Lingerie: Da Antiguidade à Cultura Pop

Autor(es): SCOTT, Lesley
Visualizações: 102
Classificação: (0)

Desde o seu surgimento, a lingerie desempenhou funções diversas, como as de prover sustentação e moldar o corpo, além de servir como acessório primordial de sedução. Nos dias atuais, sua função tem sido não apenas de esconder, mas, principalmente, de revelar. Este item especial do vestuário feminino atingiu tal magnitude que pode representar, também, o segredo da autoconfiança e do bem-estar de muitas mulheres. Lingerie – da Antiguidade à Cultura Pop levará você a uma viagem através da fascinante história da roupa íntima feminina, desde as cintas e as primeiras versões do sutiã e do espartilho até peças modernas, como as de alto desempenho, revelando belíssimas imagens que marcaram época, fatos curiosos e a influência de artistas e estilistas – tais como Jean-Paul Gaultier e Vivienne Westwood – na reinvenção da lingerie.

FORMATOS DISPONíVEIS

eBook

Disponível no modelo assinatura da Minha Biblioteca

8 capítulos

Formato Comprar item avulso Adicionar à Pasta

A lingerie desde a antiguidade até o século XIX

PDF Criptografado

A lingerie desde a antiguidade até o século XIX

Imagens da antiguidade mostram as mulheres vestindo roupas semelhantes à lingerie. A estatueta da deusa minoica das serpentes veste com orgulho uma roupa que parece um espartilho, enquanto as “Garotas de biquíni” da Roma antiga usam roupas desconfortavelmente apertadas com o propósito evidente de sustentar os seios. Na era medieval, as roupas íntimas costumavam esconder e achatar o corpo, em vez de realçá-lo. Os espartilhos que serviam para sustentar e reduzir medidas atingiram extremos na corte francesa de Catarina de Médici, no século XVI, época em que se considerava ideal uma cintura de 33 cm. No mesmo período, as saias foram ampliadas para dar ênfase ao pequeno tamanho da cintura; no final do século XVIII, uma série de roupas íntimas complexas era necessária para sustentar as saias da moda.

13

IW Lingerie 012-051 Ch1 UK.indd 13

25/4/13 8:26 AM

A estatueta da deusa minoica das serpentes, 1600 a.C., veste uma espécie de espartilho

 

A lingerie no século XIX

PDF Criptografado

A lingerie no século XIX

A Revolução Francesa de 1789 sinalizou uma grande mudança política e social. Saias amplas, corpetes exagerados, anáguas e paniers complexos foram jogados fora com o antigo regime, e estilos românticos mais simples com cinturas largas foram adotados, exigindo o mínimo de roupas íntimas.

Porém, em meados da década de 1820, o tamanho da cintura diminuiu novamente, e o espartilho, que depois passou a se chamar corset, entrou de novo na moda, dessa vez criando uma forma mais parecida com a “ampulheta”.

O século XIX presenciou uma série de avanços tecnológicos no desenho dos corpetes, incluindo uma renda elástica, bem como elaborações complicadas, como as crinolinas e anquinhas, desenvolvidas para dar suporte às elegantes saias da época.

53

IW Lingerie 052-069 Ch2 UK.indd 53

25/4/13 8:27 AM

Neste retrato da Madame Récamier do início do século XIX, de François

Gérard, as roupas eram minimalistas

Vestidos delicados e esvoaçantes, com um evidente toque do século XIX

 

Da invenção do sutiã até os anos 1950

PDF Criptografado

Da invenção do sutiã até os anos 1950

Na década de 1890, surgiram as primeiras versões da lingerie, que acabou por se tornar um item indispensável no guarda-roupa das mulheres. A princípio um tipo de espartilho dividido, o brassière foi aperfeiçoado por uma série de estilistas empreendedoras, até que nos anos 1930 a produção em massa permitiu que o sutiã fosse acessível a todas. Os novos tecidos elásticos e a invenção das taças deixaram o sutiã mais confortável e sofisticado, e o busto se tornava uma zona erógena cada vez mais importante. Provavelmente, a história do sutiã atingiu o seu apogeu com as belas Sweater Girls, como Lana Turner, que usavam sutiãs cônicos para valorizar ao máximo seus atributos.

71

IW Lingerie 070-103 Ch3 UK.indd 71

25/4/13 8:28 AM

Pedido de patente de

Mary Phelps para o

“brassière frente única”

IW Lingerie 070-103 Ch3 UK.indd 72

25/4/13 8:28 AM

Da invenção Do sutiã até os anos 1950

A invenção do sutiã

 

A lingerie desde os anos 1960 até os dias de hoje

PDF Criptografado

A lingerie desde os anos

1960 até os dias de hoje

Enquanto na década de 1950 era inadmissível que uma mulher decente saísse de casa sem um sutiã de firme sustentação – possivelmente um bustiê – e uma cinta para controlar e achatar a barriga, nos anos 1960 houve uma mudança radical em relação ao uso da roupa íntima. O corpo da moda era mais infantil, com modelos que quase não tinham seios, tais como Twiggy, ao passo que o surgimento do movimento feminista significava que muitas mulheres não estavam mais dispostas a se achatar em nome da moda.

Mais tarde, ainda que os avanços na tecnologia de tecidos e desenhos tenham conduzido a uma nova gama de roupas

íntimas modeladoras confortáveis, outras mulheres optavam por dietas e exercícios aeróbicos para tonificar o corpo, o que tornava as vestimentas de contenção em parte redundantes.

