Contabilidade Básica, 12ª edição

Visualizações: 266
Classificação: (0)
Esta é uma obra que vai além dos livros destinados ao ensino inicial de Contabilidade. Com uma metodologia moderna e dinâmica, e com linguagem acessível ao aluno iniciante em Contabilidade, o autor apresenta uma visão conjunta dos relatórios contábeis e introduz a matéria de maneira gradativa, despertando o interesse do estudante na aprendizagem da disciplina. Além de apresentar embasamento legal e tributário para o conteúdo, o autor propõe, ao final de cada capítulo, tarefas práticas que ajudam e estimulam o desenvolvimento fora da sala de aula. Finalmente, esta edição foi atualizada considerando as Normas Internacionais de Contabilidade (IFRS) por meio dos pronunciamentos do CPC (Comitê de Pronunciamentos Contábeis) e das Resoluções e Normas do CFC (Conselho Federal de Contabilidade).

• O acesso aos materiais suplementares é gratuito. Basta que o leitor se cadastre em nosso site (www.grupogen.com.br), faça seu login e clique em GEN-IO, no menu superior do lado direito.

É rápido e fácil. Caso haja alguma mudança no sistema ou dificuldade de acesso, entre em contato conosco (gendigital@grupogen.com.br).
 

17 capítulos

Formato Comprar item avulso Adicionar à Pasta

1 - Contabilidade

PDF Criptografado

1

Contabilidade

Para este capítulo, veja o vídeo “A Contabilidade”. uqr.to/bq7y

Neste capítulo você verá:

O que é Contabilidade

Aplicação da Contabilidade

Usuários da Contabilidade

Para quem é mantida a Contabilidade

O profissional contábil

Pilares da Contabilidade

Empresa que faz negócios e a→

Contabilidade registra os dados e →

Admin./ gerentes

Departamento contábil

Produz relatórios contábeis para →

Sócios constituem uma →

Usuários que são supridos de informação

Administradores

Bancos/

Fornecedores

Gerenciar banco de dados

Querem ver

Querem

Analisam

se deu lucro

tomar decisões

previsões

Usuários

Usuários

Governo

Sindicato

Funcionários

Usuários

Outros usuários

Figura 1.1 Cadeia da Contabilidade

2_Prova_Final_Marion_Contabilidade basica.indb 3

15/08/2018 15:55:51

 

2 - Patrimônio

PDF Criptografado

2

Patrimônio

Para este capítulo, veja o vídeo “Patrimônio”. uqr.to/bq8n

Neste capítulo você verá:

IconicBestiary | iStockphoto

Conceito contábil de patrimônio

Bens tangíveis e intangíveis

Direitos a receber

Obrigações exigíveis e não exigíveis

Patrimônio Líquido e riqueza líquida

2_Prova_Final_Marion_Contabilidade basica.indb 15

15/08/2018 15:55:52

16 | CONTABILIDADE BÁSICA   José Carlos Marion

Nas últimas décadas, centenas de empresas foram negociadas, houve fusões e aquisições por grupos brasileiros e estrangeiros.

Citamos alguns exemplos de negociações:

��

��

��

��

��

Natura adquire The Body Shop (2017).

General Electric adquire a XPRO (2012).

Banco Real (vendido ao ABM Amro em 2007) é adquirido pelo Banco Santander.

Itaú adquire parte da XP Investimentos (2017).

Livraria Cultura adquire Fnac e Estante Virtual (2017).

CONCEITO

O termo patrimônio significa, a princípio, o conjunto de bens pertencente a uma pessoa ou a uma empresa. Compõe-se também de valores a receber (ou dinheiro a receber).

 

3 - Demonstrações financeiras

PDF Criptografado

3

Demonstrações

Financeiras

Para este capítulo, veja o vídeo “Demonstrações Financeiras”. uqr.to/bq8p

Neste capítulo você verá:

vDraw | iStockphoto

Conceito de relatórios contábeis

Principais Demonstrações Financeiras

Períodos de apresentação e requisitos das Demonstrações Financeiras

Demonstrações Contábeis versus Demonstrações Financeiras

Homem: “– As Demonstrações Financeiras mostram bons lucros!”

