Comunicação Aberta: Desenvolvendo a Cultura do Diálogo

Visualizações: 95
Classificação: (0)

A estratégia da Comunicação Aberta concretiza-se quando o ser humano encontra, em si mesmo, as respostas para os dilemas que o atormentam e o impedem de evoluir; quando o profissional percebe a força empreendedora da sua vocação e incrível potencial para o aperfeiçoamento contínuo; quando a empresa volta-se para o seu corpo funcional, buscando a fonte segura de soluções para o seu crescimento sustentado; quando as lideranças políticas passam a escutar os cidadãos, a fim de fundamentar ações (políticas públicas) e medidas em prol do progresso de todos, sem nenhum tipo de exclusão. É pelo caminho da comunicação que evoluímos, com desenvoltura, no ambiente organizacional, na sociedade e, principalmente, em nosso universo interior. A proposta desta obra é descomplicar a comunicação na vida pessoal, profissional e empresarial por meio de atitudes e comportamentos de abertura para o diálogo e o relacionamento humano. Assim, ela foi estruturada com textos concisos e objetivos para incentivar o desenvolvimento da Cultura do Diálogo pela reflexão individual ou por leituras interativas a serem realizadas por professores, em salas de aula, ou por equipes de trabalho, em ambientes corporativos. O livro expõe, em estilo leve, mas profundo, os fundamentos e as estratégias da comunicação e induz o leitor a pensar. É recomendado para estudantes, professores e profissionais de Comunicação, e para pessoas interessadas em melhorar sua forma de comunicação.

FORMATOS DISPONíVEIS

42 capítulos

Formato Comprar item avulso Adicionar à Pasta

1. Você é uma pessoa aberta ao diálogo?

PDF Criptografado

1. Você é uma pessoa aberta ao diálogo?

Atitudes positivas de comunicação estimulam o diálogo e a qualidade da comunicação interpessoal

“Conheça todas as teorias, domine todas as técnicas, mas, ao tocar uma alma humana, seja apenas outra alma humana.”

Carl Gustav Jung

Dialogar é uma arte que implica saber ouvir, saber aceitar o diferente, saber respeitar o discordante e, até mesmo, tolerar o que pode ser uma agressão verbal para não fechar a possibilidade de um entendimento.

Dialogar significa argumentar com embasamentos consistentes, respeito mútuo, precisão de informações e autocrítica. Dessa forma, torna-se possível o entendimento entre aqueles que são, inicialmente, desiguais, pois não se supõe, necessariamente, uma conversa consensual. A unilateralidade implica imposição de ideias por parte daquele que melhor fundamenta seus argumentos, o que inviabiliza a possibilidade de algum entendimento entre as pessoas envolvidas na conversação.

 

2. Você sabe ouvir?

PDF Criptografado

2. Você sabe ouvir?

Ouvir é o diferencial mais importante para o êxito na comunicação

“O que as pessoas mais desejam é alguém que as escute de maneira calma e tranquila.

Em silêncio, sem dar conselhos, sem que digam: se eu fosse você…”

Rubem Alves

Saber ouvir é o fator mais importante para o sucesso na comunicação e, ao mesmo tempo, um dos aspectos mais negligenciados no seu processo. De modo geral, ocupamo-nos mais em falar, em determinar conceitos e preconceitos, em expressar opiniões e ditar regras, do que em ouvir e estabelecer uma dinâmica de diálogo, que consiste em duas lógicas que se interagem, transitando no fluxo da compreensão mútua, da construção do entendimento e da consolidação do relacionamento.

A aptidão para saber ouvir é um dos mais importantes diferenciais para o êxito na comunicação interpessoal. Podemos chegar a essa conclusão ao percebermos a relação de causa e efeito entre comunicação eficaz e ações bem-sucedidas.

 

3. O silêncio também fala

PDF Criptografado

3. O silêncio também fala

Os segredos da comunicação não verbal

“Falo com meu corpo, e isso sem saber. Digo, portanto, sempre mais do que sei.

É aí que chego ao sentido da palavra sujeito no discurso analítico.

O que fala sem saber me faz eu sujeito do verbo.”

Jacques Lacan

A palavra falada é o método mais usual de comunicação entre as pessoas. Tendemos a considerar que a comunicação oral é o meio mais eficiente de transmitir uma mensagem. Entretanto, isso depende muito da capacidade de eloquência do emissor ao expressar a sua intenção de modo eficiente e da capacidade do receptor em saber ouvir, interpretar e compreender de forma precisa a mensagem recebida.

