Saúde do trabalhador de enfermagem

Visualizações: 56
Classificação: (0)

O livro Saúde do trabalhador de enfermagem é o resultado de anos de trabalho das autoras — estudiosas, pesquisadoras e orientadoras do tema. A perspectiva é olhar a saúde do trabalhador de enfermagem no Gerenciamento de Recursos Humanos e proporcionar aos enfermeiros conhecimentos e estratégias que possam ser mais resolutivos na promoção da saúde dos trabalhadores. Com isso, acredita-se na possibilidade de melhorar as condições de trabalho previamente ao adoecimento. Este livro também tem como objetivo subsidiar outros estudiosos e profi ssionais que se dedicam à saúde dos trabalhadores, assim como fundamentar a formulação de políticas públicas para a saúde dos trabalhadores de enfermagem. Assim, espera-se que os leitores usufruam dessa leitura e operacionalizem, na prática, medidas para melhor qualidade de vida desses trabalhadores.

 

17 capítulos

Formato Comprar item avulso Adicionar à Pasta

1. O contexto do trabalho de enfermagem e a saúde do trabalhador

PDF Criptografado

O contexto do trabalho de enfermagem e a saúde do trabalhador

1

Vanda Elisa Andres Felli

Patricia Campos Pavan Baptista

Palavras-chave  Enfermagem; contexto social; saúde do trabalhador; relação trabalho-saúde.

Estrutura dos tópicos  O contexto do trabalho de enfermagem. Panorama internacional. Panorama nacional. Problemas de saúde dos trabalhadores de enfermagem. Considerações finais. Referências.

O contexto do trabalho de enfermagem

É indiscutível a importância do trabalho para a organização e o desenvolvimento da sociedade, da produção e da vida dos indivíduos, uma vez que o trabalhador dele retira seu sustento, adquire status social, estabelece relações sociais e se desenvolve. Nessa perspectiva, o trabalho representa um potencializador da saúde e da vida. No entanto, como o trabalho se organiza na sociedade capitalista, também constitui, em diferentes níveis, um fator desgastante e favorecedor de doenças e

1

2 

Saúde do trabalhador de enfermagem

 

2. Abordagens teórico-metodológicas de estudos sobre a saúde do trabalhador

PDF Criptografado

2

Abordagens teórico-metodológicas de estudos sobre a saúde do trabalhador

Vanda Elisa Andres Felli

Patricia Campos Pavan Baptista

Márcia Eiko Karino

Palavras-chave  Enfermagem; saúde do trabalhador; correntes de pensamento; produção científica.

Estrutura dos tópicos  Introdução. O positivismo sociológico. Teoria compreensiva. Materialismo histórico-dialético. Outras correntes de pensamento.

Revisão sistemática. Considerações finais. Referências.

Introdução

A saúde do trabalhador de enfermagem (STE) como objeto de estudo teve seu incremento a partir da década de 1970, principalmente vinculada à academia, quando passam a ser instituídos os programas de pós-graduação em enfermagem. Também o incremento da produção do conhecimento é observado como consequência das mudanças nos processos produtivos, advindas da globalização e das políticas de cunho neoliberal (ver o Capítulo 1). Assim, o reconhecimento da realidade, ou seja,

20

 

3. Acidentes de trabalho no contexto da enfermagem e o gerenciamento de riscos

PDF Criptografado

3

Acidentes de trabalho no contexto da enfermagem e o gerenciamento de riscos

Taiza Florencio Costa

Ana Lucia de Oliveira Guimarães

Paula Muniz do Amaral

Palavras-chave  Enfermagem; acidente de trabalho; gerenciamento de segurança.

Estrutura dos tópicos  Introdução. Acidentes do trabalho com a equipe de enfermagem. Gerenciamento de riscos. Gerenciamento de riscos na enfermagem.

Considerações finais. Referências.

INTRODUÇÃO

O trabalho é extremamente benéfico e prazeroso aos seres humanos, sendo fonte de identidade, posição e interação social, dignidade, independência, base da sua subsistência, no entanto também reflete as relações capitalistas que o cercam, provocando mundialmente milhões de incapacidades para o trabalho, aposentadorias e mortes devidas a doenças e acidentes que ocorrem ao longo das jornadas de trabalho, traduzidas em sofrimento para o trabalhador, sua família e a sociedade.

