologia para qualidade de software Capability Maturity ModelIntegration.

■ Discutir os principíos da certificação para qualidade de software e seus cinco níveis de especialização e aprimoramento.

■ Entender como desenvolver softwares de qualquer espécie e para qualquer finalidade obedecendo a padrões de qualidade.

■ Compreender a TI na perspectiva das normas para a qualidade de softwares.

PARA COMEÇAR

As normas e certificações foram criadas para garantir a qualidade de um produto mediante melhoria dos processos que o produzem e, consequentemente, da eliminação dos problemas relacionados com a produção do bem ou serviço.

Será esta premissa válida para a produção de softwares?

Muitas empresas vivem de criar e desenvolver sistemas para outras empresas, mas a maioria não consegue “entregar” o produto a seus clientes dentro do prazo e dos custos estimados e contratados.

 

Capítulo 9 Gerenciando Mudanças

ePub Criptografado

OBJETIVOS DO CAPÍTULO

■ Apresentar os principais problemas relacionados com qualquer mudança organizacional.

■ Discutir as principais forças que influenciam os comportamentos organizacionais na mudança.

■ Entender os quatro quadrantes da mudança organizacional.

■ Compreender como é possível realizar mudanças bem-sucedidas.

PARA COMEÇAR

“Quando os ventos de mudança sopram, umas pessoas levantam barreiras, outras constroem moinhos de vento.” (Erico Verissimo)

A qual categoria você pertence?

Muitos executivos, com os quais tenho mantido contato e para os quais tenho prestado consultoria em Tecnologia de Informação, dos mais diversos ramos de atividade, têm as mesmas perguntas:

– Agora que investi milhares, ou mesmo milhões, de dólares em equipamentos e sistemas, minha empresa vai ser mais produtiva?

– Os funcionários serão mais participativos?

– Finalmente seremos organizados?

– Passaremos a usar toda essa maravilhosa tecnologia para planejar e executar com mais eficiência e eficácia nossa operação?

 

Respostas dos Exercícios

ePub Criptografado

1. A resposta certa é a alternativa “a”. Porque a tecnologia era caríssima, problemática para manter, difícil de usar e causava muita dor de cabeça aos usuários. (Seção 1.1)

2. A resposta certa é a alternativa “b”. SWOT é um acrônimo de Forças (Strengths), no português chamamos também de Pontos Positivos, Fraquezas (Weaknesses), Pontos Negativos, Oportunidades (Opportunities) e Ameaças (Threats). (Seção 1.4)

3. A resposta certa é a alternativa “e”. É necessário analisar os clientes atuais e os clientes potenciais. Em quais mercados a empresa atua ou tenha pretensão de vir a atuar. Curvas de demanda, custos e preços. Existem várias ferramentas para este tipo de análise ser feita. Podemos começar pela matriz do Boston Consulting Group (BCG). (Seção 1.4)

4. A resposta certa é a alternativa “c”. A criação dos objetivos estratégicos para os próximos três, cinco anos, com a necessidade de revisá-los a cada 12 meses, ou sempre que surgirem fatos novos e/ou relevantes que nos obriguem a tal revisão. (Seção 1.4)

 

Detalhes do Produto

Livro Impresso
Book
Capítulos

Formato
ePub
Criptografado
Sim
SKU
BPE0000270936
ISBN
9788597022896
Tamanho do arquivo
4,6 MB
Impressão
Desabilitada
Cópia
Desabilitada
Vocalização de texto
Não
Formato
ePub
Criptografado
Sim
Impressão
Desabilitada
Cópia
Desabilitada
Vocalização de texto
Não
SKU
Em metadados
ISBN
Em metadados
Tamanho do arquivo
Em metadados