Estrutura, Análise e Interpretação das Demonstrações Contábeis, 5ª edição

Visualizações: 586
Classificação: (0)

Este livro oferece uma abordagem da Análise das Demonstrações Contábeis em uma sequência lógica e abrangente para o estudo da disciplina.

O texto desta 5ª edição foi revisto e ampliado, estando de acordo com as recentes alterações introduzidas na Lei das Sociedades Anônimas (Lei nº 6.404/1976), decorrentes do processo de convergência do Brasil às normas internacionais de Contabilidade, e com as respectivas normas do Conselho Federal de Contabilidade (CFC) e Pronunciamentos do Comitê de Pronunciamentos Contábeis (CPC).

Para facilitar a compreensão da teoria, os conceitos apresentados ao longo do livro são ilustrados com a apuração dos indicadores da Cia. Lucro Certo, empresa cujas demonstrações contábeis completas são apresentadas na Parte IV, assim como os indicadores contábeis dos seus principais concorrentes. Como suporte acadêmico, o leitor conta com uma planilha eletrônica que automatiza os cálculos dos indicadores abordados na obra e gera vários relatórios de análise, disponível no site .

Livro-texto para a disciplina Análise das Demonstrações Contábeis e equivalentes dos cursos de Ciências Contábeis, Administração e Economia. Leitura complementar para as disciplinas Administração Financeira e Contabilidade Societária. Indicado para programas de atualização e reciclagem profissional e de referência para cursos de pós-graduação, concursos públicos e de preparação para o Exame de Suficiência do CFC.

Acompanhe as nossas publicações, cadastre-se e receba as informações por e-mail (Clique aqui!)

FORMATOS DISPONíVEIS

6 capítulos

Formato Comprar item avulso Adicionar à Pasta

Parte I - Introdução

PDF Criptografado

PARTE I

Introdução

Miolo_SILVA_Estrutura_grafica.indd 1

6/26/17 4:22 PM

Miolo_SILVA_Estrutura_grafica.indd 2

6/26/17 4:22 PM

Conceitos

Introdutórios

1

1.1 CONCEITOS

O trabalho do profissional de contabilidade se inicia com a interpretação e o registro dos fatos econômicos (escrituração), seguidos da apresentação da posição econômica, financeira e patrimonial da empresa, através da elaboração das demonstrações contábeis. Essas demonstrações são submetidas então à análise de auditores independentes, que confirmarão e validarão os valores nelas expressos através de emissão de relatório de auditoria, para finalmente serem submetidos ao processo de análise econômico-financeira.

A conceituação de demonstrações contábeis apresentada pelo CPC 26 (R1)

– Apresentação das Demonstrações Contábeis (tópico 9) não deixa dúvidas quanto à sua importância:

“As demonstrações contábeis são uma representação estruturada da posição patrimonial e financeira e do desempenho da entidade. O objetivo das demonstrações contábeis é o de proporcionar informação acerca da posição patrimonial e financeira, do desempenho e dos fluxos de caixa da entidade que seja útil a um grande número de usuários em suas avaliações e tomada de decisões econômicas. As demonstrações contábeis também objetivam apresentar os resultados da atuação da administração, em face de seus deveres e responsabilidades na gestão diligente dos recursos que lhe foram confiados. Para satisfazer a esse objetivo, as demonstrações contábeis proporcionam informação da entidade acerca do seguinte: a) ativos; b) passivos; c) patrimônio líquido;

 

Parte II - Preparando-se para a Análise

PDF Criptografado

PARTE II

Preparando-se para a Análise

Miolo_SILVA_Estrutura_grafica.indd 81

6/26/17 4:22 PM

Miolo_SILVA_Estrutura_grafica.indd 82

6/26/17 4:22 PM

Padronização,

Consolidação e Qualidade das Demonstrações

Contábeis na Lei das

Sociedades Anônimas (LSA)

7

A padronização das demonstrações contábeis é essencial para a realização de uma boa análise econômico-financeira, notadamente quando o objetivo envolve a comparação com outras empresas do setor. Já em 1937, João Luiz dos Santos, na segunda edição do clássico livro Ensaio sobre análise de balanço, alertava sobre os problemas advindo da falta de uniformidade na apresentação do balanço, considerando que à

época não havia norma estabelecendo obrigatoriedade de padronização, o que só veio a ocorrer três anos mais tarde, em 1940, com a edição da primeira Lei das Sociedades Anônimas – LSA (Decreto Lei no 2.627). Posteriormente, com a edição na nova

Lei das Sociedades Anônimas em 1976, e alterações posteriores, temos uniformidade de padronização com as normas internacionais de contabilidade (IRFS)

 

Parte III - Análise das Demonstrações Contábeis

PDF Criptografado

PARTE III

Análise das

Demonstrações

Contábeis

Miolo_SILVA_Estrutura_grafica.indd 107

6/26/17 4:22 PM

Miolo_SILVA_Estrutura_grafica.indd 108

6/26/17 4:22 PM

Metodologias de Análise das

Demonstrações

Contábeis

10

Durante o processo de Análise das Demonstrações Contábeis, o profissional poderá utilizar várias metodologias de acordo com os objetivos a serem alcançados.

