Análise de Riscos, 2ª edição

Visualizações: 235
Classificação: (0)

Com abordagem clara e o uso de linguagem didática voltada para a mensuração do risco, esta obra fornece informações atualizadas sobre como entender e analisar o Value at Risk de diferentes produtos do mercado. Por meio da utilização de aplicações práticas do mercado brasileiro, o livro contempla o estabelecimento de limites de posição em investimentos para análise dos riscos assumidos e a avaliação do retorno ajustado ao risco. _x000D_
Esta 2ª edição revisada e atualizada traz novos exercícios e aplicações que são apresentados ao longo de cada capítulo. As outras novidades ficam por conta do estudo prático do uso da estatística na análise de riscos de maneira simplificada, além de um capítulo dedicado aos riscos de bancos, no qual o autor tem foco especial para as instituições bancárias, demonstrando, por intermédio de exemplos, o impacto dos riscos nessas instituições._x000D_
Obra recomendada para profissionais do mercado financeiro, de capitais, riscos em projetos de investimentos, riscos de crédito e risco operacional. Leitura complementar para as disciplinas Análise de Riscos, Gerenciamento de Riscos, Administração Financeira, Mercado de Capitais, Finanças e Derivativos dos cursos de graduação, pós-graduação e MBA em Contabilidade, Economia e Administração. _x000D_
_x000D_
_x000D_
_x000D_

FORMATOS DISPONíVEIS

eBook

Disponível no modelo assinatura da Minha Biblioteca

9 capítulos

Formato Comprar item avulso Adicionar à Pasta

1 - Análise de Riscos

PDF Criptografado

1

ANÁLISE DE RISCOS

Objetivos do capítulo

Este capítulo inicial tem por objetivo introduzir o estudo da análise de riscos. São apresentados inicialmente a definição de risco, os tipos de riscos e sua evolução histórica, tanto quanto a sua taxonomia quanto à sua mensuração. Faz ainda uma revisão das crises globais mais recentes e dos desastres financeiros que provocaram perdas expressivas em bancos e diversas instituições.

1.1

Introdução

Já diziam minha avó, meu avô e minha mãe que “nunca devemos colocar todos os ovos em uma mesma cesta” ou que “devemos aprender com nossos erros”. Frases como estas representam hoje na área de finanças uma verdade incontestável no que diz respeito à análise de riscos. E certamente a grande lição das crises e desastres financeiros ocorridos nos últimos tempos é de que risco existe. E ele deve ser calculado, mas principalmente deve ser administrado.

É neste sentido que análise de riscos surge para proporcionar ao investidor um estudo completo e minucioso que se estende desde a detecção dos tipos de riscos existentes, passando pela mensuração dos mesmos e chegando à interpretação das ferramentas de análise de riscos e tomada de decisão.

 

2 - Retorno e Risco de Ativos

PDF Criptografado

2

RETORNO E RISCO DE ATIVOS

Objetivos do Capítulo

O capítulo tem por objetivo introduzir o conceito de risco e volatilidade de um ativo de renda variável, mais especificamente ações negociadas em bolsa de valores.

Atenta ainda para o entendimento de risco no contexto de um ativo isolado e em um conjunto com outros ativos, compondo o que se chama de carteira de ativos.

Pretende ainda ilustrar o processo de mensuração do risco e da volatilidade. Aplica a teoria de carteiras de Harry Markowitz com exemplos práticos das operações do mercado de capitais. Apresenta as formulações matemáticas necessárias para os cálculos a serem feitos de maneira simples e detalhada para melhor entendimento do leitor.

2.1

Retorno discreto

O ponto de partida para análise do retorno de um ativo de renda variável é o preço desse ativo cotado em bolsa de valores. O preço desse ativo pode, no entanto, variar em diferentes escalas de acordo com o valor justo disponível para negociação do ativo em bolsa.

