Comunicação Empresarial - Planejamento, Aplicação e Resultados

Visualizações: 412
Classificação: (0)

Comunicação empresarial é essencialmente didático e prático. Seu planejamento instrucional possibilita que o leitor entenda a teoria e suas aplicações, e que seja capaz de adaptar os conceitos à sua prática. Para isso, dispõe de diversos recursos de aprendizagem e aplicação, entre eles:

• Para Pensar: questionamentos e reflexões para pensar ou repensar práticas vivenciadas pelo leitor;
• Estudo de Caso: através do relato de uma empresa fictícia, o leitor é convocado a ajudar nosso personagem na resolução de tarefas relacionadas ao conteúdo do livro;
• Teste seu Conhecimento: exercícios de fixação ao final de cada capítulo;
• Vale Saber: curiosidades, exemplos e atualidades relacionados aos temas tratados no capítulo;
• Resumos Executivos: para a fixação dos principais conteúdos abordados;
• Exercícios de Aplicação: permitem ao leitor aplicar seus conhecimentos à sua prática de trabalho;
• Respostas dos Exercícios de Fixação (Teste seu Conhecimento).

 

13 capítulos

Formato Comprar item avulso Adicionar à Pasta

Introdução

PDF Criptografado

Introdução

Este livro é composto de onze capítulos que mesclam teoria e prática sobre a comunicação no âmbito das organizações. Dessa forma, seu planejamento instrucional visa possibilitar que o leitor entenda a teoria e suas aplicações, e que seja capaz de adaptar os conceitos à sua prática.

Antes de ser uma revisão bibliográfica exaustiva, objetivou-se fornecer subsídios para a compreensão e a aplicação dos princípios e das ferramentas aqui abordados.

O Capítulo 1, Linguagem e comunicação, evidencia como todas as relações humanas se constroem a partir da comunicação.

No Capítulo 2, Fundamentos e histórico da comunicação empresarial, são detalhados o significado da comunicação empresarial e seu histórico.

O Capítulo 3, Comunicação e cultura organizacional, apresenta o conceito de cultura organizacional e detalha a relação entre comunicação e cultura, explicando as formas de comunicação específicas que cada organização desenvolve ao longo do tempo em virtude de seus aspectos culturais.

 

1. Linguagem e comunicação

PDF Criptografado

1

Linguagem e comunicação

Esperamos que, ao término deste capítulo, você seja capaz de:

●●

Identificar as diversas manifestações da linguagem, reconhecendo sua importância para o processo comunicativo;

●●

Reconhecer a história e a importância da comunicação;

●●

Descrever as principais barreiras do processo de comunicação e citar possibilidades para contorná-las.

Como é por dentro outra pessoa

Como é por dentro outra pessoa

Quem é que o saberá sonhar?

A alma de outrem é outro universo

Com que não há comunicação possível,

Com que não há verdadeiro entendimento.

Nada sabemos da alma

Senão da nossa;

As dos outros são olhares,

São gestos, são palavras,

Com a suposição de qualquer semelhança

No fundo.

Fernando Pessoa (1888-1935)

Comunicacao_empresarial.indb 5

5/4/16 4:08 PM

6 Capítulo 1

Fernando Pessoa, como muitos outros poetas, escreveu bastante sobre as relações humanas. Sem medo de errar, podemos dizer que essas relações se constroem a partir da comunicação que se estabelece entre as pessoas, e, por esse motivo, optamos por começar este livro com esse texto, que nos ajuda a pensar a comunicação como uma forma de ver

 

2. Fundamentos e histórico da comunicação empresarial

PDF Criptografado

2

Fundamentos e histórico da comunicação empresarial

Esperamos que, ao término deste capítulo, você seja capaz de:

●●

Definir o que é comunicação empresarial;

●●

Reconhecer o caráter plural da comunicação empresarial;

●●

Distinguir as diversas formas de atuação em comunicação empresarial nas organizações.

Aquilo que te digo, transforma-se em cinza antes de te tocar. Quando chega à página, quando sai dos meus lábios, quando termina de se formar dentro de mim, já é cinza.

