O que a Google faria? – Como atender às novas exigências do mercado

Autor(es): Jeff Jarvis
Visualizações: 296
Classificação: (0)

Eleito pela Fortune um dos 3 melhores livros de mídia do ano. O sucesso da Google é singular. Ela é a primeira empresa pós-mídia. É uma rede e uma plataforma.
Neste livro, Jeff Jarvis mostra como pensar de novas maneiras, enfrentar novos desafios, resolver problemas com novas soluções, ver novas oportunidades e entender com outra perspectiva a estrutura da economia e da sociedade, ou seja, ver o mundo como a Google o faz.
Ao longo da obra, o autor interpreta as regras ditadas pela Google com as quais devemos viver e fazer negócios em qualquer setor da sociedade,
ilustra como essas leis podem ser aplicadas a diferentes empresas e analisa como o pensamento Google está afetando nossas vidas e o futuro.

FORMATOS DISPONíVEIS

eBook

6 capítulos

Formato Comprar item avulso Adicionar à Pasta

O que a Google faria?

PDF Criptografado

O que a Google faria?

Parece que nenhuma empresa, executivo ou instituição entende perfeitamente como sobreviver e prosperar na era da internet.

Exceto a Google.

Assim, em face de praticamente todos os desafios atuais, faz sentido perguntar: o que a Google faria?

Em administração, comércio, notícias, mídia, manufatura, marketing, indústria de serviços, investimentos, política, governo e até mesmo educação e religião, responder a essa pergunta é uma chave para navegar em um mundo que mudou radical e definitivamente.

Esse mundo está de pernas para o ar, virado do avesso, é absurdo e confuso.

Quem poderia imaginar que um serviço gratuito de classificados poderia ter um efeito tão profundo e permanente sobre toda a indústria jornalística, que crianças com câmeras e conexões de internet pudessem reunir públicos maiores que as redes de televisão, que eremitas com teclados pudessem derrubar políticos e empresas e que pessoas sem formação acadêmica pudessem criar empresas que valeriam bilhões? Eles não fizeram isso quebrando as regras. Eles funcionam de acordo com as novas regras de uma nova era, dentre elas:

 

As regras da Google

PDF Criptografado

As regras da Google

Novo Relacionamento

Dê controle às pessoas e nós o usaremos

Dell Hell, o inferno da Dell

Seu pior cliente é seu melhor amigo

Seu melhor cliente é seu parceiro

Dê controle às pessoas e nós o usaremos

Antes de passarmos às leis da Google, permita-me começar com minha própria primeira lei, aprendida na internet: dê controle às pessoas e nós o usaremos. Não dê e você nos perderá.

Essa é a regra essencial da nova era. Antes, os poderosos – empresas, instituições e governos – acreditavam estar no controle, e realmente estavam. Mas não estão mais. Agora a internet nos permite falar para o mundo, organizar nossa vida, encontrar e disseminar informações, desafiar os métodos antigos, reassumir o controle.

Evidentemente, nós queremos estar no controle. Quando é que você não quer estar no controle de seu trabalho, empresa, casa, tempo e dinheiro? É a sua­vida. Por que você cederia o controle a outra pessoa se não fosse obrigado a isso?­ E, depois de perdê-lo, não o pegaria de volta se tivesse oportunidade?

 

Se a Google fosse dona do mundo

PDF Criptografado

Se a Google fosse dona do mundo

“O mecanismo de busca vai controlar o planeta”, declarou o escritor Paulo

Coelho. Mas certamente nem tudo, não é? A Google não vai querer administrar algo tedioso como um serviço público (apesar de estar investindo na indústria energética) ou uma empresa telefônica (bem, ela quase o fez) ou entrar para o setor da saúde (mas acabou de fazer isso) ou abrir um restaurante (por outro lado, sua cafeteria é mundialmente famosa e seu chef também – ele acabou de escrever o livro Food 2.0). Algumas pessoas desejam que a Google assuma um jornal – o The New York Times muitas vezes é citado –, empresas de entretenimento ou, quem sabe, a Microsoft, gigante do software. Mas não, a Google sabe o que ela é. Sua ambição não é dominar o mundo, e sim organizá-lo.

