Gestão da Prática em Saúde Bucal - Série Abeno

Autor(es): Paulo S. A. de Goes
Visualizações: 181
Classificação: (0)

Gestão da prática em saúde bucal, tema da Parte Temas interdisciplinares, reúne informações sobre as origens e o desenvolvimento da assistência odontológica no Brasil, humanização no atendimento, prática comunitária, abordagem por ciclo de vida e atendimento odontológico especializado e hospitalar. Além disso, conceitos e orientações sobre liderança, empreendedorismo e aspectos éticos completam a obra.

FORMATOS DISPONíVEIS

8 capítulos

Formato Comprar item avulso Adicionar à Pasta

Recursos pedagógicos que facilitam a leitura e o aprendizado

PDF Criptografado

Recursos pedagógicos que facilitam a leitura e o aprendizado!

OBJETIVOS

DE APRENDIZAGEM

Informam a que o estudante deve estar apto após a leitura do capítulo.

Conceito

Define um termo ou expressão constante do texto.

LEMBRETE

Destaca uma curiosidade ou informação importante sobre o assunto tratado.

PARA PENSAR

Propõe uma reflexão a partir de informação destacada do texto.

SAIBA MAIS

Acrescenta informação ou referência ao assunto abordado, levando o estudante a ir além em seus estudos.

 ATENÇÃO 

Chama a atenção para informações, dicas e precauções que não podem passar despercebidas ao leitor.

RESUMINDO

Sintetiza os últimos assuntos vistos.

Ícone que ressalta uma informação relevante no texto.

Ícone que aponta elemento de perigo em conceito ou terapêutica abordada.

  PALAVRAS REALÇADAS  

Apresentam em destaque situações da prática clínica, tais como prevenção, posologia, tratamento, diagnóstico etc.

 

Capítulo 1 - A prática odontológica ontem e hoje:

PDF Criptografado

1

A prática odontológica ontem e hoje: origens e desenvolvimento da assistência odontológica no Brasil

Raquel Santos de Oliveira

Heloisa Maria Mendonça de Morais

Paulo Sávio Angeiras de Goes

Introdução

Este capítulo tem por finalidade refletir sobre o desenvolvimento da odontologia no Brasil e seus diversos arranjos organizacionais como prática de saúde, mesmo que de modo breve, mas com a intenção declarada de um convite para leituras posteriores. Ele analisa a conformação atual da profissão, que surgiu no século XIX sob as influências e o predomínio de um modelo de exercício liberal.

Objetiva, ainda, explicitar as relações que vêm se estabelecendo entre a organização atual da odontologia e aquelas que se processaram no setor da saúde desde a segunda metade do século XX, quando vai se consolidando o empresariamento das profissões de saúde, bem como outras modalidades de arranjos para a prestação de serviços, sejam elas públicas ou privadas.

 

Capítulo 2 - Nos caminhos da humanização

PDF Criptografado

2

Nos caminhos da humanização

SAULO CABRAL DOS SANTOS

MÁRCIA M. DANTAS CABRAL DE MELO

ANA CLÁUDIA ARAUJO

Introdução

Desde a origem do Homo sapiens, há cerca de 150 mil anos,1 nenhum período de tempo demonstrou tamanho desenvolvimento científico e tecnológico como nos últimos 150 anos. Descobertas como a eletricidade, o magnetismo, as bactérias, o inconsciente, e invenções como o telefone, os radares, os computadores, a internet, os microchips, os transplantes de órgãos, a anestesia, etc., promoveram uma verdadeira revolução na forma de viver do indivíduo e das coletividades sobre o planeta, facilitando o acesso à informação, aumentando a expectativa de vida e encurtando distâncias. Contudo, as relações humanas ainda permanecem repletas de dificuldades, agressões, rejeições e indiferenças, perpetuando o sofrimento psíquico das pessoas. A depressão se situa entre as principais causas de ônus entre todas as doenças, e as perspectivas são ainda mais sombrias. 2

 

Capítulo 3 - Abordagem comunitária da prática em saúde bucal

PDF Criptografado

3

Abordagem comunitária da prática em saúde bucal

Paulo Sávio Angeiras de Goes

Nilcema Figueiredo

Gabriela da Silveira Gaspar

Ronald Pereira Cavalcanti

Introdução

Nos anos que sucederam a criação e a implantação do Sistema

Unico de Saúde, vários autores têm refletido sobre a prática e a atuação de cirurgiões-dentistas dentro do sistema. Há um consenso de que este profissional deveria pautar suas ações dentro de um modelo de promoção de saúde1 ou de vigilância à saúde bucal, 2 e a atuação se estenderia a todos os níveis do sistema. 3 No entanto, o lançamento da Política Nacional de Saúde Bucal, em 2004 – com o aumento vertiginoso de equipes de saúde bucal na estratégia de saúde da família, a implantação dos Centros de Especialidades

Odontológicas (CEO) e o atendimento odontológico a pessoas com deficiência e no ambiente hospitalar – tem nos obrigado a ir além da compreensão filosófica dessa atuação; tem nos exigido refletir e oferecer um cabedal de instrumentais que possam auxiliar milhares de profissionais a adotarem uma nova prática para sua atuação no sistema.

