Enfermagem Materno-Neonatal e Saúde da Mulher

Autor(es): Susan Scott Ricci
Visualizações: 26
Classificação: (0)

Aspectos reprodutivos da mulher e assistência à gestante e ao neonato. O livro Enfermagem Materno-Neonatal e Saúde da Mulher, em sua quarta edição, mantém como base o processo de Enfermagem, trazendo estudos de caso integrados e procedimentos atualizados.

Esta edição permanece fiel ao seu objetivo primordial de fornecer a estudantes e profissionais de Enfermagem um conteúdo de excelência sobre os aspectos reprodutivos da mulher e a assistência à gestante e ao neonato. Além disso, traz diversas novidades, como mais detalhes sobre os aspectos culturais e globais da maternidade e da assistência de saúde às mulheres.

Com este livro, estudantes e profissionais de Enfermagem terão informações de grande importância para uma tomada de decisão correta, segura e eficaz.

Destaques desta edição:

• Revisão dos casos de pacientes apresentados no início dos capítulos e desdobrados ao longo do texto, que possibilitam aplicar conceitos teóricos a situações reais;

• Seções Procedimento de Enfermagem atualizadas, que contêm ilustrações e explicações didáticas sobre cuidados de Enfermagem;

• Novos estudos de caso ao fim dos capítulos, que ajudam na correlação entre o aprendizado e a prática clínica;

• Novos boxes Domínio de conceito, com informações que auxiliam na compreensão de tópicos complexos;

• Diretrizes de Ensino atualizadas, importantes para preparar os estudantes e profissionais para a orientação das famílias dos pacientes;

• Boxes Prática Baseada em Evidências adicionais, que apresentam intervenções e prática de enfermagem; e

• Mais de 700 questões – entre as do livro e as do material suplementar online – para a revisão de conceitos importantes e preparação para provas e exames.

FORMATOS DISPONíVEIS

Impresso
eBook

24 capítulos

Formato Comprar item avulso Adicionar à Pasta

1 Perspectivas sobre os Cuidados de Saúde Materno-Neonatal e da Mulher

ePub Criptografado

PALAVRAS-CHAVE

Affordable Care Act (ACA)

Competência cultural

Cuidado centrado na família

Cultura

Doula

Enfermeiro obstetra Família

Gerenciamento de caso Mortalidade

Prática de enfermagem baseada em evidências

Taxa de mortalidade fetal

Taxa de mortalidade infantil

Taxa de mortalidade materna

Taxa de mortalidade neonatal

Termo de consentimento livre e informado

Após a conclusão do capítulo, o leitor será capaz de:

1. Caracterizar os principais marcos na evolução do parto nos EUA.

2. Delinear os principais componentes, conceitos e influências associados à conduta de enfermagem de mulheres e de suas famílias.

3. Comparar as definições anteriores de saúde e doença com as definições atuais.

4. Examinar os fatores que afetam a saúde materno-neonatal e da mulher.

5. Avaliar como a sociedade e a cultura influenciam a saúde das mulheres e de suas famílias.

 

2 Cuidados Comunitários Centrados na Família

ePub Criptografado

PALAVRAS-CHAVE

Competência cultural

Comunidade

Enfermagem comunitária

Enfermagem em saúde comunitária

Enfermagem em saúde pública

Epidemiologia

População

Prevenção primária

Prevenção secundária

Prevenção terciária

Promoção da saúde

Após a conclusão do capítulo, o leitor será capaz de:

1. Definir as principais palavras utilizadas neste capítulo.

2. Examinar os principais componentes e elementos dos cuidados de saúde comunitários centrados na família.

3. Explicar os motivos para o aumento da ênfase em cuidados comunitários.

4. Diferenciar a enfermagem comunitária da enfermagem nas unidades de atendimento agudo.

5. Integrar os diferentes níveis de prevenção em enfermagem comunitária, fornecendo exemplos de cada um.

6. Citar exemplos de questões culturais que possam ser enfrentadas na prestação de cuidados comunitários.

 

3 Anatomia e Fisiologia do Sistema Genital

ePub Criptografado

PALAVRAS-CHAVE

Colo do útero

Endométrio

Estrogênio

Hormônio foliculoestimulante (FSH)

Hormônio luteinizante (LH)