Mulher: “– É, mas os Fluxos de Caixa mostram que não temos dinheiro para pagar o nosso salário.”

2_Prova_Final_Marion_Contabilidade basica.indb 27

15/08/2018 15:55:53

28 | CONTABILIDADE BÁSICA   José Carlos Marion

Nos países desenvolvidos, a Demonstração dos Fluxos de Caixa é o relatório contábil mais importante em nossos dias. Ela apresenta resumidamente os recursos (dinheiro) que entraram no Caixa e os que saíram dele de um negócio durante determinado período. Os administradores mais hábeis preferem, antes de pronunciar a palavra lucro, avaliar cuidadosamente seu Fluxo de Caixa. Os administradores mais bem-sucedidos normalmente dizem que gerenciam ambos: o lucro e o fluxo de caixa. Você não pode ressaltar um e ignorar o outro. Uma empresa é um dragão de duas cabeças quando se trata deste assunto. Ignorar o Fluxo de Caixa pode levar a empresa a um abismo mesmo que ela tenha uma boa fórmula de se obter lucro. Alguns gerentes de negócios preocupam-se em produzir lucro e tratam o Fluxo de Caixa superficialmente. Na verdade, deveriam dar a mesma ênfase para ambos (livro Accounting for dummies, Cap. 1).

 

4 - Balanço patrimonial – uma introdução

PDF Criptografado

4

Balanço Patrimonial –

Uma Introdução

Para este capítulo, veja o vídeo “Balanço Patrimonial”. uqr.to/bq8q

Neste capítulo você verá:

O que é Balanço Patrimonial

Conceitos de Ativo, Passivo e Patrimônio Líquido

O termo “capital” em Contabilidade

Origens × aplicações e sua importância para entender o Balanço Patrimonial

yuoak | iStockphoto

Ativo = Passivo e

Patrimônio

Líquido

“Só um gênio consegue este milagre.”

2_Prova_Final_Marion_Contabilidade basica.indb 39

15/08/2018 15:55:55

40 | CONTABILIDADE BÁSICA   José Carlos Marion

Os MBAs não são treinados para lançar transações em um computador; ou melhor, são ensinados a interpretar a informação que os contadores geram. As Demonstrações Financeiras são o resumo de todas as transações individuais registradas em um período.

Elas são o produto final de uma função contábil. As Demonstrações Financeiras dão aos usuários interessados a oportunidade de verem o que aconteceu, em um resumo perfeito. Para conhecer uma empresa, você tem de saber ler e compreender principalmente as três principais Demonstrações Financeiras: Balanço Patrimonial, Demonstração do Resultado do Exercício e Demonstração dos Fluxos de Caixa (livro MBA em 10 lições, Cap. 3).

 

5 - Balanço patrimonial – grupo de contas

PDF Criptografado

5

Balanço Patrimonial –

Grupo de Contas

Para este capítulo, veja o vídeo “Balanço Patrimonial – Grupo de

Contas”. uqr.to/bq8t

Neste capítulo você verá:

Conceito de curto e longo prazos na Contabilidade

Ativo

�� Ativo Circulante e Não Circulante

Passivo

�� Passivo Circulante e Não Circulante

�� Patrimônio Líquido

Principais deduções do Ativo e do Patrimônio Líquido

�� Deduções do Ativo Circulante e Não Circulante

�� Dedução do Patrimônio Líquido

2_Prova_Final_Marion_Contabilidade basica.indb 51

15/08/2018 15:55:56

Tatiana_Stulbo | iStockphoto

52 | CONTABILIDADE BÁSICA   José Carlos Marion

“Contador, alguma coisa está errada. Já é o segundo ano em seguida que o Ativo dá o mesmo valor do Passivo. Você está querendo rir da minha cara?”