105

IW Lingerie 104-121 Ch4 UK.indd 105

25/4/13 8:28 AM

Cena do filme Boneca de carne

(1956) de Elia Kazan

 

A lingerie na cultura popular: cinema, música e dança

PDF Criptografado

A lingerie na cultura popular: cinema,música e dança

O poder dos filmes de transformar um visual em uma tendência mundial data dos anos 1920 e 1930, e o desenvolvimento da máquina de Hollywood se aplica tanto à lingerie quanto

à roupa de cima. Os filmes também usaram a lingerie para representar as mulheres como uma vasta gama de arquétipos, da pureza virginal a deusas vulgares do sexo e de vítimas a predadoras. Dançarinas e artistas da música usaram o simbolismo da lingerie para criar uma série de personalidades no palco, bem como para fazer protestos em relação à sociedade,

à cultura e à política. A mais recente, e uma das mais poderosas, representante dessa tendência é a polêmica Lady Gaga.

123

IW Lingerie 122-163 Ch5 UK.indd 123

25/4/13 8:38 AM

Lingerie: da antiguidade à cultura pop

A lingerie e a mulher ultramoderna

A forma como Madonna, definitivamente uma Material Girl, não apenas fez uso da sua sexualidade, mas também a exibiu para ganhar importante fama e fortuna, desafiou as noções feministas sobre o que poderia – e deveria

 

A lingerie nas artes gráficas e na cultura pop

PDF Criptografado

A lingerie nas artes gráficas e na cultura pop

Bem justa no corpo, a lingerie tem o poder de provocar fantasias melhor do que qualquer outra peça do vestuário.

Super-heroínas como a Mulher-Maravilha usam trajes que não são muito diferentes das roupas íntimas exóticas usadas orgulhosamente por heróis da ficção científica e, em tempos mais recentes, por habitantes de um mundo virtual – os avatares. Modelos vestindo lingeries têm sido uma inspiração para fotógrafos como Helmut Newton e

Guy Bourdin, cujas representações muitas vezes acabam declinando para o voyeurismo. Na cultura popular, o encanto associado à habilidade da lingerie em transformar um corpo fez ressurgir recentemente o interesse pelos corpetes e pela técnica de redução de medidas.

165

IW Lingerie 164-195 Ch6 UK.indd 165

25/4/13 8:39 AM

Milla Jovovich em figurino desenhado por Jean Paul

Gaultier

166

IW Lingerie 164-195 Ch6 UK.indd 166

25/4/13 8:39 AM

A lingerie nAs Artes gráficAs e nA culturA pop

 

Roupa íntima para todos os momentos: a lingerie no século XXI

PDF Criptografado

Roupa íntima para todos os momentos: a lingerie no século XXI

Por algum tempo pareceu que as lingeries absolutamente deslumbrantes eram reservadas apenas para ocasiões especiais e para o budoar. Mas, nos últimos 15 anos, houve uma explosão de disponibilidade de lingeries encantadoras, a todos os tipos de preço. Em lojas de departamento, redes de lojas e até mesmo em grandes promoções localizadas nos fundos de mercados, as mulheres podem encontrar lingeries atraentes com suporte e caimento melhores do que em qualquer outra época. Não há mais desculpas para usar aquele sutiã sem graça ou aquelas calçolas largas, quando você pode comprar algo bonito e apropriado por menos de

20 reais. E, como o tamanho dos seios das mulheres tem aumentado, os fabricantes também estão seguindo essa tendência, produzindo sutiãs para praticamente todo tipo de corpo.

197

IW Lingerie 196-205 Ch7 UK (CS 5.5).indd 197

25/4/13 8:40 AM

Sutiã de cetim retrô

Lingeries bonitas a preços acessíveis

 

Escolha, compra e cuidados com a lingerie

PDF Criptografado

Escolha, compra e cuidados com a lingerie

É verdade que uma lingerie bem certinha no corpo pode tanto empobrecer quanto valorizar uma roupa – e, hoje em dia, pode literalmente transformar a imagem de uma mulher e aumentar a gama de roupas que ela pode usar.

Uma grande variedade de tamanhos (existem na Europa sutiãs desde o tamanho AAA ao KK) significa que quase todo mundo poderá encontrar um sutiã que vista bem e favoreça a mulher. Lingeries bonitas se tornaram o foco principal das lojas atualmente, e até mesmo lojas com produtos mais acessíveis possuem conjuntos de sutiã e calcinha atraentes.

Na seção de peças luxuosas de uma loja, observa-se uma enorme variedade de lingeries elaboradas com requinte, que combinam os mais novos modelos com os mais finos tecidos.

207

IW Lingerie 206-221 Ch8 UK.indd 207

25/4/13 8:43 AM

Dicas para a escolha do sutiã

Para escolher a lingerie correta e cuidar dela de maneira apropriada, siga algumas das dicas da estilista Tina Gill.

 

Detalhes do Produto

Livro Impresso
Book
Capítulos

Formato
PDF
Criptografado
Sim
SKU
BPP0000269921
ISBN
9788520450161
Tamanho do arquivo
140 MB
Impressão
Desabilitada
Cópia
Desabilitada
Vocalização de texto
Não
Formato
PDF
Criptografado
Sim
Impressão
Desabilitada
Cópia
Desabilitada
Vocalização de texto
Não
SKU
Em metadados
ISBN
Em metadados
Tamanho do arquivo
Em metadados