Fundamentos da Psicologia do Esporte e do Exercício

Visualizações: 381
Classificação: (0)

Nova edição de um dos principais livros da área, Fundamentos da Psicologia do Esporte e do Exercício, 6ª edição, traz uma introdução completa aos principais conceitos do campo, mantendo a linguagem clara e acessível que caracterizou suas edições anteriores.

FORMATOS DISPONíVEIS

eBook

Disponível no modelo assinatura da Minha Biblioteca

24 capítulos

Formato Comprar item avulso Adicionar à Pasta

Capítulo 1. Bem-vindos à psicologia do esporte e do exercício

PDF Criptografado

Bem-vindos à psicologia do esporte e do exercício

1

Após ler este capítulo, você deverá ser capaz de:

1.

2.

3.

4.

5.

6.

7.

8.

Descrever o que é a psicologia do esporte e do exercício

Entender o que fazem os especialistas em psicologia do esporte e do exercício

Conhecer o treinamento necessário para ser um psicólogo do esporte e do exercício

Entender os principais desenvolvimentos na história da psicologia do esporte e do exercício

Distinguir o conhecimento obtido cientificamente do conhecimento obtido na prática profissional

Integrar conhecimentos empíricos e científicos

Comparar e diferenciar as orientações práticas

Descrever oportunidades de carreira e tendências futuras na área

Jeff, armador do time de basquetebol da escola

de ensino médio, fica visivelmente nervoso em competições. Quanto mais crítica a situação, mais nervoso fica e pior ele joga. O maior desafio de seu técnico nesta temporada será ajudar Jeff a aprender a controlar o estresse.

 

Capítulo 2. Personalidade e esporte

PDF Criptografado

Personalidade e esporte

2

Após ler este capítulo, você deverá ser capaz de:

1.

2.

3.

4.

5.

6.

7.

Descrever o que constitui a personalidade e por que ela é importante

Discutir as principais abordagens para entender personalidade

Identificar como a personalidade pode ser medida

Avaliar testes de personalidade e pesquisas para aplicação prática e validação

Entender a relação entre personalidade e comportamento no esporte e no exercício

Descrever como as estratégias cognitivas estão relacionadas ao sucesso esportivo

Aplicar o que você sabe sobre personalidade em situações esportivas e de exercício, para entender melhor a personalidade das pessoas

Milhares de artigos, muitos escritos durante as

décadas de 1960 e 1970, já foram publicados sobre aspectos da personalidade esportiva (Ruffer, 1976a, 1976b;

Vealey, 1989, 2002). Essa volumosa pesquisa demonstra o quanto pesquisadores e profissionais consideram importante o papel da personalidade em situações esportivas e de exercício. Pesquisadores questionam, por exemplo, o que leva alguns alunos a se interessarem pelas aulas de educação física, enquanto outros nem mesmo aparecem. Perguntam-se por que alguns praticantes de exercícios continuam com seus programas de condicionamento físico, enquanto outros perdem a motivação e desistem; querem saber se os testes de personalidade deveriam ser usados para selecionar atletas para equipes e se o sucesso esportivo pode ser previsto pelo tipo de personalidade do atleta.

 

Capítulo 3. Motivação

PDF Criptografado

3

Motivação

Após ler este capítulo, você deverá ser capaz de:

1.

2.

3.

4.

5.

6.

7.

Definir motivação e seus componentes

Descrever definições típicas de motivação e sua utilidade

Detalhar diretrizes úteis para desenvolver a motivação

Definir motivação para realização e competitividade e indicar por que são importantes

Comparar e diferenciar teorias sobre motivação para realização

Explicar como se desenvolve a motivação para realização

Usar princípios de motivação para realização que orientem a prática

Dan é cocapitão e meio-campista no time de futebol

americano de uma escola de ensino médio. Seu time não tem um talento excepcional, mas quando todos se esforçam ao máximo e jogam unidos, o time consegue ter sucesso na temporada. Entretanto, quando o índice de vitórias do time cai para menos de 50%, Dan fica frustrado com alguns colegas que não parecem se esforçar tanto quanto ele. Embora sejam mais talentosos do que ele, esses jogadores não buscam desafios, não são tão motivados e, na presença de adversidades, costumam desistir. Dan se questiona sobre o que pode fazer para motivar alguns colegas de time.