O ideal seria que o Balanço Patrimonial e outras Demonstrações Financeiras fossem examinados por auditoria externa, isto é, independente, sem nenhum vínculo permanente com a empresa. O auditor externo não pode, sequer, ter um parente que tenha vínculo empregatício com a empresa.

 

6 - Apuração do resultado e regimes de contabilidade

PDF Criptografado

6

Apuração do

Resultado e

Regimes de

Contabilidade

Para este capítulo, veja o vídeo “Apuração do Resultado e Regimes de Contabilidade”. uqr.to/bq8u

Neste capítulo você verá:

Apuração do resultado

Conceito de receita e despesa

Regime de Competência

Regime de Caixa

Balanço Patrimonial × Demonstração do Resultado do Exercício e Regime de

Competência

Ajustes em relação ao Regime de Competência

Efeito do lucro no balanço

Diferença entre despesa e custo

2_Prova_Final_Marion_Contabilidade basica.indb 71

15/08/2018 15:55:57

72 | CONTABILIDADE BÁSICA   José Carlos Marion

Onde foi o salário (renda) do

“Sr. Brasilino Bom Religioso”?

catrinka81 | iStockphoto

36,5% Im postos pagos ao G overno: direto e in direto

15,5% Ju ro bancos, ca s: rt crédito ... ão de

10% Díz imo da Ig reja

9,0% Fu nd aposenta os de doria

8,0% A luguel

7,5% E scola do

 

7 - Demonstração do resultado do exercício

PDF Criptografado

7

Demonstração do

Resultado do

Exercício

Para este capítulo, veja o vídeo “Demonstração do Resultado do

Exercício”. uqr.to/bq8w

Neste capítulo você verá:

Demonstração dedutiva

Como apurar a Receita Líquida

Como apurar o Lucro Bruto

Custo das vendas

Como apurar o Lucro Operacional

Como apurar o lucro depois do Imposto de Renda (resultado líquido do período)

Contribuições e participações sobre o lucro

2_Prova_Final_Marion_Contabilidade basica.indb 85

15/08/2018 15:56:00

86 | CONTABILIDADE BÁSICA   José Carlos Marion

FORMALIDADE

S

E

M

I

F

O

R

M

A

L

I

D

A

D

E

INFORMALIDADE

Nem formal, nem informal, o Brasil é semiformal

“Há um fenômeno que permeia todo o espaço econômico da realidade brasileira e que não foi, até hoje, objeto da merecida atenção: a ele damos o nome de ‘semiformalidade’. É composta, por um lado, por agentes que pertencem ao universo formal, mas que executam parte de suas operações no âmbito da informalidade. Trata-se de empresas que, a despeito de serem formalmente estabelecidas (empresas com CNPJ), não incluem parte de suas operações em seus registros contábeis (transações realizadas sem a emissão do comprovante fiscal, ou Nota Fiscal) e/ou possuem em seus quadros trabalhadores sem contrato formal de trabalho (Carteira de Trabalho assinada). Essa forma de contratação passou a ser reconhecida como ‘trabalho informal’ pela OIT (Organização Internacional do Trabalho) desde 2003. Há, ainda, empresas que remuneram seus trabalhadores em valores efetivos que são superiores àqueles que constam de seus registros contábeis e dos respectivos contratos de trabalho – prática usual no comércio, em que a remuneração variável (comissões de vendas) é paga à margem dos registros oficiais. Esse conjunto de práticas é conhecido pelos nomes de transações por fora ou caixa 2.”

 

8 - Demonstração dos fluxos de caixa e plano de contas

PDF Criptografado

8

Demonstração dos

Fluxos de Caixa e

Plano de Contas

Para este capítulo, veja o vídeo “Demonstração dos Fluxos de

Caixa e Plano de Contas”. uqr.to/bq8x

Neste capítulo você verá:

Demonstração dos Fluxos de Caixa (DFC)

�� Importância e tipos dos fluxos de caixa

�� Por que a Contabilidade no Brasil dá pouco valor à DFC

�� Elaboração e estruturação da DFC

�� Introdução ao ciclo contábil

Plano de contas e sua importância

Plano de contas “importado” e simplificado

Plano de contas e o usuário da Contabilidade

Como adequar o plano de contas a outras atividades

2_Prova_Final_Marion_Contabilidade basica.indb 109

15/08/2018 15:56:02

110 | CONTABILIDADE BÁSICA   José Carlos Marion

DFC

DRE

Lucro

Meilun | iStockphoto

Caixa

“Após esta brilhante apresentação dos fluxos contábeis, devo-lhe dizer que o senhor está demitido. Motivo? – Redução de custos.”

