Cárie Dentária - Fisiopatologia e Tratamento, 3ª edição

Visualizações: 603
Classificação: (0)

Por muitos anos, acreditou-se que a cárie era apenas uma cavidade no dente, para a qual “perfurar e restaurar” era a solução. Cárie Dentária | Fisiopatologia e Tratamento mostra que, na realidade, este pode ser um processo altamente complexo, e reflete o desejo dos autores de tornar o conhecimento básico sobre a biofisiologia da cavidade bucal aplicável na prática clínica diária.

Dividida em seis partes, esta obra une a teoria ao desempenho prático, apresentando conteúdo atualizado sobre a cárie dentária e sua prevalência, as lesões de cárie e seus fatores biológicos, os métodos de diagnóstico, as intervenções cirúrgicas e o controle da doença.

Com a contribuição de experts internacionais, torna-se uma referência incomparável para o tratamento das cáries, indicada a alunos de graduação e pós-graduação, bem como a dentistas, cirurgiões-dentistas e demais profissionais da área que busquem desenvolver ainda mais sua habilidade clínica.

FORMATOS DISPONíVEIS

25 capítulos

Formato Comprar item avulso Adicionar à Pasta

Parte 1 - 1 - Prólogo

PDF Criptografado

1

Prólogo

O. Fejerskov, B. Nyvad e E. A. M. Kidd

Introdução.........................................................................................................................................................................................................3

Papel da cariologia na dentística restauradora.........................................................................................................................................3

Conteúdo deste compêndio..........................................................................................................................................................................4

Introdução

A cárie dentária é onipresente – está em todas as populações – e é tão antiga quanto a humanidade. Sua taxa de incidência varia extensamente entre as populações. Com o aumento da idade, os sinais e sintomas da cárie se acumulam e, na maioria das populações adultas, sua prevalência se aproxima de 100%. A prevenção e o tratamento das lesões cariosas e de suas sequelas ocupam a maior parte da prática odontológica ao longo da vida em todo o mundo, e o custo dos cuidados de saúde dental representa um importante ônus para a sociedade.

 

Parte 1 - 2 - Cárie Dentária | O Que é

PDF Criptografado

2

Cárie Dentária | O Que é

O. Fejerskov, B. Nyvad e E. A. M. Kidd

A doença............................................................................................................................................................................................................5

Terminologia.....................................................................................................................................................................................................6

Referências bibliográficas..............................................................................................................................................................................7

Bibliografia........................................................................................................................................................................................................7

A doença

O termo “cárie dentária” é usado para descrever os resultados (sinais e sintomas) de uma dissolução química da superfície dentária causada por eventos metabólicos que ocorrem no biofilme (placa bacteriana) que recobre a área afetada. A destruição pode afetar o esmalte, a dentina e o cemento, e as lesões podem se manifestar clinicamente de maneiras variadas, como será abordado no Capítulo 3.

 

Parte 1 - 3 - Características Clínicas das Lesões de Cárie

PDF Criptografado

3

Características Clínicas das Lesões de Cárie

O. Fejerskov e B. Nyvad

Aparência clínica das lesões de cárie...........................................................................................................................................................9

Dentição decídua.............................................................................................................................................................................................9

Dentição permanente.....................................................................................................................................................................................9

Aparência clínica das lesões de cárie

Lesões de cárie dentária são o desenvolvimento ou os sintomas de eventos metabólicos inumeráveis nos biofilmes que recobrem uma superfície dentária. Quando essa evolução resulta em uma perda acumulativa de substância mineral do dente, de tal modo que a porosidade no esmalte (conferir Capítulo 5) dá origem a uma redução na sua translucidez, é possível diagnosticá-la como lesão opaca branca.