José Luis Peixoto (1974-)

Utilizamos o trecho de Peixoto como epígrafe deste capítulo no intuito de mostrar a complexidade do processo de comunicação. Nem sempre aquilo que uma pessoa diz é entendido pela outra da forma desejada. Isso acontece porque a comunicação pressupõe uma série de estratégias de codificação e decodificação para que aquilo que uma pessoa pensa não se transforme em cinzas antes de tocar o outro.

Essa complexidade ganha outras dimensões quando falamos em processos de comunicação no âmbito das empresas.

 

3. Comunicação e cultura organizacional

PDF Criptografado

3

Comunicação e cultura organizacional

Esperamos que, ao término deste capítulo, você seja capaz de:

●●

Definir o que são cultura e clima organizacional;

●●

Identificar a cultura das organizações e seu impacto no estilo de comunicação predominante;

●●

Reconhecer a existência de subculturas nas organizações;

●●

Interpretar a cultura de uma organização e seu impacto no estilo de comunicação;

●●

Reconhecer a relação entre cultura nacional, cultura organizacional e comunicação.

A cultura é aquilo que permanece no homem quando ele já esqueceu todo o resto.

Émile Henriot (1885-1961)

Propor uma definição de cultura é sempre difícil. Nela estão inseridas questões bastante subjetivas, como crenças, valores, regras, preferências, relações etc. A partir da citação de Henriot, reflita:

• Por que se diz que a cultura é o que permanece depois que já se esqueceu de todo o resto?

Comunicacao_empresarial.indb 35

 

4. Comunicações interna e externa

PDF Criptografado

4

Comunicações interna e externa

Esperamos que, ao término deste capítulo, você seja capaz de:

●●

Definir o que são comunicação interna e externa;

●●

Descrever ao menos uma forma de planejar, executar e avaliar processos de comunicação interna e externa nas organizações;

●●

Reconhecer como a comunicação empresarial colabora para a construção da credibilidade de uma organização.

Acontece às vezes que uma flecha lançada ao acaso atinge o alvo que o arqueiro não queria; muitas vezes uma palavra pronunciada sem desígnio lisonjeia ou magoa um coração infeliz dividido entre o prazer e o medo.

Walter Scott (1771-1832)

Muitos autores refletiram sobre a comunicação e seus impactos na vida das pessoas. Cuidar da nossa comunicação nos ajuda a compreender se o que falamos “lisonjeia ou magoa” nosso interlocutor. E não nos referimos apenas ao conteúdo, ou seja, àquilo que se expressa; tão importante quanto cuidar daquilo que se quer falar é cuidar de como se fala, ou seja, da forma como se comunica. Justamente por isso, começamos este capítulo com um trecho da obra de Walter Scott que nos mostra

 

5. Comunicação na era digital

PDF Criptografado

5

Comunicação na era digital

Esperamos que, ao término deste capítulo, você seja capaz de:

●●

Reconhecer que as tecnologias digitais alteraram o modo como produzimos e disseminamos informação;

●●

Apontar os impactos das tecnologias nas comunicações interna e externa das organizações;

●●

Citar como a velocidade das informações impacta o ambiente organizacional;

●●

Discorrer sobre a noção de trabalho e disponibilidade na cultura digital.

A tecnologia só é tecnologia para quem nasceu antes dela ter sido inventada.

Alan Kay (1940-)

Neste capítulo, falaremos sobre como a chamada “era digital” impactou os processos de comunicação, aprofundando-nos no ambiente corporativo. Antes de começar a falar propriamente sobre a comunicação na era digital, propomos que você reflita sobre três pontos:

• As tecnologias digitais, como computadores e telefones celulares, são capazes de agilizar nossa comunicação?

Comunicacao_empresarial.indb 81

 

6. Comunicação, liderança e processo decisório

PDF Criptografado

6

Comunicação, liderança e processo decisório

Esperamos que, ao término deste capítulo, você seja capaz de:

●●

Definir liderança, reconhecendo seus tipos e suas relações com a comunicação e com a tomada de decisões;

●●

Identificar as mudanças do conceito de liderança ao longo do tempo e seu impacto no processo comunicacional;

●●

Identificar as fases de um processo decisório;

●●

Reconhecer a existência de conflitos no âmbito organizacional e identificar o papel do líder e a forma de comunicação adequada;

●●

Selecionar o modelo de liderança mais adequado, considerando a situação e a cultura organizacional.