42

3  Acidentes de trabalho no contexto da enfermagem e o gerenciamento de riscos  43

 

4. A sistematização da assistência em enfermagem do trabalho

PDF Criptografado

4

A sistematização da assistência em enfermagem do trabalho

Fernanda Moura D’Almeida Miranda

Leni de Lima Santana

Leila Maria Mansano Sarquis

Palavras-chave  Trabalhador; enfermagem do trabalho, sistematização da assistência de enfermagem do trabalho.

Estrutura dos tópicos  Introdução. Conceitos. Sistematização da assistência em enfermagem do trabalho e suas etapas. Considerações finais. Referências.

INTRODUÇÃO

As relações de trabalho no Brasil são caracterizadas pela precarização e pela legalização de atividades laborais informais e temporárias, que cooperam para o aumento do número de trabalhadores autônomos e subempregados, contribuindo para a fragilização dos direitos trabalhistas e previdenciários. Além disso, a terceirização dos serviços gera aumento nas jornadas de trabalho e nas atividades desempenhadas, aumentando o risco de exposição do trabalhador a fatores de risco para a saúde. Des66

4  A sistematização da assistência em enfermagem do trabalho  67

 

5. Biossegurança e exposição a fluidos biológicos

PDF Criptografado

5

Biossegurança e exposição a fluidos biológicos

Leila Maria Mansano Sarquis

Fernanda Moura D’Almeida Miranda

Paula Muniz do Amaral

Palavras-chave  Enfermagem; saúde do trabalhador; acidentes ocupacionais; biossegurança; exposição a agentes biológicos; riscos ocupacionais.

Estrutura dos tópicos  Introdução. Riscos biológicos. Classificação dos agentes biológicos. Exposição a fluidos biológicos. Aspectos legais. Recomendações para a biossegurança. Considerações finais. Referências. Sites complementares.

INTRODUÇÃO

A biossegurança é uma temática abrangente que não se restringe à área de saúde humana. É definida como “uma condição de segurança alcançada por um conjunto de ações destinadas a prevenir, reduzir ou eliminar riscos inerentes às atividades que possam comprometer a saúde humana, animal, vegetal e o ambiente”, conforme a Lei n. 11.105, de 24 de março de 2005.

Segundo Costa e Costa,1 a biossegurança no Brasil tem duas vertentes, ou seja, a legal, que trata das questões envolvendo a

86

 

6. A exposição dos trabalhadores de enfermagem às cargas mecânicas

PDF Criptografado

6

A exposição dos trabalhadores de enfermagem às cargas mecânicas

Taiza Florencio Costa

Ana Lucia de Oliveira Guimarães

Vanda Elisa Andres Felli

Palavras-chave  Enfermagem; risco ocupacional; acidente de trabalho.

Estrutura dos tópicos  Introdução. Ocorrências de cargas mecânicas e desgastes no trabalho. Prevenção da exposição às cargas mecânicas. Entraves para a prevenção das cargas mecânicas. Considerações finais. Referências.

INTRODUÇÃO

A periculosidade, no ambiente de trabalho em serviços de saúde, expõe os trabalhadores de enfermagem a uma diversidade de cargas e desgastes, sendo as cargas mecânicas (CM) as mais visíveis e facilmente reconhecidas como acidente típico de trabalho, por provocarem lesões que consistem na ruptura de segmentos do corpo, gerando processos de adoecimento e desgastes.1

102

6  A exposição dos trabalhadores de enfermagem às cargas mecânicas  103

Considera-se acidente de trabalho quando existe colisão repentina e involuntária entre pessoa e objeto, a qual ocasiona danos corporais (lesões, morte) e/ou danos materiais. Por ser repen­ tino, o acidente se diferencia da doença ocupacional adquirida em longo prazo.2

 

7. A exposição às substâncias químicas e o gerenciamento de resíduos perigosos

PDF Criptografado

7

A exposição às substâncias químicas e o gerenciamento de resíduos perigosos

Taiza Florencio Costa

Angela Maria Magoso Takayanagui

Palavras-chave  Enfermagem; risco ocupacional; substâncias tóxicas.

Estrutura dos tópicos  Introdução. Gerenciamento dos resíduos de produtos químicos perigosos da atenção à saúde. Considerações finais. Referências.

INTRODUÇÃO

As substâncias químicas de uso em instituições de saúde promovem, preservam, mantêm e recuperam a saúde da popula­ção.