Mamas

Menarca

Menstruação

Ovários

Ovulação

Pênis

Progesterona

Pudendo feminino (vulva)

Testículos

Tubas uterinas

Útero

Vagina

Após a conclusão do capítulo, o leitor será capaz de:

1. Comparar a estrutura e a função dos principais órgãos genitais femininos externos e internos.

2. Descrever as fases do ciclo menstrual, os principais hormônios envolvidos e as mudanças que ocorrem em cada fase.

3. Classificar as estruturas genitais masculinas externas e internas e a função de cada uma na regulação hormonal.

Linda, de 49 anos de idade, começou a menstruar quando tinha 12 anos. Seus ciclos menstruais sempre foram regulares, mas agora ela está apresentando ciclos irregulares, mais intensos e mais longos. Ela se pergunta se há algo errado ou se isso é normal.

 

4 Questões Comuns Relacionadas com a Reprodução

ePub Criptografado

PALAVRAS-CHAVE

Aborto

Abstinência sexual

Acetato de medroxiprogesterona

Amenorreia

Anel vaginal

Capuz cervical

Coito interrompido

Conscientização da fertilidade

Contracepção

Contracepção de emergência (CE)

Contraceptivos orais (CO)

Diafragma

Dismenorreia

Dispareunia

Dispositivo intrauterino (DIU)

Endometriose

Esponja contraceptiva

Esterilização

Implante

Infertilidade

Laqueadura tubária

Método sintotérmico

Método de amenorreia lactacional (MAL)

Método do muco cervical

Osteoporose

Preservativos

Sangramento uterino anormal (SUA)

Síndrome pré-menstrual (SPM)

Sistema transdérmico

Tabela dos dias férteis (TDF)

Temperatura corporal basal (TCB)

Transição para a menopausa

Vasectomia

Após a conclusão do capítulo, o leitor será capaz de:

1. Examinar questões comuns relacionadas com a reprodução em termos de sinais/sintomas, exames complementares e intervenções apropriadas.

 

5 Doenças/Infecções Sexualmente Transmissíveis

ePub Criptografado

PALAVRAS-CHAVE

Candidíase genital/vulvovaginal (CVV)

Doença inflamatória pélvica (DIP)

Doença/infecção sexualmente transmissível (DST/IST)

Gonorreia

Sífilis

Tricomoníase

Vaginose bacteriana

Após a conclusão do capítulo, o leitor será capaz de:

1. Avaliar a disseminação e o controle das doenças/infecções sexualmente transmissíveis.

2. Identificar os fatores de risco e delinear as orientações apropriadas à paciente necessárias nas doenças/infecções sexualmente transmissíveis mais comuns.

3. Descrever como os contraceptivos podem atuar na prevenção de doenças/infecções sexualmente transmissíveis.

4. Analisar os aspectos fisiológicos e psicológicos das doenças/infecções sexualmente transmissíveis.

5. Delinear a conduta de enfermagem necessária para mulheres com infecções sexualmente transmissíveis.

Sandy, de 19 anos de idade, não conseguia imaginar como essas “coisas” apareceram “lá embaixo”, em sua área genital, na semana passada. A adolescente estava com vergonha de contar a alguém, então foi ao serviço de saúde da faculdade para descobrir do que se tratava.

 

6 Distúrbios das Mamas

ePub Criptografado

PALAVRAS-CHAVE

Alterações fibrocísticas da mama

Aumento das mamas

Autoexame da mama (AEM)

Câncer de mama

Carcinoma

Cirurgia com preservação da mama

Doença benigna da mama

Ectasia ductal

Fibroadenomas

Hormonoterapia (terapia endócrina)

Implantes mamários

Mamografia

Mastectomia radical modificada

Mastectomia simples

Mastite

Quimioterapia

Após a conclusão do capítulo, o leitor será capaz de:

1. Identificar a incidência, os fatores de risco, os métodos de rastreamento e as modalidades de tratamento para condições benignas da mama.

2. Avaliar os motivos de realizar aumento das mamas, inclusive os benefícios e riscos potenciais.

3. Delinear estratégias de prevenção do câncer de mama por meio de mudanças de estilo de vida e rastreamento de saúde.

4. Analisar a incidência, os fatores de risco, as modalidades de tratamento e as considerações de enfermagem relacionadas com o câncer de mama.

