Crie suas própias Pastas

Selecione capítulos de diferentes livros e organize-os em sua própria pasta, de forma simples e rápida. Você pode ainda personalizar a capa e disponibilizar o conteúdo em nossa loja para seus alunos ou colegas.

Educação
Pesquisa
Lazer

Capítulos Selecione um ou vários capítulos para montar sua Pasta

Medium 9788582714775

Capítulo 35. Adaptação brasileira da Escala Wechsler Abreviada de Inteligência (WASI)

Malloy-Diniz, Leandro F.; Leandro F.; Malloy-Diniz Grupo A PDF Criptografado

35

30

Adaptação brasileira da Escala Wechsler

Abreviada de Inteligência (WASI)

VANESSA STUMPF HECK

DENISE BALEM YATES

CLARISSA MARCELI TRENTINI

APRESENTAÇÃO DA ESCALA WECHSLER

ABREVIADA DE INTELIGÊNCIA

A Escala Wechsler Abreviada de Inteligência (WASI) foi desenvolvida nos Estados Unidos, sendo mais um instrumento das Escalas Wechsler. Ela fornece uma medida breve de inteligência, com propriedades psicométricas confiáveis, para ser utilizada em contextos clínicos e de pesquisa.

É composta por dois subtestes verbais (Vocabulário e Semelhanças) e dois não verbais (Raciocínio Matricial e Cubos) que fornecem o quociente de inteligência total

(QIT-4) em torno de 30 minutos. A WASI pode ser aplicada em pessoas de 6 a 89 anos de idade e, sendo assim, é associada à Escala de Inteligência Wechsler para Crianças – Terceira Edição (WISC-III) (Figueiredo, 2002), à Escala de Inteligência Wechsler para Adultos – Terceira Edição (WAIS-III)

Ver todos os capítulos
Medium 9788530983178

28. A impenhorabilidade no box ou garagem

Arnaldo Rizzardo Grupo Gen ePub Criptografado

Firmou-se entendimento de que a garagem, ou espaço de estacionamento, desde que unidade autônoma, não entra na regra da impenhorabilidade, mesmo que a finalidade não se dirija para a exploração econômica.

O STJ firmou-se nessa posição: “Está consolidado nesta Corte o entendimento de que a vaga de garagem, desde que com matrícula e registro próprios, pode ser objeto de constrição, não se lhe aplicando a impenhorabilidade da Lei n. 8.009/1990.”42

No voto do Min. Fernando Gonçalves, aparecem vários precedentes:

Com efeito, a jurisprudência iterativa desta Corte orienta-se no sentido de que a vaga de garagem, desde que com matrícula e registro próprios, pode ser objeto de constrição, não se lhe aplicando a impenhorabilidade da Lei n. 8.009/1990. Nesse sentido:

Recurso Especial. Embargos de devedor. Penhora. Vagas autônomas de garagem. Matrícula própria. Precedente da Corte especial. Conforme o precedente da Corte Especial, o box de estacionamento, identificado como unidade autônoma em relação à residência do devedor, tendo, inclusive, matrícula própria no Registro de Imóveis, não se enquadra na hipótese prevista no art. 1º da Lei n. 8.009/1990, sendo, portanto, penhorável (EREsp. n. 595.099/RS). Recurso especial não conhecido (REsp. n. 876.011/SP. Relator: Min. Cesar Asfor Rocha. Quarta Turma. DJ, 03.09.2007).