Em média, o impacto de uma mensagem sobre o ouvinte é garantido em apenas 7% pelas palavras (o que a pessoa diz); 38% pelo tom de voz e inflexão (a maneira como diz); e 55% pelo corpo, olhos, mãos, braços, pernas, dedos, ou seja, pelas expressões, atitudes e gestos (o comportamento).

 

4. Antes de falar, ponha-se a ouvir e pensar

PDF Criptografado

4. Antes de falar, ponha-se a ouvir e pensar

Pontos básicos da comunicação eficaz

“Todos nós somos um mistério para os outros e para nós mesmos.”

Érico Veríssimo

A história das empresas tem demonstrado que os problemas de comunicação são os principais responsáveis pela grande maioria dos erros operacionais, desacertos de gestão e conflitos interpessoais no trabalho.

Para a comunicação eficaz entre duas pessoas, é vital que se observem alguns pontos básicos, como:

� saiba o que vai dizer – procure “arrumar” as ideias. Trace o objetivo da mensagem, o que você deseja que os receptores da mensagem absorvam, qual o verdadeiro propósito da comunicação. Se necessário, faça um pequeno roteiro, enumerando apenas os tópicos a serem abordados;

� a quem vai se dirigir? – antes de transmitir alguma informação ou iniciar uma conversação ou um simples diálogo, procure adequar suas palavras ao perfil do interlocutor;

� determine seus objetivos – pergunte a você mesmo qual a intenção no ato da comunicação que estabelecerá e quais as razões que motivaram a necessidade de falar ou se expressar. Reflita sobre as suas verdadeiras intenções e objetivos;

 

5. Relacionamento é a base do sucesso na vida

PDF Criptografado

5. Relacionamento é a base do sucesso na vida

Conceitos interdependentes de valorização humana

“Necessitamos uns dos outros para sermos nós mesmos.”

Santo Agostinho

Cada vez mais, empresas e profissionais vencedores vêm consolidando o sucesso em suas atuações por meio da qualidade das comunicações e dos relacionamentos que conseguem criar, manter e desenvolver com seus públicos de interesse.

Comunicação e relacionamento são dois conceitos interdependentes.

Para resolvermos problemas e superarmos desafios, nas mais diversas esferas da vida, necessitamos nos relacionar com nossos familiares, amigos, parceiros de trabalho e clientes.

Todo e qualquer relacionamento está baseado em um processo interativo, ou seja, na ação e na influência recíprocas entre as partes envolvidas.

É como agirmos afetando e, ao mesmo tempo, sermos afetados pela reação do outro.

A abertura para a comunicação e o diálogo é um dos principais segredos para a concretização de relacionamentos produtivos e duradouros. O principal objetivo da comunicação é criar a conexão entre pessoas. Essas conectividades favorecem a superação de problemas, a conquista de metas e o vislumbre de novas oportunidades.

 

6. Comunicação sem complicação

PDF Criptografado

6. Comunicação sem complicação

Saber e querer se comunicar é obrigação de todos

“A comunicação é o mecanismo através do qual existem e se desenvolvem as relações humanas.”

Charles Cooley

Processo tão natural como respirar ou caminhar, a comunicação é a força que movimenta a vida das pessoas, das empresas e das sociedades.

Sem a comunicação, não assimilamos informação, não aprofundamos conhecimentos, não amadurecemos experiências e não fortalecemos relacionamentos.

A palavra COMUNICAÇÃO é originária do latim communicatio. Significa a ação de tornar algo comum a outros. Tem o sentido de participação. Implica interação para a troca de mensagens. O verbo communicare significa tornar comum, partilhar, repartir, associar, trocar opiniões.

Os objetivos da comunicação são criar, manter e desenvolver conexões e relacionamentos.

Por que será que fazemos da comunicação algo tão complicado?

A resposta é simples: não somos máquinas ou robôs que aceitam todas as mensagens recebidas como sinais de comando, a serem obedecidos sem questionamento. A comunicação humana é um processo dinâmico e interativo. O que parece complexo e muito complicado pode ser resolvido por um ato extremamente humano: O DIÁLOGO.

 

7. Falta de feedback é fatal

PDF Criptografado

7. Falta de feedback é fatal

Sem retorno, não há como conferir a eficácia da mensagem transmitida

“A palavra é metade de quem a pronuncia e metade de quem a escuta.”

Michel de Montaigne

Um dos principais empecilhos para a melhoria da qualidade e produtividade dos projetos e processos de trabalho, identificado por algumas das maiores empresas internacionais de auditorias de qualidade, é a falta de feedback na comunicação humana e corporativa.