 

7 Doenças Benignas do Sistema Genital Feminino

ePub Criptografado

PALAVRAS-CHAVE

Cisto ovariano Cistocele

Enterocele

Exercícios dos músculos do assoalho pélvico (exercícios de Kegel)

Incontinência urinária

Miomas uterinos

Pessários

Pólipos

Prolapso de órgãos pélvicos (POP)

Prolapso uterino

Retocele

Síndrome dos ovários policísticos (SOP)

Após a conclusão do capítulo, o leitor será capaz de:

1. Caracterizar os principais distúrbios do relaxamento pélvico em termos de etiologia, tratamento e intervenções de enfermagem.

2. Delinear a conduta de enfermagem necessária para os distúrbios genitais benignos mais comuns em mulheres.

3. Avaliar a incontinência urinária em termos de patologia, manifestações clínicas, opções de tratamento e efeitos na qualidade de vida.

4. Comparar os vários tumores benignos quanto a seus sinais e sintomas e manejo.

5. Analisar o impacto emocional da síndrome do ovário policístico e o papel do enfermeiro como conselheiro, orientador e defensor.

 

8 Cânceres do Sistema Genital Feminino

ePub Criptografado

PALAVRAS-CHAVE

Câncer de endométrio

Câncer de ovário

Câncer de vagina

Câncer de vulva

Câncer do colo do útero

Colposcopia

Conização do colo do útero (biopsia em cone)

Crioterapia

Displasia do colo do útero

Papilomavírus humano

Teste de Papanicolaou

Após a conclusão do capítulo, o leitor será capaz de:

1. Avaliar os principais fatores de risco modificáveis para os cânceres do sistema genital.

2. Analisar os métodos de rastreamento e as modalidades de tratamento para os cânceres do sistema genital feminino.

3. Delinear a conduta de enfermagem necessária para as neoplasias malignas do sistema genital mais comuns em mulheres.

4. Examinar as mudanças de estilo de vida e os rastreamentos em saúde que podem reduzir o risco ou prevenir o câncer do sistema genital.

5. Avaliar pelo menos três recursos de sites disponíveis para a mulher com diagnóstico de câncer do sistema genital.

 

9 Violência e Maus-Tratos

ePub Criptografado

PALAVRAS-CHAVE

Abuso de menor

Abuso sexual

Ciclo de violência

Estupro

Estupro em encontro (date rape)

Estupro por pessoa conhecida

Incesto

Mutilação genital feminina (MGF)

Síndrome da mulher espancada

Tráfico de pessoas

Transtorno de estresse pós-traumático (TEPT)

Violência por parceiro íntimo (VPI)

Após a conclusão do capítulo, o leitor será capaz de:

1. Examinar a incidência de violência contra mulheres.

2. Caracterizar o ciclo de violência e as intervenções adequadas.

3. Avaliar os vários mitos e fatos relacionados com a violência.

4. Analisar a dinâmica do estupro e do abuso sexual.

5. Selecionar os recursos disponíveis para as mulheres vítimas de maus-tratos.

6. Delinear o papel do profissional de enfermagem que cuida de mulheres vítimas de maus-tratos.

 

10 Desenvolvimento Fetal e Genética

ePub Criptografado

PALAVRAS-CHAVE

Aconselhamento genético

Alelo

Blastocisto

Cariótipo

Cordão umbilical

Estágio embrionário

Estágio fetal

Estágio pré-embrionário

Fenótipo

Fertilização

Genes

Genética

Genoma

Genômica

Genótipo

Heterozigoto

Homozigoto

Monossomias

Mórula

Mutação

Placenta

Poliploidia

Teratógeno

Trissomias

Trofoblasto

Zigoto

Zona pelúcida

Após a conclusão do capítulo, o leitor será capaz de:

1. Caracterizar o processo de fertilização, implantação e diferenciação celular.

2. Examinar as funções da placenta, do cordão umbilical e do líquido amniótico.

3. Delinear o desenvolvimento fetal normal desde a concepção até o nascimento.

4. Comparar os diversos padrões de herança, incluindo aqueles não tradicionais.

5. Analisar exemplos de questões éticas e legais que cercam o teste genético.

 

11 Adaptação Materna durante a Gestação

ePub Criptografado

PALAVRAS-CHAVE

Anemia fisiológica da gravidez

Balotamento

Contrações de Braxton Hicks

Ingestão dietética de referência (IDR)