Lembro-me sempre do axioma do regente: um líder, dizia ele, é como um pastor. Fica atrás do rebanho, deixando os mais rápidos irem à frente, seguindo depois os outros, não percebendo que durante o tempo todo estão a ser dirigidos da retaguarda.

Nelson Mandela (1918-2013)

O texto que inicia este capítulo pertence a um dos maiores líderes que o mundo já conheceu: Nelson Mandela. Com uma rica história

 

7. Gestão da imagem e das relações interpessoais no contexto profissional

PDF Criptografado

7

Gestão da imagem e das relações interpessoais no contexto profissional

Esperamos que, ao término deste capítulo, você seja capaz de:

●●

Definir o que é imagem pessoal e identificar sua importância na obtenção de oportunidades profissionais;

●●

Reconhecer quais são os pontos pessoais fortes e fracos, bem como as ameaças e as oportunidades presentes no ambiente;

●●

Identificar a importância do networking;

●●

Construir uma imagem pessoal adequada.

As pessoas ficam perturbadas, não pelas coisas, mas pela imagem que formam delas.

Epiteto (55 d.C.-125 d.C.)

Neste capítulo, vamos falar sobre como sua imagem pode contribuir para o modo como as outras pessoas o percebem. Comecemos, então, observando o texto do filósofo grego Epiteto e propondo algumas reflexões:

• Por que as pessoas não se perturbam com as coisas, mas com a imagem que fazem delas?

Comunicacao_empresarial.indb 119

5/4/16 4:08 PM

 

8. O gerenciamento da produção e recepção de textos orais e escritos

PDF Criptografado

8

O gerenciamento da produção e recepção de textos orais e escritos

Esperamos que, ao término deste capítulo, você seja capaz de:

●●

Reconhecer algumas possibilidades para realizar o planejamento da produção de textos nas organizações;

●●

Identificar como se dá a recepção de textos no ambiente corporativo;

●●

Demonstrar formas para gerenciar a produção e a recepção de textos orais e escritos em empresas.

As relações não são necessariamente falhadas, nós é que as falhamos.

António Lobo Antunes (1942-)

A frase de António Lobo Antunes que utilizamos como epígrafe deste capítulo nos mostra que as relações precisam ser bem administradas para que sejam proveitosas e de sucesso. E isso também é válido quando falamos em produção e recepção de textos orais e escritos no âmbito das organizações: se não forem devidamente administrados e gerenciados, podem levar a empresa para caminhos duvidosos, por vezes desconhecidos. Daí a necessidade de a empresa gerenciar seus processos de comunicação.

 

9. O planejamento de currículos, cartas empresariais, relatórios e comunicações diversas

PDF Criptografado

9

O planejamento de currículos, cartas empresariais, relatórios e comunicações diversas

Esperamos que, ao término deste capítulo, você seja capaz de:

●●

Identificar diferentes modelos de currículo, selecionando aquele que julgar mais adequado a cada oportunidade;

●●

Elaborar um currículo;

●●

Identificar as etapas de um processo seletivo;

●●

Elaborar atas, e-mails e cartas.

9.1 Currículo e o processo seletivo

9.1.1 Currículo

Vamos iniciar este capítulo com duas perguntas:

• O que é o currículo?

• Para que ele serve?

O currículo é a primeira forma de comunicação entre você e uma organização em que pretende atuar. Ele serve como instrumento para gerar um primeiro contato entre ambos (você e a organização). Trata-se

Comunicacao_empresarial.indb 143

5/4/16 4:08 PM

144 Capítulo 9

de um documento formal bastante importante e deve ser redigido com cuidado e atenção. Os profissionais que atuam no recrutamento e seleção recebem muitos currículos diariamente e se você conseguir, seja pela forma, seja pelo conteúdo, ou por ambos, diferenciar o seu dos demais, melhor! O currículo é a comunicação que irá abrir – ou não – as portas da organização para você.