No ambiente hospitalar, constituem importantes instrumentos de trabalho, com as mais variadas finalidades, por exemplo, esterilização, medicação, desinfecção, entre outras. A interação dos trabalhadores de enfermagem com essas substâncias os expõem

às cargas químicas de trabalho. Isso implica a necessidade de gerenciar eficientemente essas substâncias e seus resíduos. É fre130

7  A exposição às substâncias químicas e o gerenciamento de resíduos perigosos  131

 

8. A exposição às cargas físicas: o caso das radiações ionizantes

PDF Criptografado

8

A exposição às cargas físicas: o caso das radiações ionizantes

Emico Okuno

Rita de Cássia Flôr

Francine Lima Gelbcke

Palavras-chave  Enfermagem; riscos ocupacionais; radiação; efeitos da radiação.

Estrutura dos tópicos  Introdução aos conceitos básicos de física das radiações.

Considerações quanto ao trabalho da enfermagem nos serviços envolvendo exposição à radiação ionizante. Considerações finais. Referências.

INTRODUÇÃO AOS CONCEITOS BÁSICOS DE FÍSICA DAS

RADIAÇÕES

As radiações ionizantes têm inúmeras aplicações importantes, principalmente na medicina, em diagnóstico e terapia. Entretanto, elas também causam danos biológicos. Portanto, seu uso deve ser feito de forma a maximizar os benefícios e minimizar os efeitos danosos. Quando as radiações ionizantes são

156

8  A exposição às cargas físicas: o caso das radiações ionizantes  157

usadas em pacientes, eles recebem os benefícios, não só descobrindo um tumor, por exemplo, e tratando-o em seguida com radiação. Entretanto, a equipe médica, incluindo os trabalhadores da enfermagem, pode também ficar exposta à radiação, sem receber nenhum benefício.

 

9. Cargas fisiológicas e processos de desgaste em trabalhadores de enfermagem

PDF Criptografado

9

Cargas fisiológicas e processos de desgaste em trabalhadores de enfermagem

Silmar Maria da Silva

Patricia Campos Pavan Baptista

Palavras-chave  Enfermagem; riscos ocupacionais; transtornos traumáticos cumulativos; fadiga.

Estrutura dos tópicos  Cargas fisiológicas. Principais desgastes decorrentes da exposição às cargas fisiológicas. Considerações finais. Referências.

CARGAS FISIOLÓGICAS

As cargas fisiológicas são aquelas provenientes das formas de organização e divisão do trabalho de enfermagem, caracterizadas por escassez de recursos humanos, trabalho noturno e rodízio em turnos, além da manipulação de peso excessivo, trabalho em posição ortostática, posicionamento inadequado e incômodo, situações que interferem no funcionamento apropriado do organismo.

Como resultado da exposição do trabalhador às cargas fisiológicas, há o desenvolvimento de diversos tipos de desgastes,

176

9 CargaS fiSiológiCaS e proCeSSoS de deSgaSte em trabalhadoreS de enfermagem

 

10. Exposição às cargas psíquicas e os processos de desgaste em trabalhadores de enfermagem

PDF Criptografado

Exposição às cargas psíquicas e os processos de desgaste em trabalhadores de enfermagem

10

Patricia Campos Pavan Baptista

Renata Santos Tito

Marissol Bastos de Carvalho

Palavras-chave  Enfermagem; riscos ocupacionais; transtornos mentais; estresse; esgotamento profissional; violência no trabalho.

Estrutura dos tópicos  Cargas psíquicas e processos de desgaste gerados no processo de trabalho em enfermagem. Transtornos mentais comuns e síndrome de burnout nos trabalhadores de enfermagem. Violência ocupacional e o impacto na saúde dos trabalhadores de enfermagem. Considerações finais. Referências.

CARGAS PSÍQUICAS E PROCESSOS DE DESGASTE GERADOS NO

PROCESSO DE TRABALHO EM ENFERMAGEM

A relação entre trabalho e saúde mental é antiga, e hoje já se reconhece o impacto dos modos de viver e produzir, nas diversas expressões de adoecimento da humanidade, e a relação entre trabalho e saúde mental tem sido fonte de preocupação de

189

 

11. Sistema de Monitoramento da Saúde do Trabalhador de Enfermagem – Simoste

PDF Criptografado

11

Sistema de Monitoramento da Saúde do

Trabalhador de Enfermagem – Simoste

Vanda Elisa Andres Felli

Vivian Aline Mininel

Leila Maria Mansano Sarquis

Márcia Eiko Karino

Fabio José da Silva

Taiza Florencio Costa

Patricia Campos Pavan Baptista

Palavras-chave  Enfermagem; saúde do trabalhador; vigilância em saúde do trabalhador; indicadores de saúde.

