Medium 9788566103069

Introdução ao empreendedorismo - Uma abordagem inovadora com jogos e desafios práticos

Autor(es): DORNELAS, José
Visualizações: 134
Classificação: (0)

Introdução ao empreendedorismo inova ao propor que o primeiro contato com o tema pelos estudantes, ou demais públicos interessados no assunto, ocorra de maneira livre e com o objetivo de desenvolvimento de suas habilidades empreendedoras. Essa premissa amplia o entendimento do conceito de perfil empreendedor e a ideia de um perfil único ou ideal de empreendedor é naturalmente preterida. O pano de fundo que alicerça esta publicação é o empoderamento a partir da vivência prática e as atividades propostas privilegiam o aprender fazendo. Ao participar dos vários jogos e desafios, o leitor desenvolve diversas habilidades empreendedoras e identifica-se com aquelas que considera mais adequadas ao seu próprio perfil. Com isso, ele estará preparado para desenvolver seu Plano Empreendedor Pessoal (PEP), uma ferramenta extremamente útil aos interessados em planejar sua futura jornada empreendedora, independentemente se a escolha for ou não o negócio próprio. Quando utilizado como livro-texto, o material aqui apresentado adequa-se perfeitamente a uma disciplina introdutória ao tema empreendedorismo em cursos universitários, tecnológicos, técnicos ou profissionais.

 

8 capítulos

Formato Comprar item avulso Adicionar à Pasta

Capítulo 1 - Diferentes maneiras de empreender

PDF Criptografado

Capítulo 1

miolo_.indd 9

2/2/2018 11:03:07 PM

IntrODUçãO AO EMPrEEnDEDOrISMO - José Dornelas

| 10 |  

miolo_.indd 10

1. Diferentes maneiras de empreender

2/2/2018 11:03:08 PM

pel, na execução (atuação) e na entrega do produto ao cliente final (proporcionar felicidade, alegria, satisfação, relaxamento, prazer etc. aos espectadores).

Empreender não se resume à criação do negócio próprio. Mas a maneira mais conhecida de se tornar um empreendedor é criando uma empresa. Por outro lado, com a disseminação do conceito de empreendedorismo na sociedade, o comportamento empreendedor passou a ser observado com mais atenção em ambientes nos quais antes não se pensava haver empreendedores.

Um funcionário público pode ser um empreendedor ao propor maneiras de otimizar os recursos disponíveis para que o serviço prestado à população seja de excelência, com o menor investimento possível, e trabalhar para que sua proposta seja implementada.

 

Capítulo 2 - Conhecendo as habilidades empreendedoras

PDF Criptografado

Cap. 1 • Diferentes maneiras de empreender

Capítulo 2

| 31 |  

miolo_.indd 31

2/2/2018 11:03:45 PM

INTRODUÇÃO AO EMPREENDEDORISMO - José Dornelas

| 32 |  

miolo_.indd 32

2. C� onhecendo as habilidades empreendedoras

2/2/2018 11:03:45 PM

A tentativa de rotular o perfil do empreendedor e definir os traços comuns àqueles que empreendem não é recente. Há décadas os pesquisadores se debruçam sobre dados das mais variadas fontes com o objetivo de identificar o que pensa e como age o empreendedor. Alguns dos estudos mais conhecidos e disseminados no Brasil pelo SEBRAE é o conjunto de características comportamentais empreendedoras, definidas por David McClelland nas décadas de 1960 e 1970. Nos livros

Empreendedorismo, transformando ideias em negócios e Empreendedorismo na prática (informações em www.josedornelas.com.br) também são apresentados estudos e uma relação de características empreendedoras, de maneira a ratificar que o rótulo de empreendedor é um dos mais difíceis de definir, já que a própria definição de empreender, como apresentada no

 