Linha nigra

Percepção dos primeiros movimentos fetais

Pica

Sinal de Chadwick

Sinal de Goodell

Sinal de Hegar

Trimestre

Após a conclusão do capítulo, o leitor será capaz de:

1. Diferenciar entre os sinais subjetivos (presuntivos), objetivos (prováveis) e diagnósticos (positivos) de gravidez.

2. Descrever as alterações fisiológicas maternas que ocorrem durante a gestação.

3. Resumir as necessidades nutricionais da gestante e do feto.

4. Caracterizar as alterações emocionais e psicológicas que ocorrem durante a gestação.

Marva, de 17 anos de idade, procurou o ambulatório queixandose de intoxicação alimentar e dizendo que precisava de uma consulta médica de urgência. Quando o enfermeiro lhe fez perguntas adicionais sobre sua condição, Marva informou que estava enjoada e que se sentia “muito cansada” há vários dias. Ela parou de comer para evitar mais náuseas e vômitos.

 

12 Conduta de Enfermagem durante a Gestação

ePub Criptografado

PALAVRAS-CHAVE

Alfafetoproteína

Amniocentese

Biopsia de vilosidades coriônicas (BVC)

Cuidados preconcepcionais

Gesta

Gestações de alto risco

Linha nigra

Orientação perinatal

Para

Parto natural

Perfil biofísico (PBF)

Após a conclusão do capítulo, o leitor será capaz de:

1. Relacionar as informações comumente coletadas na consulta pré-natal inicial.

2. Determinar um plano de vida reprodutivo adequado de acordo com o perfil de risco do casal.

3. Selecionar as avaliações realizadas em consultas de acompanhamento pré-natal.

4. Avaliar os exames solicitados para determinar o bem-estar materno-fetal, incluindo a conduta de enfermagem para cada um.

5. Delinear a conduta de enfermagem adequada para promover o autocuidado materno e minimizar os desconfortos comuns da gestação.

6. Examinar os principais componentes das orientações perinatais.

 

13 Processo de Trabalho de Parto e Parto

ePub Criptografado

PALAVRAS-CHAVE

Altura da apresentação

Apagamento

Apresentação

Atitude

Descida

Dilatação

Doula

Duração

Frequência

Insinuação

Intensidade

Moldagem

Posição

Situação

Após a conclusão do capítulo, o leitor será capaz de:

1. Relacionar os sinais premonitórios de trabalho de parto.

2. Comparar e estabelecer as diferenças entre o trabalho de parto verdadeiro e o trabalho de parto falso.

3. Categorizar os fatores essenciais que influenciam o trabalho de parto e o parto.

4. Analisar os movimentos cardinais do trabalho de parto.

5. Avaliar as respostas maternas e fetais ao trabalho de parto e ao parto.

6. Classificar as fases do trabalho de parto e os principais eventos de cada fase.

7. Caracterizar as alterações fisiológicas/psicológicas normais que ocorrem durante as quatro fases do trabalho de parto.

 

14 Conduta de Enfermagem durante o Trabalho de Parto e o Parto

ePub Criptografado

PALAVRAS-CHAVE

Acelerações

Alterações periódicas da linha de base

Analgesia/anestesia neuraxial

Artefato

Coroamento

Desaceleração

Episiotomia

Linha de base da frequência cardíaca fetal

Manobras de Leopold

Monitoramento eletrônico fetal (MEF)

Variabilidade da linha de base

Após a conclusão do capítulo, o leitor será capaz de:

1. Examinar as medidas utilizadas para avaliar o estado da mãe durante o trabalho de parto e o parto.

2. Diferenciar as vantagens e desvantagens do monitoramento fetal interno e externo, incluindo a utilização adequada de cada um.

3. Escolher as intervenções de enfermagem apropriadas para lidar com padrões de frequência cardíaca fetal não tranquilizadores.