 

9 - Contabilidade por balanços sucessivos

PDF Criptografado

9

Contabilidade por Balanços

Sucessivos

Para este capítulo, veja o vídeo “Contabilidade por Balanços

Sucessivos”. uqr.to/bq8y

Neste capítulo você verá:

Metodologia do ensino da Contabilidade

Aspectos da constituição de uma empresa

Operações

�� Constituição do capital

�� Aquisição de bens à vista

�� Aquisição de bens a prazo

�� Financiamento a longo prazo

�� Aquisição de bens (metade a prazo + metade à vista)

Contabilidade por balanços sucessivos

2_Prova_Final_Marion_Contabilidade basica.indb 125

15/08/2018 15:56:04

Yapanda | iStockphoto

126 | CONTABILIDADE BÁSICA   José Carlos Marion

“Nos livros de introdução à Contabilidade, a essência da obra de autores americanos

(veja Finney & Miller, por exemplo) é a clareza e a didática da exposição. Partem de uma visão de conjunto dos relatórios emanados da contabilidade (o balanço principalmente) para, a partir daí, descer ao nível de detalhe dos lançamentos originários.

 

10 - Contabilização das contas de balanço – débito e crédito

PDF Criptografado

10

Contabilização das

Contas de Balanço –

Débito e Crédito

Para este capítulo, veja o vídeo “Contabilização das Contas de

Balanço”. uqr.to/bqvx

Neste capítulo você verá:

Método balanços sucessivos

Razonete

�� Lançamentos nos razonetes

Débito e crédito

Saldo das contas

2_Prova_Final_Marion_Contabilidade basica.indb 139

15/08/2018 15:56:05

Qvasimodo | iStockphoto

140 | CONTABILIDADE BÁSICA   José Carlos Marion

“Nunca posso me desfazer desta minha escrivaninha. Ela é mais importante que meu microcomputador. A gaveta do lado esquerdo tem um ‘D’ marcado, para eu nunca esquecer que

Débito é o lado esquerdo. A gaveta direita tem um ‘C’ inscrito, pois Crédito é o lado direito.

Há mais de 20 anos esta escrivaninha tem sido minha memória.”

O razonete nada mais é que um Razão simplificado.

É de grande utilidade no ensino da Contabilidade, pois, através dele, é possível controlar o movimento de todas as contas utilizadas na escrituração, de maneira bem simplificada.

 

11 - Balancete de verificação e método das partidas dobradas

PDF Criptografado

11

Balancete de

Verificação e

Método das

Partidas Dobradas

Para este capítulo, veja o vídeo “Balancete de Verificação e

Método das Partidas Dobradas”. uqr.to/bqy1

Neste capítulo você verá:

Balancete de verificação

Método das partidas dobradas

Partidas simples

Balancete das partidas dobradas

Identificação do erro de lançamento

Erros que o Balancete não detecta

Balancete de várias colunas

Apresentação do Balancete

Balancete como instrumento de decisão

2_Prova_Final_Marion_Contabilidade basica.indb 155

15/08/2018 15:56:08

156 | CONTABILIDADE BÁSICA   José Carlos Marion

“Em pé no museu, tentei imaginar como, numa tarde remota, um ancestral brilhante e anônimo registrou uma transação de animais domésticos desenhando sinais em pedaços de barro e, fazendo isto, inventou para as épocas futuras a arte da escrita.

A escrita, compreendi, foi invenção não de poeta, mas de um contador” (MANGUEL, Alberto. Saques em Bagdá apagam a história da escrita. O Estado de S. Paulo, 26-4-03).