A comunicação, antes de ser instrumental, é humana. Necessita de resposta para se realizar, pois a informação sem retorno é uma comunicação falha e incompleta.

Damos feedback para:

aprovar ou reprovar a mensagem recebida; revelar entendimento e compreensão da mensagem enviada; demonstrar inteligência e habilidade; expressar consideração e respeito; repreender ou elogiar o interlocutor; desabafar e sentirmo-nos aliviados; ajudar outra pessoa a alcançar os objetivos dela de maneira mais efetiva.

 

8. Comunicar é uma ação educativa

PDF Criptografado

8. Comunicar é uma ação educativa

A educação é um processo dinâmico e interativo

“Ninguém educa ninguém, ninguém educa a si mesmo, os homens se educam entre si, mediatizados pelo mundo.”

Paulo Freire

Muito mais do que ensinar ou aprender, seja presencialmente ou a distância, a educação é um processo dinâmico e interativo, caracterizado em sua essência pela transmissão e aplicação de valores. Educar é transmitir, pela exemplificação, valores de defesa da vida, direitos humanos, preservação ambiental, justiça social, cooperação, fraternidade, igualdade e solidariedade.

A frase do padre Antonio Vieira, dita em um sermão por volta de 1640,

é lapidar: “As palavras movem, mas os exemplos arrastam”. Com certeza, o melhor aprendizado para crianças e adultos não ocorre por meio da teoria dos discursos moralistas ou teses acadêmicas, mas com base no exemplo prático de atitudes, comportamentos e ações. A eficácia do processo de ensino e aprendizagem depende da motivação e vontade de aprender de cada indivíduo, que pode ser conscientizado e incentivado pelo exercício do diálogo e do relacionamento.

 

9. Rompendo barreiras na interação humana

PDF Criptografado

9. Rompendo barreiras na interação humana

Superar a incomunicabilidade é fundamental

“A comunicação exige a experiência compartilhada.”

Peter Drucker

A história das empresas evidencia que os problemas de comunicação são os principais responsáveis pela grande maioria das crises de gestão, desacertos gerenciais e conflitos interpessoais.

A abertura para o diálogo é a melhor solução para concretizarmos a comunicação sem complicação. O líder, com atitudes voltadas para o diálogo, favorece o fortalecimento de ambientes organizacionais de integração e de corresponsabilização para a superação de desafios e metas.

Essa é a conclusão a que podemos chegar ao nos dispormos a pensar, ou melhor, a dialogar com nós mesmos, sobre a relação de causa e efeito entre comunicação eficaz e ações bem-sucedidas. Essa equação pode ser aplicada em áreas de atuação humana.

Infelizmente, de modo geral, a falta de diálogo é predominante nas relações entre chefe e subordinados. Isso é péssimo para a qualidade de vida no trabalho, pois as pessoas acabam enveredando pelo caminho do conflito e da competição predatória, em vez de buscar o entendimento e a cooperação construtiva.

 

10. Comunicação estratégica para empresas familiares

PDF Criptografado

10. Comunicação estratégica para empresas familiares

Profissionalização da gestão se consolida com o reconhecimento da função estratégica da comunicação

“A comunicação é um processo amplo, que abrange todas as pessoas de uma organização e está balizada por relacionamentos intensos e permanentes com os públicos internos e externos e dos públicos internos entre si.”

Wilson da Costa Bueno

Para fixar com exatidão a imagem de uma empresa, é necessário adequá-la aos novos tempos caracterizados por uma sociedade cada vez mais crítica e engajada. Nesse contexto, a comunicação passou a fazer parte do próprio negócio, agregando valores a produtos e serviços.

No caso da empresa familiar, o processo de profissionalização se consolidará pelo reconhecimento da função estratégica da comunicação como instrumento de gestão corporativa, de integração do corpo funcional e de fidelização dos clientes externos. As lideranças que se identificam com a cultura do diálogo conseguem superar desafios e metas pela concretização de um ambiente organizacional de coesão e corresponsabilização por resultados. E, ainda, pela capacidade de ouvir e compreender as reais necessidades dos clientes e as tendências do mercado.

 

11. Linha aberta para o empreendedorismo

PDF Criptografado

11. Linha aberta para o empreendedorismo

O segredo do sucesso em tempos de crise

“Aventurar-se causa ansiedade, mas deixar de arriscar-se é perder a si mesmo...

E aventurar-se no sentido mais elevado é precisamente tomar consciência de si próprio.”