�� Diferenças absolutas.

�� Análise Horizontal.

�� Análise Vertical.

�� Análise através de índices ou quocientes.

�� Metodologias complementares.

10.1 DIFERENÇAS ABSOLUTAS

Essa análise é normalmente a primeira a ser feita, através do uso de planilhas eletrônicas, não necessariamente para todas as contas ou grupos de contas. Com essa metodologia é possível identificar as diferenças mais significativas, através da “comparação entre duas situações de cada vez, mediante a apuração das diferenças absolutas entre os valores monetários de uma mesma conta ou de um mesmo grupo, de uma data para outra” (BRAGA, 2003, p. 14).

 

Parte IV - Estudo de Casos

PDF Criptografado

PARTE IV

Estudo de Casos

Miolo_SILVA_Estrutura_grafica.indd 217

6/26/17 4:22 PM

Miolo_SILVA_Estrutura_grafica.indd 218

6/26/17 4:22 PM

Estudo Dirigido de Caso

17

O objetivo deste Estudo Dirigido de Caso é proporcionar ao leitor a oportunidade de manusear Demonstrações Contábeis reais, de forma a extrair delas informações sobre a sua situação econômica, financeira e patrimonial, a partir da teoria apresentada nos capítulos anteriores.

Você deverá chegar a um diagnóstico global sobre o desempenho da empresa no último exercício social, identificar as tendências da situação econômico-

-financeira da empresa e apresentar recomendações. Esse diagnóstico deverá ser desenvolvido dentro da visão de um analista externo cobrindo todos os aspectos econômico-financeiros refletidos nas demonstrações contábeis analisadas, tendo como pano de fundo as atividades operacionais e outros aspectos julgados relevantes pertinentes à empresa e seu segmento econômico.

 

Parte V - Materiais Complementares

PDF Criptografado

PARTE V

Materiais

Complementares

Miolo_SILVA_Estrutura_grafica.indd 249

6/26/17 4:22 PM

Miolo_SILVA_Estrutura_grafica.indd 250

6/26/17 4:22 PM

Guia do Usuário da Planilha Análise

Financeira

19

Este Guia do Usuário apresenta informações importantes quanto ao uso da planilha

Análise Financeira. Ela foi desenvolvida exclusivamente para fins didáticos, contemplando as recentes alterações na estrutura das demonstrações contábeis introduzidas pelas Leis nos 11.638/2007 e 11.941/2009.

Na Internet

A planilha está disponível para download na página do livro no site da editora ().

A planilha foi desenvolvida1 para efetuar de forma automática a extração dos percentuais da Análise Horizontal e Vertical, a apuração dos indicadores e quocientes, a determinação da necessidade de capital de giro e o valor de tesouraria da empresa sob análise. Permite ainda que sejam inseridos comentários sobre todos os números apurados, compilando e gerando completos relatórios de análise.

 

Anexos

PDF Criptografado

A

Anexo

Quadro-resumo dos

Índices e Quocientes

Indicadores de Atividade ou Rotatividade (prazos médios) (Capítulo 12)

PMRE – Prazo Médio de Rotação dos Estoques

PMRV – Prazo Médio de Recebimento das Vendas

Estoque Médio x 360

CMV

Contas a Receber de Clientes Médios x 360

Receita Líquida de Vendas

PMPC – Prazo Médio de Pagamento das Compras

Identificação dos Dias Financiados

(Ciclo Operacional x Ciclo Financeiro)

Fornecedores Médios x 360

Compras

(PMRE + PMRV) – PMPC

Indicadores Econômicos e Financeiros (Capítulo 12)

Liquidez Imediata

Liquidez Geral

Liquidez

Liquidez Corrente

Liquidez Seca

Disponibilidades

PC

AC + RLP

PC + ELP

AC

PC

AC – Estoques

PC

continua

263

Miolo_SILVA_Estrutura_grafica.indd 263

6/26/17 4:22 PM

264  Anexo A

Indicadores Econômicos e Financeiros (Capítulo 12)

 

Detalhes do Produto

Livro Impresso
Book
Capítulos

Formato
PDF
Criptografado
Sim
SKU
BPP0000228652
ISBN
9788597012880
Tamanho do arquivo
7,1 MB
Impressão
Desabilitada
Cópia
Desabilitada
Vocalização de texto
Não
Formato
PDF
Criptografado
Sim
Impressão
Desabilitada
Cópia
Desabilitada
Vocalização de texto
Não
SKU
Em metadados
ISBN
Em metadados
Tamanho do arquivo
Em metadados