 

3 - Análise de Risco para Ativos de Renda Variável

PDF Criptografado

3

ANÁLISE DE RISCO PARA ATIVOS DE

RENDA VARIÁVEL

Objetivos do capítulo

Este capítulo tem por objetivo explicar um dos conceitos mais importantes atualmente na gestão de riscos dos investimentos: é o de Value at Risk , ou simplesmente

VaR. O Value at Risk (VaR) representa uma medida de perda potencial de um ativo ou de uma carteira de investimentos sujeita a riscos de mercado, ou seja, a riscos de flutuação de preços.

Mostra-se a metodologia de apuração do VaR, chamada paramétrica, para um ativo individual e no contexto de uma carteira de ativos, chegando-se a ilustrar o ganho pela diversificação. Trata ainda do VaR não paramétrico com suas metodologias de apuração.

São identificados os elementos de decomposição do VaR para mostrar suas aplicações através de cada item que o compõe. O capítulo trata ainda do cálculo do VaR para o mercado de opções, que é mais conhecido como operações com derivativos.

Cap03-GUASTI.indd 105

4/18/18 1:49 PM

 

4 - Análise de Risco para Ativos de Renda Fixa

PDF Criptografado

4

ANÁLISE DE RISCO PARA

ATIVOS DE RENDA FIXA

Objetivos do capítulo

O presente capítulo tem por objetivo identificar e mensurar os riscos envolvidos em negociação de ativos de renda fixa.

Mostra as principais metodologias de apuração, dentre elas a duration e a convexidade, além de realizar o cálculo do Value at Risk para ativos de renda fixa.

4.1

Ativos de renda fixa

Um título no mercado é chamado de renda fixa quando todos os rendimentos oferecidos ao seu titular são conhecidos previamente, ou seja, no momento da aplicação.

Os investimentos em renda fixa podem ser ainda prefixados, quando os juros totais são definidos por todo o período da operação – independentemente do comportamento da economia; ou pós-fixados, quando somente uma parcela dos juros é fixa (taxa real de juros), sendo a outra parte definida com base num indexador de preços contratado

(IGP-M, IPCA, TR etc.).

Cap04-GUASTI.indd 181

4/18/18 1:49 PM

 

5 - Análise de Risco em Projetos de Investimentos

PDF Criptografado

5

ANÁLISE DE RISCO EM PROJETOS

DE INVESTIMENTOS

Objetivos do capítulo

Este capítulo tem por objetivo demonstrar a análise de riscos no âmbito de um projeto de investimentos, uma vez que diversos são os fatores que podem influenciar o resultado final de um projeto, como receitas, custos, despesas, taxas de juros etc.

Aplicam-se ainda métodos de simulação e árvores de decisões para exposição dos fatores de riscos e sua mensuração através de técnicas avançadas como Value at Risk para projetos de investimentos.

5.1

Riscos de um projeto de investimentos

Em finanças, analisa-se um projeto de investimentos a partir dos fluxos de caixa projetados e das técnicas tradicionais como: Valor Presente Líquido (VPL ou NPV – Net

Present Value), Taxa Interna de Retorno (TIR ou IRR – Internal Rate of Return), Taxa

Interna de Retorno Modificada (MIRR – Modified Internal Rate of Return), Índice de

Lucratividade (IL ou IBC – Índice Benefício Custo) e Payback Descontado.

 

6 - Análise de Risco de Crédito

PDF Criptografado

6

ANÁLISE DE RISCO DE CRÉDITO

Objetivos do capítulo

Este capítulo tem por objetivo demonstrar as aplicações da mensuração do risco de crédito. Apresentam-se os modelos de credit scoring com destaque para aplicação do modelo da agência de rating da Moody’s e ainda demonstra como criar um modelo de avaliação de risco de crédito. Calcula-se ainda o Value at Risk para operações de crédito.

6.1

Risco de crédito

A obtenção de crédito para qualquer pessoa tem por objetivo atender a necessidades de caixa imediatas. E a busca pelo crédito através de instituições financeiras passa pela avaliação do crédito, que é feita com base em indicadores de qualidade que a instituição financeira obtém com intuito de conseguir reaver o valor emprestado de volta.