Søren Aabye Kierkegaard

Nos contatos com grandes empreendedores que se tornaram empresários bem-sucedidos, pude reparar que todos tinham em comum o domínio da arte da comunicação. É bom ficar claro desde o início que essa qualidade não é destacada pela capacidade de eloquência ou retórica, mas pela habilidade de saber relacionar-se e transmitir ideias com clareza, objetividade e simplicidade.

Todo bom empreendedor chama a atenção pela sua aptidão em entusiasmar as pessoas com ideias e projetos que tem. Quase sempre, os empreendedores são persuasivos e convincentes pelo carisma de abertura para o diálogo e pela atitude de comunicação

O empreendedor comunicativo é capaz de estabelecer ampla rede de relacionamentos profissionais e de articulação de novos negócios. Sua competência em dialogar, expressar opiniões e ideias e estabelecer relacionamentos favorece a superação de conflitos, a busca de entendimentos em processos de negociação e a capacidade de integrar pessoas e equipes em torno de metas e objetivos comuns. Podemos enumerar algumas das competências, ligadas à comunicação, dos empreendedores de sucesso:

 

12. Administração sem burocratização

PDF Criptografado

12. Administração sem burocratização

É preciso atenção para o controle não gerar burocracia

“Na burocracia, as pessoas tendem a ser reduzidas a um número, a um código, a uma descrição sumária num formulário padronizado. A burocracia tem um ideal: transformar todos em ninguém.”

Francisco Gomes de Matos

Um paradoxo tem importunado muitas empresas: em busca de certificações de excelência em gestão, elas têm ressuscitado o dinossauro da burocracia. O foco em regras e procedimentos padrões, como engrenagens de uma máquina para a obtenção de certificações, tem favorecido o desenvolvimento de projetos de comunicação apenas como mais um quesito a ser cumprido nessa odisseia.

A desmesurada busca de projetos e processos “em conformidade” tem isolado empresas e profissionais em uma mentalidade avessa à riqueza do relacionamento humano concretizada no diálogo, na troca de ideias, sentimentos e emoções. Essas são as mais poderosas fontes de qualidade, produtividade e competitividade.

 

13. Falta de comunicação desintegra pessoas e equipes

PDF Criptografado

13. Falta de comunicação desintegra pessoas e equipes

Comunicações deficientes e a falta de integração explicam os fracassos empresariais

“A comunicação representa um aspecto extremamente amplo tanto na vida das pessoas como na das organizações. Estima-se hoje que a comunicação cobre mais de três quartos da vida ativa de cada ser humano. Os gerentes e administradores a usam em maiores proporções em seu tempo de trabalho nas organizações. O processo de intercambiar e processar informação significa uma atividade constante e ininterrupta seja na vida individual, social e organizacional.”

Idalberto Chiavenato

Conversa entre dois gerentes de uma grande indústria:

— Dizem que o Projeto de Qualificação foi criticado pelo diretor...

— Soube que tem muita gente a favor desse projeto, mas também tem muita gente contra...

— É... não é fácil, não! Deixa rolar! Vamos fazer a nossa parte e deixar acontecer o que tiver de acontecer...

— É... pode ser...

 

14. Hipermodernidade sem sentido

PDF Criptografado

14. Hipermodernidade sem sentido

A ameaçadora “cultura do vazio”

“A espécie humana é sempre igual, não muda nunca. A maioria gasta quase todo o seu tempo para sobreviver, e o pouco que lhe resta de liberdade causa-lhe tanta preocupação que ela busca por todos os meios livrar-se desta carga.”

Johann Goethe

— Mãe, quero ver gente de verdade, sentir o calor de pessoas à minha volta, quero me sentir viva... não aguento mais tanta parafernália tecnológica! Acho que vou virar hippie...

— Tá bem, querida, mas leva o iPhone pra gente ficar em contato pelo

Whatsapp.

Diálogo entre filha adolescente e mãe, antes de a jovem sair de casa para participar de um bloco carnavalesco.

Vivemos a realidade concreta de grandes paradoxos. Um dos mais latentes, que caracteriza a contemporaneidade, diz respeito ao excesso de informação e à pouca comunicação. Em tempos de plenitude das redes sociais, há muita conectividade virtual entre indivíduos e pouquíssima integração real por objetivos coletivos e pelo bem comum.

 

15. A sutileza da percepção

PDF Criptografado

15. A sutileza da percepção

Particular representação da realidade

“Somos todos olhos e ouvidos. Me veio agora a ideia de que, talvez, essa seja a essência da experiência religiosa – quando ficamos mudos, sem fala. Aí, livres dos ruídos do falatório e dos saberes da filosofia, ouvimos a melodia que não havia que de tão linda nos faz chorar. Pra mim Deus é isso: a beleza que se ouve no silêncio. Daí a importância de saber ouvir os outros: a beleza mora lá também.