 

Capítulo 4. Ativação, estresse e ansiedade

PDF Criptografado

Ativação, estresse e ansiedade

4

Após ler este capítulo, você deverá ser capaz de:

1.

2.

3.

4.

Discutir a natureza do estresse e da ansiedade (o que são e como são medidos)

Identificar as principais fontes de ansiedade e estresse

Explicar como e por que as emoções relacionadas à ativação e à ansiedade afetam o desempenho

Comparar e diferenciar formas de regular ativação, estresse e ansiedade

Jason chega para rebater no final do último

tempo com duas bolas fora e dois homens na base. Com uma rebatida, seu time vencerá o campeonato esta­dual; com uma bola fora, o time perderá o maior jogo da temporada. Jason posiciona-se no lugar do batedor; seu coração está aos saltos, ele sente algo estranho no estômago e não consegue manter a concentração. Pensa, então, no que uma vitória significará para seu time e no que as pessoas pensarão dele se não rebater. Cravando as travas da chuteira na terra, Jason aperta o bastão, faz uma pequena oração e aguarda o primeiro arremesso.

 

Capítulo 5. Competição e cooperação

PDF Criptografado

Competição e cooperação

5

Após ler este capítulo, você deverá ser capaz de:

1.

2.

3.

4.

5.

6.

Entender a diferença entre competição e cooperação

Descrever o processo competitivo

Detalhar os estudos psicológicos sobre competição e cooperação

Discutir os fatores sociais que influenciam a competição e a cooperação

Explicar por que a competição pode ser tanto boa quanto ruim

Entender como equilibrar esforços competitivos e cooperativos

A partir de casos relatados por ex-atle-

tas, fica evidente que o esporte competitivo pode afetar os participantes de formas muito diferentes em termos de crescimento e desenvolvimento pessoal. Roger

­Staubach, por exemplo, um quarterback pertencente ao

Hall da Fama, disse: “Por causa dos exercícios físicos e de minhas experiências no esporte, aprendi a controlar as coisas nos negócios e na vida”. Por outro lado,

Tom House, e­ x-lançador da liga principal de beisebol, declarou: “Para todos os efeitos, o atleta profissional é um eterno adolescente... Quanto mais longa a exposição ao ambiente de esporte profissional, mais os atletas se desviam de uma capacidade de entender e lidar com as demandas do mundo real”. Muitos participantes de esportes competitivos afirmam que essa atividade não apenas pode levar a esforços cooperativos entre colegas de equipe que perseguem um objetivo comum (pense em Kevin Garnett, Ray Allen e Paul Pierce, do Boston

 

Capítulo 6. Feedback, reforço e motivação intrínseca

PDF Criptografado

Feedback, reforço e motivação intrínseca

6

Após ler este capítulo, você deverá ser capaz de:

1.

2.

3.

4.

5.

6.

Explicar como feedbacks positivos e negativos influenciam o comportamento

Entender como implementar programas de modificação de comportamento

Discutir os diferentes tipos de motivação intrínseca e extrínseca

Descrever a relação entre motivação intrínseca e recompensas extrínsecas (aspectos de controle e informação)

Detalhar formas diferentes de aumentar a motivação intrínseca

Descrever como fatores tipo bolsas de estudo, comportamento do técnico, competição e feedback influenciam a motivação intrínseca

7. Descrever o estado de fluência e como alcançá-lo

As pessoas anseiam por feedback. Uma pra-

ticante de exercícios se acha desajeitada e deseja receber elogios, alguém que lhe dê instruções e uma câmera para captar o momento em que ela finalmente acerta o passo.