Ver todos os capítulos
Medium 9789724420127

Secção IV – Do conflito legal das faculdades superiores coma faculdade inferior

Kant, Immanuel Grupo Almedina PDF Criptografado

O CONFLITO DAS FACULDADES35da influência que os seus homens de ação podem ter sobre o povo, pois este, naturalmente, atém-se sobretudo ao que menos o obriga a esforçar-se e a servir-se da sua própria razão, podendo assim conciliar melhor os deveres com as inclinações; por exemplo, no ramo teológico, que é por si salutar «crer» literalmente, sem indagar (e mesmo sem compreender) o que se deve crer, e que mediante a celebração de certos ritos prescritos podem imediatamente ser apagados crimes; ou no ramo jurídico, que a observância da lei segundo a letra dispensa a inquirição do sentido do legislador.Há, pois, aqui um conflito ilegal, essencial, para sempre inconciliável, entre as Faculdades superiores e a Faculdade inferior, porque o princípio da legislação para as primeiras, que se atribui ao governo, seria a própria anarquia, por ele autorizada. – Com efeito, visto que a inclinação e, em geral, o que alguém acha vantajoso para a sua intenção particular não se qualifica pura e simplesmente para lei; por conseguinte, também não pode ser exposto como tal pelas Faculdades superiores, então um governo que sancionasse coisas semelhantes poria, ao ofender a própria razão, em conflito as Faculdades superiores com a filosófica, conflito que não pode ser tolerado, porque aniquilaria totalmente esta última – o que é de facto o meio mais rápido, mas também (segundo a expressão dos médicos) um meio heroico, com risco de morte, para pôr fim a um conflito.

Ver todos os capítulos
Medium 9788547229122

11.9. Codicilo

LÔBO, Paulo Editora Saraiva PDF Criptografado

birá de redigi-lo e assiná-lo por ele. Contudo, se integrar corpo militar determinado, o testamento será escrito pelo respectivo comandante, ainda que o testador possa fazê-lo. O comandante referido na lei é o da unidade imediata, não necessariamente o oficial de patente superior. Se se encontrar internado em hospital militar, o testamento será escrito pelo diretor do estabelecimento, ou por oficial de saúde que nele trabalhe. Essa é a forma simplificada do testamento público.

Se o testador optar por escrever o testamento, exige-se que date e assine por extenso, salvo se não o puder fazer, sendo substituído pela terceira testemunha. Cabe ao oficial de patente superior ao do testador anotar em qualquer parte do testamento o lugar, o dia e o mês em que lhe foi apresentado, cuja nota será assinada por ele e por duas testemunhas. Essa é a forma simplificada do testamento cerrado.

O testamento militar perde a eficácia se, dentro do prazo de noventa dias, contados do dia em que o testador tenha se livrado do risco de morte e possa, sem dificuldades adicionais, realizar qualquer das três formas de testamento ordinário. Não se computa o prazo no caso de permanência em terra estranha. O

Ver todos os capítulos
Medium 9788527734066

3 - Sexualidade Humana e Disfunção Sexual Feminina

PINTO E SILVA, Marcela Ponzio; MARQUES, Andréa de Andrade; AMARAL, Maria Teresa Pace do Grupo Gen PDF Criptografado

3

Sexualidade Humana e

Disfunção Sexual Feminina

Marcela G. Bardin  •  Virgínia Piassaroli

Introdução

A sexualidade humana é tão complexa e relativa quanto a riqueza que compõe o próprio ser humano e provavelmente sua definição sofrerá tantas alterações quanto a sociedade e a história político-social no decorrer do tempo. Entretanto, a definição mais atual elaborada pela Organização Mundial da

Saú­de (OMS) é:

Sexualidade é um aspecto central da vida do ser humano e abrange sexo, identidades e papéi­s de gênero, orientação sexual, erotismo, prazer, intimidade e reprodução. É experimentada e expressada nos pensamentos, nas fantasias, nos desejos, na opinião, nas atitudes, nos valores, nos comportamentos, nas práticas, nos papéi­s e nos relacionamentos. Embora a sexualidade possa incluir todas estas dimensões, nem sempre todas são vivenciadas. A sexualidade sofre in­fluên­cia da interação de fatores biológicos, psicológicos, sociais, econômicos, políticos, culturais,

Ver todos os capítulos

Visualizar todos os capítulos