Então, agora que destilamos o sucesso da Google em uma série de leis e lições, tentaremos aplicá-las a algumas indústrias e instituições. Não vou fingir que consigo consertar uma empresa em poucas páginas. Se fosse tão fácil...

 

Geração G

PDF Criptografado

Geração G

A Google está mudando nossas sociedades, nossas vidas, nossos relacionamentos, nossas visões de mundo, provavelmente até nossos cérebros de maneiras que só podemos começar a imaginar.

Comecemos com os relacionamentos. Acredito que os jovens de hoje – a

Geração Google – terão conhecimento e experiência evolutivos com a amizade que não lhes permitirá perder contato com as pessoas de suas vidas. A Google os manterá conectados. Admita: você já procurou antigos namorados e namoradas no Google (e ficou imaginando se eles também procuraram você). Sua capacidade de encontrar esses rostos antigos e familiares diminui em proporção inversa à idade: quanto mais velho você é, mais difícil encontrar amigos online. Fui até o Google – apenas como exercício acadêmico e técnico, entenda – e busquei antigas namoradas. Encontrei minha namorada da faculdade, atualmente professora de filosofia. Não consegui achar minha namoradinha do segundo grau porque ela não deixou rastros visíveis no Google. Mas ela acabou me achando depois porque, devido ao meu blog, deixei rastros como uma manada de búfalos na neve. Moramos em lados opostos do país mas, quando estive na cidade dela a trabalho, nos encontramos e contamos as novidades dos últimos – glup

 

Continuando a conversa

PDF Criptografado

Continuando a conversa

Espero que nossa conversa esteja apenas começando. Sem dúvida, você viu regras da era Google que eu ainda não percebi. Você tem correções a fazer, fatos a acrescentar, experiências para compartilhar e oportunidades a explorar.

Espero que você visite meu blog, Buzzmachine.com, para prolongar a conversa e continuar respondendo à pergunta: o que a Google faria?

A googlificação do mundo afeta não apenas empresas, setores industriais e instituições, mas também indivíduos. Ela apresenta novos meios e esperanças para você avançar na sua carreira, estilo de vida e interesses. Se quiser ser googlado e tirar vantagem dessas novas oportunidades, você precisa entender como a Google valoriza a criação, a abertura, as conexões, a exclusividade, a colaboração e a criatividade. Vou compartilhar sugestões, links e dicas para você começar a blogar, colocar links, usar o Facebook e o Flickr e muito mais no tópico “Five Steps to a Googlier You” [“Cinco passos para você se tornar mais googlado”], que você pode encontrar em Buzzmachine.com/tips.

 

Agradecimentos e alertas

PDF Criptografado

Agradecimentos e alertas

Antes de qualquer coisa, preciso agradecer aos meus amigos do blog – aqueles que leram, comentaram e colocaram links para o Buzzmachine.com – por sua ajuda inestimável, brilhante e generosa com este livro. Eles me inspiram e me ensinam; me corrigem e me desafiam; me dão ideias e impulsionam as minhas.

Esses amigos são numerosos demais para listar. Sou grato a todos eles.

Agradeço ao meu editor, Ben Loehnen, por cada vez que o amaldiçoei

(tipo “Que diabos, ele está certo!”). Mesmo quando questionei os velhos métodos de publicação, ele provou seu valor com uma edição inteligente, perspicaz e sempre encorajadora. E minha editora, Collins, me surpreendeu com sua abertura para encontrar novos caminhos online (quando falamos da estratégia digital para este livro, eles me disseram que eu não estava sendo suficientemente corajoso). No Collins Publishing Group, agradeço a Carla Clifford, Hollis

Heimbouch, Larry Hughes, Matt Inman, Angie Lee, Shawn Nicholls, Carolyn

 

Detalhes do Produto

Livro Impresso
Book
Capítulos

Formato
PDF
Criptografado
Sim
SKU
BPP0000252429
ISBN
9788520442708
Tamanho do arquivo
2,9 MB
Impressão
Desabilitada
Cópia
Desabilitada
Vocalização de texto
Não
Formato
PDF
Criptografado
Sim
Impressão
Desabilitada
Cópia
Desabilitada
Vocalização de texto
Não
SKU
Em metadados
ISBN
Em metadados
Tamanho do arquivo
Em metadados