Da mesma forma, uma criança que tenta aprender a rebater uma bola no beisebol, após uma série de tentativas erradas, sente-se ótima ao finalmente rebater o arremesso seguinte.

 

Capítulo 7. Dinâmicas de grupo e equipe

PDF Criptografado

Dinâmicas de grupo e equipe

7

Após ler este capítulo, você deverá ser capaz de:

1.

2.

3.

4.

5.

6.

Discutir como um grupo se torna uma equipe

Entender como os grupos são estruturados

Explicar como se cria um clima efetivo de equipe

Descrever como maximizar o desempenho individual em esportes coletivos

Entender melhor o conceito de ociosidade social

Discutir as condições mais propícias à ocorrência da ociosidade social

Já foi dito que um grande time não é necessariamen-

te formado por grandes talentos, mas pela combinação deles. Michael Jordan falava justamente disso quando disse: “Talento vence jogos, mas trabalho em equipe vence campeonatos” (Jordan, 1994, p. 24). Frequentemente, vemos times talentosos atuando mal, deixando de usar os recursos de seus membros, enquanto outros times, com menos talento e menos recursos, são bem-sucedidos. Certamente, a intenção de um time é tirar partido das várias capacidades, experiências e interesses de seus membros, mas é necessário considerável esforço para construir um trabalho em equipe efetivo. Pat

 

Capítulo 8. Coesão de grupo

PDF Criptografado

8

Coesão de grupo

Após ler este capítulo, você deverá ser capaz de:

1.

2.

3.

4.

5.

6.

Definir coesão de tarefa e coesão social

Descrever o modelo conceitual de coesão

Discutir como a coesão é medida

Entender a relação coesão-desempenho

Entender melhor os fatores associados à coesão

Identificar diretrizes para desenvolver coesão de equipe

Nos esportes em equipe, certamente já hou-

ve situações em que ser uma unidade coesa teve relação com sucesso dentro do campo. O magnífico Babe Ruth, mais conhecido pelas realizações individuais, dizia isso sobre coesão: “O modo de jogar de um time como um todo determina seu sucesso. Você pode ter um grande número de estrelas individuais no mundo; porém, se esses jogadores não desempenharem como um todo, o clube não tem valor”. Quando os Pittsburgh Pirates venceram a Série Mundial* em 1979, o lema da equipe foi “Somos uma família”, sugerindo que os jogadores deviam o sucesso

 

Capítulo 9. Liderança

PDF Criptografado

9

Liderança

Após ler este capítulo, você deverá ser capaz de:

1.

2.

3.

4.

5.

6.

Definir liderança e descrever as diferenças entre líderes e dirigentes

Entender as abordagens de traço, comportamental, situacional e interacional para o estudo da liderança

Explicar o modelo de mediação cognitiva de liderança

Explicar o modelo multidimensional de liderança no esporte

Discutir pesquisas que analisam a liderança em ambientes esportivos

Discutir os quatro componentes da liderança eficaz

Quem pode esquecer as inúmeras recupera-

ções nos minutos finais do Chicago Bulls, lideradas por

Michael Jordan, que resultaram em seis campeonatos da NBA? Ou a série final da Copa Stanley de hóquei, em 1994, quando os Rangers foram conduzidos por seu capitão, Mark Messier, ao seu primeiro título em

54 anos? No mundo dos esportes, técnicos como John

Wooden, Tara VanDerveer, Pat Summitt, Bill Parcells,

 

Capítulo 10. Comunicação

PDF Criptografado

10

Comunicação

Após ler este capítulo, você deverá ser capaz de:

1.

2.

3.

4.

5.

6.

