Crie suas própias Pastas

Selecione capítulos de diferentes livros e organize-os em sua própria pasta, de forma simples e rápida. Você pode ainda personalizar a capa e disponibilizar o conteúdo em nossa loja para seus alunos ou colegas.

Educação
Pesquisa
Lazer

Capítulos Selecione um ou vários capítulos para montar sua Pasta

Medium 9788520434222

43. Oxigenação e oxigenoterapia

WARD, Jeremy P. T.; WARD, Jane; LEACH, Richard M. Editora Manole PDF Criptografado

43 Oxigenação e oxigenoterapia

(a) Indicações de oxigenoterapia aguda

1. Parada cardiorrespiratória

2. Hipoxemia (PaO2 <8kPa, SaO2 <90%)

3. Hipertensão arterial (PA sistólica < 100 mmHg)

4. Baixo débito cardíaco

5. Acidose metabólica (bicarbonato < 18 mmol/L)

6. Insuficiência respiratória (frequência respiratória >24/min)

(d) Dispositivos de distribuição de oxigênio

1. Dispositivos de desempenho variável

O ar é inalado durante a respiração enquanto se distribui o oxigênio a partir de um reservatório (ou seja, máscara, bolsa-reservatório, nasofaringe)

A FIO2 distribuída aos pulmões depende da taxa de fluxo de oxigênio, do fluxo inspiratório do paciente, da frequência respiratória e da quantidade de ar inalado. p. ex., Figura (i) “Máscaras faciais de baixo fluxo”, o O2 flui a

~2–10 L/min direção à máscara, sendo suplementado pelo ar aspirado pela máscara. A FIO2 atingida depende da ventilação.

Ventilação = 5 L/min

Ver todos os capítulos
Medium 9788553609178

5 Decretação judicial da falência

TOMAZETTE, Marlon Editora Saraiva PDF Criptografado

Decretação judicial da falência

367

4.6.2 Decisão de decretação da falência

Não havendo qualquer problema processual no pedido de falência, estando presen‑ tes os pressupostos e não havendo qualquer fato impeditivo, deverá o juiz decretar a falência. Com tal decisão é que se preenche o terceiro pressuposto da falência, isto é, com ela é que se pode falar em falência propriamente dita. Até então, há um pedido, mas a falência só se iniciará com essa decisão, que terá o mesmo conteúdo e os mesmos efeitos tanto quando for proferida no processo de falência, como quando vier de uma autofalên‑ cia ou da convolação de uma recuperação. Por isso e por sua importância, trataremos dessa decisão em tópico à parte.

5

Decretação judicial da falência

Qualquer que seja o processo, só se pode falar em falência a partir do momento em que o juiz decretar a falência. Como já mencionado, a falência é um estado de direito que só se instaura com a decretação judicial.

Ver todos os capítulos
Medium 9788577806959

44: Solução de EquaçõesNão Lineares

Murray R. Spiegel; Seymour Lipschutz; John Liu Grupo A PDF Criptografado

44

Solução de Equações

Não Lineares

Aqui apresentamos métodos de resolver equações não lineares, que aparecem de duas maneiras:

44.1 Equação não linear: f (x) ⫽ 0

44.2 Equação não linear de ponto fixo: x ⫽ g(x)

Podemos alternar de 44.1 para 44.2 ou de 44.2 para 44.1 tomando

Como os métodos são iterativos, existem dois tipos de estimativa de erro.

44.3 para algum

predeterminado.

Método da bisseção

Utilizamos o seguinte teorema.

Teorema do valor intermediário Suponha que f é contínua num intervalo [a, b] e que f (a)f(b) < 0.

Então existe uma raiz x* de f(x) ⫽ 0 em (a, b).

O método de bisseção aproxima uma tal solução x*.

44.4 Método de bisseção:

Passo inicial: Tome a0 ⫽ a e b0 ⫽ b.

Passo de iteração:

(a) Tome cn ⫽ (an ⫹ bn)/2.

(b) Se f(an) f(cn) < 0, tome an ⫹ 1 ⫽ an e bn ⫹ 1 ⫽ cn; caso contrário, tome an ⫹ 1 ⫽ cn e bn ⫹ 1 ⫽ bn.

Método de Newton

Método de Newton

Ver todos os capítulos
Medium 9788584291304

Tópicos de discussão

Margaret Whitehead Grupo A PDF Criptografado

Tópicos de discussão

PARTE I FUNDAMENTOS FILOSÓFICOS

1 Introdução

•• Discuta a necessidade do uso de um conceito adicional — letramento corporal — que identifique o valor central de toda a atividade física.

•• Considere termos alternativos para o letramento corporal.

•• Avalie as várias interpretações do conceito de letramento corporal pelo mundo.

2 O conceito de letramento corporal

•• Discuta e compare capacidades e inteligências em relação ao letramento corporal. Consulte o artigo, em inglês, no site www.physical-literacy.org.uk para discussões mais aprofundadas sobre o tema.

•• Discuta as relações entre os atributos nas Figuras 2.1 e 2.2.

3 O embasamento filosófico do conceito de letramento corporal

•• Considere as dificuldades associadas em aceitar uma filosofia monista.

•• Debata os problemas decorrentes do uso cotidiano da linguagem dualista.

•• Identifique exemplos do papel da dimensão incorporada na percepção.

Ver todos os capítulos
Medium 9788553600441

Seção V - Dos Testamentos e dos Codicilos

GODINHO, Robson Renault Editora Saraiva PDF Criptografado

CPC/2015, arts. 734 e 735

tério Público resguardar direitos patrimoniais de nenhum sujeito e, se fosse o caso de atuar sempre em que houver riscos a direitos alheios, deveria ser essa hipótese interventiva generalizada simetricamente Às demais situações, o que subverteria frontalmente o disposto no art. 127 da Constituição da República, cujo reflexo processual está no art. 178 do CPC. Ressalve-se, porém, que, como há expressa determinação legal da intimação do Ministério Público, deve ser cumprida formalmente a regra, a fim de assegurar a validade do procedimento convém que o juiz lhe dê ciência, ficando sob a análise do órgão a manifestação sobre a eventual necessidade de sua intervenção.

Seção V

Dos Testamentos e dos Codicilos

Art. 735. Recebendo testamento cerrado, o juiz, se não achar vício externo que o torne suspeito de nulidade ou falsidade, o abrirá e mandará que o escrivão o leia em presença do apresentante.

§ 1º Do termo de abertura constarão o nome do apresentante e como ele obteve o testamento, a data e o lugar do falecimento do testador, com as respectivas provas, e qualquer circunstância digna de nota.

Ver todos os capítulos

Visualizar todos os capítulos