Capítulo 3 - Praticando habilidades empreendedoras

PDF Criptografado

Capítulo 3miolo_.indd 412/2/2018 11:03:57 PMINTRODUÇÃO AO EMPREENDEDORISMO - José Dornelas| 42 |  miolo_.indd 423. P� raticando habilidades empreendedoras2/2/2018 11:03:57 PMCap. 3 • PrAtICAnDO hAbIlIDADES EMPrEEnDEDOrAS3.1�Oficinas�lúdicas�e�gamificadas�de�empreendedorismoPara conhecer e praticar seus poderes empreendedores são apresentadas a seguir algumas oficinas lúdicas, chamadas de desafios: Minha Própria Casa, Show de Talentos, Torre de Papel, Transporte do Futuro e A Sua Oficina. Todas as oficinas seguem uma mesma lógica de aplicação, tempo de duração e utilização de materiais e recursos similares.Componentes ou recursos utilizados em cada oficinaFicha de acompanhamento de poderes dos participantes(Disponível para download em www.josedornelas.com.br)Notas de dinheiro(Disponíveis para download em www.josedornelas.com.br ou podem ser adquiridas com custo acessível em papelarias)

 

Capítulo 4 - Missões para quem faz acontecer

PDF Criptografado

Capítulo 4miolo_.indd 612/2/2018 11:04:17 PMINTRODUÇÃO AO EMPREENDEDORISMO - José Dornelas| 62 |  miolo_.indd 624. M� issões para quem faz acontecer2/2/2018 11:04:17 PMAo concluir todas as missões após todas as oficinas serem realizadas sugere-se ao professor/instrutor aulas para discutir com os participantes como foi o desafio de atribuição e cumprimento das missões e o que aprenderam com isso.A expectativa é que todos consigam assimilar os poderes empreendedores de maneira prática, identificando-se com aqueles que consideram os mais presentes em si mesmos e, ainda, traçando um plano de ação para o desenvolvimento de outros poderes ainda não claramente identificados. O PlanoEmpreendedor Pessoal (PEP), apresentado no Capítulo 7, será muito útil nesse sentido.Cap. 44 • MISSÕES PArA QUEM FAZ ACOntECErMISSÕES PArA QUEM FAZ ACOntECErAo final de todas as oficinas há a atribuição de poderes pelos participantes. Assim, caso o participante tenha se autoatribuído um poder repetido em oficinas diferentes, ele terá o desafio de realizar missões diferentes para o mesmo poder.

 

Capítulo 5 - Como pensa e age o empreendedor do negócio próprio

PDF Criptografado

Cap. 4

4 • MISSÕES PArA QUEM FAZ ACOntECEr

MISSÕES PArA QUEM FAZ ACOntECEr

Capítulo 5

| 75 ||  

| 75

2/2/2018 11:04:34 PM miolo_.indd 75

INTRODUÇÃO AO EMPREENDEDORISMO - José Dornelas

| 76 |  

miolo_.indd 76

5. C� omo pensa e age o empreendedor do negócio próprio

2/2/2018 11:04:34 PM

Além da discussão acerca das características dos empreendedores do negócio próprio também é comum encontrar estudos e mesmo análises empíricas e coloquiais que acabam por ser difundidas como mitos da personalidade do empreendedor que cria empresas. Por outro lado, há verdades confundidas com mitos e que também precisam ser mais bem entendidas para o benefício dos candidatos a empreendedor do negócio próprio. Algumas das verdades que sobrepujam mitos bem difundidos sobre o empreendedor do negócio próprio são apresentadas a seguir.

quando isso acontece, ele deve estar preparado para o evento.

Por isso, quando muitos dizem que os empreendedores têm sorte, não estão errados, mas também estão sendo simplistas ao analisar os dados, uma vez que a sorte do empreendedor nada mais é que estar no lugar certo, na hora certa e com a competência certa para poder aproveitar a oportunidade.

 

Capítulo 6 - Vivenciando o empreendedorismo

PDF Criptografado

Capítulo 6

miolo_.indd 99

2/2/2018 11:04:56 PM

INTRODUÇÃO AO EMPREENDEDORISMO - José Dornelas

| 100 |  

miolo_.indd 100

6. V

� ivenciando o empreendedorismo

2/2/2018 11:04:56 PM

duto final, talvez algo mais inovador, não há problemas, mas deve lembrar que qualquer desafio proposto deve ter uma solução factível. Exemplos de produtos: chocolate, doces, salgados, sucos (limonada), enfeites, presentes, artesanato etc.