Comunhão é quando a beleza do outro e a beleza da gente se juntam num contraponto...”

Rubem Alves

Duas gerentes de sucursais de uma grande loja de roupas e artigos para jovens, Fernanda e Cláudia, que não se conheciam pessoalmente, embora trabalhassem para a mesma empresa, encontram-se em uma sala de espera para uma entrevista de seleção que indicará uma das duas para ocupar o cargo de gerente na sede da empresa. Ambas percebem os objetos que compõem o ambiente, observam – de cima a baixo – a presença uma da outra e trocam um seco “oi”.

 

16. Uma questão de prática

PDF Criptografado

16. Uma questão de prática

O cenário de incomunicabilidade nas empresas pode ser mudado pela prática da comunicação

“Não há filosofia que se possa aprender, só se pode aprender a filosofar.”

Immanuel Kant

Rápida conversa entre diretor e gerente de uma grande empresa que aguardam a chegada do elevador:

— Olá! O que achou do projeto? – pergunta o diretor.

— Projeto?! – exclama o gerente em tom de perplexidade.

— Sim, o Projeto Maxi que, desde o ano passado, foi amplamente divulgado por todos nossos canais de comunicação interna e será iniciado a partir do próximo mês.

— Ah, sim! tô sabendo... O projeto Maxi... Ando muito envolvido no atendimento aos clientes e dedicado ao curso de desenvolvimento de lideranças... Ainda não tive tempo para me informar direito... Mas, com certeza, será um sucesso! – conclui o gerente.

Com algumas pequenas variações, essa conversa chega a ser corriqueira nos contextos empresariais. É o retrato de um cenário de incomunicabilidade que se perpetua no meio.

 

17. Comunicação sem comunicação

PDF Criptografado

17. Comunicação sem comunicação

O paradoxo é a nossa sina

“No princípio era o Verbo... É o pensamento que tudo cria e produz? Seria preciso por:

No princípio era a Força... O espírito vem em meu auxílio! Vejo de súbito a solução e escrevo com segurança: No princípio era a Ação.”

Johann Goethe

Perplexidade do presidente de uma grande empresa em reunião de diretoria:

— Não consigo acreditar nos resultados dessa pesquisa de clima que indicaram a falta de comunicação como um dos principais obstáculos para o bom desempenho do trabalho em nossa empresa!

— Desde que implantamos a Ouvidoria Interna, há 2 anos, identificamos como uma das principais reclamações dos funcionários a falta de interação entre as áreas da empresa e o ambiente de pouca abertura para o diálogo entre dirigentes e funcionários – comentou o diretor de Gestão Corporativa.

— Isso é besteira! Temos os mais modernos sistemas de comunicação empresarial e, pela terceira vez consecutiva, nossa política de comunicação interna foi premiada...

 

18. Pensar faz bem à existência

PDF Criptografado

18. Pensar faz bem à existência

A urgente necessidade da reflexão na correria da vida moderna

“A verdadeira revolução não é revolução violenta, mas a que se realiza pelo cultivo da integração e da inteligência de entes humanos, os quais, pela influência de suas vidas, promoverão gradualmente radicais transformações na sociedade.”

Jiddu Krishnamurti

Há uma lenda indígena que narra a aventura de uma tribo ameaçada que corria pela floresta o dia inteiro, sem parar. Ao cair da noite, os índios exaustos verificavam não haver mais perigo, então, todos ficavam sentados de cócoras, em silêncio, aguardando a chegada de suas mentes e corações, que, na correria, ficaram para trás.

Esse é o perigo da vida moderna. Na agitação e na pressa, perde-se o essencial: a alma. Correr, sem perder o sentido das coisas e dos objetivos.

Correr com consciência reflexiva, sem perder o cérebro e o sentimento.

Correr, com alma. A meu ver, nisso reside o segredo do sucesso na maratona da vida.

 

Carregar mais


Detalhes do Produto

Livro Impresso
Book
Capítulos

Formato
PDF
Criptografado
Sim
SKU
BPP0000269867
ISBN
9788520449066
Tamanho do arquivo
30 MB
Impressão
Desabilitada
Cópia
Desabilitada
Vocalização de texto
Não
Formato
PDF
Criptografado
Sim
Impressão
Desabilitada
Cópia
Desabilitada
Vocalização de texto
Não
SKU
Em metadados
ISBN
Em metadados
Tamanho do arquivo
Em metadados