Iniciação à administração geral 3a ed

Visualizações: 171
Classificação: (0)

As organizações são entidades que realizam ações de interesses sociais, políticos e administrativos, as quais criam e produzem tudo aquilo de que precisamos. Assim como as nações, precisam ser bem administradas para serem bem-sucedidas. Este livro mostra que administrar implica analisar e avaliar os objetivos e criar estratégias para atingi-los. Demanda planejar, organizar, dirigir e controlar a ação empresarial. Como não se trata de uma ciência exata, baseia-se em princípios gerais e flexíveis, capazes de serem aplicados a situações diversas.

7 capítulos

Formato Comprar item avulso Adicionar à Pasta

1 – Administração

PDF Criptografado

Capítulo

1

Administração

Tópicos deste capítulo a Introdução a As organizações a As empresas a Conceito preliminar de administração a O que o administrador faz a Antecedentes históricos a O surgimento da administração a Os objetivos da administração a Princípios gerais da administração a As áreas da administração a O processo administrativo a Questões para revisão a Exercícios a Veja na internet

Introdução

Estamos acostumados a admirar as modernas invenções e descobertas que surgem a cada instante graças ao formidável avanço da tecnologia e da capacidade inventiva do ser humano. Principalmente as maravilhas tecnológicas e eletrônicas que ultrapassam as nossas expectativas e abrem novas oportunidades e maneiras de viver e comportar-se. Todavia, nos esquecemos de saber onde essas maravilhas são criadas, inventadas, projetadas, construí-

2

iniciação à ADMINISTRAÇÃO GERAL  n Idalberto Chiavenato

das e comercializadas. Na verdade estamos falando de organizações: as mais sofisticadas e complexas invenções do homem moderno. De fato, a invenção mais poderosa e que proporciona a invenção de todas as demais maravilhas de que desfrutamos hoje é a organização administrada.

 

2 – Planejamento

PDF Criptografado

Capítulo

2

Planejamento

Tópicos deste capítulo a Introdução a Conceito de planejamento a Importância e necessidade do planejamento a Objetivos a Os níveis de planejamento a Planos a Princípios tradicionais de planejamento a Gráficos de planejamento a Questões para revisão a Exercícios a Veja na internet

Introdução

As empresas não funcionam ao acaso. E muito menos na base da pura improvisação. Tudo nelas deve ser planejado. Isto significa que as empresas precisam decidir antecipadamente o que pretendem alcançar e o que deve ser feito para atingir seus objetivos. O foco em objetivos continua a ser a razão do sucesso de muitas empresas bem-sucedidas: elas sabem com antecedência o que e como fazer. E quais resultados querem oferecer.

Na realidade, o planejamento é muito comum em nossas vidas. Em todos os momentos estamos planejando nosso comportamento em rela-

32

iniciação à ADMINISTRAÇÃO GERAL  n Idalberto Chiavenato

ção a certos objetivos que pretendemos realizar. Quando pretendemos ir a algum lugar, planejamos antecipadamente qual o melhor percurso a ser percorrido. Qualquer viagem envolve algum planejamento. As donas de casa planejam constantemente seu dia a dia, as refeições da família, o abastecimento do lar etc. Assim, o planejamento é uma decorrência natural do comportamento das pessoas em quaisquer situações. Nas empresas, o planejamento é uma necessidade imperiosa: uma vez definido algum objetivo a alcançar, o planejamento constitui a melhor maneira de chegar lá.

 

3 – Organização

PDF Criptografado

Capítulo

3

Organização

Tópicos deste capítulo a Introdução aConceito de organização aFinalidade da organização aPrincípios tradicionais de organização aOrganograma aEstrutura organizacional aDepartamentalização aOutros tipos de estrutura organizacional aQuestões para revisão aExercícios aVeja na internet

Introdução

As empresas não são amorfas, nem desestruturadas ou soltas no espaço.

Elas precisam ter uma constituição, uma estrutura que interligue suas áreas e níveis de atividade. Na verdade, as empresas constituem organismos que vivem e palpitam, que crescem e desenvolvem-se e que precisam ser devidamente organizados para que todas suas partes possam funcionar melhor. A organização é a segunda função administrativa que trata da estrutura organizacional da empresa, isto é, da formatação e do desenho de como as suas partes deverão estar interligadas. Corresponde ao papel que a estrutura óssea

48

iniciação à ADMINISTRAÇÃO GERAL  n Idalberto Chiavenato

 

4 – Direção

PDF Criptografado

Capítulo

4

Direção

Tópicos deste capítulo a Introdução a Conceito e características da direção a Princípios de direção a Meios de direção a Emissão de ordens ou instruções a Teoria X e teoria Y a Comunicação a Liderança a Motivação a Empowerment a Questões para revisão a Exercícios a Veja na internet

Introdução

Para que a empresa funcione adequadamente, ela precisa ser dirigida.