Estrutura dos tópicos  Introdução. Indicadores relativos à dinâmica de trabalho

(I1 a I6). Indicadores relativos aos problemas de saúde dos trabalhadores (I7 e I8).

Indicadores relativos às consequências (I9 a I13). Considerações finais. Referências.

Introdução

Mudanças estruturais têm impactado diferentes formas de inserção no trabalho, novos mecanismos de gestão, reestruturação da produção e exigência de outros perfis profissionais dos trabalhadores. Como consequência dessas mudanças é destacada a flexibilização dos processos de produção, com alta especialização e polivalência dos trabalhadores. Além disso, muitos traba­lhadores são demitidos, subcontratados ou trabalham in204

 

12. O perfil de mortalidade dos trabalhadores de enfermagem

PDF Criptografado

O perfil de mortalidade dos trabalhadores de enfermagem

12

Márcia Eiko Karino

Vanda Elisa Andres Felli

Palavras-chave  Enfermagem; perfil de saúde; mortalidade ocupacional.

Estrutura dos tópicos  Introdução. Mortalidade de trabalhadores de enfermagem por câncer. Mortalidade de trabalhadores de enfermagem por suicídio.

Considerações finais. Referências.

INTRODUÇÃO

A morbimortalidade do trabalhador de enfermagem decorre das condições com as quais convive no exercício da prática profissional aliadas às contradições herdadas do processo histórico e social. O enfermeiro, como membro de determinada classe social, insere-se no mundo do trabalho de forma específica e determinante de doenças e agravos, que compõem o seu perfil de morbimortalidade. Afinal, cada grupo social possui um perfil protetor e um perfil destrutivo, que se manifestam no processo

255

256 

Saúde do trabalhador de enfermagem

saúde-doença, evidenciando a qualidade de vida do trabalhador.1

 

13. Implicações das condições de trabalho na qualidade de vida dos trabalhadores de enfermagem

PDF Criptografado

Implicações das condições de trabalho na qualidade de vida dos trabalhadores de enfermagem

13

Vivian Aline Mininel

Ana Paula Pelegrini Ratier

Palavras-chave  Enfermagem, qualidade de vida, qualidade de vida no trabalho, qualidade de vida relacionada à saúde.

Estrutura dos tópicos  O contexto do trabalho de enfermagem e a qualidade de vida. Qualidade de vida. Qualidade de vida no trabalho. Qualidade de vida no trabalho de enfermagem. Instrumentos de avaliação da QV e da QVT. A qualidade de vida dos trabalhadores de enfermagem brasileiros. Considerações finais.

Referências.

O CONTEXTO DO TRABALHO DE ENFERMAGEM

E A QUALIDADE DE VIDA

Os processos de desgastes decorrentes da exposição contínua às diversas cargas de trabalho em saúde contribuem para o aparecimento de doenças, cronicidade de determinadas condições de saúde e deterioração da qualidade de vida (QV) dos trabalhadores.

269

270 

Saúde do trabalhador de enfermagem

 

14. A fadiga em trabalhadores de enfermagem, o presenteísmo e a (in)capacidade para o trabalho

PDF Criptografado

A fadiga em trabalhadores de enfermagem, o presenteísmo e a

(in)capacidade para o trabalho

14

Fabio José da Silva

Vanda Elisa Andres Felli

Maria Carmen Martinez

Vivian Aline Mininel

Palavras-chave  Enfermagem; saúde do trabalhador; produtividade do trabalho; incapacidade e saúde.

Estrutura dos tópicos  Introdução. A fadiga em trabalhadores de enfermagem.

O presenteísmo, situação alarmante no cotidiano de trabalho da enfermagem.

A avaliação da capacidade para o trabalho entre os trabalhadores de enfermagem.

Considerações finais. Referências.