 

Capítulo 4 - Abordagem da saúde bucal por ciclo de vida

PDF Criptografado

4

Abordagem da saúde bucal por ciclo de vida

ANA CAROLINA SILVA DE LIMA

LEONARDO VILAR FILGUEIRAS

MANUELLY PEREIRA DE MORAIS SANTOS

PAULO SÁVIO ANGEIRAS DE GOES

Introdução

A Política Nacional de Saúde Bucal – Brasil Sorridente, instituída no

País em 2004, lança luz para uma discussão sobre linhas de cuidado, uma vez que existem duas formas de inserção da saúde bucal nos diferentes programas integrais de saúde: 1) por linhas de cuidado, relacionadas às condições próprias de cada faixa etária, ou seja, saúde da criança, saúde do adolescente, saúde do adulto e saúde do idoso; e

2) por condição de vida, que diz respeito à condição em que o indivíduo se encontra, voltada para morbidades, como gestantes, hipertensos e diabéticos.1

Mesmo após as mudanças ocorridas na saúde desde o final dos anos

1980, como resultado de um processo histórico de articulações da sociedade civil organizada, particularmente do Movimento Sanitário, a assistência integral à saúde permanece como um grande desafio, na medida em que é necessário combinar todas as dimensões da vida para a prevenção de agravos e recuperação da saúde.2 O Movimento

 

Capítulo 5 - Prática odontológica especializada e hospitalar

PDF Criptografado

5

Prática odontológica especializada e hospitalar

Fabiana Moura da Motta Silveira

Jerlucia Cavalcanti das Neves Melo

Veronica Kozmhinsky

Introdução

A desvalorização da integração de outros profissionais à assistência à saúde se dá, principalmente, pela persistência do modelo biomédico, que produz uma abordagem fragmentada do paciente.

Por muito tempo, os serviços de saúde foram orientados por planejamentos e intervenções curativistas, centrados no diagnóstico e no tratamento de enfermidades segundo cada especialidade. A busca pela promoção e prevenção de saúde representou um grande avanço a favor da população, e para tal exige-se um trabalho de equipes multiprofissionais com enfoque na atenção integral ao indivíduo. Apesar do caráter assistencialista atribuído ao âmbito hospitalar, a prevenção de maiores agravos no quadro de pacientes internados é fundamental e deve envolver os esforços de diversos profissionais, entre eles o cirurgião-dentista.

 

Capítulo 6 - Liderança e empreendedorismo na prática odontológica

PDF Criptografado

6

Liderança e empreendedorismo na prática odontológica

Claudio Heliomar Vicente da Silva

Daene Patrícia Tenório Salvador da Costa

Flavio Alves Ribeiro

Irani Junior

Lúcia Carneiro Beatrice

Introdução

Historicamente, a odontologia evoluiu por meio de descobertas científicas constantes, que levaram a prática profissional do fórceps à prevenção, a partir da compreensão do conceito biológico e social das doenças bucais, passando pelo pedal cirurgião-dentista, radiografia odontológica, princípios do preparo cavitário de Black, alta rotação, flúor, adesão, osseointegração, laser, caseína fosfato de cálcio até um futuro ainda a ser desbravado a partir da genética, emprego de células-tronco e evolução do pensamento humano e social.

Novas tecnologias introduzidas no exercício profissional, mudanças nas relações entre cirurgião-dentista (CD) e cliente (paciente) e o movimento do mercado consumidor de serviços de saúde impulsionaram as necessidades de novos conhecimentos na formação odontológica. Estes fatos permitiram que as Diretrizes Curriculares

 

Capítulo 7 - Aspectos éticos da prática odontológica

PDF Criptografado

7

Aspectos éticos da prática odontológica

José Thadeu Pinheiro

Introdução

O tema aqui abordado leva o leitor a um excurso pelas diversas situações em que a ética permeia a vida do profissional da odontologia, não só no exercício da atividade profissional (autônoma ou vinculada ao serviço público ou privado), docente, discente ou como pesquisador, mas também no modo como o cirurgião-dentista cidadão vive e participa de uma comunidade.

O relacionamento existente entre o cirurgião-dentista e o paciente guarda uma importância de grande valia para o sucesso da execução do ato odontológico, pois a prática da empatia leva a maior compreensão das pessoas, assim como melhora e fortalece as relações. A aplicabilidade dos conhecimentos técnico-científicos é imprescindível como ferramenta para a recomposição da qualidade de vida do paciente, estando o profissional sujeito a responder pela prática de atividades que conduzam a um ato que caracterize negligência, imprudência ou imperícia.

 

Detalhes do Produto

Livro Impresso
Book
Capítulos

Formato
PDF
Criptografado
Sim
SKU
BPP0000265209
ISBN
9788536702483
Tamanho do arquivo
15 MB
Impressão
Desabilitada
Cópia
Desabilitada
Vocalização de texto
Não
Formato
PDF
Criptografado
Sim
Impressão
Desabilitada
Cópia
Desabilitada
Vocalização de texto
Não
SKU
Em metadados
ISBN
Em metadados
Tamanho do arquivo
Em metadados