Descrever o processo de comunicação

Descrever como enviar mensagens de forma mais eficiente

Descrever como receber mensagens de forma mais eficiente

Identificar o que causa interrupção na comunicação

Explicar o processo do uso de confrontação

Discutir como oferecer críticas construtivas

Você pode se comunicar sem motivar, mas é impossível motivar sem se comunicar.

John Thompson, ex-técnico de basquetebol masculino da Georgetown University

As pessoas aprendem a pensar comunicando-se. Portanto, em nosso programa, não somente empregamos um sistema ofensivo e outro defensivo – empregamos um sistema de comunicação.

Mike Krzyzewski, Duke University, técnico do time masculino de basquetebol

A comunicação, sempre presente em

nossa vida diária, certamente é um elemento fundamental em contextos esportivos e de atividade física. Instrutores de atividades físicas precisam convencer pessoas sedentárias a se envolverem com exercícios. Não importa o brilhantismo de um técnico ao planejar estratégias e aspectos técnicos do jogo, uma vez que o sucesso ainda depende de ser capaz de se comunicar-se eficazmente tanto com os atletas quanto com os pais, os administradores, os técnicos assistentes, os meios de comunicação e outros técnicos. Professores de educação física e treinadores de atletas com registro profissional também precisam se comunicar em vários campos de atuação. Basicamente, mais do aquilo que você conhece, o que importa é quão bem você comunica informações aos outros.

 

Capítulo 11. Introdução ao treinamento de habilidades psicológicas

PDF Criptografado

Introdução ao treinamento de habilidades psicológicas

11

Após ler este capítulo, você deverá ser capaz de:

1.

2.

3.

4.

5.

6.

Definir o treinamento de habilidades psicológicas e descrever os mitos em torno dele

Identificar a base teórica para o treinamento de habilidades psicológicas

Discutir três fases de programas de treinamento de habilidades psicológicas

Examinar o processo de autorregulação psicológica

Desenvolver um programa de treinamento de habilidades psicológicas

Entender os problemas da implementação de um programa de treinamento de habilidades psicológicas

Quantas vezes você viu atletas atribuírem seus

maus desempenhos a fatores como perda de concentração ou tensão sob pressão – o lado mental de seu jogo?

Um erro que técnicos e atletas costumam cometer é tentar corrigir um mau desempenho simplesmente treinando mais. Muitas vezes, porém, a falta de habilidades físicas não é o problema real – na verdade, a causa é uma falta de habilidades mentais. Examinemos uma situação que demonstra esse aspecto.

 

Capítulo 12. Regulação da ativação

PDF Criptografado

12

Regulação da ativação

Após ler este capítulo, você deverá ser capaz de:

1.

2.

3.

4.

5.

6.

Entender como aumentar a autoconsciência de estados de ativação

Usar técnicas para redução de ansiedade somática, cognitiva e multimodal

Identificar estratégias de enfrentamento para lidar com o estresse competitivo

Descrever sugestões de relaxamento local para reduzir a ansiedade

Entender a hipótese de correspondência

Identificar técnicas para elevar a ativação para a competição

Vivemos em um mundo em que o estresse se tor-

nou parte da vida diária. Certamente, a pressão para a­ tuar em alto nível no esporte competitivo aumentou nos últimos anos, com toda a atenção da mídia e o dinheiro disponibilizado pelo esporte. Basicamente, nossa sociedade valoriza a vitória e o sucesso em todos os níveis de competição, e tanto os técnicos quanto os atletas sentem a pressão para serem bem-sucedidos. Entretanto, as pessoas que não lidam eficientemente com a pressão do esporte competitivo podem experimentar queda de desempenho, mas também sofrimento mental e até doen­

 

Capítulo 13. Mentalização

PDF Criptografado

13

Mentalização

Após ler este capítulo, você deverá ser capaz de:

1.

2.

3.

4.

5.

6.

7.

8.