4. Delinear o papel do profissional de enfermagem na avaliação fetal.

5. Avaliar as várias estratégias de promoção do conforto e alívio da dor usadas durante o trabalho de parto.

 

15 Adaptações Pós-Parto

ePub Criptografado

PALAVRAS-CHAVE

Apego

Atonia uterina

Fase dependente

Fase dependenteindependente

Fase interdependente

Ingurgitamento

Interação genitor-filho

Involução

Lactação

Lóquios

Puerpério

Após a conclusão do capítulo, o leitor será capaz de:

1. Examinar as alterações fisiológicas sistêmicas que ocorrem na puérpera após o parto.

2. Determinar as alterações psicológicas que ocorrem na puérpera após o parto.

3. Correlacionar as medidas de autocuidado materno a serem implementadas no período pós-parto.

4. Integrar as dimensões dos cuidados pós-parto à família multicultural.

5. Planejar os cuidados de enfermagem pós-parto de modo a fomentar a ligação da mãe com o recém-nascido.

6. Avaliar as fases de ajuste ao papel de mãe e os comportamentos associados.

 

16 Conduta de Enfermagem durante o Período Pós-Parto

ePub Criptografado

PALAVRAS-CHAVE

Apego

Banho de assento

Exercícios do assoalho pélvico

Formação de vínculo

Frasco de irrigação perineal

Melancolia pós-parto

Posição face a face

Após a conclusão do capítulo, o leitor será capaz de:

1. Caracterizar as adaptações fisiológicas e psicológicas normais para o período pós-parto.

2. Determinar os parâmetros que precisam ser avaliados durante o período pós-parto.

3. Comparar e contrastar a criação de vínculo com o processo de apego.

4. Selecionar comportamentos que estimulem ou inibam o processo de apego.

5. Delinear a conduta de enfermagem para a puérpera e sua família durante o período pós-parto.

6. Examinar o papel do profissional de enfermagem na promoção da amamentação bem-sucedida.

7. Delinear as áreas de educação em saúde necessárias para o planejamento da alta, o atendimento domiciliar (home care) e o acompanhamento.

 

17 Transição do Recém-Nascido

ePub Criptografado

PALAVRAS-CHAVE

Ambiente térmico neutro

Estresse pelo frio

Icterícia

Mecônio

Período neonatal

Reflexo

Respiração periódica

Resposta neurocomportamental

Surfactante

Termorregulação

Após a conclusão do capítulo, o leitor será capaz de:

1. Examinar as principais alterações fisiológicas que ocorrem durante a transição do recém-nascido para a vida extrauterina.

2. Determinar os principais desafios enfrentados pelo recém-nascido durante a transição para a vida extrauterina.

3. Interpretar os fatores que influenciam a iniciação da respiração do recém-nascido.

4. Comparar e confrontar as alterações cardiovasculares que ocorrem desde a circulação fetal até a circulação extrauterina após o parto.

5. Relatar três características que predisponham os recém-nascidos a perda de calor após o parto.

 

18 Conduta de Enfermagem para o Recém-Nascido

ePub Criptografado

PALAVRAS-CHAVE

Acrocianose

Bossa serossanguinolenta

Céfalo-hematoma

Circuncisão

Eritema tóxico

Escore de Apgar

Fototerapia

Hemangioma em morango (hemangioma capilar)

Idade gestacional

Imunização

Mancha vinho do Porto

Manchas mongólicas

Manchas salmão

Mília

Moldagem

Oftalmia neonatal

Pérolas de Epstein

Pseudomenstruação

Rapto infantil

Sinal de arlequim

Vérnix caseoso

Após a conclusão do capítulo, o leitor será capaz de:

1. Realizar as avaliações necessárias durante o período neonatal imediato.

2. Empregar intervenções que atendam às necessidades imediatas do recém-nascido a termo.

3. Demonstrar os componentes do exame físico típico do recém-nascido.

4. Distinguir variações comuns que possam ser observadas durante o exame físico do recém-nascido.

5. Caracterizar problemas comuns no recém-nascido e as intervenções apropriadas.

 

Carregar mais


Detalhes do Produto

Livro Impresso
Book
Capítulos

Formato
ePub
Criptografado
Sim
SKU
BPE0000270898
ISBN
9788527735711
Tamanho do arquivo
67 MB
Impressão
Desabilitada
Cópia
Desabilitada
Vocalização de texto
Não
Formato
ePub
Criptografado
Sim
Impressão
Desabilitada
Cópia
Desabilitada
Vocalização de texto
Não
SKU
Em metadados
ISBN
Em metadados
Tamanho do arquivo
Em metadados