Nesse sentido, o crédito tanto para pessoas físicas e jurídicas é dado mediante critérios que avaliam diversos fatores tanto qualitativos, como, por exemplo, média de atrasos em concessões anteriores, quanto quantitativos, como comprometimento percentual da renda, no caso de pessoas físicas, e capacidade de geração de caixa para empresas.

 

7 - Análise de Risco Operacional

PDF Criptografado

7

ANÁLISE DE RISCO OPERACIONAL

Objetivos do capítulo

O objetivo deste capítulo é expor o risco operacional e como medir o VaR operacional de uma exposição frente a riscos operacionais. A importância do risco operacional se dá pelo fato de que muitos eventos relacionados a perdas são expostos indiretamente pelo surgimento de riscos de natureza operacional.

7.1

Natureza do risco operacional

Uma das formas mais preocupantes de risco nas empresas que tem sido trabalhada de forma crescente nas empresas é a mensuração e o controle de riscos operacionais.

A história revela grandes crises provocadas por fatores de risco operacional, de acordo com Jorion (2010):

• Banco Barings (fev./1995):

Falência provocada por operações irregulares de um trader de derivativos

(Nick Leeson).

– Prejuízo: US$ 1,3 bilhão.

• Daiwa Bank (set./1995):

Cap07-GUASTI.indd 259

Insolvência ocasionada por transações ilegais de um operador de títulos de renda fixa (Toshihide Iguchi).

 

8 - Modelos Avançados de Estimação do Value At Risk

PDF Criptografado

8

MODELOS AVANÇADOS DE

ESTIMAÇÃO DO VALUE AT RISK

Objetivos do capítulo

O objetivo deste capítulo é mostrar a importância de se modelar a variação do risco ao longo do tempo para a mensuração do Value at Risk. O foco aqui é a modelagem através de modelos de séries temporais como os modelos GARCH, que podem ser usados para previsão futura.

8.1

Introdução

O cálculo do Value at Risk, conforme demonstrado nos capítulos iniciais, para ativos de renda variável, parte da estimação da volatilidade de um ativo financeiro de renda variável.

A mensuração da volatilidade é muitas vezes feita com base na volatilidade passada, ou seja, na volatilidade histórica do ativo. Conforme foi visto, o Value at Risk fornece uma medida de risco financeiro de mercado e do grau de incerteza sobre a rentabilidade futura do ativo. Mas acaba-se calculando a volatilidade como uma estimativa da volatilidade futura.

Cap08-GUASTI.indd 269

4/18/18 1:53 PM

 

9 - Riscos de bancos

PDF Criptografado

9

RISCOS DE BANCOS

Objetivos do Capítulo

Este capítulo tem por objetivo trabalhar com os riscos na atividade bancária. Serão identificados os principais riscos de bancos e sua mensuração nos impactos do capital da instituição.

Explora inicialmente os riscos de variação de taxas de juros e o consequente impacto no patrimônio líquido do banco.

Apresenta ainda o modelo de RAROC para retorno mínimo de empréstimos ajustados ao risco.

9.1

Mapeamento de riscos de bancos

Risco para uma instituição financeira está no cerne da atividade bancária, ou seja, para o banco, risco compreende todo evento que tenha impacto no valor do capital da instituição, podendo ser esperado ou não esperado.

Os bancos, através de sua complexa variedade de serviços e produtos oferecidos no mercado, estão expostos a vários tipos de riscos, podendo estes ser provenientes de fatores internos ou externos.

Cap09-GUASTI.indd 303

4/18/18 1:53 PM

304 | ANÁLISE DE RISCOS • Fabiano Guasti Lima

 

Detalhes do Produto

Livro Impresso
Book
Capítulos

Formato
PDF
Criptografado
Sim
SKU
BPP0000267175
ISBN
9788597016864
Tamanho do arquivo
11 MB
Impressão
Desabilitada
Cópia
Desabilitada
Vocalização de texto
Não
Formato
PDF
Criptografado
Sim
Impressão
Desabilitada
Cópia
Desabilitada
Vocalização de texto
Não
SKU
Em metadados
ISBN
Em metadados
Tamanho do arquivo
Em metadados