 

12 - Contabilização de contas de resultado e apuração contábil do lucro

PDF Criptografado

12

Contabilização de Contas de

Resultado e

Apuração Contábil do Lucro

Neste capítulo você verá:

Contas de resultado

Contabilização das contas de Balanço Patrimonial

Regras de contabilização das contas de resultado

Apuração contábil do resultado

Encerramento das contas de resultado

Lançamentos de encerramento

Contabilização do resultado

“Uma das contribuições mais notáveis do livro

‘Summa de Arithmetica, Geometria, Proportioni et

Proportionalita’, escrito por Luca Pacioli em

1494 foi sua apresentação da Contabilidade por partidas dobradas. Essa inovação revolucionária nos métodos contábeis teve importantes consequências econômicas, comparáveis à descoberta da máquina a vapor trezentos anos depois” (BERNSTEIN, Peter

L. Desafio aos Deuses. Rio de Janeiro: Campus.

Capítulo 3 – O jogador do Renascimento, dedicado a Luca Pacioli).

2_Prova_Final_Marion_Contabilidade basica.indb 171

 

13 - Livros contábeis

PDF Criptografado

13

Livros Contábeis1

Neste capítulo você verá:

Metodologia deste livro

Razão

Razão Analítico × Sintético

Exemplo de Razão

Diário

Diário de duas colunas

Diário de três colunas

Depois de consultar estudiosos da Administração nas principais universidades norte-americanas, entre eles

Warren Benis – o maior especialista em liderança nos

EUA –, a AMA elaborou uma relação das decisões que mudaram o mundo dos negócios. A primeira que ganhou o destaque foi:

1. Pierre du Pont percebeu que sua empresa precisava gerir melhor o dinheiro que movimentava. Sob sua direção (entre 1902 e 1940), a Du Pont desenvolveu a moderna Contabilidade Empresarial.

2. (Há uma lista de mais de 100 decisões no mundo dos negócios).

PrettyVectors | iStockphoto

Qual é a maior decisão do mundo dos negócios do século XX?

A falta de registros contábeis tira da empresa a sua identidade, não permitindo que se conheça o seu passado, nem seu presente e muito menos seu futuro, comprometendo o desenvolvimento da mesma, pois lhe faltam meios, isto é, está desprovida de controles econômico-financeiros permanentes que só a Contabilidade oferece, tornando-a desorganizada e desorientada.

 

14 - Sistemas contábeis e disposições sobre escrituração mercantil

PDF Criptografado

14

Sistemas Contábeis e Disposições sobre Escrituração

Mercantil

Neste capítulo você verá:

Sistemas contábeis

Sistema manual

Sistema maquinizado

Sistema mecanizado

Sistema eletrônico

Escrituração resumida do Diário

Erros no Diário

Fichas e formulários contínuos

Software contábil

Contabilidade digital

2_Prova_Final_Marion_Contabilidade basica.indb 205

15/08/2018 15:56:17

studiolaut | iStockphoto

206 | CONTABILIDADE BÁSICA   José Carlos Marion

“Ora, parece que a discussão passou para a ética contábil, e devo confessar que isto está fora do meu departamento.”

“Na realidade, nos Sistemas Integrados ou ERP,1 como são mais conhecidos, os lançamentos acontecem no momento em que são gerados, ou seja, quando na emissão ou recebimento de uma Nota Fiscal, no momento em que efetuamos uma baixa de pagamento e recebimento ou quando informamos uma aplicação, ou seja, sempre que precisamos contabilizar o movimento, e de maneira automática, rápida e on line sem a necessidade de qualquer intervenção, mostrando ou não para o usuário o lançamento que está sendo realizado naquele momento” (livro: Contabilidade inside ERP, Cap. 9).