Definir mentalização

Discutir a eficácia da mentalização para melhorar o desempenho no esporte

Discutir onde, quando, por que e o que da mentalização por atletas

Discutir os fatores que influenciam a eficácia da mentalização

Descrever como a mentalização funciona

Discutir os usos da mentalização

Explicar como desenvolver um programa de treinamento de mentalização

Explicar quando usar a mentalização

Há muitos anos, atletas praticam mentalmente

suas habilidades motoras. Na verdade, o treinamento mental – assim chamado para diferenciar do treinamento físico – tem uma longa tradição na psicologia do esporte e do exercício, e a grande quantidade de bibliografia sobre o assunto foi revisada em vários momentos (veja Cumming e Williams, 2012; Richardson, 1967a, b;

Weinberg, 1981, 2008). Nas duas décadas passadas, esse foco geral no treino mental deu lugar ao estudo sistemático dos possíveis usos e da eficácia da mentalização em contextos esportivos e de exercício. A citação a seguir por um dos maiores jogadores de golfe de todos os tempos, Jack Nicklaus (1974, p. 19), demonstra o uso que ele fazia da mentalização:

 

Capítulo 14. Autoconfiança

PDF Criptografado

14

Autoconfiança

Após ler este capítulo, você deverá ser capaz de:

1.

2.

3.

4.

5.

6.

7.

Definir e entender os benefícios da autoconfiança

Discutir as fontes de confiança no esporte

Entender como as expectativas afetam o desempenho e o comportamento

Explicar a teoria da autoeficácia

Explicar como avaliaria a autoconfiança

Explicar os vários aspectos da eficácia do técnico

Descrever estratégias de desenvolvimento da autoconfiança

Nas entrevistas após as competições, atletas

e técnicos inevitavelmente comentam o papel crítico da autoconfiança (ou de sua falta) para o seu sucesso (ou fracasso) mental. Trevor Hoffman, por exemplo, um dos maiores arremessadores das principais ligas de basebol dos Estados Unidos, declarou: “Confiança é tudo; se você começar a duvidar de si mesmo, com certeza cometerá muito mais erros”. Ou, como observou Tiger

Woods: “A coisa mais importante é acreditar que você pode vencer cada torneio. Muitos caras não têm isso.

 

Capítulo 15. Estabelecimento de metas

PDF Criptografado

Estabelecimento de metas

15

Após ler este capítulo, você deverá ser capaz de:

1.

2.

3.

4.

5.

6.

7.

Definir o que são metas e identificar os principais tipos de metas

Descrever as pesquisas e teorias mais recentes sobre o estabelecimento de metas

Descrever os princípios do estabelecimento de metas

Explicar o que são metas de grupo e como usá-las

Explicar como planejar um sistema de estabelecimento de metas

Identificar problemas comuns no estabelecimento de metas e como superá-los

Resumir os resultados de pesquisas sobre práticas de estabelecimento de metas pelos técnicos

Se você não sabe para onde vai, pode acabar em outro lugar.

O grande jogador de beisebol

Yogi Berra, membro do Hall of Fame

As metas são o que me mantém em ação.

O grande boxeador Muhammad Ali

Não há necessidade de você ser um herói fantástico para fazer certas coisas – competir. Você pode ser um mero cara comum, suficientemente motivado para atingir metas desafiadoras.

 

Capítulo 16. Concentração

PDF Criptografado

16

Concentração

Após ler este capítulo, você deverá ser capaz de:

1.

2.

3.

4.

5.

6.

7.