INTRODUÇÃO

As constantes mudanças, advindas da reestruturação produtiva, no estilo de vida dos cidadãos em uma sociedade globalizada favorecem o aumento das exigências no trabalho. Essas mudanças repercutem na saúde dos trabalhadores que são submetidos ao trabalho competitivo, em turnos, com jornadas excessivas e em ritmo acelerado.1

O trabalho em enfermagem é considerado desgastante pela sobrecarga de trabalho com pressão no tempo de execução das tarefas, causando aceleração no ritmo de trabalho e aumento dos

289

 

15. Retorno ao trabalho dos trabalhadores de enfermagem

PDF Criptografado

Retorno ao trabalho dos trabalhadores de enfermagem

15

Silmar Maria da Silva

Vivian Aline Mininel

Priscilla Evelyn Penteado

Palavras-chave  Enfermagem; saúde do trabalhador; afastamento por motivo de saúde; retorno ao trabalho.

Estrutura dos tópicos  O contexto histórico do adoecimento pelo trabalho.

As diferentes compreensões de incapacidade para o trabalho. O processo de afastamento do trabalho. A reabilitação profissional e o retorno ao trabalho.

Considerações finais. Referências.

O CONTEXTO HISTÓRICO DO ADOECIMENTO PELO TRABALHO

O momento histórico atual tem sido determinado por fortes relações de consumo e grandes inovações tecnológicas que, somadas à competitividade existente no ambiente de trabalho e aos altos índices de produtividade a serem alcançados, produzem mudanças nos modos de vida pessoal e profissional dos indivíduos, gerando mudanças nas relações de trabalho e no processo de adoecimento ocupacional.1

305

 

16. Propostas de intervenção para a melhora da saúde dos trabalhadores

PDF Criptografado

16

Propostas de intervenção para a melhora da saúde dos trabalhadores

Patricia Campos Pavan Baptista

Ana Paula Pelegrini Ratier

Lucinda Helena da Silva de Vasconcelos

Palavras-chave  Enfermagem; saúde dos trabalhadores; promoção da saúde; prevenção de doenças.

Estrutura dos tópicos  O contexto do trabalho em enfermagem e as intervenções para a melhora da saúde dos trabalhadores. As intervenções com foco nas cargas de trabalho e no perfil patológico dos trabalhadores de enfermagem. Considerações finais. Referências.

O CONTEXTO DO TRABALHO EM ENFERMAGEM E AS

INTERVENÇÕES PARA A MELHORA DA SAÚDE DOS

TRABALHADORES

Neste capítulo serão discutidas as propostas de intervenção para a melhora da saúde dos trabalhadores, visto que um olhar reflexivo sobre o processo de trabalho aliado à gestão participativa são elementos essenciais para a construção de estratégias nos diferentes ambientes de trabalho.

330

16  Propostas de intervenção para a melhora da saúde dos trabalhadores  331

 

17. Políticas públicas na saúde do trabalhador

PDF Criptografado

Políticas públicas na saúde do trabalhador

17

Mirian Cristina dos Santos Almeida

Arlete Silva

Tamara Iwanow Cianciarullo

Patricia Campos Pavan Baptista

Palavras-chave  Saúde do trabalhador; políticas públicas.

Estrutura dos tópicos  A evolução conceitual da saúde e dos modelos de atenção à saúde do trabalhador. A evolução das políticas públicas na saúde do trabalhador brasileiro. Considerações finais. Referências.

A EVOLUÇÃO CONCEITUAL DA SAÚDE E DOS MODELOS DE

ATENÇÃO À SAÚDE DO TRABALHADOR

No decorrer dos tempos, a saúde do trabalhador evoluiu tanto conceitualmente quanto na forma de abrangência das políticas públicas voltadas ao trabalhador, acompanhando a mudança do próprio conceito de saúde adotado pela Organização

Mundial da Saúde na década de 1940, quando sua definição deixou de ser meramente a ausência de doença, passando a ser “um completo bem-estar físico, mental e social”. Essa definição de

345

346 

 

Detalhes do Produto

Livro Impresso
eBook
Capítulos

Formato
PDF
Criptografado
Sim
SKU
BPP0000269351
ISBN
9788520455302
Tamanho do arquivo
7,2 MB
Impressão
Desabilitada
Cópia
Desabilitada
Vocalização de texto
Não
Formato
PDF
Criptografado
Sim
Impressão
Desabilitada
Cópia
Desabilitada
Vocalização de texto
Não
SKU
Em metadados
ISBN
Em metadados
Tamanho do arquivo
Em metadados