Saúde global

Visualizações: 81
Classificação: (0)

Este livro trata da saúde global como um campo de conhecimento de caráter multiprofissional e interdisciplinar, que envolve o ensino, a pesquisa e a prática, enfoca questões e problemas de saúde supraterritoriais que extrapolam as fronteiras nacionais, assim como seus determinantes e as possíveis soluções, necessitando da intervenção e de acordos entre diversos atores sociais, incluindo países e governos, agências e instituições públicas e privadas. Demonstra que a saúde global é um campo em construção, abordando, entre outras, as seguintes questões: - Instituições de ensino que atuam em saúde global. - Desafios da saúde ambiental global. - Segurança sanitária e saúde global. - Sistemas de saúde: trajetórias e dinâmicas. Escrito por destacados professores e pesquisadores, trata-se de um valioso aporte na formação de profissionais especializados em saúde global e no desenho e execução de políticas e programas para solucionar problemas que, por sua dimensão global, afetam vastos segmentos populacionais do mundo.

FORMATOS DISPONíVEIS

eBook

Disponível no modelo assinatura da Minha Biblioteca

7 capítulos

Formato Comprar item avulso Adicionar à Pasta

1. Saúde global: um campo em construção

PDF Criptografado

1

Saúde global: um campo em construção

Daniele Sacardo Nigro

Fernanda Aguilar Perez

Introdução

As discussões apresentadas neste capítulo versam sobre a constituição de um núcleo de saberes e práticas conhecido, a princípio, como “saúde internacional” e, mais recentemente, como “saúde global”. Parte-se do pressuposto de que os conceitos resultam de uma construção histórica, dizem respeito às generalizações, propriedades ou características do tema em questão, além de serem relacionais, ou seja, dependem da interpretação de um fenômeno ou fato, uma atribuição de significados.

Os conceitos “saúde internacional” e “saúde global” são polissêmicos, apresentam múltiplos e diferentes significados, os quais são influenciados por diversas disciplinas – medicina, ciências sociais, economia, epidemiologia, relações internacionais, geografia, antropologia, entre outras. Disso decorre que seu objeto apresenta contornos pouco precisos, o que, por um lado, limita a possibilidade de uma definição única, definitiva ou consensual e, por outro, possibilita apresentar diversas concepções a respeito do tema em questão, delinear algumas características e nuances de suas facetas, identificar conexões e/ou contradições, sem a pretensão de esgotá-las.

 

2. Instituições internacionais que atuam em saúde global

PDF Criptografado

2

Instituições internacionais que atuam em saúde global

Paulo Antonio de Carvalho Fortes

Livia Maria Pedalini

A saúde global enfrenta o acelerado desenvolvimento mundial em novos espaços institucionais nos quais executa suas ações, representações e comunicações. Sua prática extrapola as fronteiras nacionais, e questões sanitárias recentes, como a pandemia do vírus influenza A (H1N1), ameaças de bioterrorismo e transformações climáticas demonstram ser necessária uma nova abordagem para o enfrentamento de questões que vão além do controle de uma nação. Além disso, neste século XXI, a saúde dos povos exige ação coletiva que garanta acesso equitativo à atenção sanitária.

Ao mesmo tempo, os processos de globalização criaram um novo quadro internacional, uma interdependência planetária, produzindo a diminuição do papel desempenhado pelos Estados, gerando novos blocos político-econômicos de integração internacional e, em consequência, novos atores sociais na atuação dos diversos campos da saúde global.

 

3. Desafios da saúde ambiental global

PDF Criptografado

3

Desafios da saúde ambiental global

Helena Ribeiro

A saúde ambiental, por sua própria natureza, é global. Os problemas ambientais não respeitam fronteiras políticas e, frequentemente, têm consequências em todo o globo terrestre, uma vez que qualquer mudança em um dos elementos dos ecossistemas terrestres ou oceânicos gera mudanças em cadeia em todo o ecossistema.

No entanto, há algumas décadas, os problemas ambientais, como poluição e mesmo alterações no clima, eram tratados como problemas urbanos locais, que deveriam ser enfrentados e lidados por autoridades locais. Em décadas mais recentes, a dimensão dos problemas ambientais ampliou-se bastante, de modo que não se pode traçar uma linha divisória entre os problemas de saúde ambiental locais e as mudanças ecológicas e riscos à saúde em larga escala (Yassi et al., 2001). Os riscos ambientais passaram a afetar a própria sobrevivência de grupos humanos. Há verdadeira crise ambiental global, que se sustenta no rápido progresso tecnológico do mundo desenvolvido, que introduz novos riscos potenciais à saúde, em sociedades em que a degradação ambiental é severa, mas está sob um controle relativo. De outro lado, em países em desenvolvimento, o grande crescimento demográfico, associado ao emprego de tecnologias obsoletas, acelerou a degradação ambiental existente, agravada pela pobreza e pela falta de infraestrutura adequada. As consequências são um

 

4. Segurança sanitária e saúde global

PDF Criptografado

4

Segurança sanitária e saúde global

Eliseu Alves Waldman

Regina Ribeiro Parizi Carvalho

Introdução

As grandes transformações ocorridas no século XX, especialmente o processo de globalização que se acentuou nas últimas décadas, tiveram forte impacto na economia, na estrutura demográfica, nas condições de vida e na organização social e política das nações, com reflexos relevantes em diversas esferas das relações internacionais (Beaglehole e Bonita, 1997; Feldbaum e Michaud, 2010;

Bloom, 2011; Frenk e Moon, 2013).