Definir concentração e explicar sua relação com desempenho

Explicar as principais teorias sobre os efeitos da concentração

Identificar diferentes tipos de foco de atenção

Descrever alguns problemas de atenção

Explicar como funciona o diálogo interior

Explicar como avaliar a capacidade de atenção

Discutir como melhorar o foco de atenção

Abernethy, Maxwekk, Masters, Van der

Kamp e Jackson (2007) disseram que “é difícil pensar em qualquer aspecto da psicologia que possa ser mais importante para o aperfeiçoamento da aprendizagem de habilidades e o desempenho especializado do que a atenção” (p. 245). Cada vez mais ouvimos a palavra fo­ co quando atletas e técnicos discutem a preparação para o jogo e quando avaliam o desempenho real. Em geral, permanecer no foco durante todo um jogo ou competição é o segredo para a vitória (e perder o foco é o ingresso para a derrota). Mesmo em competições que duram horas ou dias (como o golfe), uma breve perda de concentração pode prejudicar todo o desempenho e afetar o resultado. É fundamental concentrar-se durante uma competição, mesmo em meio a ruído da torcida, condições climáticas e pensamentos irrelevantes adversos. Atletas de nível superior são conhecidos pelo foco da atenção e por sua manutenção durante toda a competição. Esse foco intenso durante todo um evento fica evidente nas recordações da ganhadora do ouro olímpico de natação Michelle Smith: “Não podia estar mais focada em uma prova. Sem olhar em volta, visão de túnel todo o tempo... minha concentração era tão intensa que quase me esqueci de olhar para cima para ver meu tempo após tocar no dispositivo de chegada” (citado em

 

Capítulo 17. Exercício e bem-estar psicológico

PDF Criptografado

17

Exercício e bem-estar psicológico

Após ler este capítulo, você deverá ser capaz de:

1.

2.

3.

4.

5.

6.

Explicar os efeitos do exercício sobre a ansiedade e a depressão

Descrever a relação entre exercícios e estados de humor

Discutir os efeitos do exercício sobre o bem-estar psicológico

Descrever as relações entre exercício, alterações de personalidade e funcionamento cognitivo

Discutir o “barato do corredor”

Discutir o uso de exercícios como fator associado à terapia

Grande parte da tecnologia foi planejada

para facilitar nossa vida. Entretanto, o advento de telefones celulares, mensagens instantâneas, Internet e outros dispositivos de comunicação deixou o mundo cada vez mais complexo e pressionado. Cada vez mais exigências parecem ser impostas à nossa existência cotidiana; além disso, ruídos, poluição, inflação, desemprego, racismo, sexismo, abuso de drogas, jogos de azar e violência aleatória adicionam ainda mais estresse às nossas vidas. Essas demandas afetam a saúde mental e o bem

 

Capítulo 18. Comportamento e adesão ao exercício

PDF Criptografado

18

Comportamento e adesão ao exercício

Após ler este capítulo, você deverá ser capaz de:

1.

2.

3.

4.

5.

Discutir por que as pessoas praticam ou não exercícios

Explicar os diferentes modelos de comportamento em relação ao exercício

Descrever os determinantes da adesão ao exercício

Identificar estratégias para aumentar a adesão ao exercício

Dar orientações para melhorar a adesão ao exercício

Aparentemente, uma grande quantidade de pes-

soas está se exercitando na tentativa de continuar jovem e melhorar a qualidade de vida. Além disso, a julgar pelas vitrines das lojas, estamos em meio a uma febre de condicionamento físico. A maioria das lojas de departamentos oferece uma ampla variedade de roupas esportivas, não apenas para esportes e atividades físicas, mas também para o lazer e até para o trabalho. Cada vez mais academias de ginástica são abertas, com as pes­soas tentando entrar ou permanecer em forma. Mas o fato é que a maior parte das pessoas não participa regularmente de atividades físicas (U.S. Department of Health and

 

Carregar mais


Detalhes do Produto

Livro Impresso
Book
Capítulos

Formato
PDF
Criptografado
Sim
SKU
BPP0000257782
ISBN
9788582713488
Tamanho do arquivo
90 MB
Impressão
Desabilitada
Cópia
Desabilitada
Vocalização de texto
Não
Formato
PDF
Criptografado
Sim
Impressão
Desabilitada
Cópia
Desabilitada
Vocalização de texto
Não
SKU
Em metadados
ISBN
Em metadados
Tamanho do arquivo
Em metadados