 

15 - Ativo não circulante e a depreciação

PDF Criptografado

15

Ativo Não

Circulante e a Depreciação

Neste capítulo você verá:

Imobilizado

� Natureza do Ativo Imobilizado

� Itens que compõem o Ativo Imobilizado (tangível)

� Manutenção e reparos no Ativo Imobilizado

� Melhorias no Ativo Imobilizado

� Imobilizações em andamento

Subtrações do Imobilizado

� Depreciação

� Amortização

� Exaustão

Um balonista, perdido na neblina, desce num grande campo onde vê um homem caminhando.

“Por favor, onde eu estou?”, ele grita.

“Na cesta de um balão no meio de um campo gramado”, vem a resposta.

O balonista então diz: “Você deve ser um contador formado.” “Sou, mas como você sabe?” “Porque o que você respondeu está impecavelmente correto, mas é completamente inútil!” Injusto e indelicado, possivelmente, mas com uma ponta de verdade (?)

2_Prova_Final_Marion_Contabilidade basica.indb 223

mangsaab | iStockphoto

Piada de mau gosto?

15/08/2018 15:56:24

 

16 - Ciclo contábil e levantamentos das demonstrações financeiras

PDF Criptografado

16

Ciclo Contábil e

Levantamentos das

Demonstrações

Financeiras

Neste capítulo você verá:

Introdução

Dados para escrituração

Levantamento das demonstrações financeiras

�� Escrituração

�� Primeiro Balancete de Verificação

�� Ajustes no final do período

�� Segundo Balancete de Verificação

�� Apuração de resultados

�� Contabilização e Distribuição do lucro

�� Contabilização do lucro

�� Estruturação das demonstrações financeiras

2_Prova_Final_Marion_Contabilidade basica.indb 245

15/08/2018 15:56:26

246 | CONTABILIDADE BÁSICA   José Carlos Marion

Assembleia Geral da “ENRON”

2

+2

4

Good_Studio | iStockphoto

i pre om o c nron, d n

E a

Qu es da e que açõ ram-m o 5. e

ã diss + 2 s

2

Srs pel . acio os nis

Co Princ tas, ntá ípio

2 + beis s

2= ,

4.

Por ocasião do XV Congresso Mundial de Contabilidade, o Sr. James Woltensohn, presidente do Banco Mundial, disse que nos últimos 15 anos temos visto grandes transformações políticas e econômicas, e corrupção crescente, em todo o mundo; ele pergunta: “O que isso tem a ver com Auditores e Contadores?” E responde: “O simples elemento que une esses fatos é transparência.” A falta desta, segundo ele, gera a corrupção, generalizada em nossos dias, principalmente nos governos de países em desenvolvimento. Dirigindo-se aos Contadores, afirmou:

 

Gabarito

PDF Criptografado

Gabarito

Capítulo 1

Exercícios

1

Associe os números:

1.

Contabilidade

(4)

2.

3.

4.

5.

6.

Contabilidade Geral

Contabilidade Hospitalar

Contabilidade Pública

Usuários da Contabilidade

Pessoa Física

(6)

(8)

(11)

(2)

(9)

7.

8.

Pessoa Jurídica

Entidade Contábil

(5)

(3)

9.

10.

11.

Contador

Auditor

Continuidade

(1)

(7)

(12)

12.

Perícia Contábil

(10)

Contabilidade Geral aplicada às Empresas Públicas

Indivíduo

Para quem a Contabilidade é mantida

Pressupõe empresa em funcionamento

Contabilidade Financeira

Profissional formado em curso superior

Governo, funcionários,...

Contabilidade Geral aplicada aos hospitais

Instrumento para tomada de decisões

Empresas

Investigação contábil determinada por juiz

 

Detalhes do Produto

Livro Impresso
eBook
Capítulos

Formato
PDF
Criptografado
Sim
SKU
BPP0000269137
ISBN
9788597018097
Tamanho do arquivo
8,3 MB
Impressão
Desabilitada
Cópia
Desabilitada
Vocalização de texto
Não
Formato
PDF
Criptografado
Sim
Impressão
Desabilitada
Cópia
Desabilitada
Vocalização de texto
Não
SKU
Em metadados
ISBN
Em metadados
Tamanho do arquivo
Em metadados