 

Parte 1 - 4 - Características Epidemiológicas das Cáries Dentárias

PDF Criptografado

4

Características Epidemiológicas das Cáries Dentárias

V. Baelum e O. Fejerskov

Introdução...................................................................................................................................................................................................... 19

Definição ........................................................................................................................................................................................................ 19

Quem | Distribuição das cáries nas populações..................................................................................................................................... 23

Onde | Geografia da cárie............................................................................................................................................................................ 30

Quando | Tendências da cárie..................................................................................................................................................................... 33

 

Parte 2 - 5 - Patologia da Cárie Dentária

PDF Criptografado

5

Patologia da Cárie Dentária

O. Fejerskov

Introdução...................................................................................................................................................................................................... 45

Esmalte dental humano no momento da erupção................................................................................................................................ 46

Alterações do esmalte durante o desenvolvimento precoce de lesão de cárie................................................................................ 50

Lesão de mancha branca proximal............................................................................................................................................................ 54

Progressão da lesão de esmalte................................................................................................................................................................. 57

 

Parte 2 - 6 - Saliva e Desenvolvimento de Cáries

PDF Criptografado

6

Saliva e Desenvolvimento de Cáries

A. Bardow e A. Vissink

Introdução...................................................................................................................................................................................................... 73

Saliva e glândulas salivares........................................................................................................................................................................ 73

Saliva e desenvolvimento de cáries | Aspectos biológicos................................................................................................................... 76

Saliva e desenvolvimento das cáries | Aspectos clínicos...................................................................................................................... 85

Avaliação da função das glândulas salivares.......................................................................................................................................... 88

 

Parte 2 - 7 - Biofilmes no Desenvolvimento da Cárie

PDF Criptografado

7

Biofilmes no

Desenvolvimento da Cárie

P. D. Marsh, N. Takahashi e B. Nyvad

Introdução...................................................................................................................................................................................................... 95

Microbiota residente.................................................................................................................................................................................... 95

Biofilmes dentais | Desenvolvimento, estrutura, composição e propriedades................................................................................ 97

Microbiologia da cárie | Breve perspectiva histórica........................................................................................................................... 106

Problemas metodológicos nos estudos microbiológicos da cárie dentária................................................................................... 107

 

Parte 2 - 8 - Dieta e Cáries Dentárias

PDF Criptografado

8

Dieta e Cáries Dentárias

C. van Loveren e P. Lingström

Histórico....................................................................................................................................................................................................... 117

Estudos ecológicos iniciais........................................................................................................................................................................ 117

Estudos experimentais em seres humanos........................................................................................................................................... 118

Influência do fluoreto na relação dieta-cáries....................................................................................................................................... 118

Mensuração da cariogenicidade.............................................................................................................................................................. 119

 

Parte 2 - 9 - Desmineralização e Remineralização | Chave para Compreender as Manifestações Clínicas da Cárie

PDF Criptografado

9

Desmineralização e Remineralização |

Chave para Compreender as

Manifestações Clínicas da Cárie

O. Fejerskov e M. J. Larsen

Introdução.................................................................................................................................................................................................... 135

Mineral do esmalte..................................................................................................................................................................................... 135

Estabilidade dos fosfatos de cálcio......................................................................................................................................................... 136

Dissolução do cristal.................................................................................................................................................................................. 136

Solubilidade da apatita aumentou pelo ácido...................................................................................................................................... 137

 

Parte 3 - 10 - Fundamentos da Prática de um Bom Diagnóstico

PDF Criptografado

10

Fundamentos da Prática de um Bom Diagnóstico

V. Baelum, B. Nyvad, H.-G. Gröndahl e O. Fejerskov

Introdução.................................................................................................................................................................................................... 153

Trabalho do dentista.................................................................................................................................................................................. 154

Exame dentário | O melhor interesse dos pacientes............................................................................................................................ 155

O que procurar | O que é cárie.................................................................................................................................................................. 155

Riqueza de métodos e critérios para o diagnóstico da cárie.............................................................................................................. 157

 

Parte 3 - 11 - Diagnóstico Visual-tátil das Cáries

PDF Criptografado

11

Diagnóstico Visual-tátil das Cáries

B. Nyvad, V. Machiulskiene, V. M. Soviero e V. Baelum

Introdução.................................................................................................................................................................................................... 167

Processo diagnóstico................................................................................................................................................................................. 168

Por que diagnosticar as cáries.................................................................................................................................................................. 168

Diagnóstico a partir de uma perspectiva da cárie dental................................................................................................................... 168

Diagnóstico das lesões de cárie............................................................................................................................................................... 170

 

Parte 3 - 12 - Métodos Adicionais de Detecção da Cárie

PDF Criptografado

12

Métodos Adicionais de

Detecção da Cárie

H. Hintze, A. Lussi, F. Cuisinier e B. Nyvad

Introdução.................................................................................................................................................................................................... 185