Em outros termos, ela precisa ser governada e orientada para os objetivos pretendidos como uma entidade integrada e coesa. Sem a direção, a empresa fica à deriva, sem rumo certo, ao sabor dos acontecimentos. A direção está relacionada com a maneira pela qual o objetivo deve ser alcançado, por meio das atividades que devem ser realizadas com a utilização

78

iniciação à ADMINISTRAÇÃO GERAL  n Idalberto Chiavenato

adequada dos recursos disponíveis. Estabelecidos os objetivos, definido o planejamento, organizada a estrutura de atividade, cabe à direção fazer executar o plano. Assim, a direção constitui o elemento ativador de todo o sistema, aquele que impulsiona e direciona esforços. Todo trabalho deve ser dirigido para o alcance dos objetivos. Se as pessoas que trabalham em uma empresa não conhecem os objetivos que elas devem alcançar, os seus esforços serão feitos ao acaso. Se os recursos disponíveis não são plenamente utilizados, a empresa está perdendo. A administração baseia-se no trabalho de muitas pessoas em conjunto e torna-se necessário orientar o comportamento delas, integrá-las e dirigi-las rumo aos objetivos empresariais. Isso pressupõe a aplicação de modelos de gestão, liderança, comunicação, motivação e solução de conflitos que normalmente aparecem. Esses constituem os principais aspectos do comportamento do administrador.

 

5 – Controle

PDF Criptografado

Capítulo

5

Controle

Tópicos deste capítulo a Introdução a Conceito de controle a Objetivos do controle a Importância do controle a Processo de controle a Técnicas de controle a Princípios de controle a Áreas de controle a Questões para revisão a Exercícios a Veja na internet

Introdução

Nada é totalmente livre e ninguém é totalmente autônomo. Tudo precisa ser devidamente regulado para não ultrapassar certos limites. Em todas as circunstâncias de nossas vidas estamos sujeitos a alguma forma de controle. A palavra controle é utilizada com vários e diferentes significados, a saber (Hellriegel e Slocum Jr., 1974):

104

iniciação à ADMINISTRAÇÃO GERAL  n Idalberto Chiavenato

aa Como imposição restritiva para coibir certos comportamentos indesejáveis.

É o chamado controle social, que impõe regras de comportamento sobre como se vestir, como cumprimentar as pessoas, como dirigir automóveis etc.; aa Como

um sistema automático de regulação para manter um nível constante de funcionamento. É o caso dos sistemas de ar-condicionado, o sistema de arrefecimento da temperatura do motor dos carros, os reguladores de voltagem etc.; aa Como

 

6 – A abordagem sistêmica

PDF Criptografado

Capítulo

6

A abordagem sistêmica

Tópicos deste capítulo a Introdução a Conceito de sistema a A empresa como um sistema aberto a Conceito de administração sistêmica a Características da abordagem sistêmica a Vantagens da abordagem sistêmica a Questões para revisão a Exercícios a Veja na internet

Introdução

Verificamos no primeiro capítulo deste livro que a moderna administração evoluiu da Administração Científica iniciada por Taylor e da

Teoria Clássica iniciada por Fayol para a Teoria de Sistemas. Até então, a empresa era visualizada em suas partes e não na sua totalidade. A

Teoria de Sistemas nasceu na Biologia, passou para as Ciências Sociais e acabou influenciando quase todas as áreas do conhecimento humano.

Principalmente a Administração. Hoje, a palavra sistema faz parte do vocabulário de quase todas as ciências. Fala-se frequentemente de sistemas: sistema solar, sistema digestório, sistema nervoso, sistema financei-

116

iniciação à ADMINISTRAÇÃO GERAL  n Idalberto Chiavenato

 

7 – A empresa como fornecedora de resultados

PDF Criptografado

Capítulo

7

A empresa como fornecedora de resultados

Tópicos deste capítulo a Introdução a Os objetivos empresariais a Origem da APO a Conceito de APO a Importância da APO a Características da APO a Para onde vão os resultados da empresa? a Questões para revisão a Exercícios a Veja na internet

Introdução

Todas as vezes que nos referimos ao processo administrativo – seja no planejamento, na organização, na direção ou no controle – sempre o relacionamos com os objetivos empresariais a serem alcançados. É inegável a importância dos objetivos da empresa em todo o seu processo administrativo. Neste capítulo mostraremos até que ponto a administração está comprometida com o alcance dos objetivos empresariais.

130

iniciação à ADMINISTRAÇÃO GERAL  n Idalberto Chiavenato

Os objetivos empresariais

No capítulo primeiro dissertamos ligeiramente sobre os objetivos das empresas. Como organizações sociais, as empresas procuram atingir objetivos específicos através da ação conjunta de pessoas utilizando recursos. A razão da existência de uma empresa é servir a esses objetivos.

 

Detalhes do Produto

Livro Impresso
eBook
Capítulos

Formato
PDF
Criptografado
Sim
SKU
BPP0000269308
ISBN
9788520443149
Tamanho do arquivo
8,5 MB
Impressão
Desabilitada
Cópia
Desabilitada
Vocalização de texto
Não
Formato
PDF
Criptografado
Sim
Impressão
Desabilitada
Cópia
Desabilitada
Vocalização de texto
Não
SKU
Em metadados
ISBN
Em metadados
Tamanho do arquivo
Em metadados