Nesse processo, sobretudo a partir da década de 1990, as questões relacionadas à saúde ganham destaque em boa parte dos países, tanto nas suas políticas internas como externas. Como consequência, assistimos a elaboração de referenciais teóricos que passam a fundamentar todo um arcabouço jurídico para o estabelecimento de normas que ofereçam suporte à criação ou reformulação de organizações internacionais, governamentais ou do terceiro setor, com foco direto ou indireto em questões a elas relacionadas, mas que envolvem também interesses econômicos de grupos e de nações, assim como questões sensíveis associadas à segurança dos Estados (Lederberg et al., 1992;

 

5. Sistemas de saúde: trajetórias e dinâmicas

PDF Criptografado

5

Sistemas de saúde: trajetórias e dinâmicas

Daniele Sacardo Nigro

Paulo Antonio de Carvalho Fortes

Introdução

Na atualidade, vem crescendo o interesse por estudos e análises sobre os sistemas de saúde por parte dos governos, das organizações internacionais de cooperação, das instituições financeiras, da academia e dos gestores públicos e privados. Como decorrência de um processo de construção social, os sistemas de saúde são resultado de uma complexa interação entre elementos históricos, econômicos, políticos e culturais particulares em cada sociedade.

Partindo-se da afirmação da Dra. G. Brundtland, diretora-geral da OMS entre

1998 e 2003, “uma das lições aprendidas no século XX é que os sucessos obtidos na saúde pública muitas vezes levam a novos desafios”, pode-se considerar que a constituição dos diversos modelos de sistemas de saúde existentes foram passos vitoriosos da saúde pública global, mas que apresentam constantes desafios para realizarem seus objetivos (Brundtland, 2001, p. 4).

 

6. Razões do migrar no contemporâneo

PDF Criptografado

6

Razões do migrar no contemporâneo

Ana Cecília Andrade de Moraes Weintraub

Gláucia Rita Tittanegro

Maria da Penha Vasconcellos

Não seria errôneo afirmar que a migração é inerente ao humano. De fato, a humanidade se caracteriza grandemente por buscar alterar as condições de vida, dar outros sentidos às suas trajetórias ou, apenas, responder a uma curiosidade sobre o que há além do próprio lugar de origem. Conhecer outros mundos, descobrir novas coisas, vivenciar novas aventuras: a constituição de um “eu” passa pela experiência de um “outro”.

A mobilidade faz parte, pois, da condição humana. O caráter transitório da existência é uma questão filosófica fundamental e seus desdobramentos sociais são temas de várias formas de conhecimento, tais como a História, a Sociologia, a Demografia, a Economia, a Ciência Política, a Psicologia, a Antropologia, a

Linguística, a Geografia etc. (Seyferth, 2007, p.26).

A transitorialidade evoca uma primeira dimensão da existência, que é a territorialidade: o ser humano é ser no mundo (Heidegger, 2006), é ser localizado no espaço e no tempo. Assim, a localização é uma dimensão fundamental da construção de sua identidade, isto é, o processo de identificação, o tornar-se o que se é. Todavia, o processo de identificação se dá em relação com o outro, com a alteridade, ou seja, o estranho, o estrangeiro, o de fora (Lévinas, 2008).

 

7. Cooperação Sul-Sul em saúde

PDF Criptografado

7

Cooperação Sul-Sul em saúde

José Paranaguá de Santana

Os aspectos políticos e técnicos da cooperação Sul-Sul em saúde serão abordados a partir de considerações sobre a saúde no mundo e a intensificação da cooperação internacional neste contexto, em que ressalta o paradoxal contraste entre a evolução das condições de vida da maioria das populações vis-à-vis o desenvolvimento científico, tecnológico e econômico global. A discussão focaliza a reconfiguração da bipolaridade Leste-Oeste e Norte-Sul e o fortalecimento das relações Sul-Sul no contexto das Nações Unidas e, nesse movimento histórico, a inserção da saúde na agenda diplomática e a conformação dessa modalidade de cooperação, levando em conta três referenciais: as condicionalidades das relações diplomáticas versus o altruísmo da cooperação setorial em saúde; as diferenças de poder econômico e técnico-científico como razão para a cooperação e, simultaneamente, como fonte potencial de conflitos entre os países em diferentes estágios de desenvolvimento; as possibilidades e limitações de mediação dos organismos intergovernamentais.

 

Detalhes do Produto

Livro Impresso
Book
Capítulos

Formato
PDF
Criptografado
Sim
SKU
BPP0000269795
ISBN
9788520446669
Tamanho do arquivo
12 MB
Impressão
Desabilitada
Cópia
Desabilitada
Vocalização de texto
Não
Formato
PDF
Criptografado
Sim
Impressão
Desabilitada
Cópia
Desabilitada
Vocalização de texto
Não
SKU
Em metadados
ISBN
Em metadados
Tamanho do arquivo
Em metadados