Radiografia................................................................................................................................................................................................... 185

Métodos baseados em luz e na corrente elétrica................................................................................................................................. 195

Métodos adicionais para uso na prática clínica.................................................................................................................................... 200

Métodos coadjuvantes para o exame visual-tátil................................................................................................................................. 200

 

Parte 4 - 13 - Conceito de Controle das Cáries

PDF Criptografado

13

Conceito de Controle das Cáries

B. Nyvad e O. Fejerskov

Controle versus prevenção........................................................................................................................................................................ 207

Como o controle das cáries era tratado no passado............................................................................................................................ 208

Supressão das cáries de esmalte ativas.................................................................................................................................................. 208

Supressão das cáries radiculares ativas.................................................................................................................................................. 209

Supressão das cáries cavitadas ativas.................................................................................................................................................... 211

 

Parte 4 - 14 - Fluoretos no Controle das Cáries

PDF Criptografado

14

Fluoretos no Controle das Cáries

O. Fejerskov, J. A. Cury, L. M. Tenuta e V. C. Marinho

Introdução.................................................................................................................................................................................................... 215

Fluoreto na prevenção e no controle das cáries................................................................................................................................... 215

Mecanismos cariostáticos do fluoreto.................................................................................................................................................... 219

Fluorose dental e metabolismo do fluoreto.......................................................................................................................................... 222

Efetividade dos fluoretos no controle das cáries dentárias | Evidências de revisões sistemáticas............................................. 231

 

Parte 4 - 15 - Papel da Higiene Bucal

PDF Criptografado

15

Papel da Higiene Bucal

B. Nyvad

Introdução.................................................................................................................................................................................................... 243

Considerações teóricas.............................................................................................................................................................................. 243

Efeito biológico da limpeza dentária...................................................................................................................................................... 243

Efeito clínico da limpeza dentária........................................................................................................................................................... 244

Efeito da limpeza dentária profissional.................................................................................................................................................. 246

 

Parte 4 - 16 - Antibacterianos | Profilaxia da Cárie

PDF Criptografado

16

Antibacterianos |

Profilaxia da Cárie

A. A. Scheie, H. V. Rukke e F. C. Petersen

Estilo de vida do biofilme e justificativa para a intervenção antibacteriana.................................................................................. 251

Atividade biológica e modo de ação...................................................................................................................................................... 252

Veículos para os agentes profiláticos da cárie...................................................................................................................................... 255

Agentes específicos.................................................................................................................................................................................... 255

Agentes sem efeitos anticárie documentados...................................................................................................................................... 258

 

Parte 4 - 17 - Princípios do Controle da Cárie

PDF Criptografado

17

Princípios do Controle da Cárie

B. Nyvad e E. A. M. Kidd

Introdução.................................................................................................................................................................................................... 263

Atividade atual da cárie e risco futuro de progressão......................................................................................................................... 263

Categorização dos pacientes nos grupos de risco............................................................................................................................... 266

Tratamentos não operatórios................................................................................................................................................................... 266

Controle da progressão da doença......................................................................................................................................................... 270

 

Parte 4 - 18 - Controle da Cárie em Idosos Debilitados

PDF Criptografado

18

Controle da Cárie em Idosos

Debilitados

M. I. MacEntee, S. R. Bryant, H. Keller, C. T. Nguyen e C. S. Yao

Introdução.................................................................................................................................................................................................... 279

Modelo conceitual de saúde bucal.......................................................................................................................................................... 279

Debilidade.................................................................................................................................................................................................... 279

Características físicas da cárie em idosos............................................................................................................................................... 280

Incidência da cárie em adultos debilitados........................................................................................................................................... 281

 

Carregar mais


Detalhes do Produto

Livro Impresso
Book
Capítulos

Formato
PDF
Criptografado
Sim
SKU
BPP0000237883
ISBN
9788527731782
Tamanho do arquivo
44 MB
Impressão
Desabilitada
Cópia
Desabilitada
Vocalização de texto
Não
Formato
PDF
Criptografado
Sim
Impressão
Desabilitada
Cópia
Desabilitada
Vocalização de texto
Não
SKU
Em metadados
ISBN
Em metadados
Tamanho do arquivo
Em metadados