 

10. O planejamento de apresentações orais e da fala em contextos empresariais

PDF Criptografado

10

O planejamento de apresentações orais e da fala em contextos empresariais

Esperamos que, ao término deste capítulo, você seja capaz de:

●●

Identificar características pessoais que impactam apresentações orais;

●●

Reconhecer os principais erros que podem acontecer em uma apresentação;

●●

Citar os principais softwares que podem ser utilizados na elaboração de apresentações e analisar a melhor opção de acordo com seus interesses;

●●

Escolher a forma de apresentação mais adequada ao seu perfil e ao perfil de seu público;

●●

Elaborar uma boa apresentação;

●●

Organizar um checklist para maximizar as chances de realizar uma boa apresentação.

É fácil saber o que queremos dizer, o que é difícil é dizê-lo.

Mario Vargas Llosa (1936-)

No trecho destacado da obra de Llosa fica clara a complexidade de se expressar em algumas situações; nós enfatizaríamos aquelas mais formais, nas quais precisamos apresentar um produto ou uma ideia, por exemplo. A partir do trecho reproduzido, reflita:

 

11. Comunicação e inteligência empresarial

PDF Criptografado

11

Comunicação e inteligência empresarial

Esperamos que, ao término deste capítulo, você seja capaz de:

●●

Definir o que é inteligência empresarial;

●●

Descrever os três diferentes tipos de inteligência empresarial;

●●

Demonstrar como a inteligência empresarial se concretiza nas organizações;

●●

Relacionar a comunicação estratégica à inteligência empresarial.

O primeiro dever da inteligência é desconfiar dela mesma.

Albert Einstein (1879-1955)

Neste capítulo, falaremos sobre a comunicação como um dos pilares para a produção e gestão da inteligência empresarial nas organizações. Para que possamos começar de forma adequada, é importante que estejamos alinhados sobre os conceitos de inteligência e inteligência empresarial.

Inteligência, no senso comum, está ligada à capacidade que um indivíduo tem de conhecer, compreender e aprender, uma sequência que nos parece fazer sentido: primeiramente somos expostos a algo, o compreendemos e, finalmente, o aprendemos. Podemos exemplificar esse processo com a aquisição da linguagem: quando crianças, somos expostos a ela

 

Apêndices

PDF Criptografado

APÊNDICE 1 –

Modelos de Currículo

Nome

Endereço – Bairro

Telefones – e-mail

Nacionalidade, Naturalidade, Estado Civil, Idade

OBJETIVO

• XXXXXXXXXXX

RESUMO DA EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL

• XXXXXXXXXXXXXXXXXX

• XXXXXXXXXXX

FORMAÇÃO ACADÊMICA / CURSOS

• Pós-Graduação em XXX – Instituição de Ensino (Período – de

XX/XX a XX/XX)

Comunicacao_empresarial.indb 203

5/4/16 4:08 PM

204 apêndice 1

• Graduação em XXX – Instituição de Ensino (Período)

• Ensino Médio em XXX – Instituição de Ensino (Período)

RESUMO DA TRAJETÓRIA PROFISSIONAL

•  Empresa XXX

  Período de XX a XX/XXXX

– Cargo:

Principais Atividades:

XXXXXXXXXXXXXXX

•  Empresa XXX

  Período de XX a XX/XXXX

– Cargo:

Principais Atividades:

XXXXXXXXXXXXXXX

INFORMAÇÕES ADICIONAIS

• XXXXXXXXXXXX

• XXXXXXXXXXXX

Comunicacao_empresarial.indb 204

 

Detalhes do Produto

Livro Impresso
eBook
Capítulos

Formato
PDF
Criptografado
Sim
SKU
BPPD000206407
ISBN
9788597007251
Tamanho do arquivo
4,3 MB
Impressão
Desabilitada
Cópia
Desabilitada
Vocalização de texto
Não
Formato
PDF
Criptografado
Sim
Impressão
Desabilitada
Cópia
Desabilitada
Vocalização de texto
Não
SKU
Em metadados
ISBN
Em metadados
Tamanho do arquivo
Em metadados