Essa atividade pode ser desenvolvida em vários momentos em um curso de empreendedorismo ou mesmo de maneira independente, para aqueles que não estejam participando de um curso formal. Porém, caso você já tenha tido contato com os assuntos tratados nos capítulos anteriores, estará mais bem preparado para os desafios.

Cada grupo deverá também produzir um curta-metragem (de até cinco minutos), usando uma câmera (pode ser inclusive a do celular) e mostrando a experiência empreendedora e os principais momentos da atividade, desde a análise e seleção das ideias, passando pelo planejamento das ações, a captação de recursos, a fase de execução e implantação do negócio e a compilação dos resultados. O vídeo, depois de editado e finalizado, deverá fazer parte da apresentação que o grupo elaborará para mostrar os resultados da experiência e serve ainda como uma auditoria de toda a experiência, comprovando que os integrantes do grupo realmente participaram e se dedicaram para a obtenção de resultados. Essa abordagem facilita inclusive a avaliação dos resultados pelo organizador da atividade (o professor responsável), uma vez que não será possível ao professor/organizador estar presente durante a execução das atividades de todos os grupos ao mesmo tempo. Por outro lado, sugere-se fortemente ao professor/organizador que faça visitas surpresas aos grupos durante a execução das atividades fora da sala de aula!

 

Capítulo 7 - Plano Empreendedor Pessoal (PEP)

PDF Criptografado

Capítulo 7

miolo_.indd 121

2/2/2018 11:05:09 PM

INTRODUÇÃO AO EMPREENDEDORISMO - José Dornelas

| 122 |  

miolo_.indd 122

7. P

� lano

Empreendedor

Pessoal (PEP)

2/2/2018 11:05:09 PM

Muitas pessoas não dão a devida atenção ao PEP e nunca realizaram um, mas quem passa pela experiência de colocar no papel seus anseios e sonhos e tenta traduzi-los em objetivos acaba por criar um guia íntimo e individual com o qual passa a se comprometer. Isso ajuda não só a pensar o futuro de maneira estruturada, mas a entender com mais clareza quais são as possibilidades ou caminhos a seguir.

O fato de desenvolver um PEP não lhe garantirá a sua concretização conforme o previsto. O fato de planejar não garante o sucesso, mas auxilia você (empreendedor) a ter um norte a seguir. Por isso, o PEP é extremamente útil àqueles em busca de respostas sobre seu futuro profissional como empreendedor. Por meio do PEP, você pode identificar caminhos que o levarão ao empreendedorismo do negócio próprio, empreendedorismo social, corporativo, enfim, a várias possibilidades para seu desenvolvimento profissional.

 

Capítulo 8 - Empreender também é para você

PDF Criptografado

Capítulo 8 miolo_.indd 153

2/2/2018 11:05:25 PM

INTRODUÇÃO AO EMPREENDEDORISMO - José Dornelas

| 154 |  

miolo_.indd 154

8. �Empreender também é para você

2/2/2018 11:05:25 PM

Muitos empreendedores tornam-se bem-sucedidos sem conhecer antecipadamente os problemas que enfrentariam.

São os indivíduos que têm o “privilégio da ignorância” ou da falta de conhecimento e, assim, arriscam sem saber onde estão pisando. Quando se conhece em detalhes o ambiente e a si mesmo e, ainda, quando se tem uma clara visão dos cenários prováveis para o negócio, o indivíduo pode incorrer no erro do excesso de confiança. O fato é que conhecimento em quantidade nunca é demasiado, pois nunca saberemos tudo acerca de todos os assuntos. Sempre teremos de progredir.

Por isso, todos podem, em tese, desenvolver habilidades ao longo da vida, aperfeiçoar as que já possuem e constituir um alicerce forte o suficiente para enfrentar as tormentas do empreendedorismo.

 



Detalhes do Produto

Livro Impresso
eBook
Capítulos

Formato
PDF
Criptografado
Não
SKU
BPP0000268801
ISBN
9788566103083
Tamanho do arquivo
25 MB
Impressão
Desabilitada
Cópia
Desabilitada
Vocalização de texto
Não
Formato
PDF
Criptografado
Não
Impressão
Desabilitada
Cópia
Desabilitada
Vocalização de texto
Não
SKU
Em metadados
ISBN
Em metadados
Tamanho do arquivo
Em metadados