Crie suas própias Pastas

Selecione capítulos de diferentes livros e organize-os em sua própria pasta, de forma simples e rápida. Você pode ainda personalizar a capa e disponibilizar o conteúdo em nossa loja para seus alunos ou colegas.

Educação
Pesquisa
Lazer

Capítulos Selecione um ou vários capítulos para montar sua Pasta

Medium 9788582713761

Capítulo 6. Alterações congênitas no cotovelo, punho e mão de crianças

Sizínio K. Hebert; Tarcísio E. P. de Barros Filho; Renato Xavier; Arlindo G. Pardini Jr. Grupo A PDF Criptografado

164

Ortopedia e traumatologia: princípios e prática

6

Alterações congênitas no cotovelo, punho e mão de crianças

Ricardo Kaempf de Oliveira

Carlos Irisarri Castro

Alterações congênitas são variações da normalidade ou deformidades diagnosticadas ao nascimento. Podem ser isoladas, quando restritas a um local específico, ou estar associadas a outras anormalidades sistêmicas ou a síndromes. “Imperfeições ao nascimento” ou alterações congênitas são relativamente comuns, sendo a grande maioria sem gravidade ou até imperceptível, consideradas características pessoais, como cor da pele, peso ou altura. Mesmo assim, a aparência estética pode causar impacto negativo, tanto para a criança quanto para os pais.

A realização de ecografias durante a gravidez permite o diagnóstico precoce de diversas alterações congênitas.

Os resultados, porém, devem ser analisados com cautela, já que, em alguns casos, a alteração pode não ser tão grave quanto parece, e, em outros, mesmo com exames normais, a criança nasce com alterações.

Ver todos os capítulos
Medium 9788527732437

15 - Princípios de Diagnóstico Diferencial e Biopsia

PRADO, Roberto Grupo Gen PDF Criptografado

15

Princípios de Diagnóstico

Diferencial e Biopsia

Martha Salim • Roberto Prado • Danielle Camisasca

INTRODUÇÃO

Alterações da normalidade e lesões patológicas podem ocorrer nos tecidos da cavidade bucal, sendo necessário que todo cirurgião-dentista seja capaz de conduzi-las a um diagnóstico clínico e, se necessário, encaminhar para tratamento. O conhecimento de patologia oral e os princípios de diagnóstico diferencial são requisitos essenciais para qualquer profissional de Odontologia.

O exame clínico do paciente tem como finalidade não apenas a constatação de sinais e sintomas, mas principalmente sua interpretação, conhecida como propedêutica. Tais procedimentos exigem uma soma de conhecimentos que devem conduzir ao diagnóstico definitivo e ao planejamento terapêutico.

ANAMNESE

A realização da anamnese é de fundamental importância para o estabelecimento do diagnóstico diferencial.

Estima-se que 50% das doenças em medicina possam ser diagnosticadas corretamente pela realização detalhada desta etapa da história clínica. Entretanto, a anamnese não é apenas um processo de coleta de dados, mas a primeira etapa da comunicação entre o paciente e o examinador, importante para estabelecer um vínculo entre eles.

Ver todos os capítulos
Medium 9788527731270

12 - Desenvolvimento de Capacidades e Troca de Experiências por Meio das Redes Sociais | O Caso da Rede Ideias na Mesa

DIEZ-GARCIA, Rosa Wanda; CERVATO-MANCUSO, Ana Maria Grupo Gen PDF Criptografado

112  PARTE 2    POLÍTICAS E PROGRAMAS EM EDUCAÇÃO ALIMENTAR E NUTRICIONAL

Capítulo 12

Elisabetta Recine

Janine Giuberti Coutinho

Desenvolvimento de Capacidades e Troca de Experiências por Meio das Redes Sociais | O Caso da

Rede Ideias na Mesa

Objetivos

Ao término deste capítulo, o leitor estará apto a:

�� Problematizar, em um cenário de multideterminação da prática da alimentação adequada e saudável, a importância de uma abordagem multidimensional para a Educação

Alimentar e Nutricional (EAN)

�� Identificar as ferramentas disponíveis no Ideias na Mesa e seus usos para apoiar a formação e as ações de EAN.

Síntese do conteúdo

A epidemiologia alimentar e nutricional problematizada à luz dos referenciais teórico-conceituais da Segurança Alimentar e Nutricional, Soberania Alimentar e Direito Humano à Alimentação Adequada oportunizou um conceito de alimentação adequada e saudável complexo e multidimensional. A promoção da alimentação adequada e saudável requer, portanto, ações de natureza interdisciplinar e multiprofissional. No mesmo sentido, os objetivos da EAN ultrapassaram, em muito, a dimensão biológica da alimentação e os loci clássicos de ação.

Ver todos os capítulos
Medium 9788547229924

2.7 Princípios aplicados no processo eleitoral, entre outros importantes

VASCONCELO, Clever Editora Saraiva PDF Criptografado

26   DIREITO ELEITORAL

de irregularidades cometidas na administração pública em troca de recursos para campanhas eleitorais.

2.7 �Princípios aplicados no processo eleitoral, entre outros importantes

No Brasil, entre outros princípios que deverão ser observados na ocorrên‑ cia do processo eleitoral, destacam­‑se, ainda:

O princípio da soberania popular, como verdadeiro nascedouro do direito eleitoral, insculpido no art. 1º, parágrafo único, da Constituição. É fundamento que inaugura a existência do direito eleitoral, uma vez que se o poder não emanasse do

Povo e não fosse exercido por meio de representantes eleitos de nada serviria o di‑ reito eleitoral. É no direito eleitoral, em razão do princípio constitucional da sobe‑ rania popular, que a vontade do povo é nitidamente percebida, sendo que nos ou‑ tros ramos a vontade popular aparece por ficção segundo a tese de que a lei ou a vontade do representante traduz por presunção a vontade geral do povo.

O princípio republicano garante que o comando da coisa pública está sob a responsabilidade de cidadãos eleitos pela comunidade política (Povo). Com ex‑ ceção dos membros do Poder Judiciário, que são investidos por meio de aprova‑

Ver todos os capítulos
Medium 9788553610662

13. DIREITO E MORAL

MESSA, Ana Flávia; ANDREUCCI, Ricardo Antonio Editora Saraiva PDF Criptografado

FILOSOFIA do Direito funções, tendo por escopo a realização do bem comum.

■■ Apresentar-se ao trabalho com vestimentas adequadas ao exercício da função.

■■ Manter-se atualizado com as instruções, as nor­ mas de serviço e a legislação pertinentes ao órgão onde exerce suas funções.

■■ Cumprir, de acordo com as normas do serviço e as instruções superiores, as tarefas de seu cargo ou função, tanto quanto possível, com critério, segurança e rapidez, mantendo tudo sempre em boa ordem.

■■ Facilitar a fiscalização de todos os atos ou serviços por quem de direito.

■■ Exercer com estrita moderação as prerrogativas funcionais que lhe sejam atribuídas, abstendo-se de fazê-lo contrariamente aos legítimos interesses dos usuários do serviço público e dos jurisdicionados administrativos.

■■ Abster-se, de forma absoluta, de exercer sua função, poder ou autoridade com finalidade estranha ao interesse público, mesmo que observando as formalidades legais e não cometendo qualquer violação expressa à lei.

Ver todos os capítulos

Visualizar todos os capítulos