Crie suas própias Pastas

Selecione capítulos de diferentes livros e organize-os em sua própria pasta, de forma simples e rápida. Você pode ainda personalizar a capa e disponibilizar o conteúdo em nossa loja para seus alunos ou colegas.

Educação
Pesquisa
Lazer

Capítulos Selecione um ou vários capítulos para montar sua Pasta

Medium 9788577808403

12. Contabilidade Social Regional

Bêrni, Duilio de Avila Grupo A PDF Criptografado

12

Contabilidade Social Regional

Alexandre Alves Porsse e Fernando Salgueiro Perobelli

12.1 CONSIDERAÇÕES INICIAIS

Os analistas das questões econômicas regionais frequentemente se deparam com a carência de informações estatísticas no volume e na qualidade adequados. No tocante ao volume, há pesadas lacunas de material quantitativo necessário ao cálculo dos agregados econômicos. Um exemplo é a dificuldade na obtenção de estatísticas confiáveis sobre as transferências de recursos privados inter-regionais. Ainda assim, muitas vezes é possível estimar determinados montantes monetários que compõem o sistema de contabilidade social regional, notadamente a partir de fontes de dados administrativos fornecidos por órgãos governamentais regionais. No tocante à qualidade, porém, a ausência de um tratamento estatístico adequado na produção dessas informações pode conduzir à geração de viés nos valores estimados. Neste caso, citamos como exemplo o levantamento de dados sobre as transações comerciais inter-regionais de bens e serviços. Mesmo sendo passíveis de estimação por meio dos registros administrativos dos órgãos fazendários dos governos estaduais, os valores obtidos podem apresentar um viés de subcobertura provocado por problemas de sonegação ou fiscalização.

Ver todos os capítulos
Medium 9788577805679

6 Contratando pelos Valores – e pelo Talento

Berry, Leonard Grupo A PDF Criptografado

Contratando pelos Valores – e pelo Talento

S

6

aí da África do Sul e vim para os Estados Unidos em 1978, atendendo à oferta de emprego de um proeminente centro médico acadêmico no Sul. No curso das três semanas que passei no país, analisei também outros possíveis cargos acadêmicos. Embora eu tivesse recebido uma série de ofertas de emprego, revelei a um amigo médico que antes gostaria de visitar a Clínica Mayo, que é muito famosa na África do Sul. Meu amigo respondeu: “Bem, quanto a isso não há problema; conheço Bob Brandenburg, o chefe do departamento de cardiologia da Mayo”. Recebi de Bob uma carta muito atenciosa, em que ele informava: “Acabei de me aposentar da cardiologia, mas encaminharei sua carta ao dr. Robert Frye, meu sucessor”.

Uma das razões que quase me levaram a optar pelo centro médico do Sul era seu fantástico grupo de pesquisadores, que incluía até mesmo vencedores do Prêmio Nobel. Ironicamente, contudo, era também isso que me preocupava, que me fazia hesitar. Eu sentia que a medicina clínica não era realmente aquilo com que eles se ocupavam. Um de seus líderes aliás me disse: “Estamos aqui pelas bolsas do NIHs [National Institutes of Health]. A moeda do reino. Recebemos subsídios maciços, e ainda haveremos de nos tornar o centro de pesquisa do Sul – seremos a Harvard do Sul”. Quanto a mim, queria me dedicar a ambas as medicinas – a acadêmica e a clínica.

Ver todos os capítulos
Medium 9788547229504

4.5. PRESTAÇÕES, SERVIÇOS, PROGRAMAS E PROJETOS DE ASSISTÊNCIA SOCIAL

SANTOS, Marisa Ferreira dos Editora Saraiva PDF Criptografado

4

137

A Assistência Social

O SUAS tem um conjunto de instâncias deliberativas compostas dos diversos setores envolvidos na área.

A descentralização obedece ao comando constitucional e foi definida pelo art. 11 da LOAS: as ações governamentais são articuladas, cabendo a coordenação e as normas gerais à esfera federal.

Os Estados, o Distrito Federal e os Municípios, nas suas respectivas áreas, coordenam e executam os programas assistenciais. Os arts. 12 a 15 discriminaram as competências de cada uma das esferas de governo.

As instâncias deliberativas do SUAS são: o Conselho Nacional de Assistência

Social (CNAS), os Conselhos Estaduais de Assistência Social (CEAS), o Conselho de Assistência Social do Distrito Federal (CASDF) e os Conselhos Municipais de

Assistência Social (CMAS), todos com caráter permanente e composição paritária entre governo e sociedade civil (art. 16).

O CNAS é vinculado ao Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à

Ver todos os capítulos
Medium 9788547208301

6.7 Dificuldades e objeções

BARBIERI, José Carlos Editora Saraiva PDF Criptografado

capítulo 6  Instrumentos gerenciais

• identificar e gerenciar os riscos de compliance, ou seja, o efeito da incerteza sobre os objetivos de compliance;

• assegurar que o SGC seja revisto periodicamente30.

6.7 Dificuldades e objeções

Os instrumentos de gestão apresentados neste capítulo são aplicáveis à organização como um todo ou a uma de suas unidades. Para implementá-los são necessários outros instrumentos de gestão específicos de aplicação localizada ou segmentada, tais como avaliação de impactos ambientais, códigos de ética, auditorias internas, métodos de verificação e medição de não conformidades, criação de indicadores de desempenho apropriados à empresa em cada uma das dimensões da sustentabilidade, entre outros. A caixa de ferramentas para dar suporte à política de responsabilidade social orientada pelo desenvolvimento sustentável é variada e não cessa de crescer, o que revela a importância crescente desse tema para as empresas, que por sua vez reflete demandas da sociedade nesse sentido.

Ver todos os capítulos
Medium 9788580555684

Capítulo 19 - Aproximaçãode Fourier

Steven C. Chapra; Raymond P. Canale Grupo A PDF Criptografado

capítulo

19

Aproximação de Fourier

Até este ponto, nossa apresentação de interpolação enfatizou polinômios padrão – ou seja, combinações lineares dos monômios 1, x, x2, . . . , xm (Figura 19.1a). Agora, voltamo-nos para uma outra classe de funções que têm imensa importância na engenharia

− as funções trigonométricas 1, cos x, cos 2x, . . . , cos nx, sen x, sen 2x, . . . , sen nx

(Figura 19.1b).

Os engenheiros em geral tratam de sistemas que oscilam ou vibram. Como se pode esperar, as funções trigonométricas desempenham um papel fundamental na mode­ lagem de tais contextos de problemas. A aproximação de Fourier representa um esquema sistemático para usar séries trigonométricas com esse propósito.

FIGURA 19.1

Os primeiros cinco (a) monômios e (b) funções trigonométricas.

Observe que, no intervalo mostrado, ambos os tipos de funções assumem valores que variam entre −1 e 1. Entretanto, os valores de pico dos monômios ocorrem todos nas extremidades, enquanto para as funções trigonométricas os picos são distribuídos mais uniformemente pelo intervalo.

Ver todos os capítulos

Visualizar todos os capítulos